Sistema do Grupo Sanguíneo de Lewis: Grupo de antígenos (herdados de modo dominante e independente) associado com os fatores sanguíneos ABO. Estes antígenos são glicolipídeos presentes no plasma e nas secreções, que podem aderir às hemácias. O fenótipo Le(b) é o resultado da interação do gene Le(a) com os genes para os grupos sanguíneos ABO.Sistema do Grupo Sanguíneo Rh-Hr: Isoantígenos eritrocitários do sistema de grupo sanguíneos Rh (Rhesus), o mais complexo de todos os grupos sanguíneos humanos. O principal antígeno Rh ou D é a causa mais comum de ERITROBLASTOSE FETAL.Sistema do Grupo Sanguíneo I: Sistema de grupos sanguíneos relacionado com o SISTEMA DO GRUPO SANGUÍNEO ABO e o SISTEMA DO GRUPO SANGUÍNEO P incluindo vários antígenos diferentes que, na maioria das pessoas, são encontrados nas hemácias [eritrócitos], no leite, na saliva. Os anticorpos para estes antígenos reagem apenas em temperaturas baixas.Sistema do Grupo Sanguíneo ABO: O principal sistema de tipos sanguíneos humanos que depende da [se baseia na] presença ou da [na] ausência de dois antígenos A e B. O tipo O ocorre quando A e B estão ausentes, e o tipo AB ocorre quando ambos estão presentes. Os antígenos A e B são fatores genéticos que determinam a presença de enzimas para a síntese de certas glicoproteínas, principalmente na membrana das hemácias.Sistema do Grupo Sanguíneo MNSs: Sistema de isoantígenos universais de grupos sanguíneos humanos com muitos subgrupos associados. Os traços [traits] M e N são codominantes, e os traços S e S provavelmente são alelos estreitamente ligados, inclusive o antígeno U. Este sistema é usado com frequência maior nos estudos de paternidade.Sistema do Grupo Sanguíneo P: Sistema de grupo sanguíneo relacionado com os sistemas ABO, Lewis e I. São possíveis pelo menos cinco antígenos eritrocitários diferentes, alguns muito raros, outros quase universais. Neste sistema de grupo sanguíneo estão envolvidos múltiplos alelos.Sistema do Grupo Sanguíneo Kidd: Grupo [sistema] constituído principalmente dos antígenos Jk(a) e Jk(b), determinados por alelos gênicos. São encontrados alelos amorfos [sem produtos gênicos]. Os anticorpos contra estas moléculas, induzidos pelos eritrócitos, geralmente são fracos e muito lábeis.Antígenos de Grupos Sanguíneos: Grupos de antígenos de superfície celular localizados nas CÉLULAS SANGUÍNEAS. Geralmente são GLICOPROTEÍNAS ou GLICOLIPÍDEOS de membranas que antigenicamente se distinguem por suas porções de carboidratos.Sistema do Grupo Sanguíneo de Kell: Antígenos eritrocíticos múltiplos, que incluem pelo menos três pares de substitutos [alternates] e amorfos, determinados por um gene complexo (ou possivelmente vários genes) em loci estreitamente ligados. Este sistema é importante para as reações de transfusão. Sua expressão envolve o cromossomo X.Sistema do Grupo Sanguíneo Lutheran: Sistema complexo de grupos sanguíneos que apresenta pares de antígenos alternados e genes amorfos, mas também sujeito a um repressor dominante segregado independentemente.Sistema do Grupo Sanguíneo Duffy: Grupo sanguíneo consistindo principalmente em antígenos Fy(a) e Fy(b), determinados por genes alelos, cuja frequência varia profundamente em diferentes grupos humanos; os genes amorfos são comuns.Guanosina Difosfato Fucose: Difosfato de açúcar nucleosídico formado a partir da GDPmanose, que fornece fucose para lipopolissacarídeos de parede celular de bactérias, para substâncias de grupos sanguíneos e outras glicoproteínas.Ficina: Proteinase sulfidrílica com cisteína no sítio ativo do látex do ficus. Clivagem preferencial nos resíduos de tirosina e fenilalanina. EC 3.4.22.3.