Subfamília de receptores semelhantes a lectina de células NK ativadores que regula as respostas imunes à INFECÇÃO e às NEOPLASIAS. Membros desta subfamília geralmente ocorrem como homodímeros.
O ramo da psicologia voltado para os métodos psicológicos de reconhecimento e tratamento dos transtornos do comportamento.
O estudo do comportamento infantil normal e anormal.
A ciência voltada para o estudo dos processos mentais e do comportamento dos homens e animais.
O ramo da psicologia que trata dos efeitos do grupo no comportamento, nas atitudes e nas crenças de um indivíduo a ele pertencente.
O ramo da psicologia voltado para as semelhanças e diferenças do comportamento de diferentes espécies animais e de diferentes raças ou povos.
O ramo da psicologia voltado para os aspectos psicológicos do ensino e do processo de aprendizado formal na escola.
O ramo da psicologia que procura saber mais sobre as causas fundamentais do comportamento, através do estudo de diversos fenômenos psicológicos em situações experimentais controladas.
Ramo da psicologia em que existe uma estreita colaboração entre psicólogos e clínicos no manejo de problemas médicos. Difere da psicologia clínica, a qual está voltada para o diagnóstico e tratamento dos transtornos do comportamento.
Ramo da psicologia voltado para a aplicação de princípios e métodos psicológicos aos problemas industriais, incluindo a seleção e o treinamento de profissionais, condições de trabalho, etc.
Princípios aplicados à análise e explicação dos fenômenos psicológicos ou comportamentais.
Quimiocina CX3C transmembrana encontrada na superfície das células. A forma solúvel da quimiocina CX3CL1 pode ser liberada da superfície celular por proteólise, atuar como quimioatraente e estar envolvida no extravasamento de leucócitos para tecidos inflamados. A forma de membrana (não solúvel) desta proteína também pode desempenhar um papel na adesão celular.
Unidades hospitalares que proveem assistência intensiva e contínua a pacientes em estado grave.
A área interdisciplinar voltada para o desenvolvimento e integração da ciência comportamental e biomédica, do conhecimento e técnicas relevantes para a saúde e doença e para a aplicação deste conhecimento e técnicas para a prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.
Estudos além do grau de bacharel em uma instituição que mantém programas de graduação com o propósito de preparar o ingresso em um campo específico e a obtenção de um grau mais elevado.
Disciplina mista de psicologia e economia que investiga o que acontece nos mercados em que alguns agentes apresentam limitações e complicações humanas.
Disciplinas voltadas para o estudo do comportamento humano e animal.
Entidades, características, propriedades, relações e processos ecológicos e ambientais.
Disciplinas científicas interessadas na embriologia, anatomia, fisiologia, bioquímica, farmacologia, etc., do sistema nervoso.
Sistema que enfatiza o fato de que a experiência e o comportamento contêm padrões e relações básicas que não podem ser reduzidos a componentes mais simples; ou seja o todo é maior que a soma das partes.
Teoria psicológica desenvolvida por John Broadus Watson, que trata do estudo e mensuração dos comportamentos observáveis.
As forças e conteúdo mentais que não estão comumente disponíveis à percepção consciente ou à lembrança imediata.
Pesquisa que envolve a aplicação das ciências comportamental e social para o estudo das ações ou reações de pessoas ou animais em resposta aos estímulos externos ou internos (Tradução livre do original: American Heritage Dictionary, 4th ed)
O estudo das bases fisiológicas do comportamento animal e humano.
Amar ou perseguir a sabedoria. Uma busca das causas subjacentes e dos princípios da realidade.
O estudo da natureza precisa de diferentes tarefas mentais e das operações cerebrais que permitem que elas sejam realizadas. Inclui ramos da psicologia, informática, filosofia e linguística.
Teoria psicanalítica centrada na interpretação do comportamento em referência a si mesmo. Esta elaboração dos conceitos psicanalíticos de narcisismo e "self" (si mesmo) foi desenvolvida por Heinz Kohut e enfatiza a importância do autoconhecimento das necessidades excessivas de aprovação e autogratificação.
O processo pelo qual uma resposta emocional ou comportamental, que é apropriada para uma situação, aparece em outra situação, para a qual ela é inapropriada.
O ramo da psicologia aplicada voltado aos aspectos psicológicos da seleção, atribuição de tarefas, treinamento, moral, etc., dos integrantes das Forças Armadas.
