Compostos de Alúmen: Compostos de sulfato de alumínio metálico usados medicamente como adstringente além de outros propósitos industriais. São usados em medicina veterinária no tratamento de estomatite ulcerativa, leucorreia, conjuntivite, faringite, metrite e ferimentos leves.Hidróxido de Alumínio: Composto com muitas aplicações biomédicas: como antiácido gástrico, antiperspirante, emulsionante em dentifrícios, adjuvante em vacinas bacterianas e vacinas, purificação de água, etc.Adjuvantes Imunológicos: Substâncias que aumentam, estimulam, ativam, potenciam ou modulam a resposta imune em nível celular ou humoral. Os agentes clássicos (adjuvante de Freund, BCG, Corynebacterium parvum, etc.) contêm antígenos bacterianos. Alguns são endógenos (p. ex., histamina, interferon, fator de transferência, tuftsina, interleucina-1). Seu modo de ação pode ser inespecífico (resultando em responsividade imune aumentada a uma ampla variedade de antígenos), ou específico para o antígeno (i.e., afetando um tipo restrito de resposta imune a um grupo reduzido de antígenos). A eficácia terapêutica de muitos modificadores de respostas biológicas está relacionada com a especificidade entre os imunoadjuvantes e os antígenos.Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Mundo Grego: Entidade histórica e cultural espalhada através de uma extensa área geográfica, sob influência da civilização, cultura e ciência gregas. O império grego estendia-se das terras gregas no continente e ilhas do Mar Egeu no século XVI a.C. até o Vale do Rio Indo no quarto século sob as ordens de Alexandre, o Grande, e até o sul da Itália e Sicília. A medicina grega começou com a medicina de Homero e Esculápio e continuou intacta até Hipócrates (480-355 a.C.). O período clássico da medicina grega foi de 460 a 136 a.C. e o período greco-romano, de 156 a.C. até 576 d.C. (Tradução livre do original: A. Castiglioni, A History of Medicine, 2d ed; from F. H. Garrison, An Introduction to the History of Medicine, 4th ed)PortugalAntiácidos: Substâncias que atuam contra ou neutralizam a acidez do TRATO GASTROINTESTINAL.Mundo Romano: Entidade histórica e cultural espalhada através de uma extensa área geográfica, sob o domínio político e influência da Roma antiga, trazendo ao povo subjugado a civilização e cultura romanas de 753 a.C. até o início do governo imperial de Augustus em 27 a.C. A cidade primitiva construída nas sete colinas cresceu para tomar a Sicília, Sardenha, Cartagena, Gália, Espanha, Grã-Bretanha, Grécia, Ásia Menor, etc., e estendeu-se finalmente da Mesopotâmia ao Atlântico. A medicina romana estava quase totalmente em mãos gregas, mas Roma, com seu sistema hídrico superior, permanece um modelo de saneamento e higiene. (Tradução livre do original: A. Castiglioni, A History of Medicine, 2d ed pp196-99; from F. H. Garrison, An Introduction to the History of Medicine, 4th ed, pp107-120)Cromo: Oligoelemento que participa do metabolismo da glucose. Possui símbolo atômico Cr, número atômico 24 e peso atômico 52. De acordo com o Quarto Relatório Anual sobre Carcinógenos (NTP85-002, 1985), o cromo e alguns de seus compostos foram listados como substâncias carcinógenas notórias.Carbonatos: Sais ou íons do teórico ácido carbônico que contêm o radical CO2(3-). Os carbonatos são prontamente decompostos pelos ácidos. Os carbonatos dos metais alcalinos são hidrossolúveis; todos os outros são insolúveis.Comprimidos: Forma sólida de administração, de peso variável, tamanho e formato, que pode ser moldada ou comprimida, e que contém uma substância medicinal em forma pura ou diluída. (Dorland, 28a ed)Comprimidos com Revestimento Entérico: Comprimido revestido com material que retarda a liberação da medicação até depois de ele deixar o estômago. (Dorland, 28a ed)Interferon-alfa: Um dos tipos de interferon produzido por leucócitos periféricos ou células linfoblastoides. Além da atividade antiviral, ativa as CÉLULAS MATADORAS NATURAIS e LINFÓCITOS B, e diminui a