Elemento químico, número atômico, 41; peso atômico 92,906; símbolo, Nb. (Dorland, 28a ed)
Elemento metálico raro de símbolo Ta, número atômico 73, peso atômico 180,948. É um metal não corrosível e maleável que tem sido usado para placas ou discos de substituição em defeitos cranianos, para fios de sutura e para fabricar aparelhos de prótese. (Dorland, 28a ed)
Tório. Um elemento radioativo da série dos actinídeos metálicos. Seu símbolo metálico é Th, seu número atômico 90 e seu peso atômico 232,04. É utilizado em reatores nucleares para produzir isótopos de urânio propícios a sofrerem fissão nuclear. Devido a sua radiopacidade, costuma ser utilizado para facilitar a visualização de radiografias.
Substâncias que compõem toda a matéria. Cada elemento é formado de átomos que são idênticos em número de elétrons, prótons e carga nuclear, mas podem ser diferentes em massa ou número de nêutrons.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Tipo de microscopia de varredura por sonda, na qual uma sonda montada sistematicamente na superfície da amostra que está sendo varrida em um padrão rastreado. A posição vertical é registrada como uma mola fixada a uma sonda que sobe e cai em resposta aos picos e vales da superfície. Estas deflexões produzem um mapa topográfico da amostra.
Oligoelemento que constitui aproximadamente 27,6 por cento da crosta terrestre sob a forma de DIÓXIDO DE SILÍCIO. Não ocorre de forma livre na natureza. O silício possui símbolo atômico Si, número atômico 14 e peso atômico [28.084; 28.086].
O efeito dos fatores ambientais ou psicológicos sobre os motoristas e a capacidade de dirigir. Estão incluídos a fadiga ao dirigir e o efeito de drogas, doença e incapacidades físicas no dirigir.
Serviços da NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para profissionais e usuários da área da saúde. Integra extensa informação do National Institutes of Health e de outras fontes de informações sobre determinadas doenças e anormalidades.
Numerosas ilhas no Oceano Índico situadas a leste de Madagascar, norte para o Mar Árabe e leste para o Sri Lanka. Incluídas estão ILHAS CAMORAS (república), MADAGÁSCAR (república), Maldivas (república), MAURÍCIO (democracia parlamentar), Pemba (administrada pela Tanzânia), REUNIÃO (um departamento da França) e SEICHELLES (república).
Grupo de nove ilhas e várias ilhotas pertencentes a Portugal no Oceano Atlântico afastadas da costa de Portugal. As ilhas foram assim denominadas devido aos açores (Accipiter gentilis) que vivem lá em abundância. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p102 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p42)
Subordem de CARNÍVOROS aquáticos composta por MORSAS; OTÁRIAS; LEÕES MARINHOS; e FOCAS VERDADEIRAS. Apresentam um corpo fusiforme com cauda curta e são encontradas em todas as costas marinhas. Os filhotes nascem em terra.
Transmissão de áudio ou vídeo com conteúdo ao vivo ou pré-gravado via conexão ou download a partir da INTERNET.
A transmissão e recepção de impulsos elétricos ou sinais por meio de ondas elétricas sem um fio conectado, ou o uso destas ondas para a transmissão sem fios de impulsos elétricos nos quais o som é convertido.
Trabalhos sobre listas de medicamentos ou coleções de receitas, fórmulas e prescrições para composição de preparações medicinais. Os formulários diferem de FARMACOPEIAS por serem menos completos, faltando descrições totais das drogas, suas formulações, composição analítica, propriedades químicas, etc. Nos hospitais, os formulários listam todas as drogas comumente estocadas na farmácia do hospital.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
Composto inorgânico que ocorre na natureza na forma do minério brucita. Atua como um antiácido com efeitos purgativos.
Substância altamente corrosiva utilizada para neutralizar ácidos e para fazer sais de sódio.
Órgão reprodutivo das plantas.
Espécie de plantas (família CUCURBITACEAE, ordem Violales, subclasse Dilleniidae) conhecidas pelo fruto 'melão' com superfície reticular (rede) incluindo os cantalupos, 'honeydew', 'casaba' e melões Persas.
Entidade histórica e cultural espalhada através de uma extensa área geográfica sob dominação administrativa, intelectual, social e cultural do império árabe. O mundo árabe, sob impulso do Islã, por volta do século oito d.C., estendeu-se da Arábia no Oriente Médio a todo o norte da África, sul da Espanha, Sardenha e Sicília. Um contato mais próximo foi mantido com as culturas grega e hebraica. Enquanto o principal serviço prestado pelos árabes à Medicina foi a preservação da cultura grega; os próprios árabes deram origem a álgebra, química, geologia e a muitos dos refinamentos da civilização. (Tradução livre do original: A. Castiglioni, A History of Medicine, 2d ed, p260; from F. H. Garrison, An Introduction to the History of Medicine, 4th ed, p126)
Ácido altamente corrosivo, geralmente utilizado como reagente em laboratório. É formado pela dissolução do cloreto de hidrogênio em água. O ÁCIDO GÁSTRICO é o ácido clorídrico que faz parte do SUCO GÁSTRICO.
Sais de cálcio do ácido fosfórico. Esses compostos são frequentemente utilizados como suplementos de cálcio.
Estudo das transformações químicas resultantes da ação elétrica e, [também inversamente] da atividade elétrica resultante das transformações químicas.
