Campo da medicina voltado para a forma física e para o diagnóstico e tratamento das lesões advindas com a prática de exercício e atividades esportivas.
Uso ilegítimo de substâncias para atingir efeitos desejados em esportes de competição. Inclui humanos e animais.
Traumatismos que ocorrem durante a participação em esportes competitivos ou não competitivos.
Jogos nos quais os jogadores usam uma raquete para golpear uma bola ou objeto similar.
Equipamento necessário para se ocupar de um esporte (como bolas, bastões, raquetes, esquis, patins, cordas, pesos) e dispositivos para a proteção de atletas durante o desempenho deles (como máscaras, luvas, protetores de boca).
Indivíduos que possuem habilidades desenvolvidas, energia física e força, ou quem pratica esportes ou outras atividades físicas.
Execução de rotinas ou procedimentos físicos específicos por uma pessoa treinada ou qualificada em atividade física. A execução é influenciada pela combinação de fatores fisiológicos, psicológicos e sócio-culturais.
Esportes realizados em uma pista, campo ou arena e incluem corridas e outras competições, tais como polo a cavalo, tiro, etc.
Esporte de competição por equipes jogado em um campo retangular. Esta é a versão americana ou canadense do jogo e também inclui a forma conhecida como rugby. Não inclui o futebol não americano (FUTEBOL).
Jogo no qual uma bola inflável arredondada é avançada por chutes ou é propelida com qualquer parte do corpo, exceto mãos ou braços. O objetivo do jogo é colocar a bola no gol oposto.
Esporte competitivo por equipes jogado em uma quadra retangular contendo uma cesta elevada em cada extremidade.
Atividades esportivas na neve.
Esporte de neve que usa esquis para deslizar sobre a neve. Não inclui esqui aquático.
Atividades nas quais os participantes aprendem autodefesa principalmente através do uso do combate corpo-a-corpo. O judô implica em arremessar um oponente ao solo, enquanto o karatê (que inclui kung-fu e tae-kwon-dô) envolve chutar e socar um oponente.
Instalações que têm programas que pretendem promover e manter um estado de bem-estar físico para ótimo desempenho e saúde.
Jogo praticado por dois ou quatro jogadores com raquetes e uma bola elástica em uma quadra de nível dividida por uma rede baixa.
Traumatismos do joelho ou junção do joelho.
Termo coletivo para lesões de ligamentos e músculos, sem deslocamento ou fratura. Um entorse é uma lesão de articulação em que algumas das fibras de um ligamento de suporte são rompidas, mas a continuidade do ligamento permanece intacta. Uma distensão é um superesticamento ou tarefas excessivas de alguma parte da musculatura.
Agentes que aumentam a capacidade de desenvolver atividades como atletismo, resistência mental, trabalho e resistência a estresse. Estão incluídos MEDICAMENTOS SOB PRESCRIÇÃO, SUPLEMENTOS DIETÉTICOS, compostos fitoquímicos e DROGAS ILÍCITAS.
Termo não específico usado para descrever alterações transitórias ou perda de consciência após traumatismos cranianos fechados. A duração da INCONSCIÊNCIA geralmente dura alguns segundos, porém podendo persistir por várias horas. As concussões podem ser classificadas como leve, intermediária e severa. Os períodos prolongados de inconsciência (geralmente definidos como maior que 6 horas de duração) podem ser referidos como COMA PÓS-TRAUMATISMO DA CABEÇA. (Tradução livre do original: Rowland, Merritt's Textbook of Neurology, 9th ed, p418)
Programa de instruções para o cuidado e desenvolvimento do corpo, frequentemente em escolas. O conceito não inclui exercícios prescritos, que são TERAPIA POR EXERCÍCIO.
Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo a perna.
Jogo no qual dois grupos de jogadores providos com tacos curvos ou recurvados procuram dirigir a bola ou disco de borracha através da meta oposta. Isto se aplica tanto para o hóquei no gelo como para o hóquei no campo.
Esporte praticado por duas pessoas no qual os punhos são habilidosamente utilizados para atacar e defender.
Dispositivos ou peças de equipamento colocados dentro ou em volta da boca ou fixos a instrumentos para proteger tecidos externos ou internos da boca e dentes.
Campo da medicina veterinária que se ocupa com APTIDÃO FÍSICA de animais nos esportes (corrida de cavalo, corrida de cachorros, etc.) e o diagnóstico e tratamento de lesões em animais.