expressão do FATOR DE CRESCIMENTO DO ENDOTÉLIO VASCULAR através de vias de sinalização da PI-3 QUINASE e das MAPK QUINASES.Potássio: Elemento no grupo dos metais alcalinos com o símbolo atômico K, número atômico 19 e peso atômico 39,10. É o principal cátion do líquido intracelular das células musculares, entre outras. O íon potássio é um eletrólito forte e desempenha um papel significativo na regulação do volume celular e na manutenção do EQUILÍBRIO HIDROELETROLÍTICO.Proteínas Recombinantes: Proteínas preparadas através da tecnologia de DNA recombinante.Civilização: Os atributos humanos distintos e realizações de uma sociedade em particular.História Antiga: Período da história antes [do ano] 500 da era comum.Arqueologia: Estudo científico de sociedades do passado através de artefatos, fósseis, etc.Sepultamento: Ato ou cerimônia de colocar um cadáver sob a terra, num jazigo ou no mar; ou a colocação das cinzas obtidas por CREMAÇÃO em uma urna.Sprays Nasais: Agentes farmacológicos liberados nas narinas sob a forma de névoa ou spray.Urtica dioica: Espécie de plantas (gênero Urtica, família URTICACEAE) cujas raizes têm sido utilizadas no tratamento da HIPERPLASIA PROSTÁTICA. Depois que a propriedade urticante é eliminada por um rápido aquecimento as folhas são comestíveis.Zea mays: Espécie de planta da família POACEAE. É uma gramínea alta cultivada por seu GRÃO COMESTÍVEL e utilizada como alimento para consumo humano e animal.Beleza: Características ou atributos das pessoas ou coisas que provocam sentimentos prazerosos.Esclerodermia Localizada: Termo utilizado para descrever vários espessamentos assimétricos e localizados na PELE, semelhantes aos do ESCLERODERMA SISTÊMICO, porém sem as características da doença nos diversos órgãos internos e VASOS SANGUÍNEOS. As lesões podem ser caracterizadas como crostas ou placas (morfeias), bandas (lineares) ou nódulos.Testa: Porção da cabeça humana entre as arcadas superciliares e o início do couro cabeludo.Hemiatrofia Facial: Síndrome caracterizada por atrofia unilateral lentamente progressiva da gordura subcutânea facial, tecido muscular, pele, cartilagem e osso. O estado progride tipicamente por um período de 2 a 10 anos e tende a se estabilizar.Substâncias Perigosas: Elementos, compostos, misturas ou soluções que são consideradas gravemente danosas à saúde humana e ao ambiente. Incluem substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis ou explosivas.Indústria da BelezaDermatoses do Couro CabeludoEutanásia Animal: Morte de animais por motivos de compaixão, controle de transmissão de doenças ou manter a saúde da população animal ou para propósitos experimentais. (EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL).Materiais para Moldagem Odontológica: Substâncias usadas para criar uma impressão ou reprodução negativa dos dentes e das arcadas dentárias. Estes materiais incluem moldes, cementos dentários, pastas de óxidos metálicos, materiais com base de silicone ou materiais elastoméricos.Furunculose: Infecção cutânea persistente marcada pela presença de furúnculos, frequentemente crônicos e recorrentes. Em humanos, o agente causador corresponde a várias espécies de STAPHYLOCOCCUS. Em peixes SALMONÍDEOS, o patógeno é AEROMONAS SALMONICIDA.Eletroporação: Técnica na qual pulsos elétricos de intensidade em quilovolts por centímetro e de duração de micro a milissegundos, causam uma perda temporária da semipermeabilidade das MEMBRANAS CELULARES, levando então a uma perda dos íons, de metabólitos e maior captação de drogas pelas células, sondas moleculares e DNA.Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.Forceps Obstétrico: Instrumento cirúrgico feito para extrair o recém-nascido da passagem materna pela cabeça sem lesão a ele ou à mãe.Unhas: Lâminas córneas e finas que cobrem a superfície dorsal das falanges distais dos dedos das mãos e dos dedos dos pés dos primatas.Hidróxido de Magnésio: Composto inorgânico que ocorre na natureza na forma do minério brucita. Atua como um antiácido com efeitos purgativos.Cloreto de Magnésio: Cloreto de magnésio. Um composto inorgânico constituído por um íon magnésio e dois íons cloreto. Composto utilizado na medicina como fonte de íons de magnésio, essenciais para muitas atividades celulares. Foi também utilizado como purgativo e em ligas metálicas.Cimetidina: Congênere da histamina, inibe competitivamente a ligação da HISTAMINA com os RECEPTORES DE HISTAMINA H2. A cimetidina possui várias ações farmacológicas. Inibe a secreção de ÁCIDO GÁSTRICO, bem como a liberação de PEPSINA e GASTRINAS.Magnésio: Elemento metálico que possui o símbolo atômico Mg, número atômico 12 e massa atômica 24,31. É importante para a atividade de muitas enzimas, especialmente aquelas que se ocupam com a FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA.Ácidos Fosfóricos: Derivados inorgânicos do ácido fosfórico (H3PO4). Note-se que os derivados orgânicos do ácido fosfórico estão listados sob ORGANOFOSFATOS.Distúrbios Distônicos: Afecções hereditárias e adquiridas caracterizadas por DISTONIA como manifestação principal da doença. Estes transtornos são geralmente divididos em distonias gerais (ex., distonia muscular deformante) e distonias focais (ex., cãibra de escrever). São também classificadas pelos padrões hereditários e pela idade no início da doença.Escrita ManualRedação: O ato ou prática de composição literária, a ocupação do escritor ou produção e ocupação em trabalho literário como uma profissão.CarbanilidasCãibra Muscular: Contração sustentada espasmódica das fibras musculares, normalmente dolorida. Isso pode ocorrer como fenômeno isolado ou como manifestação de um processo patológico subjacente (ex., UREMIA, HIPOTIREOIDISMO, DOENÇA DOS NEURÔNIOS MOTORES, etc.). (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6a ed, p1398)Literatura ModernaTricotecenos: Geralmente 12,13-epoxitricotecenos, produzidos por Fusaria, Stachybotrys, Trichoderma e outros fungos, além de algumas plantas superiores. Podem contaminar os alimentos e grãos destinados a alimentação, induzindo emese e hemorragia nos pulmões e cérebro. Pode causar ainda lesão à medula óssea devido a inibição da síntese proteica e de DNA.Tilápia: Peixe (família Cichlidae) de água doce, usado como organismo experimental e como alimento. Os membros deste gênero (CÍCLIDES) habitam nas Américas Central e do Sul (uma espécie estende-se ao norte até o Texas), na Índia Ocidental, África, Madagascar, Síria e na costa da Índia.Ciclídeos: Nome vulgar de peixes (família Cichlidae, subordem Labroidei, ordem PERCIFORMES) semelhantes a perca.Peixes: Grupo de vertebrados aquáticos de sangue frio que possuem brânquias, nadadeiras, endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso e corpos alongados cobertos com escamas.Vitamina K: Cofator lipídico necessário para a coagulação sanguínea normal. Várias formas de vitamina K foram identificadas: VITAMINA K 1 (fitomenadiona) derivada de plantas, VITAMINA K 2 (menaquinona) derivada de bactérias e as provitaminas naftoquinonas sintéticas, VITAMINA K 3 (menadiona). As provitaminas da vitamina K 3, após a alquilação in vivo, apresentam a atividade antifibrinolítica da vitamina K. Vegetais de folhas verdes, fígado, queijo, manteiga e gema de ovo são boas fontes de vitamina K.Dióxido de Nitrogênio: Óxido de nitrogênio (NO2). Um gás altamente venenoso cuja exposição produz inflamação dos pulmões causando uma leve dor ou mesmo passando despercebida, porém levando a um edema pulmonar muitos dias depois que pode causar a morte. É um dos principais poluentes da atmosfera, responsável por absorver os raios ultravioleta que não chegam a superfície da terra.Fertilização: Fusão de um espermatozoide (ESPERMATOZOIDES) com um ÓVULO, resultando na formação de um ZIGOTO.Manejo de Espécimes: Procedimentos para coleta, preservação e transporte de espécimes suficientemente estáveis para fornecer resultados eficientes e precisos, adequados à interpretação clínica.