Sistemas automatizados usados nas várias funções do serviço de radiologia incluindo ordenamento dos pacientes, controle dos filmes, relatório diagnóstico e faturamento.
Comitês estabelecidos por sociedades profissionais, instalações de saúde ou outras instituições para considerar decisões que têm implicações bioéticas. O papel destes comitês pode incluir consulta, educação, mediação e/ou revisão de políticas e práticas. Os comitês que consideram as dimensões éticas de cuidado ao paciente são os COMITÊS DE ÉTICA CLÍNICA. Os comitês estabelecidos para proteger o bem-estar de assuntos de pesquisa são os COMITÊS DE ÉTICA NA PESQUISA.
Composição de um comitê; o estado ou status de ser membro de um comitê.
Grupos constituídos para aconselhar corpos governamentais, sociedades ou outras instituições sobre política. (Tradução livre do original: Bioethics Thesaurus)
Comitês hospitalares (ou de outras instituições) estabelecidos para proteger o bem-estar de sujeitos de pesquisa. Os regulamentos federais (a "Regra Comum" (45 CFR 46) nos EUA) determinam o emprego destes comitês para monitorar pesquisas biomédicas e comportamentais financiadas com recursos federais envolvedo humanos.
Comitês de profissionais com responsabilidade para definir políticas, procedimentos e controles em assuntos profissionais em instituições de saúde.
Comitês de ética de hospitais ou de outras instituições estabelecidos para considerar as dimensões éticas de assistência ao paciente. Diferente dos COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA, que são estabelecidos para monitorar o bem-estar dos pacientes ou dos voluntários saudáveis que participam em estudos de pesquisa.
Processo formal de análise da assistência a paciente (ou propostas de pesquisa) para [verificar] conformidade com os padrões éticos. A revisão geralmente é conduzida por um comitê organizado de ética clínica ou em pesquisa (COMITÊS DE ÉTICA CLÍNICA ou COMITÊS DE ÉTICA EM PESQUISA), às vezes por um subgrupo desse comitê, por um grupo 'ad hoc' ou por um eticista independente (ETICISTAS).
Comitês institucionais estabelecidos para proteger o bem-estar de animais usados em pesquisa e educação. O Guia NIH para Cuidados e Uso de Animais de Laboratório (1971) introduziu a política segundo a qual instituições que usam animais de sangue-quente em projetos financiados por bolsas do NIH sejam credenciadas por um grupo autorizado de laboratório animal profissional reconhecido ou estabeleçam seu próprio comitê para avaliar o cuidado animal. O Serviço de Saúde Pública adotou (1979) uma política exigindo estes comitês, as emendas (1985) à revisão do Ato de Bem-Estar Animal e aprovação de pesquisa com animais financiada com recursos federais por um Comitê Institucional de Cuidados e Uso de Animais (IACUC) formalmente designado.
Grupo consultor composto basicamente por médicos do corpo clínico e farmacêuticos que serve de comunicação entre o corpo clínico e a farmácia hospitalar.
Comitês estabelecidos para revisar dados intermediários e a eficácia dos desfechos em ensaios clínicos. Os achados destes comitês são utilizados para decidir se um ensaio deve continuar como programado, alterado ou terminado. As regulamentações governamentais referentes à pesquisa com verbas federais e que envolvem seres humanos (a "Regra Geral") exigem (45 CFR 46.111) que os comitês de ética em pesquisa que revisam os ensaios clínicos em grande escala, monitorem os dados coletados usando um mecanismo, como um comitê de monitoração de dados. As normas do FDA (21 CFR 50.24) exigem que estes comitês sejam estabelecidos para monitorar estudos realizados em contextos de emergência.
Sociedades cuja associação é limitada aos médicos.
Declarações anuais revendo o estado (status) das funções administrativas e operacionais e das realizações de uma instituição ou organização.
Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.
Emprego de humanos como objetos de pesquisa.
Trabalho prestado por um indivíduo eticista (ETICISTAS) ou grupo ou comitê de éticos (COMITÊS DE ÉTICA CLÍNICA) para focalizar o assunto ético envolvido em um caso clínico específico. O propósito central é melhorar o processo e os resultados dos cuidados aos pacientes ajudando a identificar, analisar, e solucionar os problemas éticos.
Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.
Obrigações morais que regulam a conduta de pesquisa. Usada para discussões de ética na pesquisa como tópico geral.
Os termos, expressões, designações ou símbolos usados em uma ciência particular, disciplina ou área de assunto especializada.
Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.
Princípios de conduta profissional própria relativos aos direitos e deveres do médico, relações com os pacientes e médicos da mesma categoria, assim como ações do médico no cuidado ao paciente e as relações interpessoais com a família do paciente.