Atividade envolvida com o prazer.
Esporte que consiste de combate corpo a corpo entre dois concorrentes desarmados procurando encurralar ou pressionar o ombro do outro ao chão.
Atividades ou jogos jogados por PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, que geralmente requerem esforço ou habilidade física. As atividades ou jogos podem ser especificamente criadas ou baseadas em esportes existentes, com ou sem modificações, para alcançar as necessidades das pessoas com deficiências físicas ou intelectuais.
Atividade física geralmente regular e feita com a intenção de melhorar ou manter a APTIDÃO FÍSICA ou a SAÚDE. É diferente de ESFORÇO FÍSICO que é voltado principalmente para as respostas fisiológicas e metabólicas ao uso da energia.
Esporte competitivo com equipes de nove membros que inclui o softbol.
Lesão ou ferida do tornozelo ou junção dos tornozelos, normalmente causada por uma fonte externa.
Síndrome clínica que descreve o uso excessivo de tendões lesionados, caracterizada por uma combinação de DOR, inchaço difuso ou localizado e desempenho prejudicado. A diferença entre tendinose e tendinite é clinicamente difícil e só pode ser feita após avaliação histopatológica.
Esporte envolvendo técnicas de escalada de montanha.
Dano ou trauma causado no olho por instrumentos externos. O conceito inclui ambas as lesões de superfície e lesões intraoculares.
Ligamento resistente localizado no joelho que se origina a partir da porção posteromedial do côndilo lateral do fêmur, passando anteriormente e inferiormente entre os côndilos e ligando-se à depressão encontrada na área anterior da eminência intercondilar da tíbia.
Atividade em que o corpo é impulsionado por movimentos rápidos das pernas. A corrida é realizada em ritmo moderado a rápido, devendo ser distinguido de CORRIDA MODERADA, que é realizado com ritmo muito mais lento.
Exercício físico sistemático. Isto inclui calistenia, um sistema de ginástica leve para promover força e graça na postura.
A disputa entre os indivíduos por suas necessidades básicas ou por um objetivo comum.
A área geográfica de Great Lakes em geral e quando o estado específico ou estados não são indicados. Normalmente inclui Illinois, Indiana, Michigan, Minnesota, New York, Ohio, Pennsylvania e Wisconsin.
Usando patins de gelo, patins de rodas ou pranchas em corrida ou outra competição ou para recreação.
Dispositivos individuais para proteção dos olhos contra impactos, objetos, iluminação ofuscante, líquidos ou radiação prejudicial.
Traumatismos gerais ou não específicos que envolvem o braço.
Uso voluntário do tempo livre para atividades fora da rotina diária.
Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.
Instituições educacionais.
Sistema de classificação para avaliar o impacto da severidade dos ferimentos, desenvolvido e publicado pela Associação Americana de Medicina Automotiva. É o sistema de escolha para codificar ferimentos únicos e é a base para métodos de avaliação de ferimentos múltiplos ou para avaliação dos efeitos cumulativos de mais de um ferimento. Estes incluem ERL Máximo (ERLM/MAIS), Escore da Severidade do Ferimento (ESF/ISS) e Escore da Probabilidade de Morte (EPM/PODS).
Habilidade de desempenhar tarefas diárias e atividades físicas em um estado altamente funcional, frequentemente como resultado de condicionamento físico.
Transtornos dolorosos e prejudiciais causados pelo uso excessivo ou atividade excessiva de alguma parte do sistema musculoesquelético, geralmente resultante de atividades físicas relacionadas ao trabalho. Caracterizam-se por inflamação, dor ou disfunção de articulações, ossos, ligamentos e nervos envolvidos.
Fratura ou rompimento traumático ou forçoso de um órgão ou outra parte macia do corpo.
Traumatismos envolvendo a coluna vertebral.
Bebidas consumidas como estimulantes e tônicos. Geralmente contêm uma combinação de CAFEÍNA com outras substâncias como suplementos vegetais, VITAMINAS, AMINOÁCIDOS e açúcar ou derivados de açúcar.
Esporte de equipe em que dois times jogam uma bola de um lado para outro acima de uma rede alta usando suas mãos.
Atividade física de um humano ou de um animal como um fenômeno comportamental.
Traumatismos das cordas fibrosas do tecido conjuntivo que unem músculos aos ossos ou outras estruturas.
