Ato ou cerimônia de colocar um cadáver sob a terra, num jazigo ou no mar; ou a colocação das cinzas obtidas por CREMAÇÃO em uma urna.
Terrenos reservados como áreas de enterro.
Estudo científico de sociedades do passado através de artefatos, fósseis, etc.
Aqueles costumes e cerimônias relativos à morte.
Gênero de plantas (família ULMACEAE) suscetível à Doença do Olmo Holandês, causada pelo fungo ASCOMYCOTA, Ophiostoma.
Técnicas usadas para determinar a idade dos materiais, baseadas no conteúdo e meias-vidas dos ISÓTOPOS RADIOATIVOS que eles contêm.
Período da história antes [do ano] 500 da era comum.
Grupo de ilhas no Oceano Atlântico a oeste da Escócia que compreende as Hébridas Exterior e as Hébridas Interior.
Cristais de água congelada que caem da ATMOSFERA.
Período da história a partir do ano 500 até 1450 da era comum.
Família de plantas com flores (ordem Caryophyllales), que apresentam cerca de 60 gêneros e mais de 800 espécies de membros, com poucos arbustos, árvores e trepadeiras. As folhas geralmente têm as bordas não indentadas.
Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cujos membros contêm escandenolida (lactona sesquiterpena) e germacranolida.
O estudo de moléstias nos períodos pré-históricos, revelada em ossos, múmias e artefatos arqueológicos.
Nome comum de uma espécie extinta do gênero Homo. Foram encontrados fósseis na Europa e Ásia. As evidências genéticas sugerem que ocorreram cruzamentos limitados com os HUMANOS modernos (Homo sapiens).
Aplicação de análises genéticas e TÉCNICAS DE DIAGNÓSTICO MOLECULAR aos assuntos legais e análises de crimes.
Corpos preservados por antigas técnicas egípcias ou devido ao acaso sob condições climáticas favoráveis.
Restos, impressões ou traços de animais ou plantas de eras geológicas passadas que se mantêm preservados na crosta terrestre.
Cristal transparente e insípido encontrado na natureza como ágata, ametista, calcedônia, cristobalita, pedra, areia, QUARTZO e tridimita. O composto é insolúvel em água ou ácidos, exceto o ácido fluorídrico.
Região do centro-norte da Ásia, em grande parte, na Rússia. Estende-se a partir dos Montes Urais ao Oceano Pacífico e do Oceano Ártico até o centro do Cazaquistão e às fronteiras da China e Mongólia.
Massa total de todos os organismos de determinado tipo e/ou de uma área específica. Inclui o rendimento de massa vegetativa produzida em uma colheita específica.
Aplicação do conhecimento odontológico às perguntas da lei.
Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cuja folhagem tem forte odor e são fonte de SANTONINA e outros TERPENOS citotóxicos.
Mineral inconsolidado ou matéria orgânica na superfície da terra que serve como meio natural para o crescimento de plantas terrestres.
Período de tempo a partir de 1601 até 1700 da era comum.
Esporte envolvendo técnicas de escalada de montanha.
Átomos de estrôncio estáveis que possuem o mesmo número atômico que o elemento estrôncio, porém diferem em relação ao peso atômico. Sr-84, 86, 87 e 88 são isótopos estáveis de estrôncio.
Perda de vapor de água pelas plantas para a atmosfera. Ocorre principalmente nas folhas, através dos poros (estômatos), cuja função primária são as trocas gasosas. A água [evaporada] é reposta pela coluna contínua de água que se move pelos vasos de xilema acima, desde as raizes.
Camada gasosa que envolve os astros em geral e a Terra em particular, onde ocorrem os fenômenos meteorológicos relacionados com o clima (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)
Os termos, expressões, designações ou símbolos usados em uma ciência particular, disciplina ou área de assunto especializada.
Maus-tratos ou exploração ou abandono emocionais, financeiros, nutricionais ou físicos causados a uma pessoa idosa, geralmente por membros da família ou por funcionários de uma instituição.
Evento não planejado, não necessariamente causador de lesões ou danos, que interrompe uma atividade, invariavelmente insegura ou pela combinação de ato e/ou condições inseguras.