Sistemática de regras de fiscalização ou de princípios. Podem ser desenvolvidos por agências governamentais em qualquer nível, instituições, sociedades profissionais, juntas governamentais ou por reunião de especialistas para discussão. O texto pode ser cursivo ou em forma esquemática, mas é geralmente um guia completo para os problemas e abordagens em qualquer campo de atividade. Para guias nos campos dos cuidados de saúde e medicina clínica, GUIAS DE PRÁTICA CLÍNICA COMO ASSUNTO está disponível.
Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.
Esquema que provê os tempos ótimos para imunização primária e/ou secundária.
Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.
Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.
Conferências, convenções ou outros encontros formais geralmente reunindo pessoas que representam uma área específica de interesse.
Pesquisa que envolve a aplicação das ciências naturais, especialmente a biologia, fisiologia à medicina.
Dispositivo artificial como uma câmera externa anexada a um estimulador na RETINA, NERVO ÓPTICO ou CÓRTEX VISUAL, com o intuito de restabelecer ou amplificar a visão.
A ciência voltada para o estudo comparativo do homem.
Integrina que se liga a várias proteínas plasmáticas e da matriz extracelular contendo a sequência de aminoácidos RGD conservada e modula a adesão celular. A integrina alfaVbeta3 é altamente expressa em OSTEOCLASTOS onde pode desempenhar seu papel na REABSORÇÃO ÓSSEA. É também abundante nas células vasculares tanto musculares lisas como endoteliais, e em algumas células tumorais onde está envolvida com a angiogênese e migração celular. Embora referida frequentemente como receptor de vitronectina, há mais de um receptor para vitronectina (RECEPTORES DE VITRONECTINA).
A designação coletiva de três organizações com associação comum: a Comunidade Econômica Europeia (Mercado Comum), a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e a Comunidade de Energia Atômica Europeia (Euratom). Era conhecida como a Comunidade Europeia até 1994. É principalmente uma união econômica com os objetivos principais de movimentar livremente bens, capital e trabalho. Serviços profissionais, sociais, médicos e paramédicos estão incluídos dentro do trabalho. Os países constituintes são a Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.
Posição social não sujeita a taxação; como a renda de uma organização filantrópica. Organizações isentas de taxas também podem qualificar-se para receberem doações dedutíveis de impostos se forem consideradas corporações não lucrativas sob a Section 501(c)3 do United States Internal Revenue Code.
Atividade envolvida na transferência de mercadorias do produtor para o consumidor ou em troca de serviços.
Imposto sobre os rendimentos de um indivíduo, organização ou empresa.
Doença infecciosa aguda, geralmente autolimitada, que supostamente resulta de uma ativação do vírus latente da varicela-zoster (HERPESVÍRUS 3 HUMANO), naqueles que foram parcialmente imunizados depois de terem anteriormente contraído CATAPORA. Envolve GÂNGLIOS SENSITIVOS e suas áreas de inervação, sendo caracterizado por dor nevrálgica intensa ao longo da distribuição do nervo afetado e pelo 'aparecimento' (crops) de vesículas agrupadas por toda área. (Adaptação do original: Dorland, 27a ed)
A área geográfica de New England em geral e quando não são indicados o estado específico ou estados. Os estados normalmente incluídos nesta região são Maine, New Hampshire, Vermont, Massachusetts, Connecticut e Rhode Island.
Publicação emitida em intervalos fixos, mais ou menos regulares. As revistas científicas constituem as principais publicações periódicas que publicam resultados de pesquisa.
Medida quantitativa da frequência média que artigos em uma revista científica foram citados (por outros artigos) em um determinado período de tempo.
Plantas cujas raizes, folhas, sementes, cascas ou outros constituintes possuem atividades terapêuticas, tônicas, purgativas, curativas ou outros atributos farmacológicos quando administradas a humanos ou outros animais.
Produção de drogas ou substâncias biológicas que dificilmente seriam fabricadas pela indústria privada, a menos que incentivos especiais fossem proporcionados por outros.
Instituições educacionais.
Drogas que já receberam aprovação do FDA (Abrev. de Federal Drug Administration) para teste em humanos, mas que ainda precisam ser aprovadas para propaganda comercial. Inclui drogas usadas em tratamentos, enquanto ainda estão sendo submetidas a ensaios clínicos (Treatment IND). O item principal inclui drogas sob investigação em países estrangeiros.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
Processo pelo qual um dispositivo é aceito para aprovação por uma agência de regulamento governamental. Inclui qualquer teste pré-clínico ou clínico requisitado, revisão, submissão e avaliação das aplicações e resultados de testes e vigilância "pós-marketing". Não está restrito ao FDA.
Especialidade de enfermagem que lida com cuidados de saúde prestados a alunos de primeiro e segundo graus por uma enfermeira registrada.
Instituições educacionais para indivíduos em especialização no campo da medicina.