A ciência que utiliza princípios psicológicos para encontrar meios mais eficazes de resolver os problemas práticos.
Padrão relacional em que a pessoa busca um propósito na vida através do relacionamento com os outros.
Representações teóricas que simulam processos psicológicos e/ou sociais. Envolvem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.
O período que se inicia entre 5 e 7 anos de idade e vai até a adolescência, durante o qual ocorre uma interrupção aparente do desenvolvimento psicossexual.
Áreas da organização hospitalar não consideradas como departamentos que prestam assistência especializada ao paciente. Incluem várias unidades de cuidados especiais no hospital.
Investigação crítica e exaustiva ou experimentação, tendo por objetivo a descoberta de fatos novos e sua interpretação correta, a revisão de conclusões, teorias ou leis aceitas, à luz de fatos recentemente descobertos, ou a aplicação prática dessas conclusões, teorias ou leis novas ou revisadas.
Estudo da estrutura, crescimento, atividades e funções dos NEURÔNIOS e do SISTEMA NERVOSO.
Teoria psicológica baseada nas dimensões ou categorias utilizadas por uma determinada pessoa para descrever ou explicar a personalidade ou o comportamento dos outros ou os próprios. A ideia básica é que pessoas diferentes utilizam-se de categorias consistentemente diferentes. A teoria foi formulada nos anos cinquenta por George Kelly. Dois testes elaborados por ele são o teste de repertório de constructos de papéis e o teste de grade de repertório.
Área da psicologia voltada para o comportamento normal e anormal dos adolescentes. Inclui os processos mentais assim como as respostas observáveis.
Estado em que a atenção é voltada, em grande parte, para si mesmo.
No uso corrente é praticamente o mesmo que personalidade. A soma dos traços de personalidade relativamente estáveis de um indivíduo e dos seus modos de resposta habituais.
Um ramo da psicologia que investiga a correlação entre a experiência ou o comportamento e os processos neurofisiológicos básicos. O termo neuropsicologia enfatiza o papel dominante do sistema nervoso. É uma área com uma definição mais restrita que a psicologia fisiológica ou psicofisiologia.
Termo genérico para o tratamento da doença mental ou dos distúrbios emocionais primariamente através da comunicação verbal ou não verbal.
O ramo da psicologia que investiga a psicologia do crime especificamente com referência aos fatores da personalidade do criminoso.
Princípios de conduta própria relativos aos direitos e deveres do profissional, relações com pacientes ou consumidores e médicos da mesma categoria, assim como ações do profissional e relações interpessoais com paciente ou família do consumidor. (Tradução livre do original: Stedman, 25th ed)
A porção consciente da estrutura da personalidade, que serve como mediadora entre as exigências dos impulsos instintivos primitivos (o id), das proibições parentais e sociais internalizadas ou consciência (o superego), e da realidade.
Processo intelectual ou mental por meio do qual um organismo obtém conhecimento.
Processo pelo qual um indivíduo se esforça, inconscientemente, em se moldar de acordo com o outro. Este processo também é importante para o desenvolvimento da personalidade, particularmente do superego ou consciência, que é modelado, principalmente, com base no comportamento dos adultos mais importantes.
A ciência médica voltada para a origem, diagnóstico, prevenção e tratamento dos transtornos mentais em crianças.
A persistência em executar um comportamento aprendido (fatos ou experiências) após um intervalo de tempo durante o qual este comportamento não foi executado nem praticado.
Dissertações encorpando resultados de pesquisa original e especialmente substanciando uma visão específica, por exemplo, documentos substanciais escritos por candidatos a um grau acadêmico sob direção individual de um professor ou documentos escritos por estudantes universitários que desejam alcançar honras ou distinção.
O processo de descobrir ou afirmar uma relação objetiva ou intrínseca entre dois objetos ou conceitos; uma capacidade ou poder que permite que a pessoa realize julgamentos; o processo de esclarecer e afirmar o significado implícito de um conceito; uma avaliação crítica de uma pessoa ou situação.
O processo de desenvolvimento contínuo de uma cultura de formas simples a complexas e de qualidades homogêneas a heterogêneas.
Respostas diferenciadas para diferentes estímulos.
Estado de harmonia entre as necessidades internas e as exigências externas, e os processos usados na conquista desta condição. (Tradução livre do original: APA Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed).
Sociedades cuja associação é limitada aos cientistas.
