Ação das Nações Unidas, para intervir no conflito entre a nação do Kuwait e as forças de ocupação do Iraque, ocorrida entre 1990 - 1991.
Conflito hostil entre grupos organizados de pessoas.
Sintomas não explicados, relatados por veteranos da Guerra do Golfo Pérsico com o Iraque em 1991. Os sintomas relatados incluem fadiga, erupções cutâneas, dor nas articulações e músculos, cefaleias, perda de memória, respiração curta, sintomas gastrintestinais e respiratórios, e sensibilidade extrema aos agentes químicos de ocorrência comum.
Corpo de água localizado no extremo sudeste da América do Norte. É limitado ao norte pelos estados da Flórida, Alabama, Mississipi, Louisiana, Texas; por cinco estados mexicanos ao oeste: Tamaulipas, Veracruz, Tabasco, Campeche, Yucatan; e por Cuba no sudeste.
Pessoas (incluindo soldados) envolvidas com as forças armadas.
Região do sudoeste da Ásia e nordeste da África normalmente considerado como se estendendo da Líbia no oeste até o Afeganistão no leste. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988)
A arte e a ciência da medicina, que inclui, em particular, cuidados críticos, cirurgia de emergência e traumatologia aplicadas em situações de feridos em massa, condições nas frentes de batalha e no atendimento às necessidades dos soldados.
Reações neuróticas a um estresse militar inusual, grave ou assolador.
País da Europa Oriental, antigamente a província da Bósnia na Iugoslávia, que uniu-se a província da Herzegóvina para formar a República da Bósnia e Herzegóvina em 1946. Foi criado em 7 de abril de 1992 como resultado da divisão da Iugoslávia e foi reconhecido pelos Estados Unidos como um estado independente. Tira seu nome do rio Bosna, por sua vez da raiz indo-europeia bhog, "corrente"; Herzegóvina vem do Sérvio herceg (duque) + -ov (o caso possessivo) + -ina (país ou território).
Conceito que abrange as condições físicas e mentais dos VETERANOS.
Benefícios obtidos por transtornos adquiridos na prestação de serviços militares.
Antigos membros das forças armadas.
Atos criminosos cometidos durante ou em conexão com a guerra, por exemplo, maus-tratos de prisioneiros, assassinato proposital de civis, etc.
Guerra que envolve o uso de organismos vivos ou seus produtos como agentes etiológicos de doença contra o povo, animais ou plantas.
Urânio. Um elemento radioativo da série dos actinídeos metálicos. Seu símbolo atômico é U, seu número atômico 92, e seu peso atômico 238,03. U-235 é utilizado como combustível de fissão nuclear em armas e reatores nucleares.
Conflito de 1861-1865 entre a União (estados do Norte) e os 11 estados do Sul que foi separado e organizado como Estados Confederados da América.
Intervenção armada que envolve forças multinacionais no país IRAQUE.
Anomalias estruturais congênitas do SISTEMA DIGESTÓRIO.
As anormalidades estruturais congênitas e deformidades do sistema musculoesquelético.
Síndrome caracterizada por fadiga persistente ou recorrente, dor musculoesquelética difusa, transtornos do sono e comprometimento cognitivo subjetivo que dura 6 meses ou mais. Os sintomas não são causados por exercício contínuo, não são aliviados por repouso e resultam em uma redução substancial dos níveis prévios de atividade ocupacional, educacional, social ou pessoal. Pequenas alterações da função imune, neuroendócrina e autônoma podem estar associadas com esta síndrome. Há também uma considerável sobreposição entre essa afecção e FIBROMIALGIA. (Tradução livre do original: Semin Neurol 1998;18(2):237-42; Ann Intern Med 1994 Dec 15;121(12): 953-9)
Substâncias químicas usadas para causar transtornos, doenças ou morte em seres humanos durante a GUERRA.
Conflito armado entre as forças Comunista e não Comunista na Coreia a partir de 25 de junho de 1950 a 27 de julho de 1953. As partes envolvidas incluiam as forças das Nações Unidas compostas por 15 nações-membro sob o comando dos Estados Unidos contra o exército da Coreia do Norte e a República da China.
Malformações de órgãos ou partes do corpo durante o desenvolvimento no útero.
