Farmácias: Instalações para a preparação e dispensação de drogas.Farmácia: Prática de compor e dispensar preparações medicinais.Educação em Farmácia: Instrução convencional, aprendizado e treinamento na preparação, aviamento e utilização apropriada das drogas no campo da medicina.Escolas de Farmácia: Instituições educacionais para indivíduos em especialização no campo da farmácia.Serviços Comunitários de Farmácia: Serviços farmacêuticos prestados ao público através de farmácias comunitárias.Educação de Pós-Graduação em Farmácia: Programas educacionais para farmacêuticos que tenham grau de bacharel ou um grau de Doutor em Farmácia que ingressam em um campo específico da farmácia. Eles podem conduzir a um grau avançado.Serviço de Farmácia Hospitalar: Departamento hospitalar responsável pela recepção, armazenamento e distribuição de materiais farmacêuticos.Educação Continuada em Farmácia: Programas educacionais destinados a informar os farmacêuticos diplomados sobre recentes avanços em seu campo específico.Legislação Farmacêutica: Leis e regulamentos, relativos à área da farmácia, propostos para aprovação ou aprovados por um corpo legislativo.Assistência Farmacêutica: Serviços farmacêuticos totais oferecidos por FARMACÊUTICOS qualificados. Além da preparação e distribuição de produtos médicos, podem incluir serviços de consultoria para agências e instituições que não possuírem farmacêutico qualificado. (MeSH) Conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto individual como coletivo, tendo o medicamento como insumo essencial e visando o acesso e ao seu uso racional. Este conjunto envolve a pesquisa, o desenvolvimento e a produção de medicamentos e insumos, bem como a sua seleção, programação, aquisição, distribuição, dispensação, garantia da qualidade dos produtos e serviços, acompanhamento e avaliação de sua utilização, na perspectiva da obtenção de resultados concretos e da melhoria da qualidade de vida da população. (fonte: Conselho Nacional de Saúde. Resolução número 338 de 6 de maio de 2004. Aprova a Política Nacional de Assistência Farmacêutica. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/resol_cns338.pdf)Farmacêuticos: Pessoas legalmente qualificadas, por meio de educação formal e treinamento, a desempenhar a prática em farmácia.Auxiliares de Farmácia: Pessoas que desempenham algumas funções sob a supervisão de um farmacêutico.Administração Farmacêutica: Aspectos comerciais e gerenciais de farmácia em seu sentido mais amplo.Licenciamento em Farmácia: A concessão de uma licença para praticar farmácia.Sistemas de Informação em Farmácia Clínica: Sistemas de informação, normalmente assistidos por computador, projetados para armazenar, manipular e recuperar informações para planejamento, organização, direção e controle de atividades administrativas associadas com a provisão e utilização de serviços clínicos de farmácia.Ética Farmacêutica: Princípios de conduta profissional própria relativos aos direitos e deveres do farmacêutico, relações com os pacientes e profissionais da mesma categoria, assim como ações do farmacêutico no cuidado ao paciente e as relações interpessoais com a família do paciente. (Tradução livre do original: Stedman, 25th ed)Docentes: Professores e membros do corpo administrativo com grau acadêmico em instituição de ensino.Currículo: Conjunto de estudos e práticas destinadas a que o aluno desenvolva plenamente suas possibilidades (Diccionario de la Real Academia de la Lengua Española). As matérias constantes de um curso (Dicionário Aurélio)Papel Profissional: Função esperada de um membro de uma profissão em particular.Seguro de Serviços Farmacêuticos: Seguro que cobre os custos de serviços prestados por um farmacêutico; preparo e distribuição de produtos médicos.Residências em Farmácia: Programas avançados de treinamento para atingir certos requisitos profissionais na prática de compor e dispensar preparações medicinais.Internato não Médico: Programas avançados de treinamento para responder a certas exigências em outros campos que não a medicina ou a odontologia, por exemplo, a farmacologia, a nutrição, a enfermagem, etc.Avaliação Educacional: A avaliação das realizações acadêmica ou educacional. Inclui todos os aspectos de teste e construção de teste.Comitê de Farmácia e Terapêutica: Grupo consultor composto basicamente por médicos do corpo clínico e farmacêuticos