Hemangioma: Anomalia vascular devido à proliferação de VASOS SANGUÍNEOS formando uma massa semelhante a um tumor. Os tipos mais comuns envolvem CAPILARES e VEIAS. Pode ocorrer em qualquer lugar do corpo, mas é frequentemente mais observado na PELE e TELA SUBCUTÂNEA. (Tradução livre do original: Stedman, 27th ed, 2000).Hemangioma Cavernoso: Anomalia vascular, caracterizada por um conjunto de VASOS SANGUÍNEOS tortuosos e tecido conjuntivo. Esta massa semelhante a um tumor, com espaço vascular extenso, é preenchida com sangue e geralmente aparece como uma lesão semelhante a um morango nas áreas subcutâneas da face, extremidades, ou outras regiões do corpo, inclusive no sistema nervoso central.Hemangioma Capilar: O tipo mais comum de hemangioma, caracteristicamente composto de agregações estreitamente compactadas de capilares separados por escasso estroma conjuntivo, os quais, na maior parte, obedecem ao calibre de capilares normais. De acordo com uma classificação, hemangioma em morango, nevus flammeus, angioma em cereja e granuloma piogênico são todos tipos de hemangiomas capilares. (Dorland, 28a ed)Capilares: Minusculos vasos que conectam as arteríolas e vênulas.Hemangioma Esclerosante Pulmonar: Neoplasia benigna de pneumócitos, células dos ALVÉOLOS PULMONARES. Originalmente considerado de origem vascular, é classificado agora como um tumor epitelial, com vários elementos incluindo áreas celulares sólidas, estrutura papilar, regiões escleróticas e espaços dilatados contendo sangue que se assemelham a HEMANGIOMA.Eletroforese Capilar: Técnica altamente sensível (da ordem de picomolar, que é 10.000 vezes mais sensível que a eletroforese convencional) e eficiente que permite a separação de PROTEÍNAS, ÁCIDOS NUCLEICOS e CARBOIDRATOS. (Tradução livre do original: Segen, Dictionary of Modern Medicine, 1992)Hemangioma Cavernoso do Sistema Nervoso Central: Anomalia vascular composta por um conjunto de VEIAS grandes, com paredes finas e tortuosas, que pode ocorrer em qualquer parte do sistema nervoso central, mas não apresenta tecido nervoso intermediário. A ocorrência familiar é comum, e tem sido associada com vários genes mapeados em 7q, 7p e 3q. Entre as características clínicas estão CONVULSÕES, CEFALEIA, ACIDENTE CEREBRAL VASCULAR e déficit neurológico progressivo.Granuloma Piogênico: Transtorno da pele, mucosa oral e gengiva que normalmente se apresenta como hemangioma capilar polipoide solitário, geralmente resultante de trauma. Manifesta-se como uma resposta inflamatória com características semelhantes às de um granuloma.Hemangioendotelioma: Neoplasia derivada de 3 vasos sanguíneos, caracterizada por numerosas células endoteliais proeminentes, que ocorre isoladamente, em agregados e como revestimento de amontoados de tubos ou canais vasculares; no idoso, pode ser maligno (angiossarcoma ou hemangiossarcoma), mas em crianças é benigno e, provavelmente, representa uma fase de crescimento de hemangioma capilar. (Stedman, 25a ed)Ação Capilar: Fenômeno em que a superfície de um líquido que entra em contato com um sólido encontra-se elevada ou afundada, devido à atração relativa das moléculas do líquido entre si e entre elas e o sólido. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Neoplasias Vasculares: Neoplasias localizadas no sistema vascular, como ARTÉRIAS e VEIAS. São diferenciadas das NEOPLASIAS DE TECIDO VASCULAR, como ANGIOFIBROMA ou HEMANGIOMA.Neoplasias Cranianas: Neoplasias da porção óssea do crânio.Neoplasias Faciais: Tumores ou câncer da FACE.Permeabilidade Capilar: Propriedade dos capilares sanguíneos do ENDOTÉLIO que permite a troca seletiva de substâncias entre o sangue e os tecidos circunscritos e através de barreiras membranosas, como as BARREIRA SANGUE-AR, BARREIRA HEMATOAQUOSA, BARREIRA HEMATOENCEFÁLICA, BARREIRA HEMATONEURAL, BARREIRA HEMATO-RETINIANA e BARREIRA HEMATOTESTICULAR. Moléculas lipossolúveis pequenas, como o dióxido de carbono e oxigênio deslocam-se livremente por difusão. A água e as moléculas hidrossolúveis não podem passar através das paredes do endotélio e dependem de poros microscópicos. Estes poros mostram áreas estreitas (JUNÇÕES ESTREITAS) que podem limitar o movimento de