Gênero de fungo mitospórico. Os teleomorfos são encontrados na família Clavicipitaceae e incluem o Cordyceps bassiana. A espécie Beauveria bassiana é um patógeno comum de ARTRÓPODES e utilizado em CONTROLE DE PRAGAS.
Gênero de fungos mitospóricos na família Clavicipitaceae. Têm teleomorfos na família Nectriaceae. O Metarhizium anisopliae é utilizado em PESTICIDAS.
Uso de organismos que ocorrem naturalmente ou que são produtos de engenharia genética para reduzir ou eliminar populações de pragas.
Ordem de fungos do filo ASCOMYCOTA que inclui numerosas espécies que são parasitas de plantas superiores, insetos ou fungos. Outras espécies são saprotróficas.
Gênero de fungos (família Clavicipitaceae, ordem Hypocreales) ascomicetos (ASCOMYCOTA) os quais crescem infectando larvas de insetos ou insetos maduros com esporos que geralmente germinam antes da formação do casulo.
Corpos reprodutivos produzidos por fungos.
Inibidor organofosfato da colinesterase que é utilizado como inseticida. Possui baixa toxicidade em mamíferos. (Tradução livre do original: From Merck Index, 11th ed)
Grande e heterogêneo grupo de fungos cuja característica em comum é a ausência de estado sexual. Muitos dos fungos patogênicos para humanos pertencem a este grupo.
Gênero de CARRAPATOS (família IXODIDAE) amplamente disseminado na África, cujos membros incluem vários vetores, importantes patógenos em animais e humanos.
Classe Insecta, no filo dos ARTRÓPODOS, cujos membros são caracterizados pela divisão em três partes: cabeça, tórax e abdome. Consistem no grupo dominante de animais na Terra; várias centenas de milhares de tipos foram descritos. Três ordens, HEMIPTERA, DIPTERA e SIPHONAPTERA são de interesse para a medicina porque causam doenças em humanos e animais. (Tradução livre do original: Borror et al., An Introduction to the Study of Insects, 4th ed, p1)
Organismos, agentes biológicos ou agentes derivados de material biológico usados estrategicamente devido ao seu efeito adverso ou positivo na fisiologia e/ou saúde reprodutiva de outros organismos.
Inseticida organofosforado que inibe a ACETILCOLINESTERASE.
Infestações com artrópodes da subclasse ACARI, superordem Acariformes.
Compostos formados por cadeias de AMINOÁCIDOS alternadas com ÁCIDOS CARBOXÍLICOS via ligações éster e amida. Geralmente são ciclizados.
Gênero de fungo mitospórico que ocasionalmente causa doenças humanas como infecções pulmonares, ceratite micótica, endocardite e infecções oportunistas. Seu teleomorfo é BYSSOCHLAMYS.
Surfactante que torna uma superfície umidificável pela água ou aumenta o espalhamento da água em uma superfície.
Gênero de ALGAS VERDES marinhas tóxicas, encontradas nos mares tropicais e subtropicais. Uma das espécies (Caulerpa taxifolia) é altamente invasiva e produz o veneno caulerpenine, mortal para os organismos marinhos, porém não para os homens.
Família (Aphididae) de pequenos insetos, da subordem Sternorrhyncha, que sugam a seiva de plantas. Gêneros importantes incluem Schizaphis e Myzus. Este último é conhecido por transportar mais de 100 doenças virais entre plantas.
Gênero de pulgas da família Pulicidae que inclui a espécie que age como o primeiro vetor da PESTE bubônica, Xenopsylla cheopis.
Espécie de plantas (gênero MELIA, família MELIACEAE) tóxicas para insectos. Seu nome é muito semelhante ao da Melia azadirachta (AZADIRACHTA).
Grande ordem de insetos caracterizados por ter peças bucais adaptadas para perfurar ou sugar. É formada por quatro subordens: HETERÓPTEROS, Auchenorryncha, Sternorryncha e Coleorryncha.
Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Estágio imaturo no ciclo de vida daquelas ordens de insetos caracterizados por metamorfose gradual, em que o jovem se assemelha à imagem [do adulto] na forma geral do corpo, inclusive com olhos compostos e asas externas; também a fase de 8 patas de traças e carrapatos que se segue à primeira muda.
Gênero de plantas da família RUTACEAE. A família abrange as frutas cítricas conhecidas, incluindo laranjas, pomelos, limões e limas. Há muitos híbridos, o que torna sua nomenclatura confusa.
Par de glândulas anais ou sacos localizado em ambos os lados do ÂNUS que produz e armazena um líquido escuro com odor desagradável em animais carnívoros, como MEPHITIDAE e CÃES. O líquido expelido é usado como repelente defensivo (em gambás) ou como material para marcar território (cães).
