Transtorno alimentar caracterizado por um ciclo de compulsão alimentar (BULIMIA ou compulsão) seguido por atos inapropriados (purgação) para evitar o ganho de peso. Entre os métodos de purgação estão frequentemente a autoindução de VÔMITO, uso de LAXATIVOS ou DIURÉTICOS, exercícios excessivos e JEJUM.
Grupo de transtornos caracterizados por distúrbios fisiológicos e psicológicos do apetite e da ingestão de alimentos.
Distúrbio associado com três ou mais das seguintes características: comer até sentir-se desconfortavelmente saciado; comer grandes quantidades de comida quando não estiver fisiologicamente faminto; comer muito mais rapidamente que o normal; comer sozinho devido a constrangimento; sensação de desgosto, DEPRESSÃO ou culpa após a superalimentação. Os critérios incluem a ocorrência de pelo menos 2 dias por semana durante 6 meses, em média. A compulsão alimentar não está associada com o uso regular de comportamento compensatório inapropriado (ex.: expurgo, excesso de exercícios físicos, etc.) e não ocorre em concomitância exclusiva com a BULIMIA NERVOSA ou ANOREXIA NERVOSA. (Tradução livre do original: DSM-IV, 1994)
Conceito de indivíduos sobre seus próprios corpos.
Respostas comportamentais ou sequenciais associadas ao ato de alimentar-se, maneira ou modos de se alimentar, padrões rítmicos da alimentação (intervalos de tempo - hora de comer, duração da alimentação).
Expulsão forçada de conteúdos do ESTÔMAGO através da BOCA.
Ingestão de uma quantidade de comida maior que a considerada ótima.
Diminuição ou perda de APETITE acompanhada por uma aversão à comida e incapacidade para comer. É a característica definida para o transtorno denominado ANOREXIA NERVOSA.
Classificação categórica de TRANSTORNOS MENTAIS baseada nos grupos de critérios com características definidas. É produzido pela American Psychiatric Association. (DSM-IV, página xxii)
Livros destinados a dar informação ou instruções factuais.
Forma de psicoterapia baseada na interpretação das situações (estrutura cognitiva das experiências) que determinam o modo como um indivíduo se sente e se comporta. É baseada na premissa de que a cognição, o processo de aquisição do conhecimento e de formação de crenças, é primariamente determinado pelo humor e o comportamento. A terapia utiliza técnicas comportamentais e verbais para identificar e corrigir pensamentos negativos que estão na raiz dos comportamentos aberrantes.
Desejo de ALIMENTOS gerado por uma sensação que se forma pela falta de alimento no ESTÔMAGO.
Gratificação plena de uma necessidade ou desejo seguida de um estado de relativa insensibilidade àquela necessidade ou desejo particular.
Resposta comportamental associada à obtenção de satisfação.
Aquelas formas de controle que se manifestam de maneiras menos concretas e tangíveis, como por meio de hábitos populares, costumes, convenções e sentimento público.
O tom emocional que acompanha uma ideia ou representação mental. É o derivado psíquico mais direto do instinto e o representante das várias transformações corporais através do qual os instintos se manifestam.
Ato em resposta a um estímulo, que é executado sem demora, reflexão, direção voluntária ou controle evidente.
Procedimentos padronizados baseados em escalas de avaliação ou roteiros de entrevistas conduzidos por profissionais da saúde para a avaliação do grau de doença mental.
Inventário, geralmente a ser preenchido por uma pessoa a respeito de si mesma, que consiste de várias sentenças sobre características pessoais a serem endossadas ou não.
Transtornos afetando GÊMEOS (um ou ambos) em qualquer idade.
Consumo de substâncias comestíveis.
Diminuição do fluxo salivar.
Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.
Ato de se machucar ou de fazer mal a si mesmo sem que haja intenção de suicídio ou perversão sexual.
Atitude em relação a um determinado tipo de alimento, geralmente comparado com outros alimentos, baseada em reações fisiológicas favoráveis, normas sociológicas ou sensações agradáveis.
Descontinuidade dos cuidados recebidos por pacientes devida a razões diferentes da recuperação completa da doença.
Termo genérico para o tratamento da doença mental ou dos distúrbios emocionais primariamente através da comunicação verbal ou não verbal.
Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual ambos, grupos estudados e investigador, desconhecem quem está recebendo o fator em questão. (Tradução livre do original: Last, 2001)
Ingestão de quantidade excessiva de alimento em um curto intervalo de tempo, como se observa no transtorno da BULIMIA NERVOSA. É causado por um desejo anormal por alimento ou fome insaciável, também conhecida como "fome de touro" (ox hunger).
