Serviços de saúde para estudantes e universitários, usualmente prestados pela instituição de ensino.
Indivíduos matriculados em uma escola ou programa educacional formal.
Instituições educacionais que promovem facilidades para o ensino e a pesquisa e autorizadas a conceder os graus acadêmicos.
Eventos comunitários para educação em saúde sobre promoção da saúde e prevenção de doenças utilizando métodos audiovisuais.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
Controle do uso de drogas e entorpecentes através de acordos internacionais ou de sistemas institucionais no manuseio de drogas prescritas. Isto inclui regulamentação tratando da fabricação, dispensação, aprovação (APROVAÇÃO DE DROGAS), e marketing de drogas.
Indivíduos matriculados em uma escola de medicina ou em um programa de educação formal em medicina.
Gênero de plantas perenes, da família CLUSIACEAE (às vezes classificada como Hypericaceae). Preparações herbais e homeopáticas são usadas para depressão, neuralgia e uma variedade de outras afecções. Contém FLAVONOIDES, GLICOSÍDEOS, mucilagem, TANINOS e ÓLEOS ESSENCIAIS.
Investigação sobre os problemas de integrar achados de pesquisas nos currículos de enfermagem, desenvolvendo habilidades para resolver problemas, de encontrar abordagens para o ensino clínico, determinando o nível de prática dos graduados de diferentes disciplinas (preparations) básicas, etc.
Uso de artigos em geral que dizem respeito a educação médica.
Instalações para a preparação e dispensação de drogas.
Autoadministração de medicação que não tenha sido prescrita por um médico, ou de maneira não supervisionada por um médico.
Orientações escritas para a aquisição e uso de MEDICAMENTOS.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Família de bactérias Gram-negativas da ordem Legionellales. Inclui os gêneros COXIELLA e Rickettsiella.
Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.
Período de tempo a partir de 1601 até 1700 da era comum.
Período de tempo a partir de 1701 até 1800 da era comum.
Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano).
Profissionais graduados em uma escola acreditada de enfermagem e que passaram pelo exame de licenciamento nacional para praticar enfermagem. Eles prestam serviços a pacientes que requerem assistência para recuperar ou manter sua saúde física ou mental.
Inserção do DNA viral no DNA da célula hospedeira. Isto inclui a integração do DNA do fago no DNA bacteriano, (LISOGENIA), para formar um PRÓFAGO ou integração do DNA retroviral com o DNA celular para formar um PROVÍRUS.
Dispositivo de comunicações analógica ou digital em que o usuário tem uma conexão sem fios de um telefone para um transmissor próximo. É denominado celular porque a área de serviço é dividida em múltiplas "células" . Assim como os movimentos do usuário são transferidos de uma área celular para outra, a chamada é transferida ao transmissor local.
Enfermeiras treinadas especialmente para prestar cuidados diretamente ao paciente sob a supervisão de um médico.
Agentes da lei encarregados da responsabilidade de manter e reforçar a lei e a ordem entre os cidadãos.
Breves episódios reversíveis de disfunção isquêmica focal, não convulsiva do cérebro, tendo uma duração de menos de 24 horas, e normalmente menos de uma hora, causados por oclusão ou estenose de vasos sanguíneos embólicos ou trombóticos transitórios. Os eventos podem ser classificados pela distribuição arterial, padrão temporal ou etiologia (ex. embólica versus trombótica).
Perda transitória da consciência e do tônus postural, causada por diminuição do fluxo sanguíneo ao cérebro (i. é, ISQUEMIA CEREBRAL). A pré-síncope refere-se à sensação de cabeça leve e perda da força que precede um evento de síncope, ou acompanha uma síncope incompleta. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, pp367-9).
Grupos voluntários que representam diferentes interesses da comunidade, como por exemplo, hospitais, administradores e companhias seguradoras com o objetivo principal de melhorar o rendimento, em relação aos custos, dos cuidados de saúde.
Silicato rígido, amorfo, frágil, inorgânico, geralmente transparente, polimérico, de óxidos básicos, geralmente de potássio ou de sódio. É usado em forma (rígida) de folhas, vasos, tubos, fibras, cerâmicas, contas, etc.
Nível de organização e função governamental com alcance nacional.
Base [metodológica] com valores estabelecidos para se medir quantidade, massa, extensão ou qualidade, p.ex. padrões para massa, soluções, métodos, técnicas e procedimentos usados no diagnóstico e na terapêutica.
Aqueles fatores que levam um organismo a se comportar ou a agir de modo a atingir um objetivo ou alguma satisfação. Podem ser influenciados por impulsos psicológicos ou por estímulos externos.
Instalações equipadas para executar análises.
Indivíduos matriculados em uma escola de odontologia ou em um programa de educação formal que leva a uma graduação em odontologia.
Nucleotídeo de adenina contendo um grupo fosfato esterificado para ambas posições 3' e 5' da metade do açúcar. É um mensageiro secundário e um regulador intracelular chave que funciona como mediador da atividade de vários hormônios, incluindo epinefrina, glucagon e ACTH.
Atividades relacionadas com políticas governamentais, funções governamentais, etc.
Metodologia de química orgânica que mimetiza a natureza modular de vários processos biossintéticos. Usa várias reações confiáveis e seletivas projetadas para desencadear a reunião de unidades modulares pequenas em alto rendimento e sem subprodutos agressivos. Em combinação com TÉCNICAS COMBINATÓRIA QUÍMICAS, é usada para a síntese de novos compostos e bibliotecas combinatórias.
Enzima que catalisa a desaminação de AMP a IMP. EC 3.5.4.6.
Sociedades cuja associação é limitada aos cientistas.
Grupo integrado de arquivos, procedimentos e equipamentos para o armazenamento, manipulação e recuperação de informações.
Sistema integrado assistido por computador planejado para armazenar, manipular e recuperar informação relativa aos aspectos administrativos e clínicos do fornecimento de serviços médicos no hospital.
Sistemas de computação capazes de reunir, armazenar, manipular e exibir informação geograficamente referenciada, i. é, dados identificados de acordo com suas localizações.
Sistemas designados para provisão de informação relacionada basicamente com as funções administrativas associadas à provisão e utilização de serviços; inclui também planejamento de programas.
Sistemas automatizados usados nas várias funções do serviço de radiologia incluindo ordenamento dos pacientes, controle dos filmes, relatório diagnóstico e faturamento.
Sistema para a coleta ou processamento de dados a partir de várias fontes e que usa a informação para a execução de políticas em serviços de saúde, bem como para o seu gerenciamento. Pode ter versões eletrônicas ou em papel. (Tradução livre do original: http://web.worldbank.org/WBSITE/EXTERNAL/TOPICS/EXTHEALTHNUTRITIONANDPOPULATION/EXTHSD/0,,contentMDK:22239824~menuPK:376799~pagePK:148956~piPK:216618~theSitePK:376793,00.html. http://www.who.int/healthinfo/systems/en/)
Sistemas de informação, normalmente assistidos por computador, projetados para armazenar, manipular e recuperar informações para planejamento, organização, direção e controle de atividades administrativas e clínicas associadas com a provisão e utilização de serviços de laboratórios clínicos.