Oliguria: Débito de URINA diminuído, abaixo da faixa normal. Oligúria pode ser definida como diurese igual ou menor que 0,5 ou 1 ml/kg/h, dependendo da idade.Anuria: Ausência da formação de urina. Geralmente está associada com completa obstrução ureteral bilateral (URETER), completa obstrução do trato urinário inferior ou obstrução ureteral unilateral, quando um rim solitário está presente.Lesão Renal Aguda: Redução abrupta da função renal. A lesão renal aguda abrange o espectro inteiro da síndrome, incluindo a falência renal aguda, NECROSE TUBULAR AGUDA e outras afecções menos graves.Necrose Tubular Aguda: Insuficiência renal aguda resultante da destruição das CÉLULAS EPITELIAIS dos TÚBULOS RENAIS. Geralmente atribuída à exposição a agentes tóxicos ou a ISQUEMIA renal posterior a TRAUMA severo.Rabdomiólise: A necrose ou a desintegração do músculo esquelético frequentemente seguida por mioglobinuria.Disuria: MICÇÃO dolorosa. Frequentemente está associada com infecções do TRATO URINÁRIO inferior.Estado Terminal: Doença ou estado no qual a morte é possível ou iminente.Aprovação de Drogas: Processo através do qual um medicamento recebe aprovação por uma agência de regulamento governamental. Inclui qualquer teste pré-clínico ou clínico requisitado, revisão, submissão e avaliação das aplicações e resultados de testes, e vigilância "pós-marketing" da droga.Disponibilidade Biológica: Ponto até o qual o ingrediente ativo da formulação de uma droga se torna disponível no sítio de ação para essa droga ou em um meio biológico que supostamente permita o acesso ao sítio de ação.Rim: Órgão do corpo que filtra o sangue, secreta URINA e regula a concentração dos íons.Hipertensão: PRESSÃO ARTERIAL sistêmica persistentemente alta. Com base em várias medições (DETERMINAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL), a hipertensão é atualmente definida como sendo a PRESSÃO SISTÓLICA repetidamente maior que 140 mm Hg ou a PRESSÃO DIASTÓLICA de 90 mm Hg ou superior.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Intervenção na Crise: Abordagem terapêutica breve que procura proporcionar melhora (ao invés de cura) das emergências psiquiátricas agudas. Usada em contextos, como dos pronto-socorros de hospitais psiquiátrico ou geral, na casa ou local de ocorrência da crise, esta abordagem focaliza os fatores interpessoais e intrapsíquicos e a modificação ambiental. (Tradução livre do original: APA Thesaurus of Psychological Index Terms, 7th ed)Hipertensão Pulmonar: Aumento da RESISTÊNCIA VASCULAR na CIRCULAÇÃO PULMONAR, geralmente secundária a CARDIOPATIAS ou PNEUMOPATIAS.Coagulação Intravascular Disseminada: Distúrbio caracterizado pela entrada de substâncias pró-coagulantes na circulação geral, o que causa um processo trombótico sistêmico. A ativação dos mecanismos de coagulação pode se originar de qualquer um dos inúmeros distúrbios. A maioria dos pacientes manifesta lesões na pele, que em alguns casos levam à PÚRPURA FULMINANTE.Relatórios Anuais como Assunto: Declarações anuais revendo o estado (status) das funções administrativas e operacionais e das realizações de uma instituição ou organização.Embalagem de Medicamentos: Recipientes, embalagem e material de embalagem para medicamentos e PRODUTOS BIOLÓGICOS. Incluem aqueles em ampolas, cápsulas, comprimidos, soluções ou outras formas. A embalagem inclui recipientes imediatos, recipientes secundários e caixas. Nos Estados Unidos, tal embalagem é controlada por Lei Federal de Alimento, Medicamento e Cosmético que também determina exigências para resistência à falsificação e resistência à criança. Leis similares governam a utilização em outros lugares. (Tradução livre do original: Code of Federal Regulations, 21 CFR 1 Section 210, 1993) ROTULAGEM DE MEDICAMENTOS também está disponível.Convulsões: Distúrbios clínicos ou subclínicos da função cortical, devido à descarga súbita, anormal, excessiva e desorganizada de células cerebrais. As manifestações clínicas incluem fenômenos motores, sensoriais e psíquicos. Os ataques recidivantes são normalmente referidos como EPILEPSIA ou "transtornos de