Nucleotídeo de adenina contendo um grupo fosfato esterificado para ambas posições 3' e 5' da metade do açúcar. É um mensageiro secundário e um regulador intracelular chave que funciona como mediador da atividade de vários hormônios, incluindo epinefrina, glucagon e ACTH.
Publicações impressas e distribuídas diariamente, semanalmente ou a algum outro intervalo regular e normalmente pequeno, contendo notícias, artigos de opinião (como editoriais e cartas), matérias especiais, avisos e anuncios de interesse atual.
Acidentes em ruas, estradas e rodovias envolvendo condutores, passageiros, pedestres ou veículos. Estes acidentes referem-se a AUTOMÓVEIS (carros para passageiros, ônibus e caminhões), BICICLETAS e MOTOCICLETAS, mas não VEÍCULOS RECREACIONAIS A MOTOR, FERROVIAS nem veículos para neve.
Atividades relacionadas com políticas governamentais, funções governamentais, etc.
Maus-tratos deliberados de grupos de seres humanos incluindo violações dos direitos fundamentais universalmente aceitos e estabelecidos pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotados e proclamados pela Assembleia Geral das Nações Unidas, resolução 217 A (III) de 10 de dezembro de 1948.
Qualquer ato pelo qual são infligidos dor e sofrimento físico e mental a uma pessoa, para se obter uma confissão ou uma informação, para punir um ato cometido por ela ou por alguma outra suspeita, para intimidar, degradar ou exercer pressão; ou por qualquer motivo discriminatório, quando essa dor e esse sofrimento são infligidos por um servidor público a alguma outra pessoa em nome de um oficial, com ou sem o consentimento deste - Convenção contra a Tortura das Nações Unidas, 1984. A Anistia Internacional é a principal organização que atua contra a tortura.
Refere-se aos direitos das pessoas a oportunidades culturais, sociais, econômicas e educacionais oferecidas pela sociedade ex. direito ao trabalho, direito a educação e direito a previdência social.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
Interação de pessoas ou grupos de pessoas que representam várias nações na busca de uma meta ou interesse comum.
Conceito relativo ao estado de saúde dos habitantes do mundo. Por ordem de gravidade os principais riscos para a saúde mundial foram assim classificados: subalimentação, prática de sexo sem proteção, hipertensão, tabagismo, álcool, má qualidade da água, colesterol, fumaça de combustíveis sólidos como carvão e lenha, carência de ferro e a obesidade.
Crença ou prática a qual carece de bases adequadas de evidência. Personificação do temor do desconhecido, mágica e ignorância.
Publicação emitida em intervalos fixos, mais ou menos regulares. As revistas científicas constituem as principais publicações periódicas que publicam resultados de pesquisa.
Medida quantitativa da frequência média que artigos em uma revista científica foram citados (por outros artigos) em um determinado período de tempo.
Grupo de macrolactonas com 20 membros, em que há três anéis de pirano substituídos remotamente, ligados por uma ponte metilênica e um alceno dissubstituído em E, e têm dimetilas gêmeas nos carbonos C8 e C18. Algumas interagem com a PROTEÍNA QUINASE C.
Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.
Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.
Atividades associadas com o sepultamento dos mortos. Exclui práticas culturais como ritos fúnebres.
Corpo morto, geralmente corpo humano.
Ato de alimentar-se de indivíduos da própria espécie.
As tradições, os mitos, festivais, canções, superstições e estórias transmitidas oralmente comuns a todos os povos.
Doença de príon encontrada exclusivamente entre os nativos do grupo linguístico Fore das terras altas da Nova Guiné. A doença é principalmente restrita às fêmeas adultas e crianças de ambos os sexos. É caracterizada pelo início subagudo de tremor e ataxia seguido por fraqueza motora e incontinência. A morte ocorre dentro de 3-6 meses após o início da doença. A afecção está associada aos rituais de canibalismo e se tornou rara desde que esta prática se descontinuou. Entre os sinais estão uma perda não inflamatória de neurônios que é mais proeminente no cerebelo, proliferação da glia e placas amiloides. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6th ed, p773))