Afecção caracterizada pelo espessamento do ENDOCÁRDIO devido à proliferação de tecido fibroso e elástico (geralmente no ventrículo esquerdo), levando a um prejuízo na função cardíaca (CARDIOMIOPATIA RESTRITIVA). É mais comum em crianças pequenas e raramente em adultos. Está frequentemente associada com anomalias cardíacas congênitas (CARDIOPATIAS CONGÊNITAS), INFECÇÃO ou mutação genética. Defeitos na proteína tafazina codificada pelos gene TAZ resultam em uma forma familiar autossômica dominante de fibroelastose endocardíaca.
Transtorno alimentar caracterizado pela ausência ou perda do APETITE, conhecido como ANOREXIA. Entre outras características estão o medo excessivo de adquirir SOBREPESO, distúrbio da IMAGEM CORPORAL, PERDA DE PESO significante, recusa em manter o peso mínimo normal e AMENORREIA. Este transtorno ocorre mais frequentemente em mulheres adolescentes. (Tradução livre do original: APA, Thesaurus of Psychological Index Terms, 1994)
Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.
Antibiótico semissintético produzido de Streptomyces mediterranei. Tem um amplo espectro antibacteriano, incluindo atividade contra várias formas de Mycobacterium. Em organismos suscetíveis, inibe a atividade da RNA polimerase dependente de DNA, formando um complexo estável com a enzima. Então, suprime a iniciação da síntese de RNA. A rifampina é bactericida, e age tanto em organismos intracelulares quanto extracelulares.
Dispositivo de comunicações analógica ou digital em que o usuário tem uma conexão sem fios de um telefone para um transmissor próximo. É denominado celular porque a área de serviço é dividida em múltiplas "células" . Assim como os movimentos do usuário são transferidos de uma área celular para outra, a chamada é transferida ao transmissor local.
Gênero de bacilos Gram-negativos estritamente aeróbios, não esporogênicos. O solo e a água são considerados seu habitat natural. São algumas vezes isolados de ambiente hospitalar e humanos.
Ato de enganar ou o fato de ser enganado.
Fluido aquoso e claro que preenche as câmaras anterior e posterior do olho. Apresenta um índice de refração menor que o cristalino, o qual circunda, e está relacionado com o metabolismo da córnea e do cristalino. (Tradução livre do original: Cline et al., Dictionary of Visual Science, 4th ed, p319)
Aumento de PESO CORPORAL acima do existente.
Composição em prosa ou verso que apresenta em diálogo ou pantomima uma história que envolve vários personagens, normalmente com pretensão de ser encenada em um palco e ser considerada como uma forma de entretenimento.
Corpos celestes queorbitam ao redor do sol ou de outras estrelas.
Crença falsa sobre si mesmo ou sobre as pessoas ou objetos externos a si próprio que persiste apesar dos fatos e não é considerada sustentável pelas pessoas com quem o indivíduo convive.
Som que expressa emoção por meio do ritmo, melodia, harmonia e timbre.
Planeta que é o terceiro a partir do sol. É um dos quatro planetas internos ou terrestres do SISTEMA SOLAR.
Publicações impressas e distribuídas diariamente, semanalmente ou a algum outro intervalo regular e normalmente pequeno, contendo notícias, artigos de opinião (como editoriais e cartas), matérias especiais, avisos e anuncios de interesse atual.
Exame, avaliação e verificação da contabilidade.
Reorganização da estrutura de um hospital.
Sistemas de controle administrativo para montar estratégias de prestação de cuidados de saúde em torno de casos tipo, tanto em grupos de diagnóstico relacionado, como em serviços clínicos específicos.
Peptídeo pancreático de aproximadamente 29 aminoácidos, derivado do proglucagon que também é precursor dos PEPTÍDEOS SEMELHANTES AO GLUCAGON do intestino. O GLUCAGON é secretado pelas células pancreáticas alfa e desempenha um papel importante na regulação da concentração de GLICOSE NO SANGUE, metabolismo cetônico e vários outros processos bioquímicos e fisiológicos. (Tradução livre do original: Gilman et al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 9th ed, p1511)
Capacidade de conceber novas ideias ou imagens.
Direitos legais ou privilégios exclusivos aplicados a invenções, plantas, etc. (MeSH) As patentes representam, em maior medida, o produto da pesquisa tecnológica e empresarial, por quanto protegem conhecimentos com potencial valor econômico. Título que assegura ao autor de uma invenção, modelo de utilidade, ou desenho industrial, a propriedade e uso exclusivos de seu invento. (Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa, 2002)
Nova composição, dispositivo ou processo reconcebido de forma independente ou derivado de um modelo pré-existente.
O estudo dos efeitos de drogas nas atividades mentais e comportamentais.
Propriedade, como patentes, marcas registradas e direitos autorais, que resultam de esforço criativo. A Cláusula de Patentes e Direitos Autorais (Art. 1, Sec. 8, cl. 8) da Constituição dos Estados Unidos sustenta a promoção do progresso da ciência e artes úteis assegurando aos autores e inventores, durante tempo limitado, o direito exclusivo sobre seus respectivos escritos e descobertas.