Portador Sadio: Estado de se abrigar um organismo infeccioso sem manifestar sintomas de infecção. O organismo deve ser prontamente transmissível a um outro hospedeiro suscetível.Detecção de Heterozigoto: Identificação de portadores genéticos a uma dada característica.Cystoviridae: Família de bacteriófagos que contém um gênero (Cystovirus), com um membro (BACTERIÓFAGO PHI 6).Resistência a Canamicina: Não suscetibilidade de bactérias ao antibiótico CANAMICINA, que pode se ligar aos (seus) ribossomos 70s causando erros na leitura do RNA mensageiro.Gadus morhua: Espécie de peixe (família GADIDAE)bacalhau conhecida como bacalhau do Atlântico. É um dos mais importantes PEIXES que se comercializa.Fuselloviridae: Família de vírus DNA (em forma de limão) que infecta organismos do reino ARCHAEA e contém um gênero (Fusellovirus).Infecções por Vírus de RNAHepatite B: INFLAMAÇÃO do FÍGADO em humanos causada por um membro do gênero ORTHOHEPADNAVIRUS, o VIRUS DA HEPATITE B. É principalmente transmitida por exposição parenteral, como transfusão do sangue contaminado como de produtos sanguíneos, mas também pode ser transmitida por via sexual ou contato íntimo pessoal.Antígenos de Superfície da Hepatite B: Os antígenos da hepatite B encontrados na superfície da partícula de Dane e nas partículas esféricas e tubulares de 20 nm. Várias subespecificidades do antígeno de superfície já são conhecidas. Estes antígenos foram anteriormente denominados antígenos Austrália.Canamicina: Complexo antibiótico produzido pelo Streptomyces kanamyceticus do solo japonês. Compreende 3 componentes: kanamicina A, o principal componente, e canamicinas B e C, os componentes secundários.Febre Tifoide: Infecção sistêmica aguda febril causada por SALMONELLA TYPHI, um sorotipo da SALMONELLA ENTERICA.Antígenos da Hepatite B: Antígenos do virion do VÍRUS DA HEPATITE B ou da partícula de Dane, sua superfície (ANTÍGENOS DE SUPERFÍCIE DA HEPATITE B), núcleo (ANTÍGENOS DO NÚCLEO DO VÍRUS DA HEPATITE B), e outros antígenos associados, inclusive os ANTÍGENOS E DA HEPATITE B.Heterozigoto: Indivíduo com alelos diferentes em um ou mais loci considerando um caráter específico.Salmonelose Animal: As infecções em animais por bactérias do gênero SALMONELLA.Vírus da Hepatite B: Representante do gênero ORTHOHEPADNAVIRUS, causador da hepatite B em humanos, sendo, aparentemente, causador também do CARCINOMA HEPATOCELULAR humano. A partícula de Dane é um virion de hepatite intacto, assim denominado por seu descobridor. Partículas tubulares e esféricas não infecciosas também são observadas no soro.Linhagem: Registro da descendência ou ancestralidade, particularmente de uma característica ou traço especial que identifica cada membro da família, suas relações e seu estado em relação a este traço ou característica.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Portadores de Fármacos: Formas nas quais substâncias são incorporadas para melhorar a liberação e a eficácia dos fármacos. Os portadores de fármacos são utilizados em sistemas de entrega de medicamentos, como as tecnologias de liberação controlada para prolongar a ação dos fármacos in vivo, queda do seu metabolismo e redução de sua toxicidade. Os portadores também são usados em planos para aumentar a eficácia de entrega dos fármacos aos locais-alvo de ações farmacológicas. Os lipossomos, microesferas de albumina, polímeros sintéticos solúveis, complexos de DNA, conjugados de proteína-fármaco e portadores de eritrócitos, entre outros, têm sido empregados como carregadores biodegradáveis de fármacos.DNA Viral: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético dos vírus.Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Infecções Estafilocócicas: As infecções por bactérias do gênero STAPHYLOCOCCUS.Fezes: Excrementos oriundos do INTESTINO que contêm sólidos não absorvidos, resíduos, secreções e BACTÉRIAS do SISTEMA DIGESTÓRIO.Anticorpos Antivirais: Imunoglobulinas produzidas em resposta a ANTÍGENOS VIRAIS.Proteínas de Transporte: Proteínas de transporte que carreiam substâncias específicas no sangue ou através das membranas.Proteína de Transporte de Acila: Cadeia polipeptídica e 4'-fosfopanteteína ligada a um resíduo serina por uma ligação fosfodiéster. Grupos acil estão ligados como ésteres tiol a grupos pantotenil. A proteína carreadora de acil está envolvida em cada passo da síntese de ácidos graxos pelo sistema citoplasmático.Staphylococcus aureus: Bactérias potencialmente patogênicas encontradas em membranas nasais, pele, folículos pilosos e períneo de animais homeotermos. Podem causar diversos tipos de infecções e intoxicações.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Replicação Viral: Processo de multiplicação viral intracelular que consiste em síntese de PROTEÍNAS, ÁCIDOS NUCLEICOS, e às vezes LIPÍDEOS, e sua reunião em uma nova partícula infecciosa.Herpesvirus Humano 4: Representante do LYMPHOCRYPTOVIRUS (subfamília GAMMAHERPESVIRINAE) que infecta as células B em humanos. Acredita-se que seja o agente causador da MONONUCLEOSE INFECCIOSA e está fortemente associado com LEUCOPLASIA PILOSA oral, LINFOMA DE BURKITT e outras doenças malignas.Sequência de Bases: Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.RNA Viral: Ácido ribonucleico que constitui o material genético de vírus.