Ácidos de Lewis: Qualquer espécie química que aceita um par de elétrons proveniente de uma BASE DE LEWIS em uma reação química de ligação.beta-N-Acetilglucosaminilglicopeptídeo beta-1,4-Galactosiltransferase: Enzima que catalisa a transferência de galactose de UDP-galactose a um receptor glicoproteico específico, 2-acetamido-2-deoxi-D-glucosil-glicopeptídeo, durante a síntese de glicopeptídeo. EC 2.4.1.38.Membrana Eritrocítica: Porção semipermeável mais externa do glóbulo vermelho. Após a HEMÓLISE esta membrana é conhecida como 'fantasma'.Carboidratos: Maior classe de compostos orgânicos incluindo AMIDO, GLICOGÊNIO, CELULOSE, POLISSACARÍDEOS e MONOSSACARÍDEOS simples. Os carboidratos são compostos por carbono, hidrogênio e oxigênio na proporção Cn(H2O)n.Eritrócitos: Células vermelhas do sangue. Os eritrócitos maduros são anucleados, têm forma de disco bicôncavo e contêm HEMOGLOBINA, cuja função é transportar OXIGÊNIO.Oligossacarídeos: Carboidratos formados por dois (DISSACARÍDEOS) a dez MONOSSACARÍDEOS ligados entre si por uma ligação alfa- ou beta-glicosídica. São encontrados em toda a natureza tanto sob a forma livre como complexada.Carcinoma Pulmonar de Lewis: Carcinoma descoberto por Dr. Margaret R. Lewis do Instituto Wistar em 1951. Este tumor origina-se espontaneamente como um carcinoma do pulmão de um camundongo C57BL. O tumor não parece ser grosseiramente hemorrágico e a maior parte do tecido tumoral é uma massa homogênea semifirme (tradução livre do original: Cancer Chemother Rep 2 1972 Nov;(3)1:325). Também é conhecido por 3LL e LLC e é usado como um tumor transplantável.Ratos Endogâmicos LewGlicoesfingolipídeos: Lipídeos contendo pelo menos um resíduo monossacarídeo e/ou um esfingoide ou uma ceramida (CERAMIDAS). Estão subdivididos em: GLICOESFINGOLIPÍDEOS NEUTROS, compreendendo os monoglicosil- e oligoglicosilesfingóideos, e monoglicosil- e oligoglicosilceramidas, e GLICOESFINGOLIPÍDEOS ACÍDICOS, que compreendem os sialosilglicosilesfingolipídeos (GANGLIOSÍDEOS), SULFOGLICOESFINGOLIPÍDEOS (anteriormente conhecidos como sulfatidas), glicuronoglicoesfingolipídeos, e os fosfo e fosfonoglicoesfingolipídeos. (Tradução livre do original: IUPAC's webpage)Sequência de Carboidratos: Sequência de carboidratos dentro de POLISSACARÍDEOS, GLICOPROTEÍNAS, e GLICOLIPÍDEOS.Epitopos: Locais em antígenos que interagem com anticorpos específicos.Glicopeptídeos: Proteínas que contêm carboidratos ligados covalentemente a cadeias polipeptídicas. A molécula de proteína é o grupo predominante, sendo que o carboidrato representa apenas uma pequena porcentagem do peso total.Mucinas: Mucoproteínas de massa molecular elevada que protegem a superfície das CÉLULAS EPITELIAIS por meio do estabelecimento de uma barreira contra matéria particulada e microrganismos. Mucinas ancoradas na membrana podem ter funções extras relacionadas com interações entre proteínas da superfície celular.Antígenos CD15: Antígeno trissacarídeo expresso em glicolipídeos e em muitas glicoproteínas de superfície celular. No sangue, o antígeno é encontrado na superfície de NEUTRÓFILOS, EOSINÓFILOS e MONÓCITOS. Além disto, o antígeno CD15 é um antígeno embrionário estágio-específico.Glicoproteínas: Compostos conjugados proteína-carboidrato que incluem mucinas, mucoides e glicoproteínas amiloides.Fucosiltransferases: Enzimas que catalisam a transferência de fucose de um nucleosídeo difosfato fucose a uma molécula aceptora que é frequentemente um outro carboidrato, glicoproteína ou uma molécula de glicolipídeo. Atividade elevada de algumas fucosiltransferases no soro humano pode servir como indicador de malignidade. A classe inclui EC 2.4.1.65; EC 2.4.1.68; EC 2.4.1.69; EC 2.4.1.89.Eletroforese em Gel de Poliacrilamida: Eletroforese na qual um gel de poliacrilamida é utilizado como meio de difusão.