A provisão de recursos monetários incluindo dinheiro ou crédito e capital; capital ou dinheiro obtido ou fornecido por uma aquisição ou empreendimento e dos fundos assim obtidos.
Jogo cujo objetivo é fazer cair uma bola em cada um de 9 ou 18 buracos sucessivos em um campo de golfe usando o menor número de tacadas possível.
Escala de severidade anatômica, baseada na Escala Resumida de Ferimentos (EAF/AIS) e desenvolvida especificamente para escores de ferimentos traumáticos múltiplos. Tem sido usada como um preditor de mortalidade.
O uso da bicicleta para transporte ou recreação. Isto não inclui o uso da bicicleta no estudo das respostas corporais aos exercícios físicos (TESTE ERGOMÉTRICO DE BICICLETA ver TESTE DE ESFORÇO).
Lesões de outros tecidos que não sejam ossos. O conceito é normalmente geral e não se refere normalmente a vísceras ou órgãos internos. O significado completo se refere a regiões ou órgãos em que os tecidos moles (músculos, gordura, pele) devem ser diferenciados de ossos ou tecidos ósseos, como "lesões dos tecidos moles da mão".
Área de recreação ou de higiene para uso público.
Estes compostos estimulam o anabolismo e inibem o catabolismo. Estimulam o desenvolvimento de massa muscular, força e potência.
Exame endoscópico, terapia e cirurgia das articulações.
Estudo dos PROCESSOS NUTRICIONAIS durante EXERCÍCIO e DESEMPENHO ATLÉTICO, bem como NECESSIDADES NUTRICIONAIS de ATLETAS e a relação entre ESTADO NUTRICIONAL e TRANSTORNOS NUTRICIONAIS em atletas.
Os danos traumáticos ou de outro tipo que afetam os dentes, incluindo fraturas (FRATURAS DENTÁRIAS) ou luxações (LUXAÇÕES DENTÁRIAS).
Grupo de ilhas no sudoeste do Pacífico. Sua capital é Wellington. Foi descoberta pelo explorador holandês Abel Tasman em 1642 e circunavegada por Cook em 1769. Colonizada em 1840 pela Companhia da Nova Zelândia, tornou-se uma colônia da coroa britânica em 1840 até 1907 quando seu estado colonial foi encerrado. Nova Zelândia é uma forma anglicizada parcial do nome holandês original Nieuw Zeeland, nova terra do mar, possivelmente com referência a província holandesa de Zeeland. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p842 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p378)
Dispositivos individuais para proteção da cabeça contra impactos, penetração de objetos, choques elétricos e queimaduras leves.
Dispositivos destinados à proteção individual contra agressões a indivíduos expostos a riscos na indústria, esportes, aviação ou em suas atividades cotidianas.
Líquidos que são apropriados para beber. (tradução livre do original: Merriam Webster Collegiate Dictionary, 10th ed)
Traumatismos gerais ou inespecíficos do pescoço. Estão incluídos traumatismos da pele, músculos e outros tecidos moles do pescoço.
Projeto, desenvolvimento, fabricação e operação de AERONAVES mais pesadas que o ar.
Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo o pé.
Perda de estabilidade de uma articulação ou de uma prótese articular. Os fatores envolvidos são doença intra-articular e integridade das estruturas extra-articulares tais com cápsula articular, ligamentos e músculos.
Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo os dedos.
Refere-se às condições criadas para que mergulhadores e homens-rãs possam trabalhar em ambiente subaquático e as consequências delas (as condições) sobre a saúde do ser humano.
Fita de tecido fibroso que liga o ápice da PATELA à parte inferior do tubérculo da TÍBIA. Na realidade, o ligamento é a continuação caudal do tendão comum do QUADRÍCEPS FEMORAL, estando a patela implantada no tendão. Assim, o ligamento patelar pode ser considerado como uma conexão entre tendão do quadríceps femoral e tíbia; assim, às vezes é denominado tendão patelar.
Fraturas em ossos.
Reconstrução do LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR para restaurar a estabilidade funcional do joelho. Usam-se frequentemente TRANSPLANTE AUTÓLOGO ou TRANSPLANTE HOMÓLOGO.
Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.
Lesões que resultam em hemorragias, geralmente manifestadas na pele.
Toda resposta ou ação observável de um adolescente.
Lesões gerais ou inespecíficas aos tecidos macios ou porções ósseas da face.
