O complexo de instituições políticas, leis e costumes através dos quais a função de governar é desempenhada em uma unidade política específica.
Métodos governamentais federais, estaduais ou municipais de assistência financeira.
Nível de organização e função governamental com alcance nacional.
Menor subdivisão política interna de um país na qual as funções governamentais em geral são desempenhadas.
Exercício de autoridade governamental para controlar o comportamento.
Unidades administrativas do governo responsável por criar políticas e administrar as atividades governamentais.
Programas e atividades patrocinados ou administrados pelo governo local, estadual ou nacional.
O nível de organização e atividade governamental inferior ao GOVERNO FEDERAL.
Atividades relacionadas com políticas governamentais, funções governamentais, etc.
Decisões geralmente desenvolvidas por formuladores de políticas do governo, para definição de objetivos imediatos e futuros do sistema de saúde.
Curso ou método de ação escolhido geralmente por um governo entre várias alternativas para guiar ou determinar decisões presentes e futuras.
Agências do GOVERNO FEDERAL dos Estados Unidos.
Aquela porção distinta da estrutura institucional, industrial ou econômica de um país que é controlada ou pertencente a interesses privados não governamentais.
Inovação e aprimoramento do sistema de saúde pela reavaliação e reforma dos serviços, e eliminação de erros e abusos na provisão e distribuição dos serviços de saúde aos pacientes. Inclui um realinhamento dos serviços e do seguro-saúde para um maior número de pessoas (o desempregado, o indigente, o não assegurado e o idoso nos centros urbanos e nas áreas rurais) com referência a cobertura, hospitalização, restrição de preços e custos, os custos de seguradoras e de empregados, afecções pré-existentes, medicamentos prescritos, equipamentos e serviços (tradução livre do original: MeSH, para Health Care Reform).
Conjunto de normas, regulamentos e recomendações técnicas no âmbito nacional visando a implementação de estratégias sanitárias específicas, cuja organização pode basear-se em enfermidades (doenças infecciosas, cânceres etc.) ou ciclos de vida (infância, adolescência, adultos etc).
Estruturas administrativas e funcionais cujo propósito é a sistematização de atividades coletivas para um fim particular.
Discussão de documentos emitidos pelos governos locais, regionais, nacionais, ou por suas agências ou subdivisões.
A área da economia de uma nação que é sustentada por impostos e sob controle do governo.
Atitude de uma porção significante de uma população a respeito de uma determinada proposição, baseada em uma quantia mensurável de efetiva evidência, e envolvendo algum grau de reflexão, análise e raciocínio.
Ramo da medicina voltado para a prevenção e o controle de doenças e deficiências, e para a promoção da saúde física e mental da população tanto nos níveis internacional e nacional, como no estadual ou municipal.
Processo de decisão pelo qual indivíduos, grupos ou instituições estabelecem legislações ou regulações que legitimem políticas relativas a planos, programas ou procedimentos.
Setor econômico preocupado com a provisão, distribuição e consumo de serviços de cuidados de saúde e produtos relacionados.
Refere-se a todos os aspectos da provisão e distribuição de serviços de saúde a uma população.
Países no processo de mudança com o crescimento econômico, ou seja, um aumento na produção, consumo e renda per capita. O processo de crescimento econômico envolve a melhor utilização de recursos naturais e humanos que resultam em uma mudança nas estruturas sociais, políticas e econômicas.
Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.
Quantidade de recursos financeiro aplicados na atenção e prestação de cuidados de saúde em sua totalidade ou com seus componentes, seja por pessoas, grupos, países ou instituições públicas e privadas.
Interação entre representantes de instituições ou órgãos.
O intercâmbio de bens ou artigos, especialmente em uma larga escala, entre países diferentes ou entre populações dentro do mesmo país. Inclui comércio (a compra, venda ou troca de artigos no atacado ou varejo) e negócios (a compra e venda de bens para obter lucro).
Contribuição monetária exigida pelos poderes públicos sobre propriedades, heranças, doações, bens, etc.
Interação de pessoas ou grupos de pessoas que representam várias nações na busca de uma meta ou interesse comum.
Hospitais controlados pelos diferentes tipos de governo municipal, estatal ou federal.