que serve de comunicação entre o corpo clínico e a farmácia hospitalar.Medicamentos sem Prescrição: Medicamentos que podem ser vendidos legalmente sem RECEITA MÉDICA.Preceptoria: Experiência prática em medicina e serviços relacionados à saúde que ocorre como parte de um programa educacional no qual o estudante em treinamento profissional trabalha fora do ambiente acadêmico sob a supervisão de um profissional estabelecido no campo específico.Prescrições de Medicamentos: Orientações escritas para a aquisição e uso de MEDICAMENTOS.Custos de Medicamentos: Total pago pela organização ou instituição de saúde pelos medicamentos. É um componente do preço final que é repassado ao consumidor (TAXAS, TAXAS DE PRESCRIÇÃO OU FARMACÊUTICA).Sociedades Farmacêuticas: Sociedades cuja associação é limitada aos farmacêuticos.Seringas: Instrumentos usados para injetar ou retirar líquidos. (Stedman, 25a ed)Revisão da Utilização de Seguros: Revisão das reivindicações das companhias de seguro para determinar a responsabilidade e a quantia de pagamento para vários serviços. A revisão também pode incluir a determinação da elegibilidade das reivindicações ou beneficiário ou do provedor do benefício; a determinação de que o benefício é coberto ou não pagável sob um outro sistema; ou a determinação de que o serviço foi necessário e de custo e qualidade razoáveis.Aprendizagem Baseada em Problemas: Uso educacional de exemplos e casos para ensinar técnicas de solução de problemas e raciocínio crítico.Serviços de Informação sobre Medicamentos: Serviços que fornecem informação e consultoria sobre drogas e produtos de uso terapêutico.Medicamentos Genéricos: Drogas cujos nomes não são protegidos por uma marca registrada e que podem ser produzidos por várias companhias. Estes nomes são conhecidos por denominação genérica de medicamentos, pois indicam sua individualidade farmacológica e terapêutica.Prescrição Eletrônica: Uso de REDES DE COMUNICAÇÃO DE COMPUTADORES para armazenar e transmitir PRESCRIÇÕES médicas.Revisão de Uso de Medicamentos: Programas formais para avaliar prescrição de medicamentos em relação a alguns padrões. A revisão de uso de medicamentos deve considerar a indicação clínica, a análise de custo-benefício e, em alguns casos, os resultados. A revisão é geralmente retrospectiva, mas algumas análises podem ser efetuadas antes dos medicamentos serem aviados (como em sistemas de computação que informam aos médicos quando as prescrições são registradas). A revisão de uso de medicamentos está delegada aos programas Medicaid iniciados em 1993.Formulários Farmacêuticos como Assunto: Trabalhos sobre listas de medicamentos ou coleções de receitas, fórmulas e prescrições para composição de preparações medicinais. Os formulários diferem de FARMACOPEIAS por serem menos completos, faltando descrições totais das drogas, suas formulações, composição analítica, propriedades químicas, etc. Nos hospitais, os formulários listam todas as drogas comumente estocadas na farmácia do hospital.Medicamentos sob Prescrição: 1) Medicamentos que não podem ser vendidos legalmente sem prescrição médica. (MeSH) 2) Medicamentos cujo uso requer a prescrição do médico ou dentista e que apresentam, em sua embalagem, tarja (vermelha ou preta) indicativa desta necessidade (fonte: Portaria n. 3916, de 30 de outubro de 1998, Brasil).Honorários Farmacêuticos: Valor cobrado ao paciente ou a terceiros por medicação prescrita. Inclui os custos dos honorários profissionais do farmacêutico e os custos de ingredientes, embalagens, etc.Programas de Assistência Gerenciada: Planos de seguros de saúde com o objetivo de reduzir custos desnecessários com cuidados de saúde através de uma variedade de mecanismos, incluindo: incentivos econômicos para médicos e pacientes para que selecionem formas de cuidados de saúde com custos mais baixos; programas que revisem a necessidade médica de serviços específicos; maior participação beneficiária dos custos; controles sobre admissão e tempo de internações; o estabelecimento de incentivos com participação nos custos para cirurgia ambulatorial; contratação seletiva com prestadores de cuidados de saúde; e a gerência intensiva para casos de cuidados de saúde de alto custo. Os programas podem ser prestados em uma variedade de formas, assim como SISTEMAS PRÉ-PAGOS DE SAÚDE e ORGANIZAÇÕES DE PRESTADORES PREFERENCIAIS.Erros de Medicação: Erros [na prescrição, aviamento ou administração dos medicamentos] que permitam o paciente não receber a medicação correta ou a dosagem indicada da própria droga.Serviços Postais: As funções e atividades desempenhadas pelo Serviço Postal norte-americano, serviços postais estrangeiros e serviços postais privados como o Federal Express.Coleta de Dados: Reunião sistemática de dados, com um objetivo específico, de várias fontes, incluindo questionários, entrevistas, observação, registros existentes e equipamentos eletrônicos.Acreditação: Certificação do cumprimento de padrões estabelecidos por organizações não governamentais solicitada voluntariamente e que se aplica a instalações, instituições ou programas por iniciativa própria (NLM). É o mais difundido internacionalmente, dos métodos de avaliação externa por pares no campo da saúde. Se define como um procedimento de avaliação integral (sistêmico) da qualidade, que procura abranger os aspectos de estrutura, processo e resultados. É voluntário, confidencial, periódico, baseado em padrões (estândares) previamente conhecidos e executado por uma entidade independente do estabelecimento avaliado. (Fonte: Manual Brasileiro de Acreditação. Glossário e Termos Técnicos. Disponível em http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/acreditacao/manual/glossario.pdf)Estados UnidosDisponibilidade de Medicamentos Via Internet: Serviços de farmácia acessados por meios eletrônicos.Competência Profissional: A capacidade para executar os deveres de uma profissão em geral ou de executar uma tarefa profissional especial com habilidade de qualidade aceitável.Controle de Medicamentos e Entorpecentes: Controle do uso de drogas e entorpecentes através de acordos internacionais ou de sistemas institucionais no manuseio de drogas prescritas. Isto inclui regulamentação tratando da fabricação, dispensação, aprovação (APROVAÇÃO DE DROGAS), e marketing de drogas.Uso de Medicamentos: Refere-se ao uso de medicamentos como o apresentado em estudos hospitalares individualizados, estudos do tipo "Food and Drug Administration", venda e consumo etc. Inclui o armazenamento de drogas e dossiês de pacientes submetidos a quimioterapia.Comércio: O intercâmbio de bens ou artigos, especialmente em uma larga escala, entre países diferentes ou entre populações dentro do mesmo país. Inclui comércio (a compra, venda ou troca de artigos no atacado ou varejo) e negócios (a compra e venda de bens para obter lucro).Ensino: O processo educacional de instrução.Farmacoeconomia: Aspectos econômicos, nos campos da farmácia e farmacologia, aplicados ao desenvolvimento e estudo da economia médica da quimioterapia e ao impacto dos medicamentos no custo dos cuidados médicos. Farmacoeconomia também inclui considerações econômicas do sistema de distribuição da assistência farmacêutica e da prescrição dos remédios, especialmente quanto ao custo-benefício.Adesão à Medicação: Cooperação voluntária do paciente na tomada de medicamentos ou remédios, conforme prescrito. Isto inclui a duração, a dosagem e a frequência.Atitude do Pessoal de Saúde: Atitudes do pessoal de saúde em relação a seus pacientes, a outros profissionais, em relação ao sistema de atendimento médico, etc.Competência Clínica: A capacidade de realizar aceitavelmente aqueles deveres diretamente relacionados ao cuidado de paciente.Rotulagem de Medicamentos: Uso de material escrito, impresso ou gráfico sobre ou acompanhando um recipiente de um medicamento ou invólucro. Inclui teor, indicações, efeitos, dosagens, vias, métodos, frequência e duração de administração, advertências, riscos, contra-indicações, efeitos colaterais, precauções e outras informações relevantes.Honorários por Prescrição de Medicamentos: A cobrança imposta no consumo de drogas ou prescrição terapêutica sob ordem escrita de um médico ou outro profissional de saúde.Medicamentos Falsificados: Drogas manufaturadas e vendidas com o intuito de forjar sua origem, autenticidade, composição química e/ou a eficácia. Os medicamentos falsificados podem conter quantidades inadequadas de ingredientes não listados na etiqueta ou na embalagem. Para enganar ainda mais o consumidor, a embalagem, o contêiner ou a etiqueta podem estar inexatos, incorretos ou falsificados.Embalagem de Medicamentos: Recipientes, embalagem e material de embalagem para medicamentos e PRODUTOS BIOLÓGICOS. Incluem aqueles em ampolas, cápsulas, comprimidos, soluções ou outras formas. A embalagem inclui recipientes imediatos, recipientes secundários e caixas. Nos Estados Unidos, tal embalagem é controlada por Lei Federal de Alimento, Medicamento e Cosmético que também determina exigências para resistência à falsificação e resistência à criança. Leis similares governam a utilização em outros lugares. (Tradução livre do original: Code of Federal Regulations, 21 CFR 1 Section 210, 1993) ROTULAGEM DE MEDICAMENTOS também está disponível.Relações Profissional-Paciente: Interações entre os funcionários da saúde e os pacientes.Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde: Conhecimento, atitudes e comportamentos associados, que fazem parte dos tópicos relacionados com a saúde, como doenças e PROCESSOS PATOLÓGICOS, sua prevenção e tratamento. Este termo refere-se a trabalhadores da área da saúde (PESSOAL DE SAÚDE) ou não.Simulação de Paciente: Uso de pessoas treinadas para aparentar sintomas ou estados de doenças reais de modo semelhante aos que ocorrem na vida real, a fim de ensinar ou avaliar a equipe médica.Desenvolvimento de Programas: Processo de formulação, implementação e avaliação de planos e programas nos âmbitos federal, estadual e/ou municipal.Educação Baseada em Competências: Programas educacionais projetados para assegurar que os estudantes possam atingir níveis de competência pré-especificados em um determinado campo ou atividade de treinamento. A ênfase está na realização ou objetivos especificados.Percepção: O processo pelo qual a natureza e o significado dos estímulos sensoriais são reconhecidos e interpretados.Programas de Troca de Agulhas: Serviços organizados para troca de agulhas e seringas estéreis usadas para injeções como um meio potencial de reduzir a transmissão de doenças infecciosas.Avaliação de Programas e Projetos de Saúde: Processo cuja finalidade é a determinação sistemática e objetiva da relevância, efetividade e impacto de políticas públicas, programas e projetos de saúde. O objetivo da avaliação é o de aperfeiçoar os programas e projetos, no sentido de orientar a distribuição de recursos humanos e financeiros. (tradução livre do original: OPAS/OMS-Evaluación de los programas de Salud; normas fundamentales. 1981, para Avaliação de Programas e Projetos de Saúde) Estudos projetados para avaliar a eficácia de programas. Incluem a avaliação de custo-eficácia e do alcance ou impacto dos objetivos cumpridos. (tradução livre do original: MeSH, para Program Evaluation)United States Government Agencies: Agências do GOVERNO FEDERAL dos Estados Unidos.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Prescrições: Instruções escritas para a obtenção e uso de PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS, DISPOSITIVOS MÉDICOS, LENTES corretivas e uma variedade de outras recomendações médicas.Composição de Medicamentos: Preparação, dosagem e montagem de uma droga.Custo Compartilhado de Seguro: Provisões de uma apólice de seguro que exige do segurado o pagamento de parcela das despesas cobertas. Algumas formas de compartilhar são, por exemplo, deduções, cosseguro, copagamentos. Custo compartilhado não se refere ou não inclui as quantias pagas em prêmios pela cobertura.Tecnologia Educacional: Identificação sistemática, desenvolvimento, organização ou utilização de recursos educacionais e o manuseio destes processos. Também é ocasionalmente usado em um senso mais limitado para descrever o uso das técnicas orientadas por equipamentos ou auxílio audiovisual no cenário educacional.Quimioterapia: Uso de MEDICAMENTOS para tratar uma DOENÇA ou seus sintomas. Um exemplo é o uso de ANTINEOPLÁSICOS para tratar o CÂNCER.Sistemas de Medicação no Hospital: Todos os sistemas tradicionais ou automáticos que fornecem medicamentos a pacientes. Os elementos desses sistemas são: manipulação da receita médica, transcrição da receita por enfermeiro ou farmacêutico, atendimento da receita médica, transferência para a unidade de enfermagem e administração da droga ao paciente.Medicare Part D: Plano independente de medicamento oferecido por seguradoras e outras companhias privadas para beneficiários que recebem (seu Medicare part A e/ou B) vantagens pelo Plano Medicare Original. Entre eles estão os Planos de Pagamento por Serviço Prestado da Medicare Privada que não oferecem cobertura para prescrição de