A distância e direção para qual uma articulação óssea pode ser estendida. A amplitude de movimento é uma função da condição das articulações, músculos e tecidos conjuntivos envolvidos. A flexibilidade da articulação pode ser melhorada através de EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO MUSCULAR apropriados.
Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Detecção de abuso, uso excessivo ou uso errôneo de drogas, incluindo drogas legais e ilegais. O método usual de detecção é a triagem da urina.
Retorno parcial (ou completo) ao normal (ou a atividade fisiológica adequada) de um órgão (ou parte) após doença ou trauma.
Isômero 17-alfa de TESTOSTERONA, derivado da PREGNENOLONA através da via esteroide delta-5 e da via 5-androsteno-3-beta, 17-alfa-diol. A epitestosterona atua como um antiandrógeno em vários tecidos-alvo. A taxa entre testosterona/epitestosterona é utilizada para monitorar o abuso de drogas anabólicas.
Líquidos restituídos (artificialmente) ao corpo para manter o equilíbrio hidroeletrolítico normal.
Lesões genéricas ou inespecíficas envolvendo o quadril.
Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.
Indústria preocupada com o processamento, preparo, preservação, distribuição e o ato de servir comidas e bebidas.
Os MÚSCULOS, ossos (OSSO E OSSOS) e cartilagens (CARTILAGEM) do corpo.
Cordões fibrosos de TECIDO CONJUNTIVO que unem ossos uns aos outros e mantêm reunidos os vários tipos de articulações do corpo. Os ligamentos articulares são fortes, elásticos e permitem movimento apenas em direções específicas, dependendo da articulação particular.
Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo a face e mandíbula (tanto superior, inferior ou ambas).
Lesões traumáticas envolvendo o crânio e estruturas intracranianas (i. é, CÉREBRO; NERVOS CRANIANOS; MENINGES e outras estruturas). As lesões podem ser classificadas de acordo com o crânio ser penetrado ou não (i. é, penetrante vs. não penetrante), ou se houver hemorragia associada.
Cordão fibroso que conecta os músculos na parte posterior da batata da perna até o CALCÂNEO.
Corrida a baixa velocidade. Pode ser feito para condicionamento [físico] ou para saúde e bem-estar gerais.
Aparelho ortopédico (órtese) usado para suportar, alinhar ou manter partes do corpo em posição correta. (Dorland, 28a ed)
Comportamentos através dos quais os indivíduos protegem, mantém e promovem o próprio estado de saúde. Por exemplo, dieta e exercícios apropriados são vistos como atividades que influenciam o estado de saúde. O estilo de vida está intimamente relacionado com a comportamento saudável e é, por sua vez, influenciado por fatores socioeconômicos, educacionais e culturais.
Estruturas administrativas e funcionais cujo propósito é a sistematização de atividades coletivas para um fim particular.
Regime ou plano de atividades físicas concebido e prescrito para alcançar objetivos terapêuticos específicos. Seu propósito é restaurar a função musculosquelética normal ou reduzir dores causadas por doenças ou lesões.
Ocasiões em que se comemora um evento ou que são criadas com um propósito específico.
Menor continente e um país independente que abrange seis estados e dois territórios. Sua capital é Canberra.
Atividade em que o corpo é propelido através da água por movimentos específicos dos braços e/ou das pernas. A natação como propulsão através da água, pelo movimento dos membros, cauda ou barbatanas de animais é frequentemente estudada como uma forma de ESFORÇO FÍSICO ou de resistência.
Traumatismos gerais ou inespecíficos da mão.
Instituições educacionais que promovem facilidades para o ensino e a pesquisa e autorizadas a conceder os graus acadêmicos.
Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.
Movimentos corporais rítmicos e padronizados que são geralmente executados de acordo com uma música.
Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.
Procedimentos utilizados para tratar e corrigir deformidades, doenças e lesões do SISTEMA MUSCULOSQUELÉTICO, articulações e estruturas associadas.
Inspeção sistemática e minuciosa do paciente para sinais físicos de doença ou anormalidade.
Propriedades, processos e comportamento de sistemas biológicos sob ação de forças mecânicas.
Largas embarcações impulsionadas por energia ou velas usadas para transporte em rios, mares, oceanos ou outras águas navegáveis. Barcos são embarcações menores impulsionadas por remos, pás, velas ou energia; eles podem ou não ter um convés.