Desejo intenso de realizar alguma coisa. Diz respeito, em geral, a valores mais elevados ou ideais superiores.
Emoção altamente prazerosa que se caracteriza por manifestações externas de gratificação; alegria.
Uso de artigos em geral que dizem respeito a educação em enfermagem.
Glicoproteínas de membrana celular que formam canais para a passagem seletiva de íons cloro. Entre os bloqueadores não seletivos estão FENAMATOS, ÁCIDO ETACRÍNICO, e TAMOXIFENO.
Contatos culturais entre pessoas de raças diferentes.
Princípios, modelos, e leis que se aplicam a inter-relações complexas e interdependências de conjuntos de componentes ligados que formam um todo funcional, um sistema. Qualquer sistema pode ser composto de componentes que são sistemas em seu próprio contexto (subsistemas), como vários órgãos dentro de um organismo individual.
Retorno a padrões de pensamento, comportamento ou modo de funcionamento anteriores, sobretudo aos infantis, como por exemplo, sensações de desamparo e dependência de um paciente com uma doença física grave.
Disciplinas voltadas para as inter-relações dos indivíduos em um ambiente social, incluindo as organizações sociais e as instituições.
Plano para se coletar e utilizar dados de forma que a informação desejada seja obtida com precisão suficiente, ou de forma que uma hipótese seja testada adequadamente.
Unidades hospitalares que proveem assistência intensiva e contínua a recém-nascidos em estado grave.
Sistema conceitual desenvolvido por Freud e seus seguidores, no qual se considera que as motivações inconscientes dão forma ao desenvolvimento da personalidade e ao comportamento normais e anormais.
O uso de métodos estatísticos na análise de um corpo de literatura para revelar o desenvolvimento histórico de campos de assuntos e padrões de autoria, publicação e uso. Antigamente chamada bibliografia estatística.
Padrões de respostas comportamentais que caracterizam o indivíduo.
Corpo [constituído] por verdades ou fatos acumulados com o passar do tempo, soma de informações acumuladas, seu volume e natureza, em qualquer civilização, período ou país.
Subclasse de simportadores que transportam especificamente CLORETO DE SÓDIO e/ou CLORETO DE POTÁSSIO através das membranas celulares num processo intimamente acoplado.
Tipo específico de aprendizagem que se caracteriza pela ocorrência precoce na vida, pela rapidez de aquisição e por não ser suscetível ao esquecimento ou à extinção. Fixação instintiva inclui a maioria (ou todos) os comportamentos chamados instintivos, mas é utilizado de modo puramente descritivo.
A transferência inconsciente a outros (incluindo os psicoterapeutas) de sentimentos e atitudes que estavam originalmente associados a pessoas importantes (pais, irmãos) do início da vida do indivíduo.
Atividade mental, que não é predominantemente perceptiva, através da qual se apreende algum aspecto de um objeto ou situação com base no aprendizado e experiência anteriores.
Padrões de conduta que distinguem o certo do errado.
O estudo dos processos e do comportamento dos esquizofrênicos.
A resposta observável de uma pessoa ou de um animal frente a uma situação.
Publicação emitida em intervalos fixos, mais ou menos regulares. As revistas científicas constituem as principais publicações periódicas que publicam resultados de pesquisa.
A percepção dos atributos, características e comportamentos dos próprios colegas ou grupo social.
A ciência médica que estuda a origem, o diagnóstico, a prevenção e o tratamento dos transtornos mentais.
Agente acidificante que tem efeitos expectorante e diurético. Também usado em gravação e baterias e como fluxo em galvanoplastia.
Reação emocional (consciente ou inconsciente) do terapeuta em relação ao paciente, que pode interferir no tratamento. (Tradução livre do original: APA, Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed.)
Qualquer comportamento que é causado por um outro indivíduo, ou que afeta outro indivíduo, em geral da mesma espécie.
Aqueles fatores que levam um organismo a se comportar ou a agir de modo a atingir um objetivo ou alguma satisfação. Podem ser influenciados por impulsos psicológicos ou por estímulos externos.
A capacidade para executar os deveres de uma profissão em geral ou de executar uma tarefa profissional especial com habilidade de qualidade aceitável.
Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.
Unidades hospitalares que proporcionam vigilância e cuidados contínuos para lactentes e crianças gravemente enfermas. Exclui os neonatos para os quais existe o descritor UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL.