medicamentos e os Planos de Custo Medicare que oferecem prescrição Medicare para cobertura de medicamento. O plano foi legalizado como 'Medicare Prescription Drug, Improvement and Modernization Act of 2003' com cobertura começando em 1 de janeiro de 2006.Automedicação: Autoadministração de medicação que não tenha sido prescrita por um médico, ou de maneira não supervisionada por um médico.Preparações Farmacêuticas: Drogas dirigidas para uso humano ou veterinário, apresentadas em sua formulação final. Estão incluídos aqui os materiais usados na preparação e/ou na formulação final.Contaminação de Medicamentos: Presença de organismos, ou qualquer material estranho que torna a preparação do medicamento impura.Assistência ao Paciente: Serviços prestados por profissionais e não profissionais da saúde sob a supervisão dos primeiros.Redução de Custos: Reduções no todo ou em parte dos custos de provisão de bens e serviços. Reduções podem ser para o provedor ou para o consumidor.Ocupações em Saúde: Profissões ou outras atividades comerciais dirigidas para a cura e a prevenção de doenças. Para ocupações de pessoal médico que não são médicos mas que trabalham nas áreas da tecnologia médica, fisioterapia, etc., há também OCUPAÇÕES RELACIONADAS COM SAÚDE.Comportamento Cooperativo: A interação de duas ou mais pessoas ou organizações, que é direcionada para um objetivo comum, mutuamente benéfico. Uma situação de trabalho ou de atuação em conjunto com um propósito ou benefício comum, i. é, uma ação conjunta.Cooperação do Paciente: Cooperação voluntária do paciente em seguir um esquema prescrito pelo médico.Prática Profissional: A utilização do conhecimento de uma pessoa em uma profissão particular; a prática da medicina sendo o exercício do próprio conhecimento na identificação prática e tratamento das doenças (Dorland 28a. ed). Inclui, no caso do campo da biomedicina, as atividades profissionais relacionadas aos cuidados de saúde e ao desempenho propriamente dito dos deveres relacionados à provisão dos cuidados de saúde.Escolha da Profissão: Escolha do tipo de ocupação ou profissão.Planos de Assistência de Saúde para Empregados: Planos de seguros de saúde para empregados que geralmente incluem seus dependentes, frequentemente com custos compartidos com o empregador pagando uma porcentagem.Instrução por Computador: Técnica de autoaprendizado, geralmente online, que envolve a interação do estudante com materiais instrutivos programados.Controle de Custos: A contenção, regulação ou restrição de custos [ou gastos]. Os custos se diz estarem contidos quando o valor dos recursos comprometidos com uma atividade não é considerado excessivo. Esta determinação é frequentemente subjetiva e depende da área geográfica específica da atividade que está sendo medida. (Tradução livre do original: Dictionary of Health Services Management, 2d ed)Sistemas Pré-Pagos de Saúde: Sistemas organizados, que fornecem assistência à saúde pré-paga com cinco características básicas: (1) assistência em uma área geográfica definida; (2) prestação garantida por contrato de um conjunto de serviços de tratamento e de manutenção básicos e adicionais de saúde; (3) assistência para um grupo de pessoas inscritas voluntariamente; (4) requer que os inscritos usem os serviços de prestadores cadastrados e (5) recebem reembolso através de um pré-pagamento periódico pré-determinado e fixo feito pelo inscrito sem considerar o grau de serviços prestados. (Tradução livre do original: Facts on File Dictionary of Health Care Management, 1988)Medicamentos Essenciais: Drogas consideradas essenciais para atingir as necessidades de saúde de uma população bem como para controlar custos dessas drogas.Custos de Cuidados de Saúde: Custos reais dos serviços relacionados com a oferta de cuidados de saúde, incluindo os custos de procedimentos, terapias e medicações. Diferencia-se de GASTOS EM SAÚDE, que se refere ao valor total pago pelos serviços e as taxas referentes ao total do encargo independentemente do custo.Bases de Dados Factuais: Coleções extensivas, supostamente completas, de fatos e dados armazenados do material de uma área de assunto especializada posto à disposição para análise e aplicação. A coleção pode ser automatizada através de vários métodos contemporâneos para recuperação. O conceito deve ser diferenciado de BASES DE DADOS BIBLIOGRÁFICAS que é restringida a coleções de referências bibliográficas.Benefícios do Seguro: Pagamentos ou serviços fornecidos sob determinadas circunstâncias definidas por termos da política do seguro. Em programas pré-pagos, os benefícios são os serviços que o programa vai suprir em localidades definidas e à medida da necessidade.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Aprendizagem: Mudança de comportamento relativamente duradoura que resulta da experiência passada ou da prática. O conceito inclui a aquisição de conhecimento.Competência Cultural: A competência cultural e linguística é um conjunto de comportamentos harmoniosos, atitudes e políticas que reúnem-se em um sistema, agência ou no meio de profissionais que capacita trabalho eficaz em situações interculturais. A competência implica a capacidade para funcionar eficazmente como um indivíduo e uma organização dentro do contexto das convicções culturais, comportamentos e as necessidades apresentadas por consumidores e suas comunidades.Formulários de Hospitais: Formulários utilizados na prescrição farmacêutica em hospitais.Guias como Assunto: Sistemática de regras de fiscalização ou de princípios. Podem ser desenvolvidos por agências governamentais em qualquer nível, instituições, sociedades profissionais, juntas governamentais ou por reunião de especialistas para discussão. O texto pode ser cursivo ou em forma esquemática, mas é geralmente um guia completo para os problemas e abordagens em qualquer campo de atividade. Para guias nos campos dos cuidados de saúde e medicina clínica, GUIAS DE PRÁTICA CLÍNICA COMO ASSUNTO está disponível.Má Conduta Profissional: Violação de leis, regulamentos ou padrões profissionais.Educação a Distância: Educação por meios de comunicação (correspondência, rádio, televisão, redes de computador) com pequeno ou nenhum contato face-a-face entre os estudantes e professores.Modelos Educacionais: Modelos teóricos que propõem métodos para o aprendizado ou para o ensino, como base ou como suplemento para mudanças de atitude ou de comportamento. Estas intervenções educacionais são usualmente aplicadas nas áreas de educação sanitária e do paciente, mas não se restringem aos cuidados com o paciente.Critérios de Admissão Escolar: Requisitos para a seleção de estudantes para a admissão em uma instituição acadêmica.Aconselhamento: Aconselhar e assistir indivíduos com problemas pessoais ou educacionais.Comunicação: A troca ou transmissão de ideias, atitudes ou crenças entre indivíduos ou grupos.Internet: A confederação livre de redes de comunicação de computadores ao redor do mundo. As redes que compõem a Intenet são conectadas através de várias redes centrais. A internet proveio do projeto ARPAnet do governo norte-americano e foi projetada para facilitar a troca de informações.Distância Social: O grau de proximidade ou aceitação que um indivíduo sente em relação a outro indivíduo ou a um grupo.Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos: Distúrbios que resultam do uso intencional das PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS. Neste descritor estão incluídas uma ampla variedade de condições adversas induzidas quimicamente devido à toxicidade, INTERAÇÕES DE MEDICAMENTOS e efeitos metabólicos de compostos químicos.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Relações Interprofissionais: A interação recíproca entre dois ou mais profissionais.Setor Privado: Aquela porção distinta da estrutura institucional, industrial ou econômica de um país que é controlada ou pertencente a interesses privados não governamentais.Estudantes de Enfermagem: Indivíduos matriculados em uma escola de enfermagem ou em um programa de educação formal que leva à graduação em enfermagem.Pesquisas sobre Serviços de Saúde: Medidas estatísticas da utilização e outros aspectos da provisão de serviços de cuidado à saúde, incluindo hospitalização e cuidado ambulatorial.Custos e Análise de Custo: Custos absolutos, comparativos ou diferenciais de serviços, instituições, recursos etc., ou a análise e estudo destes custos.Fluxo de Trabalho: Descrição do padrão de funções ou procedimentos recorrentes frequentemente encontrado em processos organizacionais, como notificação, decisão e ação.Universidades: Instituições educacionais que promovem facilidades para o ensino e a pesquisa e autorizadas a conceder os graus acadêmicos.Farmacologia Clínica: Ramo de