Possibilidade dos indivíduos adentrarem e utilizarem os serviços de atenção à saúde, com vistas à resolução de problemas que afetem a saúde. Dentre os fatores que influem nesta possibilidade incluem considerações geográficas, arquitetônicas, de transporte, financeiras entre outras.
Organização das unidades sanitárias que compõem a rede de serviços e atenção em saúde pública, identificando e descrevendo os tipos e modelos de organização, as prioridades e programações específicas, os órgãos centrais e regionais de saúde e a integração de serviços de saúde pública. (Botelho LJ ; Philippi JMS 1999 Universidade Federal de Sta. Catarina)
Refere-se aos direitos das pessoas a oportunidades culturais, sociais, econômicas e educacionais oferecidas pela sociedade ex. direito ao trabalho, direito a educação e direito a previdência social.
Refere-se a todos os métodos organizados de reservas financeiras.
Os empreendimentos empresariais agregados da agricultura, manufatura e distribuição relacionados a tabaco e produtos derivados do tabaco.
Grupos organizados de consumidores de bens e serviços.
Apoio financeiro às atividades de pesquisa.
Sistema de governo no qual há participação livre e igualitária das pessoas no processo de tomada de decisões políticas.
Plano financeiro detalhado usado na execução de atividades especificas por um determinado período de tempo; inclui recursos propostos e gastos.
Cobertura do seguro de saúde para todas as pessoas em um estado ou país, em vez de para algum subgrupo da população. Pode estender-se aos desempregados bem como aos empregados; para estrangeiros bem como a cidadãos; para afecções pré-existentes bem como às doenças correntes; para afecções mentais bem como às físicas.
Processo de deslocar serviços controlados publicamente e ou instituições para o setor privado.
A provisão de recursos monetários incluindo dinheiro ou crédito e capital; capital ou dinheiro obtido ou fornecido por uma aquisição ou empreendimento e dos fundos assim obtidos.
Hospitais não governamentais e sem fins lucrativos; estão incluídos nesta categoria os hospitais pertencentes ou mantidos por igrejas, fundações filantrópicas, fraternidades etc.
República na África ocidental, ao sul do NÍGER entre BENIN e CAMARÕES. Sua capital é Abuja.
Planejamento para dotação equitativa, rateio ou distribuição de recursos de saúde disponíveis.
Obrigações e responsabilidades assumidas quando se executam ações ou ideias a favor de outros.
Serviços de saúde, públicos ou privados, em áreas rurais. Os serviços abrangem a promoção da saúde e a distribuição de cuidados de saúde.
Processo que consiste em desenhar, executar, acompanhar e avaliar um conjunto de propostas de ação com vistas à intervenção sobre um determinado recorte de realidade. Trata-se também de um instrumento de racionalização das ações no setor de saúde, realizada por atores sociais, orientada por um propósito de manter ou modificar uma determinada situação de saúde. (Tancredi, 2002)
Promoção da saúde é o processo de capacitação do indivíduo em melhorar e controlar sua saúde. Para alcançar o estado de completo bem-estar físico, mental e social, um indivíduo ou grupo deve ser capaz de identificar aspirações, satisfazer necessidades e mudar ou lidar com seu ambiente. Saúde é vista, portanto, como um meio de vida e não um objetivo. Política de promoção de saúde envolve abordagens diversas, mas complementares, levando em conta as diferenças sociais, culturais e econômicas de cada país. (Ottawa Charter 1986)
Sistema de assistência médica, regulada, controlada e financiada pelo governo, no qual o governo assume a responsabilidade pelas necessidades de saúde da população.
Recursos financeiros institucionais para instalações e equipamento que passam a fazer parte do patrimônio da instituição.
Menor continente e um país independente que abrange seis estados e dois territórios. Sua capital é Canberra.
As decretações, sanções e promulgações de leis, decretos e regulamentos e sua regulamentação por órgãos oficiais de uma nação, estado, ou outra organização legislativa. Refere-se também a leis e regulamentos em geral relacionados à saúde ou para os quais não há descritor específico.
Programas, procedimentos, atividades ou serviços que têm preferência numa escala hierárquica, considerando um universo definido de possibilidades que compõem o campo da saúde em uma unidade de saúde, região, município, estado, país ou continente.