Seguros que cobrem assistência médica; cirúrgica ou hospitalar; usar para aspectos gerais ou quando não houver descritor específico. Seguro voluntário de saúde é aquele cujos beneficiários contribuem voluntariamente para o prêmio correspondente e gozam dos benefícios do mesmo.
Lei Pública (EUA) 104-91, decretada em 1996, foi projetada para melhorar a eficiência e efetividade do sistema de atenção à saúde, proteger a cobertura do seguro de saúde para trabalhadores e suas famílias e para proteger a informação pessoal sobre a saúde individual.
Veia curta e calibrosa formada pela união das veias mesentérica superior e esplênica.
Epidemia de doença infecciosa que se disseminou para vários países, com frequência mais de um continente e que afeta geralmente um grande número de pessoas.
Obrigações e responsabilidades assumidas quando se executam ações ou ideias a favor de outros.
Grupo de metabólitos derivados da TIROXINA e TRIIODOTIRONINA via enzimática periférica para remover os iodos do núcleo tiroxina. A tironina é o núcleo tiroxina privada de seus quatro átomos de iodo.
Geralmente se refere à quantidade de proteção disponível e o tipo de perda que seria paga mediante um contrato de seguro com um segurador.
Gênero de árvores da família Myrtaceae, nativas da Austrália que produzem gomas, óleos e resinas que são usadas como condimentos, adstringentes e aromatizantes.
Gênero de plantas (família POACEAE) originadas das savanas do leste africano. É amplamente cultivada para armazenagem de suprimento vivo.
Ordem de fungos que compreende principalmente patógenos de insetos, embora alguns infectem mamíferos, incluindo humanos. A rígida especificidade de hospedeiros faz com que esses fungos sejam foco de diversos estudos de controle biológico.
A profissão de escrever. Também a identidade do escritor como o criador de uma produção literária.
Ciência do desenvolvimento, cuidados ou cultivo de florestas.
Passagem anatômica anormal entre a BEXIGA URINÁRIA e VAGINA.
AVES que caçam e matam outros animais (especialmente vertebrados superiores) para se alimentar. Inclui a ordem FALCONIFORME (aves de rapina diurnas) que compreendem as ÁGUIAS, falcões, gaviões e outros, assim como a ordem STRINGIFORME (aves de rapina noturnas) como as CORUJAS.
Gênero de plantas (família STERCULIACEAE), fonte da noz de cola (que contém CAFEÍNA) e usada em bebidas populares.
Material que permanece sem aplicação após completar um processo físico, químico ou biológico, como combustão, destilação, filtração, evaporação, fermentação, espremedura e outros. (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)
Descarte, processamento, controle, reciclagem, e reutilização de sólidos, líquidos e gases provenientes de plantas, animais, humanos e outros organismos. Inclui o controle dentro de um sistema ecológico fechado para manter um ambiente habitável.
Resíduos sem uso, danificados, defeituosos, supérfluos ou efluentes provenientes de processos industriais.
Sangue, muco, tecidos removidos em cirurgia ou autópsia, vestimentas sujas usadas em cirurgias e outros materiais que demandem procedimentos especiais para sua destinação final.
Administração, remoção e eliminação de resíduos biológico, infeccioso, patológico e odontológico. O conceito inclui sangue, muco, tecidos removidos por cirurgia ou autópsia, curativos cirúrgicos sujos e outros materiais que requeiram manuseio e controle especial. A disposição pode ser efetuada onde o resíduo é gerado ou em outra parte.
Resíduos líquidos, sólidos ou gasosos resultantes da mineração do minério radioativo, produção de combustíveis nucleares, operação do reator, processamento de combustíveis nucleares irradiados e operações relacionadas, e do uso dos materiais radioativos na pesquisa, indústria e medicina. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)
Família da ordem DÍPTEROS com mais de 700 espécies. Importantes espécies, que podem ser vetores mecânicos de doenças, incluem Musca domesticus (MOSCAS DOMÉSTICAS), Musca autumnalis (mosca da face), Stomoxys calcitrans (mosca estável), Haematobia irritans (mosca com trompa) e Fannia spp.
Infestações por PARASITOS que vivem na superfície (ou dentro) da EPIDERME de seu hospedeiro. A maioria dos ectoparasitas são ARTRÓPODES.
Regulador do crescimento de insetos que interfere com a formação da cutícula dos insetos. É eficaz no controle de moscas e mosquitos.
As infecções causadas por protozoários do filo CILIOPHORA.