ataques".Annual ReportsNecrose: Processo patológico que ocorre em células que estão morrendo por causa de traumas irreparáveis profundos. É causado pela ação descontrolada e progressiva de ENZIMAS degradativas que produzem DILATAÇÃO MITOCONDRIAL, floculação nuclear e lise celular. Distingue-se de APOPTOSE, que é um processo celular normal, regulado.Formas de Dosagem: Formas completas de preparação farmacêutica, em que estão incluídas as doses prescritas do medicamento. São planejadas para resistir à ação dos líquidos gástricos, impedir vômitos e náuseas, reduzir ou aliviar o paladar e o odor indesejáveis associados com a administração oral, atingir uma concentração elevada da droga no sítio alvo, ou produzir um efeito da droga retardado ou duradouro.Dopamina: Uma das catecolaminas NEUROTRANSMISSORAS do encéfalo. É derivada da TIROSINA e precursora da NOREPINEFRINA e da EPINEFRINA. A dopamina é a principal transmissora no sistema extrapiramidal do encéfalo e importante na regulação dos movimentos. Sua ação é mediada por uma família de receptores (RECEPTORES DOPAMINÉRGICOS).Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Receptores de Dopamina D2: Subfamília de RECEPTORES ACOPLADOS A PROTEÍNA-G que se liga ao neurotransmissor DOPAMINA e modula seus efeitos. Os genes de receptor da classe D2 contêm ÍNTRONS, e os receptores inibem ADENILIL CICLASES.Receptores Dopaminérgicos: Proteínas de superfície celular que ligam dopamina com alta afinidade e desencadeiam mudanças intracelulares influenciando o comportamento das células.Receptores de Dopamina D1: Subfamília de RECEPTORES ACOPLADOS A PROTEÍNA-G que se liga ao neurotransmissor DOPAMINA e modula seus efeitos. Os genes de receptor da classe D1 não possuem ÍNTRONS, e os receptores estimulam ADENILIL CICLASES.Área Tegmentar Ventral: Região no MESENCÉFALO localizada dorsomedianamente à SUBSTÂNCIA NEGRA e ventralmente ao NÚCLEO RUBRO. Os sistemas dopaminérgicos mesocortical e mesolímbico têm sua origem nesta região, incluindo uma importante projeção para o NÚCLEO ACCUMBENS. Sugere-se que uma exacerbação da atividade celular nesta área contribua com os sintomas positivos da ESQUIZOFRENIA.Agonistas de Dopamina: Drogas que se ligam aos receptores da dopamina ativando-os.Entorpecentes: Agentes que induzem NARCOSE. Entorpecentes incluem agentes que causam sonolência ou induzem o sono (ESTUPOR), derivados naturais ou sintéticos do ÓPIO ou da MORFINA, ou ainda qualquer substância que possua tais efeitos. São potentes indutores de ANALGESIA e de TRANSTORNOS RELACIONADOS AO USO DE OPIOIDES.Nalorfina: Antagonista narcótico com algumas propriedades de agonista. É um antagonista dos receptores mu opioides e agonista dos receptores kapa opioides. Administrado sozinho produz um largo espectro de efeitos desagradáveis e considerado clinicamente obsoleto.Medicina Física e Reabilitação: Especialidade médica voltada para o uso de agentes físicos, de aparelhos mecânicos, e de manipulação para reabilitação de pacientes com doenças ou lesões físicas.Levalorfano: Antagonista opioide com propriedades similares à NALOXONA. Além disso, possui algumas propriedades agonísticas. Deve ser usado com cuidado. O levalorfano reverte a depressão respiratória severa induzida por opioides, mas pode exacerbar a depressão respiratória tal como a induzida por álcool ou outros depressivos centrais não opioides.Meperidina: Analgésico narcótico que pode ser utilizado para o alívio da maioria dos tipos de dor (moderada a severa) incluindo dor pós-operatória e dor de parto. O uso prolongado pode levar a dependência do tipo da morfina. Os sintomas da abstinência aparecem mais rapidamente do que com a morfina e são de menor duração.Analgésicos: Compostos que aliviam dor sem a perda de ESTADO DE CONSCIÊNCIA.Pentazocina: O primeiro analgésico misto de agonista e antagonista a ser comercializado. É agonista dos receptores opioides kapa e sigma e tem uma ação antagonista fraca no receptor mu. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1991, p97)Militares: Pessoas (incluindo soldados) envolvidas com as forças armadas.Insuficiência Cardíaca: Afecção heterogênea em que o coração é incapaz de bombear sangue suficiente para satisfazer as necessidades metabólicas do corpo. A insuficiência cardíaca pode ser causada por defeitos estruturais, anomalias funcionais (DISFUNÇÃO VENTRICULAR), ou uma sobrecarga súbita além de sua capacidade. A insuficiência cardíaca crônica é mais comum que a insuficiência cardíaca aguda que resulta de injúria repentina à função cardíaca, como INFARTO DO MIOCÁRDIO.Medicina Militar: A arte e a ciência da medicina, que inclui, em particular, cuidados críticos, cirurgia de emergência e traumatologia aplicadas em situações de feridos em massa, condições nas frentes de batalha e no atendimento às necessidades dos soldados.Escolas Médicas: Instituições educacionais para indivíduos em especialização no campo da medicina.Hospitais Militares: Hospitais que prestam assistência a pessoal militar e usualmente a seus dependentes.Desidratação: Afecção resultante de perda excessiva de água pelo organismo vivo.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Diretórios como Assunto: Listas de pessoas ou organizações, sistematicamente organizadas, normalmente em ordem alfabética ou classificada, que dão endereços, afiliações, etc., para indivíduos, e dão endereço, funcionários, funções e dados semelhantes para organizações. (Tradução livre do original: ALA Glossary of Library and Information Science, 1983)Acesso à Informação: Direitos do indivíduo para obter e usar informação coletada ou gerada por outros.Fator de Impacto de Revistas: Medida quantitativa da frequência média que artigos em uma revista científica foram citados (por outros artigos) em um determinado período de tempo.Publicações Periódicas como Assunto: Publicação emitida em intervalos fixos, mais ou menos regulares. As revistas científicas constituem as principais publicações periódicas que publicam resultados de pesquisa.Canidae: Família de carnívoros terrestres com focinho longo e unhas não retráteis, entre seus membros estão os COIOTES, CÃES, RAPOSAS, CHACAIS, CÃES GUAXININS e LOBOS.Revisão da Pesquisa por Pares: A avaliação, realizada por peritos, da qualidade e importância das pesquisas, ou das propostas de pesquisas, de outros peritos na mesma área. Avaliação pelos pares é utilizada por editores para decidir quais dos trabalhos submetidos devem ser publicados, por agências de apoio à pesquisa para decidir quais propostas devem receber apoio financeiro e por instituições acadêmicas para decidir a nomeação para cargos permanentes.Hierarquia Social: Ordenamento de posição social estabelecido por certos padrões de comportamento.Terapia por Acupuntura: Tratamento de doenças por inserção de agulhas ao longo de vias específicas ou meridianos. A localização varia com a doença a ser tratada. Aquecimento (calor) ou moxibustão e acupressão podem ser usados em conjunto.LivrosAcupuntura: Disciplina ocupacional dos métodos tradicionais Chineses de TERAPIA POR ACUPUNTURA para tratar doenças através da inserção de agulhas ao longo de vias ou meridianos específicos.Bibliografia como Assunto: Discussão de listas de trabalhos, documentos ou outras publicações, normalmente com alguma relação entre eles, por exemplo, de um determinado autor, de um determinado assunto ou publicado em um determinado lugar e diferindo de um catálogo cujo conteúdo se restringe a propriedades de uma única coleção, biblioteca ou grupo de bibliotecas. (Tradução livre do original: The ALA Glossary of Library and Information Science, 1983)Bibliografia de Medicina: Lista de trabalhos, documentos e outras publicações em assuntos médicos e tópicos de interesse para o campo da medicina.Fibrilação Atrial: Ritmo cardíaco anormal caracterizado por descargas de impulsos elétricos descoordenados e rápidos, nas câmaras superiores do coração (ÁTRIOS DO CORAÇÃO). Em tal caso, o sangue não pode ser eficazmente bombeado nas câmaras inferiores do coração (VENTRÍCULOS DO CORAÇÃO). É causado por geração de impulso anormal.Pontos de Acupuntura: Localizações determinadas ao longo de nervos ou órgãos meridianos para inserção de agulhas de acupuntura.