Mecanismo ou processo através do qual a população, por meio de seus representantes, participa do processo de formulação das políticas de saúde e do controle de sua execução nos distintos níveis de governo: federal, estadual e municipal.
Promoção e apoio aos direitos e interesses do consumidor.
Sistema de organização de acordo com uma disposição hierárquica na qual ocorre a máxima resolutividade nos níveis mais inferiores. Os demais serviços são utilizados quando as necessidades individuais requerem maior complexidade na atenção à saúde.
Organizações que não funcionam visando lucro, podendo ser mantidas por doações ou contribuições privadas.
Processo por meio do qual os representantes de um grupo de interesse particular tentam influenciar aqueles que tomam decisões governamentais a aceitar os desejos políticos da organização influenciadora.
Esforço de dois ou mais indivíduos ou empresas visando assegurar um contrato com uma terceira parte pela oferta de condições mais favoráveis.
Garantias legais que protegem o indivíduo de ataques a sua liberdade pessoal e asseguram o direito a julgamento honesto, ao voto e liberdade sem discriminação sobre sua raça, cor, religião, sexo, idade, incapacidade ou país de origem. (Tradução livre do original: http://www.usccr.gov/ accessed 1/31/2003).
A contenção, regulação ou restrição de custos [ou gastos]. Os custos se diz estarem contidos quando o valor dos recursos comprometidos com uma atividade não é considerado excessivo. Esta determinação é frequentemente subjetiva e depende da área geográfica específica da atividade que está sendo medida. (Tradução livre do original: Dictionary of Health Services Management, 2d ed)
O segmento de empresas comerciais dedicado ao projeto, desenvolvimento e fabricação de produtos químicos para uso no diagnóstico e tratamento de doenças, deficiências ou outras disfunções ou para melhorar as funções orgânicas e corporais.
Descrições e avaliações de organizações específicas de cuidados de saúde.
Acesso ao financiamento dos cuidados de saúde com somente uma fonte de dinheiro para o pagamento dos fornecedores dos cuidados de saúde. O campo de ação pode ser nacional (o Canadian System), em todo o estado ou na comunidade. O pagador pode ser uma unidade governamental ou outra entidade tal como uma companhia de seguros. As vantagens propostas incluem simplicidade administrativa para pacientes e fornecedores e resultados econômicos significantes nos custos das despesas gerais.
Pesquisa sobre a organização, administração, necessidades e funcionamento de serviços de saúde. Exclui pesquisa biomédica.
Serviços de saúde que visam o desenvolvimento das comunidades através de recursos humanos e materiais nelas existentes, para intensificar a autoajuda e o apoio social para desenvolver sistemas flexíveis de reforço da participação popular voltados para os assuntos de saúde. (OPAS)
Processo cuja finalidade é a determinação sistemática e objetiva da relevância, efetividade e impacto de políticas públicas, programas e projetos de saúde. O objetivo da avaliação é o de aperfeiçoar os programas e projetos, no sentido de orientar a distribuição de recursos humanos e financeiros. (tradução livre do original: OPAS/OMS-Evaluación de los programas de Salud; normas fundamentales. 1981, para Avaliação de Programas e Projetos de Saúde) Estudos projetados para avaliar a eficácia de programas. Incluem a avaliação de custo-eficácia e do alcance ou impacto dos objetivos cumpridos. (tradução livre do original: MeSH, para Program Evaluation)
Maior país na América do Norte, abrange 10 províncias e três territórios. Sua capital é Ottawa.
Honorários cobrados ao paciente em pagamento por serviços de saúde prestados.
Recursos de natureza financeira destinados à manutenção ou melhoria do sistema de saúde, visando rendimento ou lucro. (Depto. Práticas em Saúde Pública - FSP/USP, para Investimentos em Saúde)
Agência especializada das Nações Unidas, designada como uma autoridade coordenadora no trabalho internacional de saúde. Sua intenção é promover o nível mais alto possível de saúde para todos os povos.
Instituições organizadas que provêm serviços para melhorar as condições de necessidade ou patologia social na comunidade (MeSH/NLM). Segundo a CONSTITUIÇÃO do Brasil (art.194), a SEGURIDADE SOCIAL compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à SAÚDE, à PREVIDÊNCIA SOCIAL e à ASSISTÊNCIA SOCIAL.
