Conformação Molecular: Forma característica tridimensional de uma molécula.Conformação Proteica: Forma tridimensional característica de uma proteína, incluindo as estruturas secundária, supersecundária (motivos), terciária (domínios) e quaternária das cadeias peptídicas. A ESTRUTURA QUATERNÁRIA DE PROTEÍNA descreve a conformação assumida por proteínas multiméricas (agregados com mais de uma cadeia polipeptídica).Erabutoxinas: Toxinas isoladas do veneno da Laticauda semifasciata, uma cobra marinha (Hidrofídeo); essas toxinas são polipeptídeos básicos, imunogênicos, contendo 62 aminoácidos, [cuja cadeia é] dobrada por quatro ligações dissulfeto; bloqueiam irreversivelmente as placas motoras neuromusculares, causando paralisia e lesão muscular severa; são semelhantes às neurotoxinas dos elapídeos.Difração de Raios X: Dispersão de raios-x pela matéria, especialmente cristais, que acompanha a variação da intensidade devido a efeitos de interferência. A análise da estrutura cristalográfica das substâncias é feita pela passagem de raios-x através delas e do registro de difração da imagem dos raios (CRISTALOGRAFIA POR RAIOS X).Modelos Moleculares: Modelos usados experimentalmente ou teoricamente para estudar a forma das moléculas, suas propriedades eletrônicas ou interações [com outras moléculas]; inclui moléculas análogas, gráficos gerados por computador e estruturas mecânicas.Espectroscopia de Ressonância Magnética: Método espectroscópico de medição do momento magnético de partículas elementares, como núcleos atômicos, prótons ou elétrons. É empregada em aplicações clínicas, como Tomografia por RMN (IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA).Relação Estrutura-Atividade: Relação entre a estrutura química de um composto e sua atividade biológica ou farmacológica. Os compostos são frequentemente classificados juntos por terem características estruturais em comum, incluindo forma, tamanho, arranjo estereoquímico e distribuição de grupos funcionais.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Ligação Proteica: Processo pelo qual substâncias endógenas ou exógenas ligam-se a proteínas, peptídeos, enzimas, precursores proteicos ou compostos relacionados. Medidas específicas de ligantes de proteínas são usadas frequentemente como ensaios em avaliações diagnósticas.Cristalografia por Raios X: Estudo da estrutura dos cristais utilizando técnicas de DIFRAÇÃO POR RAIOS X.Estrutura Secundária de Proteína: Nível da estrutura proteica em que, ao longo de uma sequência peptídica, há interações por pontes de hidrogênio; [estas interações se sucedem] regularmente [e envolvem] segmentos contíguos dando origem a alfa hélices, filamentos beta (que se alinham [lado a lado] formando folhas [pregueadas] beta), ou outros tipos de espirais. Este é o primeiro nível de dobramento [da cadeia peptídica que ocorre] na conformação proteica.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Dicroísmo Circular: Alteração da polarização planar à elíptica quando uma onda de luz inicialmente polarizada no plano atravessa um meio oticamente ativo.Sítios de Ligação: Partes de uma macromolécula que participam diretamente em sua combinação específica com outra molécula.Estrutura Terciária de Proteína: Nível de estrutura proteica em que estruturas das proteínas secundárias (alfa hélices, folhas beta, regiões de alça e motivos) se combinam dando origem a formas dobradas denominadas domínios. Pontes dissulfetos entre cisteínas em duas partes diferentes da cadeia polipeptídica juntamente com outras interações entre as cadeias desempenham um papel na formação e estabilização da estrutura terciária. As proteínas pequenas, geralmente são constituídas de um único domínio, porém as proteínas maiores podem conter vários domínios conectados por segmentos da cadeia polipeptídica que perdeu uma estrutura secundária regular.Termodinâmica: Análise matemática rigorosa das relações [entre grandezas] energéticas (calor, trabalho, temperatura e equilíbrio). Descreve sistemas [e processos] cujos estados são caracterizados (determined) por parâmetros térmicos como a temperatura, além de parâmetros mecânicos e eletromagnéticos.Dobramento de Proteína: Processos envolvidos na formação da ESTRUTURA TERCIÁRIA DE PROTEÍNA.Ligações de Hidrogênio: Força atrativa de baixa energia entre o hidrogênio e um outro elemento [eletronegativo]. Desempenha um papel importante determinando [algumas] propriedades da água, das proteínas e de outros compostos.Soluções: Misturas homogêneas formadas ao se misturar uma substância (soluto) sólida, líquida ou gasosa em um líquido (solvente), do qual as substâncias dissolvidas podem ser recuperadas através de processos físicos.Cinética: Taxa dinâmica em sistemas químicos ou físicos.Ressonância Magnética Nuclear Biomolecular: Espectroscopia de RNM (NMR) em macromoléculas biológicas de tamanho pequeno a médio. É geralmente utilizada para investigação estrutural de proteínas e ácidos nucleicos, e em geral envolve mais de um isótopo.Polimorfismo Conformacional de Fita Simples: Variação em uma sequência no DNA da população, a qual é detectada determinando-se alterações na conformação dos fragmentos de DNA desnaturados. Estes são renaturados sob condições que impedem a formação de DNA de fita dupla, mas permitem que se forme uma estrutura secundária em fragmentos de fita simples. Estes fragmentos são então analisados em gel de poliacrilamida para se detectar variação na estrutura secundária, que se manifesta como alteração na migração através de géis.