Porção da perna em humanos e outros animais encontrada entre o QUADRIL e o JOELHO.
Subtipo de músculo estriado fixado por TENDÕES ao ESQUELETO. Os músculos esqueléticos são inervados e seus movimentos podem ser conscientemente controlados. Também são chamados de músculos voluntários.
Parte mais baixa, na extremidade inferior, entre o JOELHO e o TORNOZELO.
Veia que acompanha a artéria femoral dividindo a mesma bainha. É continuação da veia poplítea e continua-se como veia ilíaca externa.
Uma das duas saliências carnudas sobre a secção posterior inferior do tronco ou do QUADRIL em seres humanos e primatas, em que estes se sentam, consistindo de MÚSCULOS glúteos e gordura.
Afecções em que o aumento de pressão dentro de um espaço limitado compromete a CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA e a função do tecido dentro daquele espaço. Algumas das causas de aumento de pressão são o TRAUMA, vestimentas apertadas, HEMORRAGIA e exercício. Entre as sequelas estão a compressão do nervo (SÍNDROME DE COMPRESSÃO NERVOSA), PARALISIA e CONTRATURA ISQUÊMICA.
Camadas de tecido conjuntivo de espessuras variáveis. A fáscia superficial encontra-se imediatamente abaixo da pele, enquanto que a fáscia profunda envolve MÚSCULOS, nervos e outros órgãos.
Pedaços de pele e tecido subcutâneo, às vezes incluindo músculos retirados de partes subjacentes, porém frequentemente ainda presas a uma extremidade. Eles retêm a própria microvasculatura que também é transferida para o novo local. São utilizados em cirurgias plásticas para reparar um defeito em região vizinha.
Acúmulo de material purulento em tecidos, órgãos ou espaços circunscritos, normalmente associado com sinais de infecção.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Reservatório para armazenar secreção da BILE. Através do DUCTO CÍSTICO, a vesícula libera para o DUODENO ácidos biliares em alta concentração (e de maneira controlada), que degradam os lipídeos da dieta.
Tecidos contráteis que produzem movimentos nos animais.
Tumores ou câncer da vesícula biliar.
Osso da perna, lateral à tíbia (e menor que esta). Proporcionalmente a seu comprimento, é o mais delgado dos ossos longos.
Doenças da VESÍCULA BILIAR. Geralmente envolvem diminuição do fluxo da BILE, CÁLCULOS BILIARES no TRATO BILIAR, infecções, neoplasias, ou outras doenças.
Inflamação da VESÍCULA BILIAR, geralmente causada por alteração do fluxo da BILE, CÁLCULOS BILIARES no TRATO BILIAR, infecções ou outras doenças.
Extensão de água circundada em sua grande maioria por terra, geralmente menor que um golfo e que possui acesso ao mar.
Comida nutritiva que consiste principalmente no coalho ou na substância semissólida formada quando o leite coagula.
Bloqueio (arrest) da locomoção ou da divisão celular quando duas células entram em contato.
Líquido transparente, inodoro e insípido que é essencial para a maioria dos animais e vegetais, além de ser um excelente solvente para muitas substâncias. A fórmula química é óxido de hidrogênio (H2O). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)
Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes: o vestíbulo e a cavidade oral propriamente dita.
[Sensação de] ausência de [uma fonte de energia que transmita] calor, [decorrente da exposição prolongada a ambiente cuja] temperatura está muito abaixo de uma norma usual.
As porções comestíveis de qualquer animal usados como comida e que incluem mamíferos domésticos (sendo os principais gado, suínos e ovelha) junto com aves, peixes, moluscos e caça.
Termo impreciso que pode se referir a uma sensação de desorientação espacial, movimento do ambiente ou sensação de cabeça leve.
Sensibilidade ausente ou reduzida à estimulação cutânea.
Terrenos reservados como áreas de enterro.
Juramento, atribuído a Hipócrates, que serve como um guia ético para a profissão médica.
O ato ou prática de chamar a atenção pública para um produto, serviço, necessidade, etc., especialmente por anuncios pagos em jornais, revistas, no rádio ou na televisão.
Subtipo de proteínas transportadoras equilibrativas de nucleosídeos, insensível à inibição de 4-nitrobenziltioinosina.