Processo pelo qual decisões são tomadas em uma organização.
Serviços médicos pelos quais não se recebeu pagamento. Cuidados sem remuneração, incluindo cuidados caritativos e dívidas não recebidas.
Custos reais dos serviços relacionados com a oferta de cuidados de saúde, incluindo os custos de procedimentos, terapias e medicações. Diferencia-se de GASTOS EM SAÚDE, que se refere ao valor total pago pelos serviços e as taxas referentes ao total do encargo independentemente do custo.
Conceito relativo ao estado de saúde dos habitantes do mundo. Por ordem de gravidade os principais riscos para a saúde mundial foram assim classificados: subalimentação, prática de sexo sem proteção, hipertensão, tabagismo, álcool, má qualidade da água, colesterol, fumaça de combustíveis sólidos como carvão e lenha, carência de ferro e a obesidade.
Processo de formulação, implementação e avaliação de planos e programas nos âmbitos federal, estadual e/ou municipal.
Indústria preocupada com o processamento, preparo, preservação, distribuição e o ato de servir comidas e bebidas.
Decisões para determinar e guiar os objetivos presentes e futuros entre alternativas.
Prestação de cuidados de acompanhamento de gravidez e preparação para o parto.
Instituições que proveem serviços médicos e de saúde.
Reunião sistemática de dados, com um objetivo específico, de várias fontes, incluindo questionários, entrevistas, observação, registros existentes e equipamentos eletrônicos.
Processo de negociação entre os representantes de associação, organização ou sindicato de empregados e os representantes dos empregadores.
Custos absolutos, comparativos ou diferenciais de serviços, instituições, recursos etc., ou a análise e estudo destes custos.
País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.
Agregado de várias políticas econômicas e políticas sociais, pelas quais um poder imperial mantém ou estende seu controle sobre outras áreas ou povos. Inclui a prática ou convicção em adquirir e reter colônias. A ênfase é menos em sua identidade como um sistema político ideológico que em sua designação em um período histórico. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed; from Dr. J. Cassedy, NLM History of Medicine Division)
As atividades e empenho dos serviços de saúde pública em qualquer nível de uma comunidade.
Habitantes da área rural ou de pequenos municípios classificados como rurais.
O ato ou prática de chamar a atenção pública para um produto, serviço, necessidade, etc., especialmente por anuncios pagos em jornais, revistas, no rádio ou na televisão.
Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.
Processo interativo no qual os membros de uma comunidade estão preocupados com a igualdade e os direitos de todos.
Qualidade ou estado de relacionar ou afetar duas ou mais nações. (Tradução livre do original: Merriam-Webster Collegiate Dictionary, 10th ed)
Hospitais organizados e controlados privadamente e que visam lucro. Inclui hospitais de propriedade de acionistas ou operados por cadeias.
Organização internacional formada por vários Estados soberanos, fundada logo após a II Guerra Mundial para manter a paz e a segurança internacionais, fomentar relações amistosas entre as nações, e promover o progresso social, melhores padrões de vida e os direitos humanos. Os estados-membros são unidos pelos princípios e deveres como membros da comunidade internacional. (ONU - Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil)
A capacidade de uma organização, instituição ou negócio de produzir resultados desejados com um mínimo de gasto de energia, tempo, dinheiro, pessoal, material, etc.
Investigação crítica e exaustiva ou experimentação, tendo por objetivo a descoberta de fatos novos e sua interpretação correta, a revisão de conclusões, teorias ou leis aceitas, à luz de fatos recentemente descobertos, ou a aplicação prática dessas conclusões, teorias ou leis novas ou revisadas.
Diretrizes e objetivos que pertencem ao suprimento de alimentos e nutrição, incluindo recomendações para dieta saudável.
A interação de duas ou mais pessoas ou organizações, que é direcionada para um objetivo comum, mutuamente benéfico. Uma situação de trabalho ou de atuação em conjunto com um propósito ou benefício comum, i. é, uma ação conjunta.
Período de tempo a partir de 2001 até 2100 da era comum.
Procedimentos formais governamentais ou voluntários e padrões exigidos por hospitais e saúde ou outras instalações de saúde visando o aprimoramento operacional e a proteção do consumidor.