Desenvolvimento deficiente ou degeneração de uma porção das VÉRTEBRAS, geralmente na parte interarticular (a ponte óssea entre as facetas das articulações superior e inferior das VÉRTEBRAS LOMBARES), levando à ESPONDILOLISTESE.
Processo patológico mecânico que pode levar a falhas no quadril. É causado por anormalidades do ACETÁBULO e/ou FÊMUR combinadas com movimento intenso do quadril que levam a colisões repetitivas que danificam as estruturas de tecido mole.
Danos infligidos no corpo como resultado direto ou indireto de uma força externa, com ou sem rompimento da continuidade estrutural.
Cadeiras montadas sobre rodas e desenhadas para serem impulsionadas pelo ocupante.
Estilo ou modo típico de viver que caracteriza um indivíduo ou grupo. (Tradução livre do original: From APA, Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed)
Nível habitual de atividade física menor do que 30 minutos de atividade de intensidade moderada na maioria dos dias da semana.
Articulação entre a cabeça do ÚMERO e a cavidade glenoide da ESCÁPULA.
Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.
Conexão articular sinovial formada entre os ossos do FÊMUR, TÍBIA e PATELA.
Porção da perna em humanos e outros animais encontrada entre o QUADRIL e o JOELHO.
Seguros que cobrem traumatismos físicos sofridos como resultado de circunstâncias inevitáveis.
Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.
Promoção da saúde é o processo de capacitação do indivíduo em melhorar e controlar sua saúde. Para alcançar o estado de completo bem-estar físico, mental e social, um indivíduo ou grupo deve ser capaz de identificar aspirações, satisfazer necessidades e mudar ou lidar com seu ambiente. Saúde é vista, portanto, como um meio de vida e não um objetivo. Política de promoção de saúde envolve abordagens diversas, mas complementares, levando em conta as diferenças sociais, culturais e econômicas de cada país. (Ottawa Charter 1986)
Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.
Traumatismos do punho ou das articulações do punho.
Relacionamento formal estabelecido entre organizações independentes. Inclui acordos de afiliação, entrelaçamento de conselhos (boards interlocking), controle comum, associações de hospitais de escolas médicas, etc.
Gasto de energia durante ATIVIDADE MOTORA. A intensidade do esforço pode ser medida pela taxa de CONSUMO DE OXIGÊNIO, CALOR produzido ou FREQUÊNCIA CARDÍACA. O esforço percebido, uma medida psicológica do esforço, também é incluído.
Forma de entretenimento interativo no qual o jogador controla imagens geradas eletronicamente exibidas em uma tela de vídeo. Isto inclui os jogos de 'videogame' jogados em casa, em máquinas especiais ou em computadores caseiros, e aqueles jogados em fliperamas.
Estado competitivo em mulheres atletas em que há inter-relações com problemas de TRANSTORNOS DA ALIMENTAÇÃO, AMENORREIA e OSTEOPOROSE.
Atividade envolvida na transferência de mercadorias do produtor para o consumidor ou em troca de serviços.
Fisiologia nutricional relacionada a EXERCÍCIO ou ao DESEMPENHO ATLÉTICO.
Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.
Articulação deslizante, formada pela extremidade externa da CLAVÍCULA e pela margem interna do acrômio da ESCÁPULA.
Morte que ocorre como resultado de anoxia ou parada cardíaca, associada com imersão em líquido.
Envolvimento em atividades ou programas comunitários.
Região juncional externa localizada entre a parte mais baixa do abdome e a coxa.
Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.
Categorias particulares da estrutura corporal, determinada em bases de certas características físicas. Os três tipos corporais básicos são ectomorfo (físico magro), endomorfo (físico arredondado) e mesomorfo (físico atlético).
Medidas específicas de socorro imediato a uma vítima, desenvolvidas por pessoal adestrado, enquanto se aguarda a chegada do médico ou equipe especializada que a conduza ao hospital. (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)
A transmissão e reprodução de imagens transitórias de objetos fixos ou móveis. Um sistema eletrônico para transmissão de tais imagens junto com som por um fio ou através do espaço por aparato que converte luz e som em ondas elétricas e os reconverte em raios claros visíveis e som audível.
Afecção caracterizada por dor em ou próxima ao epicôndilo umeral lateral ou na massa do músculo extensor do antebraço como resultado de um esforço não usual. Ela ocorre em jogadores de tênis assim como em donas de casa, artesãos e violinistas.
Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.