farmacologia que lida diretamente com a eficácia e a segurança das drogas [usadas] em humanos.Anticoncepcionais Hormonais Pós-Coito: Anticoncepcionais pós-coito que devem sua eficácia às preparações hormonais.TennesseeMedicaid: Programa federal, criado pela Public Law 89-97, Title XIX, em 1965 retificando o Social Security Act, administrado pelos estados, que estabelece os benefícios de cuidados de saúde a pessoas indigentes e pessoas medicamente indigentes.Formulário de Reclamação de Seguro: Projeto e preenchimento de formulários para o segurado.Indústria Farmacêutica: O segmento de empresas comerciais dedicado ao projeto, desenvolvimento e fabricação de produtos químicos para uso no diagnóstico e tratamento de doenças, deficiências ou outras disfunções ou para melhorar as funções orgânicas e corporais.Educação de Pacientes como Assunto: Ensino e treinamento de pacientes em relação às suas próprias necessidades de saúde.CaliforniaIndianaCertificação: Cumprimento de um conjunto de padrões definidos por organizações não governamentais. A certificação é solicitada voluntariamente por indivíduos e quando obtida representa um status profissional, ex., a certificação para uma especialidade médica (NLM). Processo denominado também como acreditação profissional e que consiste em reconhecer a uma pessoa que preenche os requisitos de estudo e prática para o livre exercício profissional na área de responsabilidade, seja em nível de medicina geral, especializada, ou de qualquer área profissional ou técnica em saúde. Este processo se aplica a indivíduos que completaram sua formação de técnico de nível médio, nível superior, ou pós-título.Anticoncepção Pós-Coito: Meios de intervenção pós-coito para evitar a gravidez, como a administração de ANTICONCEPTIVOS PÓS-COITO para impedir a FERTILIZAÇÃO de um ovo ou implantação de um óvulo fertilizado (IMPLANTAÇÃO DO ÓVULO FECUNDADO).Salários e Benefícios: Refere-se à remuneração ou benefícios assegurados a um empregado.Teste de Admissão Acadêmica: Teste destinado a identificar estudantes capacitados para a admissão em um currículo graduado ou não graduado.Projetos Piloto: Pequenas escalas-testes de métodos e procedimentos a serem utilizados em uma escala aumentada se o estudo piloto demonstrar que esses métodos e procedimentos podem ser trabalhados.Sistemas de Notificação de Reações Adversas a Medicamentos: Sistemas desenvolvidos para coleta de dados de reações adversas a medicamentos por agências governamentais, fabricantes, hospitais, médicos e outras fontes.Registros como Assunto: Documentos por escrito que atestam a autenticidade da ocorrência de algum evento com importância legal. O conceito inclui certidões de nascimentos, mortes, etc., bem como registros médicos, hospitalares e de outras instituições.Reconciliação de Medicamentos: Processo formal de obtenção de uma lista completa e precisa de cada medicação em uso por um paciente em casa, incluindo as indicações de nome, dosagem, frequência e via de administração, e comparação da admissão, transferência e/ou finalização do medicamento. O ajuste de medicamentos é feito para evitar erros de medicação.Área de Atuação Profissional: Área geográfica na qual um profissional atua; refere-se principalmente a médicos e dentistas.Serviços de Saúde Rural: Serviços de saúde, públicos ou privados, em áreas rurais. Os serviços abrangem a promoção da saúde e a distribuição de cuidados de saúde.Mídias Sociais: Plataformas que fornecem a habilidade e as ferramentas para criar e publicar informação acessada via INTERNET. Geralmente, estas plataformas possuem três características com conteúdo gerado pelo usuário, alto grau de interação entre o criador e o usuário e facilmente integrado com outros sites.Condutas na Prática dos Médicos: Condutas na prática médica relacionadas ao diagnóstico e tratamento de acordo com o custo do serviço requisitado e proporcionado.Objetivos Organizacionais: Propósitos, missões e objetivos de uma organização individual ou de suas unidades formadoras estabelecidos através de processos administrativos. Incluem planos de longo prazo da organização e filosofia administrativa.Privacidade: O estado de estar livre de intrusão ou perturbação na vida privada de uma pessoa ou em seus negócios.Abuso de Substâncias por Via Intravenosa: Abuso, uso excessivo, ou mau uso de uma substância, através de uma injeção em uma veia.