Organizações representativas de áreas especializadas que são aceitas como autoridades; podem ser não governamentais, universidades ou uma organização independente de pesquisa, por ex. Academia Nacional de Ciências etc.
Fatores sociais e econômicos que caracterizam o indivíduo ou o grupo dentro da estrutura social.
Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.
Seguros que cobrem assistência médica; cirúrgica ou hospitalar; usar para aspectos gerais ou quando não houver descritor específico. Seguro voluntário de saúde é aquele cujos beneficiários contribuem voluntariamente para o prêmio correspondente e gozam dos benefícios do mesmo.
Decisões individuais ou da sociedade sobre a distribuição equitativa de recursos disponíveis.
Conversações com indivíduos ou com grupo de pessoas a fim de obter informações acerca da formação pessoal e outros dados biográficos, suas atitudes e opiniões, etc. Inclui entrevistas de admissão em escolas ou em empregos.
Conhecimento, atitudes e comportamentos associados, que fazem parte dos tópicos relacionados com a saúde, como doenças e PROCESSOS PATOLÓGICOS, sua prevenção e tratamento. Este termo refere-se a trabalhadores da área da saúde (PESSOAL DE SAÚDE) ou não.
Organizações mantidas por doações com provisões para manutenção futura.
Exploração através da adulteração de fatos ou dissimulação dos propósitos do explorador.
Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Serviços de saúde requeridos por uma população ou comunidade; inclui a avaliação e a identificação das necessidades percebidas pelo grupo, calculadas através de critérios e métodos científicos.
Grupos organizados atuando como assessores no planejamento de atividades de saúde.
Pesquisa que envolve a aplicação das ciências naturais, especialmente a biologia, fisiologia à medicina.
Inadequação dos meio econômicos do indivíduo ou família para sua realização na sociedade, frequentemente decorrente de mecanismos e práticas de exploração econômica, social e cultural.
Sistema de governo no qual os meios de produção e distribuição de bens são controlados pelo Estado.
Serviços externos contratados por uma instituição através de acordo financeiro formal.
A educação em saúde objetiva desenvolver nas pessoas um sentido de responsabilidade, como indivíduo, membro de uma família e de uma comunidade, para com a saúde, tanto individual como coletivamente.
Representações e construções teóricas que descrevem ou explicam a estrutura e a hierarquia das relações e das interações, dentro ou entre as entidades organizacionais formais ou grupos sociais informais.
Qualquer empreendimento centralizado no processamento, montagem, produção ou negociação de uma linha de produtos, serviços, mercadorias em uma determinada área em particular, que com frequência recebe seu nome pelo produto principal. Exemplos incluem as indústrias de automóveis, da música, de editoras, de seguros e indústrias têxteis.
Sistemática de regras de fiscalização ou de princípios. Podem ser desenvolvidos por agências governamentais em qualquer nível, instituições, sociedades profissionais, juntas governamentais ou por reunião de especialistas para discussão. O texto pode ser cursivo ou em forma esquemática, mas é geralmente um guia completo para os problemas e abordagens em qualquer campo de atividade. Para guias nos campos dos cuidados de saúde e medicina clínica, GUIAS DE PRÁTICA CLÍNICA COMO ASSUNTO está disponível.
Propósitos, missões e objetivos de uma organização individual ou de suas unidades formadoras estabelecidos através de processos administrativos. Incluem planos de longo prazo da organização e filosofia administrativa.
Financiamento de cuidados de saúde fornecidos aos receptores de assistência pública.
Indivíduos que trabalham na provisão de serviços de saúde, quer como médicos individuais ou empregados de instituições e programas de saúde, profissionais de saúde treinados ou não, sujeitos ou não a regulamento público.
Pessoas responsáveis pelo desenvolvimento de políticas e supervisão da execução de planos e operações funcionais.
1) Ciência que controla ou modifica as condições, influências ou forças que rodeiam o ser humano que se relacionam a promover, estabelecer e manter a saúde. (MeSH). 2) Refere-se ao controle de todos os processos, influências e fatores físicos, químicos e biológicos que exercem ou podem exercer, direta ou indiretamente, efeito significativo sobre a saúde e bem-estar físico e mental do homem e sua sociedade.