Absolvição de uma ofensa ou liberação de raiva ou mágoa.
Unidade hospitalar na qual pacientes com problemas cardíacos agudos recebem cuidados intensivos.
Abordagem da prática médica que tem o objetivo de melhorar e avaliar o cuidado com o paciente. Necessita de integração crítica das melhores evidências em pesquisa com os valores dos pacientes para tomar decisão sobre cuidado médico. Este método é usado para auxiliar os médicos a fazer diagnósticos apropriados, construir a melhor bateria de testes, escolher o melhor tratamento e metodologia para a prevenção de doença, bem como desenvolver orientações para grupos grandes de pacientes com a mesma doença. (Tradução livre do original: JAMA 296 (9), 2006)
Princípio baseado no fato de que a aprendizagem é facilitada quando o aprendiz recebe uma avaliação imediata do seu desempenho. O conceito também propõe hipoteticamente que a aprendizagem é facilitada quando o aprendiz é prontamente informado se uma resposta está certa e, caso incorreta, informado sobre a direção do erro.
Experiência pessoal de satisfação em relação a uma necessidade ou desejo, e a qualidade ou estado de estar satisfeito.
O agregado de instituições sociais e culturais, formas, padrões e processos que influenciam a vida de um indivíduo ou comunidade.
O processo de realizar um julgamento intelectual seletivo quando se é apresentado a várias alternativas complexas consistindo de diversas variáveis, e que geralmente leva à definição de um modo de agir ou de uma ideia.
A interação recíproca de duas ou mais pessoas.
Ocupações de pessoal de saúde que não são médicos e são qualificados, por treinamento especial e frequentemente por licença, para trabalhar em funções que dão suporte no campo de cuidados de saúde. Essas ocupações incluem, mas não estão limitadas a tecnologia médica, fisioterapia, etc.
Processo cognitivo envolvendo a formação de ideias a partir da generalização do conhecimento que se tem sobre as qualidades, aspectos e relações dos objetos.
O estudo das causas e processos significativos para o desenvolvimento da doença mental.
Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.
Estudo de fenômenos naturais por observação, medidas e experimentação.
A interação de duas ou mais pessoas ou organizações, que é direcionada para um objetivo comum, mutuamente benéfico. Uma situação de trabalho ou de atuação em conjunto com um propósito ou benefício comum, i. é, uma ação conjunta.
Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.
Profissionais mais antigos que fornecem orientação, direção e apoio àquelas pessoas desejosas de melhoras nas posições acadêmicas, administrativas ou outras situações de desenvolvimento na carreira.
Aqueles estados afetivos que podem ser experimentados e que têm a propriedade de excitar e motivar o indivíduo.
Gás amarelo-esverdeado, diatômico, membro da família dos elementos halogênios. Possui símbolo atômico Cl, número atômico 17 e peso atômico 70,906. É um poderoso irritante que pode causar edema pulmonar fatal. O cloro é utilizado industrialmente como reagente na química sintética, para purificação da água e na produção da cal clorada utilizada na fabricação de alvejantes.
O estudo dos efeitos de drogas nas atividades mentais e comportamentais.
Capacidade de conceber novas ideias ou imagens.
Jogos projetados para fornecer informações sobre hipóteses, políticas, procedimentos ou estratégias.
Comunicação, no sentido de uma riqueza de ideias, envolvendo duas ou mais disciplinas acadêmicas (como as disciplinas que compreendem o campo interdisciplinar da bioética, incluindo a saúde e ciências biológica, humana, social e a lei). Também inclui os problemas na comunicação iniciando-se nas diferenças nos padrões de linguagem utilizados em diferentes disciplinas acadêmica ou médica.
Recusa em admitir a verdade ou realidade de uma situação ou experiência.
Habilidade humana de se adaptar diante de tragédias, traumas, adversidades, privações e de fatores estressantes significativos e corriqueiros da vida.
Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.
Permutadores de bicarbonato de cloro eletroneutro que permitem a troca de ÍONS BICARBONATO por ÍONS CLORETO através da membrana celular. A ação dos antiportadores específicos desta classe desempenha funções importantes, como permitir a troca eficiente de bicarbonato através das membranas das hemácias, quando estas passam pelos capilares e a reabsorção de íons de bicarbonato pelo rim.
