Abelmoschus: Gênero de plantas (família MALVACEAE, ordem Malvales e subclasse Dilleniidae) mais conhecido por quiabo. (MeSH/NLM) Também utilizado como medicamento homeopático. Abelmoschus moschatus. Abrev.: "abel." Origem vegetal. Habitat original: África, Ásia e norte da Austrália tropicais. Parte utilizada: sementes secas.Jatropha: Gênero de plantas (família EUPHORBIACEAE) cujos membros contêm jatrofono e outros diterpenos.Pteridium: Gênero de plantas (família DENNSTAEDTIACEAE) cujos membros contêm ptaquilosida, braxina A1 e braxina B. Seu nome é semelhante à 'brake fern' (PTERIS).Aldeído Liases: Enzimas que catalisam uma condensação reversa de aldol. Uma molécula contendo um grupo hidroxila e um grupo carbonila são clivados na ligação C-C para formar duas moléculas menores (ALDEÍDOS ou CETONAS). EC 4.1.2.Safras: Plantas cultivadas ou produtos agrícolas como grãos, legumes, verduras ou frutas.Reprodução Assexuada: Reprodução sem fusão de dois tipos de células, encontrada principalmente em ALGAS, FUNGOS e PLANTAS. A reprodução assexuada ocorre de várias maneiras, como erupção, fissão ou divisão de células "pais". Poucos grupos de ANIMAIS se reproduzem assexuadamente ou unissexuadamente (PARTENOGÊNESE).Manihot: Gênero de plantas perenes (família EUPHORBIACEAE) com folhas proeminentes e quase a forma de uma mão com dedos estendidos, semelhantes às de RICINUS, porém mais profundamente divididas, de cinco a nove lobos. São fontes de amido após a remoção de glucosídeos cianogênicos. O nome vulgar "Araruta',também é usado para Maranta (MARANTACEAE) e o nome vulgar "Iúca" também é usado para YUCCA.Hibridização Genética: Processo genético de acasalamento cruzado entre pais geneticamente diferentes para produzir um híbrido.Caules de Planta: Partes de plantas que geralmente crescem verticalmente para cima, em direção à luz, e que dão suporte às folhas, às células germinativas e às estruturas reprodutivas.Raízes de Plantas: Porções geralmente subterrâneas de uma planta, que servem como suporte e estocagem de alimento, e pelas quais a água e nutrientes minerais penetram na planta.Amido: Qualquer um do grupo de polissacarídeos de fórmula geral (C6-H10-O5)n, compostos por um polímero de cadeia longa de glucose na forma de amilose e amilopectina. É a principal forma de armazenamento de reserva energética (carboidratos) em plantas.Folhas de Planta: Estruturas expandidas, geralmente verdes, de plantas vasculares, consistindo caracteristicamente de uma expansão em lâmina ligada a um caule, funcionando como o principal órgão de fotossíntese e transpiração.Nitrilos: Compostos orgânicos que contêm o radical -CN. O conceito pode ser distinguido dos CIANETOS, que denota os sais inorgânicos do CIANETO DE HIDROGÊNIO.Variação Genética: Diferenças genotípicas observadas entre indivíduos em uma população.Malvaceae: Família malva (ordem Malvales, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) entre os membros estão a planta do algodão (GOSSYPIUM), o quiabo (ABELMOSCHUS), HIBISCUS e CACAU. Os nomes vulgares malva e hollyhock são utilizados para vários gêneros da Malvaceae.Malva: Gênero de plantas (família MALVACEAE, ordem Malvales, subclasse Dilleniida) com nome vulgar 'Malva' às vezes confundido com o de outras plantas.Hibiscus: Gênero de plantas da família MALVACEAE, cujos membros contêm ÁCIDO CÍTRICO, MALATOS, ANTOCIANINAS, FLAVONOIDES, GLICOSÍDEOS, FIBRA ALIMENTAR e LIGNANOS. A espécie Hibiscus sabdariffa pe um constituinte comum em CHÁS DE ERVAS. A espécie Hibiscus cannabinus é fonte de fibras têxteis (TÊXTEIS).Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Condimentos: Substâncias aromáticas somadas a comida antes ou depois de cozinhar para aumentar seu sabor. Estes normalmente são de origem vegetal.Rios: Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano).Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.MedlinePlus: Serviços da NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para profissionais e usuários da área da saúde. Integra extensa informação do National Institutes of Health e de outras fontes de informações sobre determinadas doenças e anormalidades.