1) Programas de vigilância elaborados para prevenir a transmissão de doenças, por qualquer via, de pessoa para pessoa ou de animal para humano (MeSH). 2) Operações e programas de monitoramento de doenças transmissíveis com o objetivo de reduzir e eliminar sua incidência e/ou prevalência. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Níveis de excelência que caracterizam os serviços ou cuidados de saúde prestados baseados em normas de qualidade.
Atividade envolvida na transferência de mercadorias do produtor para o consumidor ou em troca de serviços.
Refere-se àquelas ações destinadas para a execução das recomendações contidas em planos e programas de saúde.
Leis e regulamentos relativos ao processamento industrial e comercialização de alimentos.
Ciência da utilização, distribuição e consumo de serviços e materiais.
Total pago pela organização ou instituição de saúde pelos medicamentos. É um componente do preço final que é repassado ao consumidor (TAXAS, TAXAS DE PRESCRIÇÃO OU FARMACÊUTICA).
Promoção e proteção dos direitos de paciente, frequentemente por meio de procedimentos legais.
Violação da lei criminal, ou seja, uma violação do código de conduta especificamente sancionada pelo ESTADO, que através do PODER JUDICIÁRIO, julga e aplica penas ao criminoso.
Leis e regulamentos referentes à produção, dispensação e comercialização de medicamentos.
Democracia parlamentar com um monarca constitucional no sudeste da Ásia, consistindo em 11 estados (Malásia Ocidental) na Península Malaia e dois estados (Malásia Oriental) na ilha de BORNEO. Também é chamada Federação da Malásia. Sua capital é Kuala Lumpur. Antes de 1963 era a União da Malaia. Reorganizou-se em 1948 como Federação da Malaia, ficando independente da Malaia Britânica em 1957 e tornando-se Malásia em 1963 como uma federação de Malaia, Sabah, Sarawak e Cingapura (que se separou em 1965). A forma Malaio provavelmente deriva do Tâmil malay, montanha, com referência a sua geografia. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p715 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p329)
Qualquer tipo de pesquisa que empregue informação não numérica para explorar características individuais ou de grupo, que produz achados não acessíveis por procedimentos estatísticos ou outro meio quantitativo. (Tradução livre do original: Qualitative Inquiry: A Dictionary of Terms Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 1997)
Serviços de cuidados de assistência à saúde relacionados com a REPRODUÇÃO humana e doenças do sistema reprodutor. Os serviços são oferecidos a ambos os sexos, geralmente por médicos ou especialidades cirúrgicas, como MEDICINA REPRODUTIVA, ANDROLOGIA, GINECOLOGIA, OBSTETRICIA e PERINATOLOGIA.
Processos ou métodos de reembolso por serviços prestados ou equipamento.
Procedimentos definidos para o atendimento em desastres e a manutenção de serviços nestas situações.
Procedimento de ação ou princípio adotado ou proposto por um governo, partido, negócio ou indivíduo que se refere às interações humanas com a natureza e com os recursos naturais.
Assistência, tal como dinheiro, comida ou abrigo, dado aos necessitados, idosos, ou vítimas de desastres. É geralmente concedida a título temporário. (Tradução livre do original: The American Heritage Dictionary, 2d college ed) Usar para documentos que tratem da organização e provisão de socorro (albergues, alimentos, assistência médica, serviços de saúde pública e serviço social) em situações de desastres (DeCS/BIREME) Ato ou efeito de socorrer. Atendimento a pessoa acidentada ou atingida por mal súbito. Ajuda ou assistência vinda do exterior para comunidades que se encontram sob o efeito de um grande desastre. Equipe de bombeiros ou de pessoas capacitadas, designadas para atender a uma ocorrência (sinistro). Pedido de auxílio (Material III- Ministério da Ação Social, 1992). Assistência e/ou intervenção durante ou após um desastre, para garantir a preservação da vida e das necessidades básicas de subsistência. Pode ser de emergência ou de duração prolongada.
Método de coleta de dados e uma ferramenta da PESQUISA QUALITATIVA na qual um pequeno grupo de indivíduos é conduzido junto e permitido interagir em uma discussão de suas opiniões sobre tópicos, conclusões ou questões.
Inclui recursos humanos, financeiros, físicos e materiais necessários para atividades de promoção, prevenção e assistência a saúde.