Inflamação dos tecidos duros da planta do pé (fáscia plantar) causando dor no CALCANHAR. A fáscia plantar (também denominada aponeurose plantar) são faixas de tecido fibroso que se estende da tuberosidade calcânea até os DEDOS DO PÉ. A etiologia da fasciíte plantar permanece controversa, mas é provável que envolva um desequilíbrio biomecânico. Embora se manifesta com frequência com o ESPORÃO DO CALCÂNEO, não parecem estar relacionados.
O ato ou prática de chamar a atenção pública para um produto, serviço, necessidade, etc., especialmente por anuncios pagos em jornais, revistas, no rádio ou na televisão.
Sistemas para avaliar, classificar e codificar lesões. Esses sistemas são utilizados em registros médicos, sistemas de vigilância e registros estaduais e nacionais para ajudar na coleta e relato do trauma.
Articulação formada pelas superfícies articulares inferior e maleolar da TÍBIA, a superfície articular maleolar da FÍBULA e superfícies maleolares medial, lateral superior do TÁLUS.
Retomada da rotina de trabalho normal seguida de um intervalo de ausência devido a um ferimento, incapacidade ou outros motivos.
Ausência de exposição a perigo e proteção contra a ocorrência ou risco de lesão ou perda. Sugere precauções ideais no ambiente de trabalho, na rua, no lar, etc., e inclui segurança pessoal assim como a segurança de propriedade.
Morte natural rápida e inesperada devido a colapso cardiovascular dentro de uma hora dos sintomas iniciais. Geralmente é causada pela piora de cardiopatias existentes. O início súbito dos sintomas, como DOR NO PEITO e ARRITMIAS CARDÍACAS, particularmente TAQUICARDIA VENTRICULAR, pode levar a perda de consciência e parada cardíaca seguida de morte biológica (Tradução livre do original: from Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine, 7th ed., 2005).
Estado no sudeste da Austrália, o estado mais ao sul. Sua capital é Melbourne. Foi descoberta em 1770 pelo Capitão Cook e povoada primeiro por imigrantes da Tasmânia. Em 1851 foi desconectada de Nova Gales do Sul como uma colônia separada. Um governo autônomo foi introduzido em 1851 e tornou-se um estado em 1901. Foi assim denominada em homenagem à Rainha Victoria em 1851.
Subtipo de músculo estriado fixado por TENDÕES ao ESQUELETO. Os músculos esqueléticos são inervados e seus movimentos podem ser conscientemente controlados. Também são chamados de músculos voluntários.
Preparação que consiste em um concentrado de PLAQUETAS em um volume limitado de PLASMA. É utilizado para regeneração de vários tecidos decorrentes de procedimentos cirúrgicos, nos quais os FATORES DE CRESCIMENTO das plaquetas aumentam a cicatrização e a regeneração do ferimento.
Coleta sistemática de dados relativos ao estado de saúde de determinada população. Pode ser descritiva, exploratória ou explicativa. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Afecção resultante de perda excessiva de água pelo organismo vivo.
Fraturas do zigoma.
Fitas brilhantes e flexíveis de tecido fibroso conectando as extremidades articulares dos ossos. São maleáveis, resistentes e inextensíveis.
Parte do corpo nos seres humanos e primatas, em que os braços se ligam ao tronco. O ombro tem cinco articulações: ARTICULAÇÃO ACROMIOCLAVICULAR, articulação coracoclavicular (ou escapuloclavicular), articulação glenoumeral (ver ARTICULAÇÃO DO OMBRO), articulação escapulotorácica e ARTICULAÇÃO ESTERNOCLAVICULAR.
Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.
Estimuladores cardíacos elétricos que aplicam eletrochoques breves e de alta voltagem ao CORAÇÃO. Tais estimuladores são usados para restabelecer o ritmo e a função contrátil normais do coração em pacientes que possuem FIBRILAÇÃO VENTRICULAR ou TAQUICARDIA VENTRICULAR, que não é acompanhada por um PULSO palpável. Alguns desfibriladores também podem ser usados para corrigir certas disritmias não críticas (denominadas desfibrilação sincronizada ou CARDIOVERSÃO), usando descargas sincronizadas de nível relativamente baixo com o ECG do paciente. (Tradução livre do original: UMDNS, 1999)
Predisposição adquirida e duradoura que age sempre do mesmo modo diante de uma determinada classe de objetos, ou um persistente estado mental e/ou neural de prontidão para reagir diante de uma determinada classe de objetos, não como eles são, mas sim como são concebidos.