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Antibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Proteína Carregadora de Folato Reduzido: Transportador de ácido fólico expresso ubiquamente que funciona via mecanismo antiporter, o qual é acoplado ao transporte de fosfatos orgânicos.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Corporações Profissionais: Corporações legalmente autorizadas, administradas e de propriedade de um ou mais profissionais (médicos, dentistas) cuja renda é destinada fundamentalmente às atividades profissionais dos proprietários ou acionistas.Jurisprudência: A ciência ou filosofia da lei. Também, a aplicação dos princípios da lei e da justiça à saúde e medicina.Prova Pericial: Apresentação de dados pertinentes por um perito com habilidade ou conhecimento que representa juízo qualificado de um assunto em particular.Princípio do Duplo Efeito: Orientação para determinar quando é moralmente permissível realizar uma ação para atingir uma boa finalidade sabendo que a ação também trará resultados ruins. De maneira geral, ele declara que, em casos em que a ação contemplada possui tal efeito duplo, a ação é permitida somente se: não fôr errada por si própria; o resultado ruim não fôr intencional; o resultado bom não fôr um resultado causal direto do resultado ruim; e o resultado bom fôr "proporcional" ao resultado ruim. (Tradução livre do original: Solomon, "Double Effect," in Becker, The Encyclopedia of Ethics, 1992)Catolicismo: A fé cristã, prática ou sistema da Igreja Católica, especificamente a Católica Romana, a igreja Cristã que é caracterizada por uma estrutura hierárquica de bispos e padres na qual a autoridade doutrinal e disciplinar é dependente da sucessão apostólica, com o Papa como cabeça do colégio episcopal.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Cristianismo: A religião que se origina da vida, ensinamentos e morte de Jesus Cristo: a religião que acredita em Deus como o Todo-Poderoso Pai que trabalha para a redenção através do Espírito Santo pela salvação dos homens e que afirma Jesus Cristo como o Senhor e Salvador que proclamou o evangelho da salvação para o homem.Quarentena: Limitação à liberdade de trânsito de pessoas sãs que foram expostas a uma doença transmissível, pelo tempo estritamente necessário para controlar o risco de contágio. A quarentena deve ser ordenada por escrito por uma autoridade competente, prévio ditame médico, e consiste em que as pessoas expostas não saiam de um determinado local ou que sua assistência seja restringida a determinados lugares (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Automação de Escritório: Uso de computadores ou sistemas de computação para execução de rotinas dos serviços de escritório, por exemplo, faturamento, registros relativos à administração do escritório.Febre Amarela: Doença infecciosa aguda originariamente dos trópicos, causada por um vírus e transmitida ao homem por mosquitos dos gêneros Aedes e Haemagogus. A forma grave é caracterizada por febre, ICTERÍCIA e dano renal.Vírus da Febre Amarela: Espécie típica do gênero FLAVIVIRUS. O principal vetor de transmissão (em humanos) é o mosquito AEDES spp.Correio Eletrônico: Mensagens entre usuários de computador através de REDES DE COMUNICAÇÃO DE COMPUTADORES. Esta característica duplica a maioria das características de correio de papel, como remeter, cópias múltiplas e anexos de imagens e outros tipos de arquivo, porém, com uma vantagem de velocidade. O termo também se refere a uma mensagem individual enviada desta maneira.Isolamento de Pacientes: Isolamento de pacientes com doenças transmissíveis ou outras doenças, por um tempo determinado. O isolamento pode ser estrito, no qual os movimentos e contatos sociais são limitados; modificado, onde é feito um esforço para controlar aspectos específicos do cuidado, para prevenir um contágio; ou reverso, onde o paciente é isolado em um ambiente controlado ou isento de germes, para sua proteção a alguma contaminação.Revelação da Verdade: Revelação verdadeira de alguma informação, especificamente quando esta parece ser dolorosa psicologicamente ("má notícia") ao destinatário (ex., revelação ao paciente ou à família de um paciente sobre seu DIAGNÓSTICO ou PROGNÓSTICO), ou ainda, constrangedora ao interlocutor (ex., revelação de erros médicos).Desempenho de Papéis: A adoção ou desempenho do papel de outra pessoa significativa com o objetivo de compreender o comportamento daquela pessoa.Comunicação: A troca ou transmissão de ideias, atitudes ou crenças entre indivíduos ou grupos.Relações Médico-Paciente: Interações entre médico e paciente.Humanismo: Sistema ético que enfatiza valores humanos e o brio pessoal de cada indivíduo, se ocupa da dignidade e liberdade da humanidade.Doente Terminal: Pessoas com uma enfermidade incurável ou irreversível na fase final e que resultará em morte em pouco tempo.News