Técnica teórica que usa um grupo de conceitos relacionados para descrever ou predizer como os indivíduos ou grupos de pessoas escolhem um curso de ação quando se deparam com várias alternativas e com uma quantidade variável de conhecimento sobre o que determina o resultado daquelas alternativas.
Estado de receptividade aumentada à sugestão e ao direcionamento, inicialmente induzido por uma outra pessoa.
Diurético sulfamídico.
O ato de fazer uma seleção entre duas ou mais alternativas, geralmente após um período de deliberação.
O processo educacional de instrução.
Consideração e preocupação pelos outros (em contraposição a amor-próprio ou egoísmo), os quais podem ser uma influência motivadora.
Inibidor da condutância aniônica, incluindo o transporte de ânions mediados pela faixa 3.
A aplicação de teorias modernas de aprendizagem e de condicionamento para o tratamento dos transtornos do comportamento.
Indivíduos matriculados em uma escola ou programa de educação formal em ocupações de saúde.
Predisposição adquirida e duradoura que age sempre do mesmo modo diante de uma determinada classe de objetos, ou um persistente estado mental e/ou neural de prontidão para reagir diante de uma determinada classe de objetos, não como eles são, mas sim como são concebidos.
Representações teóricas que simulam o comportamento ou atividade dos sistemas, processos ou fenômenos. Eles incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.
Estudo científico das relações entre o homem e o seu ambiente de trabalho. (Ambiente é considerado em seu aspecto mais global incluindo equipamentos, aparelhos, ferramentas, materiais, métodos de trabalho e a própria organização do trabalho)
Indivíduos matriculados em uma escola ou programa educacional formal.
A visão que a pessoa tem de si mesma.
Transportador de sódio, potássio e cloro expresso de forma ubíqua. Desempenha papel na secreção de sal nas células epiteliais e na regulação do volume celular em células não epiteliais.
Disciplina científica voltada para a fisiologia do sistema nervoso.
Estudo baseado na observação direta, uso de registros estatísticos, entrevistas ou métodos experimentais de hábitos atuais ou o impacto real de práticas ou políticas.
Método diretivo centrado no cliente para instigar a motivação intrínseca para mudar, usando questões abertas, audições reflexivas e equilíbrio de decisão. Tal estilo de entrevistas não julgadoras e sem confronto são projetadas para minimizar a resistência do paciente para mudar por meio da criação de uma interação que apoia a discussão aberta de comportamentos arriscados ou problemáticos.
O tom emocional que acompanha uma ideia ou representação mental. É o derivado psíquico mais direto do instinto e o representante das várias transformações corporais através do qual os instintos se manifestam.
Instituições educacionais que promovem facilidades para o ensino e a pesquisa e autorizadas a conceder os graus acadêmicos.
A tendência de um indivíduo ou indivíduos em contar com os outros para obter conselhos, orientação e apoio.
A avaliação de variáveis psicológicas através da aplicação de procedimentos matemáticos.
Serviços de saúde mental para diagnóstico, tratamento e prevenção, prestados a indivíduos da comunidade.
Tempo desde o início de um estímulo até que uma resposta seja observada.
Aquelas características psicológicas que diferenciam os indivíduos entre si.
Mudança de comportamento relativamente duradoura que resulta da experiência passada ou da prática. O conceito inclui a aquisição de conhecimento.
Respostas adquiridas ou aprendidas, que se manifestam regularmente.
Processo de alterações acumuladas ao longo de gerações sucessivas através das quais os organismos adquirem características morfológicas e fisiológicas distintas.
Ato de focalizar certos aspectos da experiência atual e excluir outros. É o ato de levar em consideração, de notar ou de se concentrar.
Fosfolipídeos acídicos compostos de 2 moléculas de ácido fosfatídico covalentemente ligado a uma molécula de glicerol. Encontradas primariamente em membranas internas de mitocôndrias e membranas plasmáticas de bactérias. Elas são o principal componente antigênico do antígeno do tipo Wassermann que é utilizado na DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DA SÍFILIS não treponêmico.
Prontidão para pensar ou responder de uma forma predeterminada quando confrontado com um problema ou uma situação-estímulo.
A seleção e organização dos estímulos visuais com base na experiência anterior do indivíduo.
Negócio ou profissão da produção comercial e distribuição de literatura. Inclui o publicador, processo de publicação, edição e editores. A produção pode ser através de métodos de impressão convencionais ou publicação eletrônica.