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Modelos Químicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade de processos ou fenômenos químicos; compreende o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Simulação de Dinâmica Molecular: Simulação computacional desenvolvida para estudar a movimentação de moléculas ao longo de um período de tempo.Ligantes: Moléculas que se ligam a outras moléculas. O termo é usado especialmente para designar uma pequena molécula que se liga especificamente a uma molécula maior, e.g., um antígeno que se liga a um anticorpo, um hormônio ou neurotransmissor que se liga a um receptor, ou um substrato ou efetor alostérico que se liga a uma enzima. Ligantes são também moléculas que doam ou aceitam um par de elétrons, formando uma ligação covalente coordenada com o átomo metálico central de um complexo de coordenação. (Dorland, 28a ed)Espectrometria de Fluorescência: Medida da intensidade e qualidade da fluorescência.Hidróxido de Sódio: Substância altamente corrosiva utilizada para neutralizar ácidos e para fazer sais de sódio.Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Ácido Clorídrico: Ácido altamente corrosivo, geralmente utilizado como reagente em laboratório. É formado pela dissolução do cloreto de hidrogênio em água. O ÁCIDO GÁSTRICO é o ácido clorídrico que faz parte do SUCO GÁSTRICO.Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Polimorfismo Genético: Ocorrência regular e simultânea de dois ou mais genótipos descontínuos em uma única população que está se multiplicando. O conceito inclui diferenças em genótipos variando em tamanho de um local contendo um único nucleotídeo (POLIMORFISMO DE UM ÚNICO NUCLEOTÍDEO) a uma grande sequência de nucleotídeos visível num nível cromossômico.Benzeno: Hidrocarboneto aromático, líquido, inflamável, volátil e tóxico, subproduto da destilação do carvão. É utilizado como solvente industrial em tintas, verniz, diluente para laca, gasolina, etc. O benzeno causa lesão aguda no sistema nervoso central e lesão crônica na medula óssea, sendo ainda carcinogênico. Antigamente era usado como parasiticida.Redação: O ato ou prática de composição literária, a ocupação do escritor ou produção e ocupação em trabalho literário como uma profissão.MedlinePlus: Serviços da NATIONAL LIBRARY OF MEDICINE para profissionais e usuários da área da saúde. Integra extensa informação do National Institutes of Health e de outras fontes de informações sobre determinadas doenças e anormalidades.Telenfermagem: Prestação de serviços de enfermagem por meio de telecomunicações remotas.Odores: Parte volátil das substâncias perceptível pelo sentido do olfato.Querosene: Fração refinada de petróleo usada como combustível e também como solvente.Eletroumectação: Redução da TENSÃO SUPERFICIAL em uma interface líquido/sólido pela aplicação de uma corrente elétrica através da interface, aumentando, assim, a MOLHABILIDADE da superfície.Prótese Parcial Temporária: Dentadura parcial planejada para uso de curta duração em uma situação temporária ou de emergência.Discos Compactos: Discos de computador que armazenam dados com uma redução máxima de espaço e largura de banda. O tamanho compacto reduz custo de transmissão e armazenamento.Restauração Dentária Temporária: Prótese ou restauração colocada por um período limitado de dias a vários meses, que é feita para selar o dente e manter sua posição até que uma RESTAURAÇÃO DENTÁRIA PERMANENTE a substituirá. (Tradução livre do original: Jablonski, Dictionary of Dentistry, 1992)Técnica de Moldagem Odontológica: Procedimento de produção de uma impressão ou imagem negativa dos dentes e/ou áreas sem dentes. As impressões são feitas em material plástico que ficam endurecidos ou fixos quando em contato com o tecido. Posteriormente são preenchidas com emplastro de Paris ou pedra artificial para produzir uma radiofoto das estruturas orais presentes. As impressões podem ser feitas de um complemento integral de dentes, de áreas onde alguns dentes foram removidos ou em uma boca da qual todos os dentes foram extraídos.Propriedades de Superfície: Características ou atributos dos limites externos dos objetos, incluindo moléculas.Instituições Acadêmicas: Instituições educacionais.Autoexame: Inspeção do próprio corpo, geralmente para sinais de doenças (por exemplo, AUTOEXAME DE MAMA e dos testículos).Biologia Molecular: Disciplina interessada no estudo dos fênomenos biológicos em termos de interações químicas e físicas das moléculas.Educação de Pacientes como Assunto: Ensino e treinamento de pacientes em relação às suas próprias necessidades de saúde.Unha-de-Gato: Vinha (Uncaria tomentosa) nativa da floresta tropical amazônica, cujo nome é derivado de seus espinhos, parecidos com ganchos. Contém alcaloides oxindólicos e glicosídeos, e possui vários usos medicinais.Biologia: Uma das DISCIPLINAS DAS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS voltada para a origem, estrutura, desenvolvimento, crescimento, função, genética, e reprodução de animais, plantas e micro-organismos.Biologia de Sistemas: Análise metodológica extensa de sistemas biológicos complexos, através do monitoramento das respostas às perturbações dos processos biológicos. Em larga escala, a coleta computadorizada e a análise de dados são usadas para desenvolver e testar modelos dos sistemas biológicos.Togaviridae: Família de vírus RNA, principalmente arbovirus, que compreende dois gêneros: ALPHAVIRUS (arbovirus grupo A) e RUBIVIRUS. Os vírions são esféricos, de 60 a 70 nm em diâmetro, com lipoproteína de envelope firmemente ligada ao nucleocapsídeoo icosaédrico.