Qualquer infecção que um paciente contrai de outro em uma instituição de saúde.
Presença de organismos infecciosos em instrumentos, próteses ou outros artigos inanimados.
A destruição de todas as formas de vida, principalmente microrganismos, por calor, produto químico ou outros meios.
Organizações internacionais humanitárias coletivas conduzidas por voluntários e orientadas por sua Carta do Congresso e pelos Princípios Fundamentais do Movimento Internacional da Cruz Vermelha, a fim de prover alívio a vítimas de desastres e ajudar as pessoas a evitar, preparar-se para e atuar ante emergências.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Inflamação de um DIVERTÍCULO ou divertículos.
Sistema de telecomunicação que combina a transmissão de um documento escaneado em um transmissor, sua reconstrução em uma estação receptora e sua duplicação lá por um copiador.
Inflamação do DIVERTÍCULO DO COLO, geralmente com formação de abscesso e subsequente perfuração.
Dispositivos ou objetos em várias técnicas de imagem usados para visualizar ou melhorar a visualização por simular afecções encontradas no procedimento. Fantasmas são usados muito frequentemente em procedimentos que empregam ou medem irradiação x ou material radioativo para avaliar o desempenho. Fantasmas em geral têm propriedades semelhantes ao tecido humano. A água possui propriedades absorventes similares às do tecido normal, e, por esta razão, fantasmas preenchidos com água são usados para mapear níveis de radiação. Fantasmas são usados também como auxiliares no ensino por simularem condições reais com máquinas de raio X ou de ultrassom.
Invasão do SISTEMA RESPIRATÓRIO do hospedeiro por microrganismos, geralmente levando a processos patológicos ou doenças.
Programas de vigilância de doenças, geralmente dentro de instalações de saúde, projetados para investigar, prevenir e controlar a disseminação das infecções e seus micro-organismos causadores.
Indivíduos consultados para conselhos ou serviços de especialistas ou profissionais.
A designação coletiva de três organizações com associação comum: a Comunidade Econômica Europeia (Mercado Comum), a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço e a Comunidade de Energia Atômica Europeia (Euratom). Era conhecida como a Comunidade Europeia até 1994. É principalmente uma união econômica com os objetivos principais de movimentar livremente bens, capital e trabalho. Serviços profissionais, sociais, médicos e paramédicos estão incluídos dentro do trabalho. Os países constituintes são a Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.
Hospitais engajados em programas educativos e de pesquisa, bem como na prestação de assistência médica a pacientes.
Medidas preventivas padrões para serem tomadas por profissionais e pessoal de saúde em contato com pessoas atingidas por doença transmissível, para evitar contrair a doença por contágio ou infecção. Precauções são especialmente aplicáveis no diagnóstico e cuidado de pacientes com AIDS.
Hospitais grandes com pessoal médico residente que presta assistência continuada a pacientes de cirurgia, clínica médica e maternidade.
Espécie de bactérias Gram-negativas, aeróbicas, geralmente encontradas em laboratórios clínicos e frequentemente resistentes a antibióticos comuns.
As infecções por bactérias do gênero ACINETOBACTER.
Gênero de bactérias Gram-negativas da família MORAXELLACEAE, encontrado no solo e na água e de patogenicidade incerta.
Grupo de antibióticos beta-lactâmicos nos quais o átomo de enxofre no anel tiazolidínico da molécula de penicilina é substituído por um átomo de carbono. TIENAMICINAS são um subgrupo de carbapenêmicos que têm um átomo de enxofre como o primeiro componente da corrente lateral.
Capacidade da bactéria em resistir ou tornar-se tolerante a diversas drogas estrutural e funcionalmente distintas simultaneamente. Essa resistência pode ser adquirida através de mutação gênica ou plasmídeos transmissíveis com DNA estranho (FATORES R).
Espécie de bactérias Gram-negativas aeróbias que são encontradas no solo e na água. Embora considerada normalmente não patogênica, esta bactéria é agente causador de infecções hospitalares, particularmente em indivíduos debilitados.
Antibiótico polipeptídeo cíclico extraído do Bacillus colistinus. É composto por Polimixinas E1 e E2 (ou Colistinas A, B e C), que atuam como detergentes nas membranas celulares. A colistina é menos tóxica que a polimixina B, mas semelhante em outros aspectos. O metassulfonato é utilizado oralmente.
A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.
SUPLEMENTOS ALIMENTARES com micróbios vivos que afetam beneficamente o animal hospedeiro, melhorando seu equilíbrio microbiano intestinal. Antibióticos e outros compostos relacionados não estão incluídos nessa definição. Lactobacilos geralmente são usados em humanos como probióticos, tanto como espécie única como em cultura mista com outra bactéria. Outros gêneros que têm sido usados são bifidobactérias e estreptococos (Tradução livre do original: J Nutr, 1995;125:1401-12).
Relação entre os benefícios gerados por um programa e seus custos. A razão benefício por custo é a medida do total esperado obtido por unidade de dinheiro dispendida.
Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.
Recursos de natureza financeira destinados à manutenção ou melhoria do sistema de saúde, visando rendimento ou lucro. (Depto. Práticas em Saúde Pública - FSP/USP, para Investimentos em Saúde)
Respostas inflamatórias do epitélio do SISTEMA URINÁRIO a invasões microbianas. Frequentemente são infecções bacterianas associadas com BACTERIÚRIA e PIÚRIA.
Presença de bactérias na urina, que normalmente é livre destes micro-organismos. Estas bactérias são provenientes do TRATO URINÁRIO e não são contaminantes dos tecidos circunvizinhos. A bacteriúria pode ser sintomática ou assintomática. A bacteriúria significante é um indicador de infecção do trato urinário.
Passagem de um CATETER na BEXIGA URINÁRIA ou rim.
Dispositivo de comunicações analógica ou digital em que o usuário tem uma conexão sem fios de um telefone para um transmissor próximo. É denominado celular porque a área de serviço é dividida em múltiplas "células" . Assim como os movimentos do usuário são transferidos de uma área celular para outra, a chamada é transferida ao transmissor local.
Infecção fúngica subcutânea crônica e endêmica em regiões rurais das Américas do Sul e Central. O organismo causador é a Lacazia loboi.
Processo administrativo de saída de um paciente de uma instituição de saúde, vivo ou morto; inclui altas hospitalares e de centros de saúde.
Conferências, convenções ou outros encontros formais geralmente reunindo pessoas que representam uma área específica de interesse.
Crença ou prática a qual carece de bases adequadas de evidência. Personificação do temor do desconhecido, mágica e ignorância.
Período que um paciente permanece confinado em um hospital ou outra instituição de saúde.
Dados sobre atividades e programas hospitalares; não inclui registros médicos.
Confinamento de um paciente em um hospital.
Processo interativo no qual os membros de uma comunidade estão preocupados com a igualdade e os direitos de todos.
Instalações para a preparação e dispensação de drogas.
Autoadministração de medicação que não tenha sido prescrita por um médico, ou de maneira não supervisionada por um médico.
Orientações escritas para a aquisição e uso de MEDICAMENTOS.
Sistemas compostos de um computador ou computadores, equipamento periférico como discos, impressoras e terminais, e capacidade de telecomunicações.
Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.
1) Regulamentos para garantir a proteção de equipamentos e da propriedade (MeSH). 2) REGULAMENTOS para garantir a proteção de pessoas e bens. No Brasil, também designa tipo de SANÇÃO aplicável a pessoas sem IMPUTABILIDADE que tenham cometido CRIME (Direito Sanitário).
Provisão de barreiras físicas e biológicas à disseminação de agentes ativos com potencial biologicamente perigoso (bactérias, vírus, DNA recombinante, etc.). A contenção física envolve o uso de equipamento especial, facilidades e procedimentos para prevenir a evasão do agente. A contenção biológica inclui o uso de pessoal imune e a seleção de agentes e hospedeiros que minimizariam o risco devido à contenção da facilidade de evasão do agente.
Redução ou regulação da população de plantas, insetos ou outros animais nocivos, destrutivos ou perigosos. Inclui o controle de plantas que servem como habitats ou fonte de alimento para pragas animais.
Hospitais projetados ou usados para isolar ou manter em quarentena pessoas com doenças contagiosas.
A ciência de procriação, alimentação e cuidados de animais domésticos; inclui alojamento e nutrição.
Disciplinas que aplicam as ciências à lei. Entre as ciências forenses estão uma grande variedade de disciplinas, como TOXICOLOGIA FORENSE, ANTROPOLOGIA FORENSE, MEDICINA LEGAL, ODONTOLOGIA LEGAL e outras.
Uso de agentes biológicos em TERRORISMO. Isto abrange o uso maléfico de BACTÉRIAS, VÍRUS ou outras TOXINAS BIOLÓGICAS contra pessoas, ANIMAIS ou PLANTAS.