Inibidor da colinesterase com ação ligeiramente mais prolongada que a NEOSTIGMINA. É usado no tratamento da miastenia grave e para reverter as ações de relaxantes musculares.
Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.
Liberação de óleo no ambiente geralmente devida à atividade humana.
Guerra tática que usa misturas incendiárias, fumaça ou gases irritantes, que queimam ou asfixiam.
Espécie do gênero MYCOPLASMA, originalmente isolada com pouca frequência do trato genital inferior de humanos, que possui patogenicidade incerta. A linhagem incógnita de M. fermentans foi identificada em lesões necróticas de múltiplos órgãos de pacientes com e sem AIDS que estavam morrendo de doença aguda do tipo influenza.
Composto éster organofosforado que produz inibição potente e irreversível da colinesterase. É tóxico ao sistema nervoso e é um agente químico de guerra.
Os meios de intercambiar ou transmitir e receber informação. Historicamente os meios eram escritos: livros, diários, jornais e outras publicações; na idade moderna os meios incluem também rádio, televisão, computadores e redes de informação.
Hidrocarbonetos líquidos e complexos, de ocorrência natural, que após destilação permitem obter combustíveis, compostos petroquímicos e lubrificantes.
Menor continente e um país independente que abrange seis estados e dois territórios. Sua capital é Canberra.
Lesões acidentais causadas por descargas elétricas de alta voltagem breves, durante tempestades de trovões. Comprometimento cardíaco, coma e outros sintomas neurológicos, necrose miocárdica e queimaduras dérmicas são comuns. Para a sobrevivência é indicado o tratamento imediato das sequelas agudas, incluindo ressuscitação cardiopulmonar.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Descarga abrupta de corrente elétrica de alta intensidade que ocorre na ATMOSFERA e que possui o comprimento do caminho percorrido de centenas de metros a dezenas de quilômetros. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)
Prática da medicina voltada para as doenças que afetam a saúde dos indivíduos ligados ao ambiente marinho.
Grandes mamíferos majoritariamente noturnos da família felina FELIDAE, da espécie Panthera leo. São encontrados na África e sul da Ásia.
Nucleotídeo de adenina contendo um grupo fosfato esterificado para ambas posições 3' e 5' da metade do açúcar. É um mensageiro secundário e um regulador intracelular chave que funciona como mediador da atividade de vários hormônios, incluindo epinefrina, glucagon e ACTH.
Grupo composto por várias espécies de carnívoros aquáticos (diferentes gêneros da família Otariidae). Comparado com as OTÁRIAS, apresentam pelos menores e menos densos.
Migrantes involuntários, vítimas de condições políticas, guerras ou catástrofes naturais. (Tradução livre do original: Popline, 2002)
Leis e regulamentos referentes à produção, dispensação e comercialização de medicamentos.
República na África austral, a sudoeste da REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO e a oeste da ZÂMBIA. Sua capital é Luanda.
Largas embarcações impulsionadas por energia ou velas usadas para transporte em rios, mares, oceanos ou outras águas navegáveis. Barcos são embarcações menores impulsionadas por remos, pás, velas ou energia; eles podem ou não ter um convés.
Gênero de plantas (família Passifloraceae, ordem Violales, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) trepadeiras com flores ornamentais e frutos comestíveis.
O estado de tristeza e desânimo resultante da falta de companhia ou do fato de se estar separado dos outros.
Compostos que compartilham a estrutura do ácido fíbrico em seu arranjo molecular ou são considerados variáveis da estrutura do ácido fíbrico.
Agente antilipêmico que reduz os níveis de colesterol e de TRIGLICERÍDEOS. Diminui os níveis de LIPOPROTEÍNAS LDL e aumenta os níveis de LIPOPROTEÍNAS HDL.
Crenças ou práticas envolvidas com a produção de resultados desejados através de forças ou agentes sobrenaturais como com a manipulação de amuletos ou rituais.
Regulador lipídico que diminui os níveis elevados de lipídeos séricos, basicamente diminuindo os triglicerídeos séricos com uma redução variável do colesterol total.
Antilipêmico que é o metabólito biologicamente ativo do CLOFIBRATO.