Benzotaizol que é oxidado por LUCIFERASES DE VAGA-LUME para causar emissão de luz (LUMINESCÊNCIA).
Luciferases de VAGA-LUMES, geralmente Photinus, o qual oxida a LUCEFERINA DE VAGA-LUME produzindo emissão de FÓTONS.
Emissão de LUZ quando os ELÉTRONS retornam ao seu estado eletrônico basal vindos de um estado excitado e perdem energia como FÓTONS. É chamado, às vezes, de luz fria em contraste a INCANDESCÊNCIA. As MEDIÇÕES LUMINESCENTES levam vantagens sobre o tipo de luz emitida por AGENTES LUMINESCENTES.
INSETOS (ordem Coleoptera) compreendem mais de 350.000 espécies em 150 famílias. Possuem corpos duros e suas estruturas bucais estão adaptadas para a mastigação.
Compostos, tais como as PROTEÍNAS LUMINESCENTES, que produzem ou emitem luz (LUMINESCÊNCIA FÍSICA).
Família Lampyidae que são os BESOUROS bioluminescentes. Possuem a LUCIFERINA DE VAGA-LUMES e LUCIFERASES. A oxidação da luciferina de vaga-lumes resulta na luminescência.
Técnicas usadas para determinar os valores de parâmetros fotométricos da luz resultante de LUMINESCÊNCIA.
Enzimas que oxidam certas SUBSTÂNCIAS LUMINESCENTES para emitir luz (LUMINESCÊNCIA). As luciferases de organismos distintos apresentam estruturas e substratos diferentes, pois evoluíram diferentemente.
Filo de invertebrados radialmente simétricos que se caracterizam por possuírem células urticantes denominadas nematócitos, cujos membros possuem VENENOS DE CNIDÁRIOS. As classes são: ANTHOZOA, CUBOZOA, HYDROZOA e SCYPHOZOA .
Álcool graxo saturado de 12 carbonos obtidos de ácidos graxos do óleo de coco. Possui um odor floral e é utilizado em detergentes, óleos lubrificantes e em compostos farmacêuticos. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 5th ed)
Compostos com anel benzeno ligado ao anel tiazol.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Classe do filo MOLUSCOS composta por lula, siba, polvo e NAUTILUS. Estes animais marinhos são os mais organizados de todos os moluscos.
Serviços da NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para profissionais e usuários da área da saúde. Integra extensa informação do National Institutes of Health e de outras fontes de informações sobre determinadas doenças e anormalidades.
Formas grandes e robustas de algas pardas (PHAEOPHYCEAE). Componente principal das zonas intermaré inferior e sublitoral nas costas rochosas das águas temperadas e polares. Frequentemente se ve a denominação Kelp, um tipo de ALGA MARINHA, para espécies dos gêneros LAMINARIA ou MACROCYSTIS, mas o termo pode também ser usado para espécies em FUCUS ou Nereocystis.
Subtipo de enxaqueca caracterizada por ataques recorrentes de sintomas neurológicos reversíveis (aura) que precedem ou acompanham a cefaleia. A aura também inclue uma combinação de distúrbios sensoriais, como VISÃO embaçada, ALUCINAÇÕES, VERTIGEM, Adormecimento e dificuldade de concentração e fala. A aura, normalmente é seguida por traços de Enxaqueca Comum, como FOTOFOBIA, FONOFOBIA e NÁUSEA. (Tradução livre do original: International Classification of Headache Disorders, 2nd ed. Cephalalgia 2004: suppl 1)
Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.
Conhecimento de si mesmo e do ambiente.
Cefaleias recorrentes unilaterais pulsáteis, não precedidas ou acompanhadas de aura, em episódios que duram de 4-72 horas. São caracterizadas por DOR de intensidade moderada a severa, agravadas por atividade física e associadas a NÁUSEA e /ou FOTOFOBIA ou FONOFOBIA.
Transtornos mentais orgânicos em que há deficiência da capacidade em manter consciência de si próprio e do ambiente, e em responder a estímulos ambientais. A disfunção dos hemisférios cerebrais ou da FORMAÇÃO RETICULAR do tronco cerebral pode resultar nesta afecção.
Aspectos de saúde e de doença relacionados a viagens.
Trancriptase reversa essencial de uma ribonucleoproteína que adiciona o DNA telomérico às extremidades de CROMOSSOMOS de eucariotos.
Lesões acidentais causadas por descargas elétricas de alta voltagem breves, durante tempestades de trovões. Comprometimento cardíaco, coma e outros sintomas neurológicos, necrose miocárdica e queimaduras dérmicas são comuns. Para a sobrevivência é indicado o tratamento imediato das sequelas agudas, incluindo ressuscitação cardiopulmonar.
Descarga abrupta de corrente elétrica de alta intensidade que ocorre na ATMOSFERA e que possui o comprimento do caminho percorrido de centenas de metros a dezenas de quilômetros. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)
Afecções que acometem a estrutura ou função da pupila do olho, incluindo transtornos de inervação dos músculos dilatador ou constritor pupilar, e transtornos dos reflexos pupilares.
Classe das verdadeiras águas-vivas (filo CNIDNÁRIOS) marinhas preponderantemente livre-nadantes, cujo ciclo de vida é composto por cinco estágios e apresenta duas formas corporais: pólipo e medusa.