Feixes fibrosos ou cordas de TECIDO CONJUNTIVO nas terminações das FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS, que servem para ligar os MÚSCULOS a ossos e outras estruturas.
Traumatismos gerais ou não específicos da parte posterior do tronco. Incluem traumatismos dos músculos das costas.
Atividades recreacionais espontâneas ou voluntárias procuradas para divertimento e acessórios ou equipamentos usados nas atividades; inclui jogos, brinquedos, etc.
Dor aguda ou crônica nas regiões lombar ou sacral podendo estar associada com ENTORSES E DISTENSÕES dos ligamentos dos músculos, DESLOCAMENTO DO DISCO INTERVERTEBRAL e outras afecções.
Esporte em que pesos são levantados competitivamente ou como um exercício.
Líquidos ingeríveis combinados com ou empregnados com dióxido de carbono.
ARRITMIA CARDÍACA repentina (ex.: FIBRILAÇÃO VENTRICULAR) causada por um impacto brusco não penetrante na região precordial da parede do tórax. O commotio cordis frequentemente resulta em morte súbita sem desfibrilação cardiopulmonar a tempo.
Atividade física controlada que é realizada para permitir a avaliação das funções fisiológicas, especialmente as cardiovasculares e pulmonares, mas também a capacidade aeróbica. O exercício máximo (mais intenso) é geralmente exigido, mas o submáximo também é utilizado.
Criada em 7 de abril de 1992 como resultado da divisão da Iugoslávia.
Período de tempo a partir de 1401 até 1500 da era comum.
Região na extremidade inferior que envolve imediatamente e inclui a ARTICULAÇÃO DO JOELHO.
Estruturação do ambiente para permitir ou promover padrões específicos de comportamento.
Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.
DISCO INTERVERTEBRAL em que o núcleo pulposo protruiu-se através da fibrocartilagem adjacente. Isso ocorre com maior frequência na região lombar inferior.
Escalas, questionários, testes e outros métodos utilizados para avaliar a severidade e duração da dor em pacientes ou animais experimentais, com o objetivo de ajudar no diagnóstico, terapêutica e estudos fisiológicos.
Deslocamento para frente de um corpo vertebral superior sobre o corpo vertebral abaixo dele.
O agregado de instituições sociais e culturais, formas, padrões e processos que influenciam a vida de um indivíduo ou comunidade.
Veículo automotivo normalmente com quatro rodas projetado para transporte de passageiros e comumente impulsionado por um motor de combustão interna que usa um combustível volátil.
Indicador da densidade do corpo que é determinado pela relação entre o PESO CORPORAL e a ESTATURA. IMC=peso (kg)/altura ao quadrado (m2). O IMC se correlaciona com a gordura corporal (TECIDO ADIPOSO). Sua relação varia com a idade e o gênero. Para adultos, o IMC se encontra nestas categorias: abaixo de 18.5 (subpeso), 18.5-24.9 (normal), 25.0-29.9 (sobrepeso), 30.0 ou superior (obeso). (Tradução livre do original: National Center for Health Statistics, Centers for Disease Control and Prevention)
Relatos ou narrações breves de uma ocorrência ou evento.
Cápsula que recobre a articulação. Externamente é composta por uma cápsula articular fibrosa e internamente pela MEMBRANA SINOVIAL.
Realização das atividades básicas de cuidados pessoais próprios como vestir-se, caminhar ou comer.
Grupo de compostos que forma o núcleo da família de esteroides estrogênicos.
Serviços hospitalares especificamente designados, equipados e dotados de pessoal para atendimento de emergência.
Número de homens e mulheres numa dada população ou grupo.
Evento não planejado, não necessariamente causador de lesões ou danos, que interrompe uma atividade, invariavelmente insegura ou pela combinação de ato e/ou condições inseguras.
Ausência de menstruação.
Grupo de vertebrados aquáticos de sangue frio que possuem brânquias, nadadeiras, endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso e corpos alongados cobertos com escamas.
Sensação desagradável induzida por estímulos nocivos que são detectados por TERMINAÇÕES NERVOSAS de NOCICEPTORES.
Força gerada pela CONTRAÇÃO MUSCULAR. A força muscular pode ser medida durante uma contração isométrica, isotônica ou isocinética, tanto manualmente como por meio de um dispositivo como o DINAMÔMETRO DE FORÇA MUSCULAR.