Os empreendimentos empresariais agregados da agricultura, manufatura e distribuição relacionados a tabaco e produtos derivados do tabaco.
Classe de transportadores de nucleosídeos independentes de sódio que mediam o facilitador transporte de NUCLEOSÍDEOS .
A transmissão e reprodução de imagens transitórias de objetos fixos ou móveis. Um sistema eletrônico para transmissão de tais imagens junto com som por um fio ou através do espaço por aparato que converte luz e som em ondas elétricas e os reconverte em raios claros visíveis e som audível.
Subtipo de proteínas transportadoras equilibrativas de nucleosídeos , sensível à inibição de 4-nitrobenziltioinosina.
Enzima que catalisa a desaminação de AMP a IMP. EC 3.5.4.6.
Nucleotídeo de adenina contendo um grupo fosfato esterificado para ambas posições 3' e 5' da metade do açúcar. É um mensageiro secundário e um regulador intracelular chave que funciona como mediador da atividade de vários hormônios, incluindo epinefrina, glucagon e ACTH.
Nucleotídeo de adenina que contém um grupo fosfato esterificado a uma molécula de açúcar nas posições 2'-,3'- ou 5'-.
Relação entre indivíduos em que um indivíduo ameaça o outro, ou se torna agressivo, e o outro permanece passivo ou procura fugir.
Deformação dos quadris em que o ângulo entre o colo femural e sua diáfise é aumentado. Pode ser congênito, adquirido ou de desenvolvimento.
Deformação nos quadris em que o colo do fêmur se inclina para a frente, resultando em uma diminuição do ângulo entre o colo do fêmur e sua diáfise. Pode ser congênito, frequentemente sindrômico, adquirido ou de desenvolvimento.
Cuidados prestados a pacientes por uma equipe multidisciplinar comumente organizada sob a direção de um médico; cada membro da equipe tem responsabilidades específicas e toda a equipe contribui para a assistência ao paciente.
Uma das Liliaceae usada como tempero (ver TEMPEROS) e remédio tradicional. Contém aliina liase e aliina, que é convertida pela aliina liase em alicina, o ingrediente pungente responsável pelo aroma do alho recém cortado.
Nome vulgar dado a espécie Gallus gallus "ave doméstica" (família Phasianidae, ordem GALIFORME). São descendentes das aves selvagens vermelha do SUDESTE DA ÁSIA.
Pressão, queimadura ou entorpecimento no peito.
Resíduo, resto da destilação seca (destrutiva) do carvão, usado como combustível.
Propriedade de objetos que determina a direção do fluxo de calor quando eles são posicionados em contato térmico direto. A temperatura é a energia dos movimentos microscópicos (translacionais e de vibração) das partículas dos átomos.
Tubos plásticos usados para drenagem de ar ou fluido do espaço pleural. Sua inserção cirúrgica é chamada tubo toracostomia.
Métodos ou programas de atividades físicas que podem ser usadas para promover, manter ou restaurar o bem-estar físico e fisiológico de um indivíduo.
Tecido mole, formado principalmente pelo diafragma pélvico (composto pelos dois músculos levantadores do ânus e pelos dois coccígeos). Por sua vez, o diafragma pélvico fica logo abaixo da abertura (outlet) pélvica e separa a cavidade pélvica do PERÍNEO. Estende-se do OSSO PÚBICO (anteriormente) até o COCCIX (posteriormente).
Lesão, enfraquecimento ou PROLAPSO dos músculos pélvicos que circundam tecidos conjuntivos ou ligamentos (ASSOALHO PÉLVICO).
Deslocamento anormal de um órgão pélvico resultando em protrusão do órgão além dos seus limites anatômicos normais. Os sintomas incluem com frequência desconforto vaginal, DISPAREUNIA, INCONTINÊNCIA URINÁRIA POR ESTRESSE e INCONTINÊNCIA FECAL.
Deslocamento para baixo do ÚTERO. É classificado em vários graus: no primeiro grau, a cérvix uterina está dentro do orifício vaginal; no segundo grau, o colo está fora do orifício e no terceiro grau, o útero inteiro está fora do orifício.
A incapacidade de controle voluntário dos esfíncteres anais com passagem involuntária de fezes e flatos.