Número de Leitos em Hospital: Indica o número de camas projetado e contido em um hospital. Pode se referir ao número de camas existentes e disponíveis para uso.Hospitais com 100 a 299 LeitosHospitais com menos de 100 LeitosHospitais com 300 a 499 LeitosOcupação de Leitos: Quantidade de serviços utilizados pelo paciente internado, baseado no número ou proporção de camas ocupadas por um determinado período de tempo.Hospitais com mais de 500 LeitosPlanejamento Hospitalar: Planejamento para uma unidade hospitalar ou para o hospital como um todo segundo as necessidades dos pacientes. Não deve ser usado para arquitetura hospitalar ou para planos de construção.Leitos: Equipamento no qual se pode deitar e dormir, especialmente quando utilizado para cuidados em pacientes hospitalares.Socialismo: Sistema de governo no qual os meios de produção e distribuição de bens são controlados pelo Estado.Hospitais Gerais: Hospitais grandes com pessoal médico residente que presta assistência continuada a pacientes de cirurgia, clínica médica e maternidade.Certificado de Necessidades: Certificado emitido por uma organização governamental para uma organização ou indivíduo que se propõe a construir ou modificar uma instituição de saúde, ou a oferecer um serviço novo ou diferente. O processo de emissão do certificado também está incluído.Assistência Progressiva ao Paciente: Organização dos cuidados médicos e de enfermagem segundo a gravidade da doença e cuidados requeridos no hospital. Os elementos são terapia intensiva, cuidados intermediários, autocuidado, cuidados a longo prazo e cuidados domiciliares organizados.Reestruturação Hospitalar: Reorganização da estrutura de um hospital.Tempo de Internação: Período que um paciente permanece confinado em um hospital ou outra instituição de saúde.Hospitais Psiquiátricos: Hospitais especializados na prestação de assistência a pacientes com doenças mentais.Hospitais de Distrito: Hospitais controlados pelo governo e que representam o maior recurso de saúde em uma determinada área geográfica.Democracia: Sistema de governo no qual há participação livre e igualitária das pessoas no processo de tomada de decisões políticas.Hospitais Privados: Classe de hospitais que inclui hospitais com e sem fins de lucro, que são controlados por uma entidade legal que não uma agência governamental.Admissão do Paciente: Processo de admissão de pacientes que inclui a aceitação de pacientes para assistência médica ou de enfermagem em um hospital ou outra instituição de saúde.Administração Financeira de Hospitais: Refere-se a obtenção e administração de fundos para suprir as necessidades do hospital e a responsabilidade por assuntos fiscais.Equipamentos e Provisões Hospitalares: Quaisquer materiais usados para propiciar cuidados especialmente no hospital.Economia Hospitalar: Refere-se aos aspectos econômicos da administração e operação de hospitais.Hospitais: Instituições com um corpo clínico organizado que presta cuidados médicos aos pacientes.Custos Hospitalares: Despesas que o hospital tem com a provisão de cuidados. Os custos hospitalares, atribuídos ao cuidado de um paciente em particular, incluem os custos diretos mais uma quantia proporcional às despesas gerais com administração, pessoal, manutenção do prédio, equipamento, etc. Os custos hospitalares são um dos fatores que determinam os PREÇOS HOSPITALARES (preço que o hospital fixa para os seus serviços).Tamanho das Instituições de Saúde: Espaço físico ou dimensões de uma instituição de saúde; pode ser indicado pelo número de leitos.Hospitalização: Confinamento de um paciente em um hospital.Serviços Hospitalares Compartilhados: Cooperação entre hospitais visando alguns serviços como farmácia, lavanderia, processamento de dados etc.Repouso em Cama: Confinamento de um indivíduo à cama, por razões terapêuticas ou experimentais.Hospitais de Ensino: Hospitais engajados em programas educativos e de pesquisa, bem como na prestação de assistência médica a pacientes.Alta do Paciente: Processo administrativo de saída de um paciente de uma instituição de saúde, vivo ou morto; inclui altas hospitalares e de centros de saúde.Hospitais Universitários: Hospitais mantidos por uma universidade para o ensino médico de estudantes, pós-graduandos e para pesquisa clínica.Área Programática (Saúde): Área geográfica definida e servida por um programa ou instituição de saúde.Hospitais Públicos: Hospitais controlados pelos diferentes tipos de governo municipal, estatal ou federal.Hospitais Comunitários: Instituições com serviços permanentes e pessoal médico organizado que presta uma gama de serviços hospitalares em uma área vizinha.Recursos em Saúde: Inclui recursos humanos, financeiros, físicos e materiais necessários para atividades de promoção, prevenção e assistência a saúde.Serviço Hospitalar de Emergência: Serviços hospitalares especificamente designados, equipados e dotados de pessoal para atendimento de emergência.Revisão da Utilização de Recursos de Saúde: Procedimento organizado realizado através de comitês para revisão das admissões, duração da estadia, suprimento de serviços profissionais e avaliar a necessidade médica daqueles serviços e promover o seus usos de forma mais eficiente.Grupos Diagnósticos Relacionados: Refere-se ao agrupamento de pacientes apresentando características clínicas semelhantes e com padrões de utilização de serviços similares. Muito usado em contabilidade de custos.Hospitais Urbanos: Hospitais localizados em áreas metropolitanas.Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital: Pessoal que presta cuidados de enfermagem a pacientes em um hospital.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Hospitais Pediátricos: Hospitais especializados para prestação de assistência a crianças doentes.InglaterraHospitais Especializados: Hospitais que prestam assistência em uma única categoria de doenças, com pessoal e serviços dirigidos a cuidados específicos.Gastos em Saúde: Quantidade de recursos financeiro aplicados na atenção e prestação de cuidados de saúde em sua totalidade ou com seus componentes, seja por pessoas, grupos, países ou instituições públicas e privadas.Readmissão do Paciente: Admissões subsequentes de um paciente em um hospital ou outra instituição de saúde para tratamento.Estados UnidosNecessidades e Demandas de Serviços de Saúde: Serviços de saúde requeridos por uma população ou comunidade; inclui a avaliação e a identificação das necessidades percebidas pelo grupo, calculadas através de critérios e métodos científicos.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Assistência à Saúde: Refere-se a todos os aspectos da provisão e distribuição de serviços de saúde a uma população.Pesquisa sobre Serviços de Saúde: Pesquisa sobre a organização, administração, necessidades e funcionamento de serviços de saúde. Exclui pesquisa biomédica.Eficiência Organizacional: A capacidade de uma organização, instituição ou negócio de produzir resultados desejados com um mínimo de gasto de energia, tempo, dinheiro, pessoal, material, etc.Preços Hospitalares: Preços que um hospital fixa pelos seus serviços. CUSTOS HOSPITALARES (despesas diretas ou indiretas que o hospital tem na provisão dos cuidados) são um dos fatores que determinam os preços hospitalares. Outros fatores podem ser incluídos, como por exemplo, lucros, concorrência e a necessidade de recuperar os custos de cuidados não reembolsados.Departamentos Hospitalares: Divisões administrativas principais do hospital.Medicina Estatal: Sistema de assistência médica, regulada, controlada e financiada pelo governo, no qual o governo assume a responsabilidade pelas necessidades de saúde da população.Unidades Hospitalares: Áreas da organização hospitalar não consideradas como departamentos que prestam assistência especializada ao paciente. Incluem várias unidades de cuidados especiais no hospital.Acesso aos Serviços de Saúde: Possibilidade dos indivíduos adentrarem e utilizarem os serviços de atenção à saúde, com vistas à resolução de problemas que afetem a saúde. Dentre os fatores que influem nesta possibilidade incluem considerações geográficas, arquitetônicas, de transporte, financeiras entre outras.Registros Hospitalares: Dados sobre atividades e programas hospitalares; não inclui registros médicos.Modelos Teóricos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou atividade dos sistemas, processos ou fenômenos. Eles incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Bibliotecas Hospitalares: Centros de informação servindo principalmente as necessidades do pessoal médico de hospital e também provendo, às vezes, educação do paciente e outros serviços.Reino UnidoCentro Cirúrgico Hospitalar: Departamento hospitalar que administra todas as funções departamentais e proporciona o diagnóstico cirúrgico e serviços terapêuticos.