Anuria: Ausência da formação de urina. Geralmente está associada com completa obstrução ureteral bilateral (URETER), completa obstrução do trato urinário inferior ou obstrução ureteral unilateral, quando um rim solitário está presente.Intoxicação por MercúrioLesão Renal Aguda: Redução abrupta da função renal. A lesão renal aguda abrange o espectro inteiro da síndrome, incluindo a falência renal aguda, NECROSE TUBULAR AGUDA e outras afecções menos graves.Oliguria: Débito de URINA diminuído, abaixo da faixa normal. Oligúria pode ser definida como diurese igual ou menor que 0,5 ou 1 ml/kg/h, dependendo da idade.ArquivosBanhos: Imersão ou lavagem do corpo ou de quaisquer de suas partes, em água ou outro meio, para limpeza ou tratamento médico. Abrange banhos para higiene pessoal, bem como para propósitos médicos com a adição de substâncias terapêuticas, tais como agentes alcalinos, antissépticos, óleos, etc.Sistemas de Informação em Radiologia: Sistemas automatizados usados nas várias funções do serviço de radiologia incluindo ordenamento dos pacientes, controle dos filmes, relatório diagnóstico e faturamento.Software: Programas e dados operacionais sequenciais que instruem o funcionamento de um computador digital.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital: Pessoal que presta cuidados de enfermagem a pacientes em um hospital.Hemorroidas: Veias intumescidas na parte mais baixa do RETO e ÂNUS. As hemorroidas podem ser dentro do ânus (interna), sob a pele em torno do ânus (externa), ou protraindo de dentro para fora do ânus. As pessoas com hemorroidas podem ou não exibir sintomas que incluem sangramento, coceira e dor.Hypericum: Gênero de plantas perenes, da família CLUSIACEAE (às vezes classificada como Hypericaceae). Preparações herbais e homeopáticas são usadas para depressão, neuralgia e uma variedade de outras afecções. Contém FLAVONOIDES, GLICOSÍDEOS, mucilagem, TANINOS e ÓLEOS ESSENCIAIS.Indústria do Tabaco: Os empreendimentos empresariais agregados da agricultura, manufatura e distribuição relacionados a tabaco e produtos derivados do tabaco.Interações Ervas-Drogas: O efeito das ervas, outras PLANTAS ou EXTRATOS DE PLANTAS sobre a atividade, metabolismo ou toxicidade das drogas.Abscesso: Acúmulo de material purulento em tecidos, órgãos ou espaços circunscritos, normalmente associado com sinais de infecção.Perileno: Dibenzo(a, h)antraceno de 20 carbonos que pode ser visto como um naftaleno unido a um fenaleno ou como dinaftaleno. É usado como sonda lipídica fluorescente na citoquímica de membranas, e é um hidrocarbono policíclico contaminante de solo e água. Os derivados podem ser carcinogênicos.Medicina de Emergência: Ramo da medicina envolvido com a avaliação e tratamento inicial de problemas médicos de urgência e emergência, como os causados por acidentes, traumas, doenças súbitas, envenenamentos ou desastres. A assistência médica de emergência pode ser fornecida em hospital ou em locais fora de instalações médicas.Meios de Contraste: Substâncias usadas para permitir a visualização aumentada de tecidos.História do Século XX: Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.Ácidos Tri-Iodobenzoicos: Derivados do ÁCIDO BENZOICO substituídos por tri-iodo.História do Século XIX: Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.História do Século XVII: Período de tempo a partir de 1601 até 1700 da era comum.New MexicoRemuneração: Pagamento por um serviço ou produto, como próteses para parte(s) do corpo, enxertos, transplantes, órgãos artificais.Chryseobacterium: Gênero de bactérias aeróbicas Gram-negativas da família FLAVOBACTERIACEAE. Muitas de suas espécies foram anteriormente incluídas no gênero FLAVOBACTERIUM.Solventes: Líquidos [usados para] dissolver outras substâncias (solutos), estas geralmente sólidas, sem que haja mudança em sua composição química [do soluto], como açúcar [soluto] [dissolvido] em água [solvente], [ou iodo (soluto) dissolvido em álcool (solvente)].Ecdisterona: Hormônio esteroide que regula os processos de MUDA ou ecdise em insetos. A ecdisterona é a ECDISONA 20-hidroxilada.Corpos Multivesiculares: Endossomos que contêm vesículas intraluminais formadas pelo brotamento da membrana do endossomo direcionado para dentro. Os corpos vesiculares (MVBs, sigla em inglês) podem se fusionar com outras organelas como os LISOSSOMOS ou fusionar-se de volta com a MEMBRANA PLASMÁTICA e liberar seu conteúdo por EXOCITOSE. As vesículas intraluminais dos corpos multivesiculares liberadas no ambiente extracelular são conhecidas como EXOSSOMOS.Manduca: Gênero de mariposas esfinge ou falcão da família Sphingidae. Esses insetos são utilizados em estudos de biologia molecular durante todas as fases de seu ciclo de vida.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Plaquetas: Células em formato de discos e que não apresentam núcleo. São formadas no megacariócito e são encontradas no sangue de todos os mamíferos. Encontram-se envolvidas principalmente na coagulação sanguínea.Trombose Venosa: Formação ou presença de um coágulo sanguíneo (TROMBO) dentro de uma veia.Rim: Órgão do corpo que filtra o sangue, secreta URINA e regula a concentração dos íons.Nefropatias: Processos patológicos do RIM ou de componentes de seus tecidos.PortugalAgregação Plaquetária: União das PLAQUETAS umas às outras. Esta agregação pode ser induzida por vários agentes (p.ex., TROMBINA, COLÁGENO) sendo parte do mecanismo que leva à formação de um TROMBO.