Normalidade de uma solução com relação a íons de HIDROGÊNIO, H+. Está relacionada com medições de acidez na maioria dos casos por pH = log 1/2[1/(H+)], onde (H+) é a concentração do íon hidrogênio em equivalentes-grama por litro de solução. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)
As funções conceituais ou o pensamento em todas as suas formas.
Doenças psiquiátricas que se manifestam por rupturas no processo de adaptação expressas primariamente por anormalidades de pensamento, sentimento e comportamento, produzindo sofrimento e prejuízo do funcionamento.
Agentes que inibem os SIMPORTADORES DE CLORETO DE SÓDIO-POTÁSSIO que estão concentrados na parte mais grossa do limbo ascendente na junção da ALÇA DE HENLE e nos TÚBULOS RENAIS DISTAIS. Atuam como DIURÉTICOS. O uso excessivo está associado com HIPOPOTASSEMIA e HIPERGLICEMIA.
Programas educacionais projetados para assegurar que os estudantes possam atingir níveis de competência pré-especificados em um determinado campo ou atividade de treinamento. A ênfase está na realização ou objetivos especificados.
Grupo de transtornos caracterizado por sintomas físicos que estão afetados por fatores emocionais e envolvem um único sistema orgânico, geralmente sob controle do SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO. (Tradução livre do original: American Psychiatric Glossary, 1988).
Expressão coletiva para todos os modelos de comportamento adquiridos e transmitidos socialmente através de símbolos. Cultura inclui costumes, tradições e linguagem.
A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)
Função mental complexa que tem quatro fases distintas: (1) memorização ou aprendizagem, (2) retenção, (3) rememoração e (4) reconhecimento. Clinicamente, a memória é, em geral, subdividida em imediata, recente, e remota.
Prática de enviar um paciente para outro programa ou médico para provisão de serviços ou aconselhamento, os quais a fonte da referência não está preparada para fornecer.
Estado do organismo quando funciona otimamente sem evidência de doença.
Sais inorgânicos que contêm o radical -HCO3. Eles têm um papel importante na determinação do pH sanguíneo, sendo a concentração dos íons bicarbonatos regulada pelo rim. Seus níveis sanguíneos são índices de reserva alcalina e capacidade de tamponamento.
Liberdade de dirigir a si mesmo e especialmente independência moral. Um princípio ético defende que a autonomia de pessoas deve ser respeitada. (Tradução livre do original: Bioethics Thesaurus)
Não aceitação, atitudes negativas, hostilidade ou críticas excessivas em relação a um indivíduo, que podem levar a sentimentos de rejeição.
Situação em que o conhecimento racional sobre riscos, benefícios ou o futuro não está disponível.
Conjunto de expectativas que isentam pessoas da responsabilidade por suas doenças e as isentam das responsabilidades costumeiras.
Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Pesquisa que envolve a aplicação das ciências naturais, especialmente a biologia, fisiologia à medicina.
Manipulação física de animais e humanos para induzir uma reação comportamental ou outra reação psicológica. Em psicologia experimental, o animal é manejado como forma de induzir uma situação de estresse ou de estudar os efeitos do comportamento ou maternal.
É o estado de bem-estar no qual o indivíduo percebe as próprias habilidades, pode lidar com os estresses normais da vida, é capaz de trabalhar produtivamente e está apto a contribuir com sua comunidade. É mais do que ausência de doença mental. (WHO 2001)
Determinação e avaliação das características da personalidade através de entrevistas, observações, testes e escalas. Os artigos voltados para a medida da personalidade fazem parte do escopo deste termo.
Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.
Padrões abstratos ou variáveis empíricas da vida social, que são considerados importantes e/ou desejáveis.
O processo pelo qual a natureza e o significado dos estímulos sensoriais são reconhecidos e interpretados.
A compreensão profunda e objetiva dos sentimentos e do comportamento de outra pessoa. Deve ser diferenciada de simpatia, que é geralmente não objetiva e acrítica. Inclui o ato de se importar com o outro, que é uma demonstração de uma consciência e de preocupação com o bem-estar do outro. (Tradução livre do original: Bioethics Thesaurus, 1992)
Testes padronizados projetados para medir habilidades, como nos testes de inteligência, aptidão, e realização, ou para avaliar traços de personalidade.
Situação de aprendizagem que envolve a seleção de uma alternativa, entre várias, para se atingir um objetivo específico.
A interação recíproca entre dois ou mais profissionais.