moléculas grandes.Neoplasias da Coluna Vertebral: Tumores e neoplasias localizados na coluna vertebral.Neoplasias de Tecido Vascular: Neoplasias compostas de tecido vascular. Esse conceito não se refere às neoplasias localizadas nos vasos sanguíneos.Hemangiossarcoma: Neoplasia maligna rara, que se caracteriza por células anaplásicas em proliferação rápida infiltrando-se amplamente e derivadas de vasos sanguíneos, revestindo espaços irregulares cheios de sangue ou encaroçados. (Stedman, 25a ed)Resistência Capilar: Resistência vascular ao fluxo de SANGUE através das porções CAPILARES do leito vascular periférico.Regressão Neoplásica Espontânea: Desaparecimento de uma neoplasia ou estado neoplásico sem o uso de terapia.Tomografia Computadorizada por Raios X: Tomografia utilizando transmissão por raio x e um computador de algoritmo para reconstruir a imagem.Neoplasias Epidurais: Neoplasias localizadas no espaço entre o PERIÓSTEO vertebral e a DURA-MÁTER ao redor da MEDULA ESPINAL. Os tumores nesse local, frequentemente são mais metastáticos na sua origem e podem causar déficits neurológicos por efeito de massa na medula espinal ou raizes nervosas ou por interferir no suprimento sanguíneo para a medula espinal.Neoplasias Hepáticas: Tumores ou câncer do FÍGADO.Eletrocromatografia Capilar: Separação técnica que combina cromatografia líquida e eletroforese capilar.Hiperplasia Angiolinfoide com Eosinofilia: Nódulos cutâneos múltiplos ou solitários, formados de estruturas vasculares maduras e imaturas, intermisturadas com células endoteliais e um infiltrado variado de eosinófilos, histiócitos, linfócitos e células mastocitárias.Neoplasias Orbitárias: Neoplasias da órbita óssea e conteúdos com exceção do globo ocular.Síndrome de Sturge-Weber: Afecção congênita não hereditária, com anormalidades vasculares e neurológicas. Caracteriza-se por um nevo facial vascular (MANCHA VINHO DO PORTO), e angiomatose capilar das membranas intracranianas (MENINGES, COROIDE). Entre as características neurológicas estão EPILEPSIA, déficits cognitivos, GLAUCOMA, e deficiências visuais.Síndrome de Vazamento Capilar: Afecção caracterizada por episódios recorrentes de vazamentos de líquidos dos capilares para compartimentos extravasculares, causando elevação súbita no hematócrito. Se não tratada, pode levar a EDEMA generalizado, CHOQUE, colapso cardiovascular, e INSUFICIÊNCIA DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Complicações Neoplásicas na Gravidez: Coocorrência de gravidez e NEOPLASIAS. A doença neoplásica pode preceder ou seguir a FERTILIZAÇÃO.Neoplasias Musculares: Câncer ou tumores localizados no tecido muscular ou músculos específicos. Eles se distinguem das NEOPLASIAS DE TECIDO MUSCULAR, que são neoplasias compostas de tecido muscular esquelético, cardíaco ou liso, como MIOSSARCOMA ou LEIOMIOMA.Angiomatose: Afecção com várias lesões semelhantes a tumores, causadas por malformações congênitas ou de desenvolvimento de VASOS SANGUÍNEOS, ou proliferações vasculares reativas, como em angiomatose bacilar. A angiomatose é considerada não neoplásica.Neoplasias Esplênicas: Tumores ou câncer do BAÇO.Osso Frontal: Osso que forma o aspecto frontal do CRÂNIO. Sua parte achatada forma a testa, que se articula inferiormente com o OSSO NASAL e com o ZIGOMA em cada lado da face.Leucose Aviária: Grupo de doenças virais transmissíveis em galinhas e perus. Tumores hepáticos são encontrados na maioria das formas, mas podem ser encontrados em outros locais.Neoplasias da Coroide: Tumores da coroide; os tumores intraoculares mais comuns são melanomas da coroide. Esses normalmente ocorrem após a puberdade e aumentam de incidência com o avançar da idade. A maioria dos melanomas malignos do trato uveal desenvolvem-se a partir de melanomas benignos (nevo).Hemangioendotelioma Epitelioide: Tumor de veias médias a grandes, composto de células epiteliais roliças a fusiformes que se projetam para dentro dos espaços vasculares de um modo semelhante a lápides. Acredita-se que esses tumores têm agressão limítrofe, sendo que um terço desenvolve recorrência local, mas raramente metastatizam. Não está claro se o hemangioendotelioma epitelioide é uma neoplasia