ÁfricaBotânica: Estudo da origem, estrutura, desenvolvimento, crescimento, função, genética e reprodução dos vegetais.Rana esculenta: Espécie comestível (família Ranidae) que ocorre na Europa e extensivamente utilizada nas pesquisas biomédicas. Popularmente é conhecida como "rã comestível".Euphorbiaceae: Família eufórbia de plantas de florescência, da ordem Euphorbiales, que contém por volta de 7.500 espécies em 275 gêneros. A família consiste de ervas anuais e perenes, e arbustos florestais ou árvores.Logradouros Públicos: Área de recreação ou de higiene para uso público.Plantas Geneticamente Modificadas: PLANTAS (ou seus descendentes) cujo GENOMA foi alterado por ENGENHARIA GENÉTICA.Proteínas de Plantas: Proteínas encontradas em plantas (flores, ervas, arbustos, árvores, etc.). O conceito não inclui proteínas encontradas em vegetais para os quais PROTEÍNAS DE VERDURAS estão disponíveis.Recreação: Atividade envolvida com o prazer.Casca de Planta: Camada externa das partes lenhosas das plantas.Carya: Gênero de plantas (família JUGLANDACEAE) que fornecem nozes comestíveis.Empacotamento do DNA: O dobramento de uma molécula de DNA de um micro-organismo em uma estrutura compacta e ordenada que cabe no espaço limitado de uma CÉLULA ou de uma PARTÍCULA VIRAL.Glaucoma de Ângulo Aberto: Glaucoma no qual o ângulo da câmara anterior está aberto e a malha trabecular não encontra a base da íris.Lantana: Gênero de plantas (família VERBENACEAE) cujos membros contêm lantadeno e outros TRITERPENOS.Citrus: Gênero de plantas da família RUTACEAE. A família abrange as frutas cítricas conhecidas, incluindo laranjas, pomelos, limões e limas. Há muitos híbridos, o que torna sua nomenclatura confusa.Termodinâmica: Análise matemática rigorosa das relações [entre grandezas] energéticas (calor, trabalho, temperatura e equilíbrio). Descreve sistemas [e processos] cujos estados são caracterizados (determined) por parâmetros térmicos como a temperatura, além de parâmetros mecânicos e eletromagnéticos.Citrus sinensis: Espécie de plantas (gênero CITRUS, família RUTACEAE) que fornecem a conhecida fruta laranja que também é fonte do óleo de laranja.Gynostemma: Gênero de plantas (família CUCURBITACEAE) fonte de SAPONINAS gipenosídeos e triterpenoides.Porcos-Espinhos: Nome vulgar de grandes roedores com pelos eriçados (RODENTIA). Há 2 famílias: Porcos-Espinhos do Velho Mundo (Hystricidae) e do Novo Mundo (Erethizontidae).Ciência: Estudo de fenômenos naturais por observação, medidas e experimentação.Acesso à Informação: Direitos do indivíduo para obter e usar informação coletada ou gerada por outros.Fator de Impacto de Revistas: Medida quantitativa da frequência média que artigos em uma revista científica foram citados (por outros artigos) em um determinado período de tempo.Publicações Periódicas como Assunto: Publicação emitida em intervalos fixos, mais ou menos regulares. As revistas científicas constituem as principais publicações periódicas que publicam resultados de pesquisa.Revisão da Pesquisa por Pares: A avaliação, realizada por peritos, da qualidade e importância das pesquisas, ou das propostas de pesquisas, de outros peritos na mesma área. Avaliação pelos pares é utilizada por editores para decidir quais dos trabalhos submetidos devem ser publicados, por agências de apoio à pesquisa para decidir quais propostas devem receber apoio financeiro e por instituições acadêmicas para decidir a nomeação para cargos permanentes.Editoração: Negócio ou profissão da produção comercial e distribuição de literatura. Inclui o publicador, processo de publicação, edição e editores. A produção pode ser através de métodos de impressão convencionais ou publicação eletrônica.Bibliometria: O uso de métodos estatísticos na análise de um corpo de literatura para revelar o desenvolvimento histórico de campos de assuntos e padrões de autoria, publicação e uso. Antigamente chamada bibliografia estatística.Jornalismo Médico: A coleção, escrita e edição de material de interesse atual em tópicos relacionados à biomedicina para apresentação pelos meios de comunicação de massa, inclusive jornais, rádio ou televisão, normalmente para uma audiência pública como os consumidores de cuidados de saúde.Inundações: 1) Fenômenos aquosos de estabelecimento repentino com diferentes velocidades de ocorrência. Incluem inundações instantâneas, enchentes sazonais de rios, e enchentes costeiras associadas a TEMPESTADES CICLÔNICAS, ONDAS DE MARÉ e ondas de tempestade. 2) Transbordamento de água do leito normal de um rio ou acúmulo de água, por drenagem, em áreas não habitualmente submersas (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992). Podem ser repentinas (CHEIA REPENTINA) ou de subida lenta.América do SulImpostos: Contribuição monetária exigida pelos poderes públicos sobre propriedades, heranças, doações, bens, etc.Filogeografia: Campo de estudo que lida com os princípios e processos que controlam as distribuições geográficas de linhagens genealógicas, especialmente aquelas dentro e entre espécies intimamente relacionadas. (Tradução livre do original: Avise, J.C., Phylogeography: The History and Formation of Species. Harvard University Press, 2000)Administração Financeira de Hospitais: Refere-se a obtenção e administração de fundos para suprir as necessidades do hospital e a responsabilidade por assuntos fiscais.Honorários Odontológicos: Valor cobrado ao paciente por serviços odontológicos.