Metais Terras Raras: Grupo de elementos que incluem escândio, ítrio e os ELEMENTOS DA SÉRIE DOS LANTANOIDES. Historicamente, os metais terrosos raros foram assim denominados por não serem encontrados em sua forma elementar pura, mas como óxidos (além disso, sua purificação era muito difícil). Eles não são realmente raros e compreendem cerca de 25 por cento dos metais na crosta terrestre.Neodímio: Neodímio. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Nd, número atômico 60 e peso atômico 144,24. É utilizado em aplicações industriais.Itérbio: Itérbio. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Yb, número atômico 70 e peso atômico 173. Itérbio tem sido usado em lasers e como fonte portátil de raios-x.Disprósio: Disprósio. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos) que possui símbolo atômico Dy, número atômico 66 e peso atômico 162,50. Disprósio é um metal prateado utilizado principalmente na forma de vários sais.Samário: Samário. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Sm, número atômico 62 e peso atômico 150,36. Seu óxido é utilizado nos bastões de controle de alguns reatores nucleares.Escândio: Escândio. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Sc, número atômico 21 e peso atômico 45.Metais: Elementos químicos eletropositivos caracterizados pela ductibilidade, maleabilidade, brilho e condutibilidade de calor e eletricidade. Podem substituir o hidrogênio existente nos ácidos formando bases com radicais hidroxila.Cério: Elemento químico da família de terras-raras. Possui símbolo atômico Ce, número atômico 58 e peso atômico 140,12. O cério é um metal maleável com aplicações industriais.Ítrio: Elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Y, número atômico 39 e peso atômico 88,91. Em conjunto com outros metais terrosos raros (lantanídeos), o ítrio é utilizado como substância fosforescente em receptores televisivos, além de ser um componente dos lasers de ítrio-alumínio (YAG).Európio: Európio. Um elemento da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico Eu, número atômico 63 e peso atômico 152. Európio é utilizado na forma de seus sais como revestimento para tubos de raios catódicos e na forma de seus derivados orgânicos como um reagente de deslocamento na espectroscopia de ressonância nuclear magnética.Sílica Gel: Forma não cristalina de óxido de silicone que possui propriedades absortivas. É usado comumente como um agente desumidificador e como fase estacionária de CROMATOGRAFIA. A forma totalmente hidratada da sílica gel possui propriedades diferentes e é denominada ÁCIDO SILÍCICO.Fenômenos Fisiológicos do Sistema Digestório: Propriedades e processos do SISTEMA DIGESTÓRIO como um todo, ou de qualquer de suas partes.Lantânio: Lantânio. O elemento protótipo da família de terras raras (lantanídeos). Possui símbolo atômico La, número atômico 57 e peso atômico 138,91. O íon lantanídeo é utilizado experimentalmente em biologia como um antagonista do cálcio; o óxido do lantânio melhora as propriedades ópticas do vidro.Imãs: Objetos que produzem campo magnético.Óleo de Sementes de Algodão: Óleo obtido das sementes de Gossypium herbaceum L., a planta do algodão. É utilizado em produtos dietéticos, como oleomargarina e muitos óleos de cozinha. O óleo de semente de algodão, normalmente é usado em sabões e cosméticos.Isótopos de Ferro: Átomos de ferro estáveis que possuem o mesmo número atômico que o elemento ferro, porém diferem em relação ao peso atômico. Fe-54, 57 e 58 são isótopos estáveis de ferro.Trânsito Gastrointestinal: Passagem de alimento (algumas vezes na forma de um alimento teste) através do trato gastrointestinal medida em minutos ou horas. A velocidade de passagem pelo intestino é um indicador de função intestinal reduzida.Óxidos: Compostos binários de oxigênio que possuem o ânion O(2-). O ânion pode se combinar com metais para formar óxidos alcalinos ou com não metais para formar oxiácidos.Solo: Mineral inconsolidado ou matéria orgânica na superfície da terra que serve como meio natural para o crescimento de plantas terrestres.Metais Alcalinoterrosos: Metais que formam o grupo 2 (anteriormente IIa) da tabela periódica.Evolução Planetária: Criação e desenvolvimento de corpos [celestes] dentro de sistemas solares; inclui o estudo da geologia planetária primitiva (early).Exobiologia: Ciência interdisciplinar que estuda a biologia evolutiva, inclusive a origem e a evolução dos elementos principais necessários à vida, seu processamento no meio interestelar e em sistemas protoestelares. Este campo também inclui o estudo da evolução química e as interações subsequentes entre a biota em desenvolvimento e a evolução planetária, bem como o campo da biologia que lida com o estudo da vida extraterrestre.Evolução Química: Transformação química e física dos elementos biogênicos desde sua nucleossíntese estelar até sua incorporação e modificação subsequente em corpos planetários e na bioquímica terrestre. Inclui o mecanismo de incorporação de elementos biogênicos em moléculas e sistemas moleculares complexos, levando à origem da vida.Miniaturização: Desenho ou construção de objetos grandes em escala reduzida.Inibidores da Transcriptase Reversa: Inibidores da transcriptase reversa (DNA POLIMERASE DIRIGIDA POR RNA), uma enzima que sintetiza DNA sobre um molde de RNA.Excipientes: Substâncias geralmente inertes adicionadas a uma prescrição para garantir uma consistência satisfatória para a formulação. Estas incluem aglutinantes, matrizes, bases ou diluentes usados em pílulas, comprimidos, cremes, pomadas, etc.Unified Medical Language System: Programa de pesquisa e desenvolvimento iniciado pela NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para construir fontes de conhecimento para auxiliar o desenvolvimento de sistemas que ajudem aos profissionais da saúde a recuperar e integrar as informações biomédicas. As fontes do conhecimento podem ser utilizadas para integrar informações discrepantes para compensar os problemas de recuperação devidos a diferenças de terminologia e dispersão das informações relevantes nos diversos bancos de dados. As três fontes de conhecimento são: o Metathesaurus, o Semantic Network e o Specialist Lexicon.Simeticone: Poli(dimetilsiloxano), que é um polímero de 200-350 unidades de dimetilsiloxano, com adição de sílica gel. É usado como antiflatulento, surfactante e base para pomada.Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Antiespumantes: Agentes usados para impedir a formação de espuma ou para tratar flatulência ou inchamento (bloat).Corantes de Rosanilina: Compostos que contêm a estrutura trifenilmetano anilina encontrada na rosanilina. Muitas delas apresentam uma coloração magenta característica e são utilizadas como AGENTES CORANTES.MedlinePlus: Serviços da NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para profissionais e usuários da área da saúde. Integra extensa informação do National Institutes of Health e de outras fontes de informações sobre determinadas doenças e anormalidades.Corantes de Alimentos: Corantes naturais ou sintéticos usados como agentes corantes em alimentos processados.Cor: Propriedade de objetos que é percebida visualmente criada pela absorção ou reflexão de comprimentos de onda específicos da luz.Hidróxido de Sódio: Substância altamente corrosiva utilizada para neutralizar ácidos e para fazer sais de sódio.Cáusticos: Substâncias químicas fortemente alcalinas, que destroem os tecidos moles do corpo, resultando em queimadura profunda, penetrante, em contraste aos corrosivos, que produzem um dano mais superficial por meios químicos ou por inflamação. Os cáusticos são geralmente hidróxidos de metais leves. O HIDRÓXIDO DE SÓDIO e o hidróxido de potássio são os agentes cáusticos mais amplamente usados na indústria. Na Medicina, têm sido usados externamente para remover tecidos doentes ou mortos, e destruir verrugas e pequenos tumores. A ingestão acidental de produtos (domésticos e industriais) contendo ingredientes cáusticos resulta em milhares de lesões por ano.Queimaduras QuímicasGálio: Elemento metálico raro designado pelo símbolo Ga, número atômico 31 e peso atômico 69,72.Metais Pesados: Metais com alta densidade, normalmente maior que 5. Possuem espectros complexos, formam sais coloridos e duplo sais, possuem baixo potencial elétrico, são principalmente anfotéricos, produzindo bases e ácidos fracos, além de poderem ser agentes oxidantes ou redutores.Compostos Férricos: Compostos inorgânicos ou orgânicos que contêm ferro trivalente.Elementos: Substâncias que compõem toda a matéria. Cada elemento é formado de átomos que são idênticos em número de elétrons, prótons e carga nuclear, mas podem ser diferentes em massa ou número de nêutrons.Vidro: Silicato rígido, amorfo, frágil, inorgânico, geralmente transparente, polimérico, de óxidos básicos, geralmente de potássio ou de sódio. É usado em forma (rígida) de folhas, vasos, tubos, fibras, cerâmicas, contas, etc.Terapia a Laser: Uso dos efeitos fototérmicos de LASERS para coagular, cortar (ou incindir), vaporizar, extirpar (ou ressecar), dissecar ou reconstituir tecidos.Luz: Parte do espectro eletromagnético nas faixas visível, ultravioleta e infravermelha.Energia Renovável: Formas de energia que são constante e rapidamente renovadas por processos naturais como energia solar, ondas oceânicas e energia eólica. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Energia Solar: Energia transmitida pelo sol na forma de radiação eletromagnética.Conservação de Recursos Energéticos: Controle programado do uso e preservação de recursos energéticos.Fontes Geradoras de Energia: Materiais ou fenômenos que fornecem energia diretamente ou por meio de conversão.Vento: Movimentação do ar relativa à superfície da terra.Malus: Gênero de plantas da família ROSACEAE, ordem Rosales, subclasse Rosidae. É mais conhecida como fonte de frutas comestíveis (maçã) e são cultivadas em climas temperados do mundo todo.Biocombustíveis: Subprodutos ricos em hidrocarbonetos advindos da BIOMASSSA não fossilizada que são queimados para gerar energia, diferentemente dos depósitos de hidrocarbonetos fossilizados (COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS).