Profissão preocupada com os dentes, cavidade oral e estruturas associadas, e o diagnóstico e tratamento de suas doenças, incluindo prevenção e restauração de tecido defeituoso e perdido.
Implantes feitos de materiais desenvolvidos para serem absorvidos pelo corpo sem produzir uma resposta imune. Usualmente são compostos de plásticos e são frequentemente usados em ortopedia e ortodontia.
Fase da dentística clínica interessada na restauração de partes dos dentes existentes que são defeituosos por doença, trauma ou desenvolvimento anormal, para o estado de função normal, saúde e estética, incluindo técnicas preventivas, diagnósticas, biológicas, mecânicas e terapêuticas, bem como técnica e aplicação de material e instrumento.