Condutores elétricos pelos quais correntes elétricas entram ou saem de um meio, seja ele uma solução eletrolítica, um sólido, massa fundida, gás ou vácuo.
Utilização de corrente elétrica para medir, analisar ou alterar compostos químicos ou reações químicas em solução, células ou tecidos.
Partículas com tamanho nanométrico, apresentando nanoescala em três dimensões. Entre elas estão materiais nanocristalinos, NANOCÁPSULAS, NANOPARTÍCULAS METÁLICAS, DENDRÍMEROS e PONTOS QUÂNTICOS. O uso de nanopartículas inclui SISTEMAS DE LIBERAÇÃO DE MEDICAMENTOS e marcação e processamento de imagens de câncer.
Pirofosfato inorgânico que afeta o metabolismo do cálcio em mamíferos. Anormalidades no seu metabolismo ocorrem em algumas doenças humanas, especialmente na HIPOFOSFATASIA e pseudogota (CONDROCALCINOSE).
Oligoelemento com símbolo atômico Ni, número atômico 28 e massa atômica 58,69. É um cofator da enzima UREASE.
Pessoas que consomem drogas sem intenção terapêutica ou médica. As drogas podem ser legais ou ilegais, mas seu uso frequentemente resulta em consequências médicas, legais e/ou sociais adversas.
Programas e dados operacionais sequenciais que instruem o funcionamento de um computador digital.
Cofator enzimático, solúvel em água, presente em quantidades diminutas em toda célula viva. Ocorre principalmente ligada a proteínas ou polipeptídeos, e é abundante no fígado, pâncreas, levedura e leite.
A confederação livre de redes de comunicação de computadores ao redor do mundo. As redes que compõem a Intenet são conectadas através de várias redes centrais. A internet proveio do projeto ARPAnet do governo norte-americano e foi projetada para facilitar a troca de informações.
Procedimento constituído por uma sequência de fórmulas algébricas e/ou passos lógicos para se calcular ou determinar uma dada tarefa.
Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.
Agência do UNITED STATES PUBLIC HEALTH SERVICE que conduz e financia programas para prevenção e controle de doenças e fornece a possibilidade de consulta e de assistência aos departamentos de saúde e outros países.
Qualquer empreendimento centralizado no processamento, montagem, produção ou negociação de uma linha de produtos, serviços, mercadorias em uma determinada área em particular, que com frequência recebe seu nome pelo produto principal. Exemplos incluem as indústrias de automóveis, da música, de editoras, de seguros e indústrias têxteis.
Conflito durante o qual foi posto fim à monarquia tradicional e foram instituídas as funções modernas de governo.
Os empreendimentos empresariais agregados da agricultura, manufatura e distribuição relacionados a tabaco e produtos derivados do tabaco.
Período de tempo a partir de 1701 até 1800 da era comum.
Conflito armado estabelecido nos Estados Unidos da América que resultou na separação das colônias americanas da Grã-Bretanha.
As unidades baseadas em teoria política e escolhidas por países sob as quais o poder governamental deles é organizado e administrado aos cidadãos.
1) Deterioração ou destruição progressiva de um metal ou liga devido à oxidação ou à ação de um agente químico. (Tradução livre de McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th Ed) 2) Ação desgastadora da água sobre as paredes de um canal ou tubulações devido a sua grande velocidade (Repidisca).
Gênero de plantas da família ASTERACEAE. Os glicosídeos de latona sesquiterpenos (SESQUITERPENOS) são encontrados nesta família.
Gênero de cobras venenosas da família VIPERIDAE. São conhecidas por volta de 50 espécies, todas são encontrados na América tropical e sul da América do Sul. Bothrops atrox é a "fer-de-lance" e B. jararaca é a jararaca.
Comprimido revestido com material que retarda a liberação da medicação até depois de ele deixar o estômago. (Dorland, 28a ed)
Venenos de cobras da subfamília Crotalinae ou "pit vipers", encontrados principalmente nas Américas. Isto inclui as cascavéis, bocas de algodão, jararaca, surucucu-pico-de-jaca, e a cabeças de cobre americana. Seus venenos contêm proteínas não tóxicas, cardio-, hemo-, cito- e neurotoxinas, e muitas enzimas, principalmente a fosfolipase A. Muitas dessas toxinas já foram caracterizadas.
Técnica pela qual a fase de transição de reações químicas pode ser seguida pela observação do calor absorvido ou liberado.
Estudo, controle e aplicação da condução da ELETRICIDADE através de gases ou do vácuo, ou através de materiais semicondutores ou condutores. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)
Medicamentos cuja efetividade não está comprovada e cujos ingredientes frequentemente são secretos.
Partes estruturais do VIRION.
A designação histórica da escrófula (TUBERCULOSE DOS GÂNGLIOS LINFÁTICOS). A doença é assim chamada porque se acreditava que ela poderia ser curada pelo toque de um rei. Esse termo, denominado "o mal do rei", é usado exclusivamente em artigos históricos e deve ser diferenciado da escrófula que é a tuberculose dos nódulos linfáticos na clínica médica moderna.
Substâncias orgânicas fossilizadas ou inorgânicas, naturais, que apresentam uma composição química definida e formadas por reações inorgânicas. Podem apresentar-se sob a forma de cristais individuais ou podem estar disseminadas em outros minerais ou rochas.