Ácido bromídrico (HBr): solução gasosa de brometo de hidrogênio em água.
Compostos cetiltrimetilamônio que possuem atividades desinfetantes, antissépticas e de detergente catiônico. É utilizado como conservante em fármacos, alimentos e cosméticos; como antisséptico e limpador de pele e mucosas, além de emulsificante. Esses compostos são tóxicos quando administrados oralmente por propiciarem bloqueio neuromuscular.
Substâncias que modificam a tensão superficial da água. Costumam ser substâncias que apresentam um grupo lipofílico e outro hidrofílico na [mesma] molécula; incluem sabões, detergentes, emulsificantes, dispersantes e umectantes, e vários grupos de antissépticos.
Agente tripanocida e possível agente antiviral que é bastante usado em biologia celular e bioquímica experimental. O etídio tem várias propriedades úteis experimentalmente, incluindo a ligação aos ácidos nucleicos, inibição não competitiva dos receptores nicotínicos da acetilcolina, e fluorescência, entre outras. É usado mais comumente como brometo.
Derivados de compostos de amônio (NH4+ Y-), em que todos os quatro átomos de hidrogênio (ligados ao nitrogênio) foram substituídos por grupos hidrocarbila (NR4+ Y-). São diferentes das IMINAS (RN=CR2).
8-hidroxiquinolinóis clorados no(s) átomo(s) de carbono de número 5 e/ou 7. São bactericidas, antiprotozoários e antidiarreicos, especialmente na amebíase, e também tem sido usados como antisseborreicos. Os compostos são principalmente usados topicamente, mas também têm sido usados como aditivos de rações animais. Podem causar neuropatia óptica e outras neuropatias, e são administrados mais frequentemente em combinação com outros agentes.