Relação legal entre uma entidade (indivíduo, grupo, corporação, com fins lucrativos, laica, governo) e um objeto. O objeto pode ser corpóreo, como um equipamento, ou uma criação do direito, como uma patente; pode ser móvel, como um animal, ou imóvel, como um edifício.
Drogas consideradas essenciais para atingir as necessidades de saúde de uma população bem como para controlar custos dessas drogas.
República ao sul da África, a parte mais austral da África. Possui três capitais: Pretoria (administrativa), Cidade do Cabo (legislativa) e Bloemfontein (jurídica). É oficialmente a República da África do Sul desde 1960, e foi chamada de União da África do Sul entre 1910 e 1960.
Organização dos serviços de saúde com vistas à manutenção e melhoria da qualidade da atenção prestada, utilizando instrumentos técnicos e metodológicos como o planejamento e a avaliação das estratégias adotadas.
República na África oriental, sul de UGANDA e ao norte de MOÇAMBIQUE. Sua capital é Dar es Salaam. Foi formada em 1964 por uma fusão dos países de TANGANICA e ZANZIBAR.
Proteção, preservação, restauração e uso racional de todos os recursos ambientais.
Relação entre os benefícios gerados por um programa e seus custos. A razão benefício por custo é a medida do total esperado obtido por unidade de dinheiro dispendida.
Controle do uso de drogas e entorpecentes através de acordos internacionais ou de sistemas institucionais no manuseio de drogas prescritas. Isto inclui regulamentação tratando da fabricação, dispensação, aprovação (APROVAÇÃO DE DROGAS), e marketing de drogas.
Componente do DEPARTMENT OF HEALTH AND HUMAN SERVICES para supervisionar e dirigir os programas Medicare e Medicaid e os relaciona às equipes auxiliares Federais do controle de qualidade de cuidados médicos. O nome foi alterado efetivamente em 14 de junho de 2001.
Medidas estatísticas da utilização e outros aspectos da provisão de serviços de cuidado à saúde, incluindo hospitalização e cuidado ambulatorial.
O estado de estar livre de intrusão ou perturbação na vida privada de uma pessoa ou em seus negócios.
Planejamento que tem o objetivo de melhorar a saúde, melhorar a acessibilidade aos serviços de saúde e promoção da eficiência na provisão dos serviços e recursos em uma base compreensível para a comunidade inteira.
Refere-se à obtenção e administração de fundos para suprir as necessidades institucionais e a responsabilidade por assuntos fiscais.
Direitos dos indivíduos de agir e tomar decisões sem constrangimentos externos.
Departamento de gabinete do Ramo Executivo no Governo dos Estados Unidos que se ocupado da administração das agências e escritórios que contêm programas pertinentes aos serviços humanos e a saúde.
Curso ou método de ação selecionado, geralmente por uma organização, instituição, universidade, sociedade, etc., entre alternativas para guiar e determinar decisões presentes e futuras e posições em assuntos de interesse público ou social. Não inclui política interna relativa à organização e à administração dentro da corporação para a qual a ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO está acessível.
Resultado da interação de vários fatores socioeconômicos, como modernização ou urbanização, incorporando ideias e práticas. (tradução livre: Keyword Dictionary)
Atitudes e julgamentos do público em relação a uma organização ou um indivíduo.
Aplicação de fórmulas matemáticas e técnicas estatísticas para teste e quantificação das teorias econômicas e a solução de problemas econômicos.
Desenvolvimento organizacional que inclui melhorias das estruturas de gestão, processos e procedimentos, dentro de organizações, e entre diferentes organizações e setores, para atender as necessidades presentes e futuras.
A busca e aceitação por pacientes de serviços de saúde.
Gerenciamento da organização de INSTITUIÇÕES DE SAÚDE.
Doença causada em humanos por protozoários de quatro espécies do gênero PLASMODIUM: PLASMODIUM FALCIPARUM, PLASMODIUM VIVAX, PLASMODIUM OVALE e PLASMODIUM MALARIAE e transmitida pela picada da fêmea infectada do mosquito do gênero ANOPHELES. A malária é endêmica em partes da Ásia, África, Américas Central e do Sul, Oceania e em certas ilhas Caribenhas. Caracteriza-se clinicamente por exaustão extrema associada com paroxismos de FEBRE alta, SUDORESE, CALAFRIOS e ANEMIA. Em ANIMAIS, a malária é causada por outras espécies de plasmódio.