verdadeira ou uma reação tecidual exuberante ou nem se isso é equivalente à doença de Kimura (HIPERPLASIA ANGIOLINFOIDE COM EOSINOFILIA).Dor Ocular: Sensação dolorosa incômoda ou aguda associada com as estruturas externa e interna do globo ocular, possuindo diferentes causas.Neoplasias Cardíacas: Tumores em qualquer parte do coração. Incluem-se os tumores cardíacos primários e tumores que metastatizam no coração. Sua interferência com as funções cardíacas normais pode causar vários sintomas, inclusive INSUFICIÊNCIA CARDÍACA, ARRITMIAS CARDÍACAS ou EMBOLIA.Melena: FEZES pretas, alcatroadas e fétidas, contendo sangue degradado.Laminectomia: Procedimento cirúrgico que recorre à remoção total (laminectomia) ou parcial (laminotomia) da lâmina vertebral selecionada para aliviar a pressão na MEDULA ESPINAL e/ou RAÍZES NERVOSAS ESPINHAIS. A lâmina vertebral é a parede posterior achatada e fina do arco vertebral que forma o forame vertebral através do qual passa a medula espinal e raizes nervosas.Vértebras Torácicas: Grupo de doze vértebras conectadas às costelas que sustentam a região superior do tronco.Histiocitoma Fibroso Benigno: Tumor benigno composto, na sua integridade ou em parte, por células com características morfológicas de HISTIÓCITOS e com vários componentes fibroblásticos. Histiocitomas fibrosos podem ocorrer em qualquer lugar do corpo. Quando encontrados na pele são denominados dermatofibromas ou hemangiomas esclerosantes. (Tradução livre do original: DeVita Jr et al., Cancer: Principles & Practice of Oncology, 5th ed, p1747)Manifestações Oculares: Transtornos oculares causados por doenças ou lesões não oculares.Hidróxido de Sódio: Substância altamente corrosiva utilizada para neutralizar ácidos e para fazer sais de sódio.Ceratoconjuntivite Seca: Secura e inflamação da conjuntiva como resultado da secreção lacrimal insuficiente. Quando encontrada associada com XEROSTOMIA e poliartrite, é chamada de SÍNDROME DE SJOGREN.Oftalmopatias: Doenças que afetam os olhos.Fotofobia: Sensibilidade anormal à luz. Pode ocorrer como uma manifestação de DOENÇAS OCULARES, ENXAQUECA, HEMORRAGIA SUBARACNOIDE, MENINGITE e outros transtornos. A fotofobia pode também ocorrer em associação com DEPRESSÃO e outros TRANSTORNOS MENTAIS.Síndrome Coronariana Aguda: Episódio de ISQUEMIA MIOCÁRDICA que geralmente dura mais que um episódio de angina transitório que, em última instância, pode resultar em INFARTO DO MIOCÁRDIO.Perindopril: Inibidor da enzima conversora de angiotensina. É usado em pacientes com hipertensão e insuficiência cardíaca.Gengivite Ulcerativa Necrosante: GENGIVITE aguda ou crônica caracterizada por vermelhidão e inchaço (NECROSE estendendo-se desde as papilas interdentais ao longo das margens das gengivas) DOR, HEMORRAGIA, odor necrótico e frequentemente uma pseudomembrana. Pode estender-se para a mucosa oral, LÍNGUA, PALATO ou FARINGE. A etiologia é desconhecida, mas pode tratar-se de um complexo 'FUSOBACTERIUM NUCLEATUM' com espiroquetas BORRELIA ou TREPONEMA.Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Malformações Vasculares: Espectro de anormalidades congênitas, hereditárias ou adquiridas, nos VASOS SANGUÍNEOS, que podem prejudicar o fluxo sanguíneo normal em ARTÉRIAS ou VEIAS. A maior parte é constituída por defeitos congênitos, como comunicações anormais entre vasos sanguíneos (fístulas) que levam o sangue arterial diretamente para as veias desviando dos CAPILARES (malformações arteriovenosas), formação de vasos grandes dilatados cheios de sangue (angioma cavernoso) e capilares intumescidos (telangiectasias capilares). Em casos raros, malformações vasculares podem resultar de trauma ou doença.Malformações Arteriovenosas: Formação anormal de vasos sanguíneos que desviam sangue arterial diretamente para as veias sem passar pelos CAPILARES. Geralmente são tortuosos, dilatados, e com as paredes dos vasos espessas. Um tipo comum é a fístula arteriovenosa congênita. A ausência de fluxo sanguíneo e oxigênio nos capilares pode causar dano ao tecido nas áreas afetadas.Anormalidades Linfáticas: Anormalidades estruturais congênitas ou adquiridas do sistema linfático (TECIDO LINFOIDE) incluindo vasos linfáticos.