Associação com ou participação em um ato que é, ou é percebido ser, criminal ou imoral. Uma pessoa é cúmplice quando promove ou se beneficia inapropriadamente de práticas ou instituições que são moralmente ou legalmente suspeitas.
Acordo entre duas ou mais partes, especialmente as que são escritas e obrigatórias pela lei. (Tradução livre do original: American Heritage Dictionary of the English Language, 4th ed). É usado, algumas vezes, para caracterizar a natureza do relacionamento profissional-paciente.
Pessoas envolvidas em atividades no campo da saúde de um país, cuja função/papel é parte do sistema de saúde, envolvendo tanto o setor publico quanto o privado. (Rede observatório de R.H. (M.S / OPAS))
O conceito engloba assistir às comunidades rurais para identificação de suas necessidades e prioridades; desenvolver programas nacionais de vigilância, pesquisa e educação; e investigar o impacto da prática agrícola sobre fazendeiros e suas famílias e outros residentes rurais.
Constituem um sistema organizado para a provisão de cuidados de saúde num país. A gama de serviços varia de acordo com o país e inclui desde serviços preventivos até cuidados a pacientes internados ou não. (European Commission Glossary)
Indivíduos autorizados a praticar medicina.
A ampla disseminação de ideias novas, procedimentos, técnicas, materiais e dispositivos e o grau pelo qual estes são aceitos e usados.
Procedimento ou método de ação selecionado para orientar e determinar decisões presentes e futuras.
Uso de agentes biológicos em TERRORISMO. Isto abrange o uso maléfico de BACTÉRIAS, VÍRUS ou outras TOXINAS BIOLÓGICAS contra pessoas, ANIMAIS ou PLANTAS.
Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.
1) Mobilização de recursos humanos, financeiros, capitais, físicos e naturais para gerar bens e serviços. (MeSH) 2) Envolve mudanças estruturais na economia. (SP4-Saúde Ambiental)
Custo pessoal de uma doença aguda ou crônica. O custo para o paciente pode ser econômico, social ou psicológico, perda pessoal para ele mesmo, família ou comunidade imediata. O custo da doença pode se refletir no absenteísmo, produtividade, resposta ao tratamento, paz de espírito ou QUALIDADE DE VIDA. É diferente dos CUSTOS DE CUIDADOS DE SAÚDE que significam o custo social de oferecer serviços relacionados com cuidados de saúde, e não o impacto pessoal nos indivíduos.
Planejamento para uma unidade hospitalar ou para o hospital como um todo segundo as necessidades dos pacientes. Não deve ser usado para arquitetura hospitalar ou para planos de construção.
Maus-tratos deliberados de grupos de seres humanos incluindo violações dos direitos fundamentais universalmente aceitos e estabelecidos pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotados e proclamados pela Assembleia Geral das Nações Unidas, resolução 217 A (III) de 10 de dezembro de 1948.
República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.
Proqrama em que a participação é requerida.
Difusão e adoção de invenções e técnicas de uma área geográfica para outra, de uma disciplina para outra, ou de um setor da economia para outro. Por exemplo, melhorias em equipamentos médicos podem ser transferidas de países industrializados para países em desenvolvimento, os avanços decorrentes da engenharia aeroespacial podem ser aplicadas a equipamentos para pessoas com deficiência, e inovações nas ciências decorrentes de pesquisas governamentais são disponibilizadas para a iniciativa privada.
Atitudes do público em relação à saúde, doença e sistema de atendimento médico.
Medidas e programas preventivos de emergência destinados a proteger indivíduos ou a comunidade por ocasião de ataques hostis.
Leis e regulamentos, relativos ao campo da medicina, propostos para aprovação ou aprovados por um corpo legislativo.
Esforços organizados ou organizações para melhoria da saúde e bem-estar da criança.
Todas as atividades de administração, planejamento e organização de recursos humanos.
República na África oriental, ao sul da ETIÓPIA e a oeste da SOMÁLIA, com a TANZÂNIA ao sul e costa no Oceano Índico. Sua capital é Nairobi.