Alcaloides de Claviceps: Alcaloides originalmente isolados do fungo da espécie Claviceps purpurea (Hypocreaceae). Entre eles estão os compostos estruturalmente relacionados com a ergolina (ERGOLINAS) e a ergotamina (ERGOTAMINAS). Muitos dos alcaloides de Claviceps agem como antagonistas alfa-adrenérgicos.Ergotamina: Vasoconstritor encontrado no esporão (fungo) do centeio na Europa Central. É um agonista da serotonina que tem sido usado como agente oxitócico e no tratamento de TRANSTORNOS DA ENXAQUECA.Ergotismo: Intoxicação causada pela ingestão de grãos ergotizados ou pelo uso mal direcionado ou excessivo do fungo Claviceps [ergot] como medicamento.Claviceps: Gênero de fungos (família Clavicipitaceae, ordem Hypocreales) ascomicetos, parasitas de várias gramíneas (POACEAE). Os escleródios contêm vários alcaloides tóxicos. Claviceps purpurea (no centeio) causa ergotismo.Ácido LisérgicoAlcaloides: Bases orgânicas nitrogenadas. Muitos alcaloides de importância médica ocorrem nos reinos animal e vegetal e alguns são sintéticos.Ergolinas: Série de alcaloides relacionados estruturalmente, contendo a estrutura básica da ergolina.Ergonovina: Alcaloide do ergot (ALCALOIDES DO ESPORÃO DO CENTEIO) que apresenta propriedades contráteis de MÚSCULO LISO VASCULAR e uterino.Festuca: Gênero de plantas (família POACEAE), cujo nome vulgar 'fescue' também é usado para algumas outras gramíneas.Neotyphodium: Forma anamórfica do fungo EPICHLOE. Muitas espécies de Neotyphodium produzem ALCALOIDES DO ESPORÃO DO CENTEIO.Ergotaminas: Série de alcaloides relacionados estruturalmente, contendo a estrutura básica da ergotamina.Alcaloides de Indol: Grupo de alcaloides contendo um grupo benzilpirrólico (derivado do TRIPTOFANO).Hypocreales: Ordem de fungos do filo ASCOMYCOTA que inclui numerosas espécies que são parasitas de plantas superiores, insetos ou fungos. Outras espécies são saprotróficas.Acremonium: Gênero fúngico mitospórico com vários ascomicetos teleomorfos observados. Antibióticos de cefalosporina são derivados deste gênero.Poaceae: Grande família de gramíneas herbáceas de folhas estreitas da ordem Cyperales, subclasse Commelinidae, classe Liliopsida (monocotiledôneas). GRÃO COMESTÍVEL vem de membros desta família. RINITE ALÉRGICA SAZONAL pode ser induzida por PÓLEN de muitas gramíneas.Lolium: Membro comum da família Gramineae, usado como RAÇÃO ANIMAL. Abriga diversos fungos e outros parasitas, tóxicos às criações e a pessoas, e produz compostos alergênicos, especialmente em seu pólen. As variedades mais comumente observadas são L. perenne, L. multiflorum e L. rigidum.Aspergillus fumigatus: Espécie de fungo imperfeito a partir do qual o antibiótico fumigatina é obtido. Seus esporos podem causar infecção respiratória em aves e mamíferos.Metilergonovina: Homólogo da ERGONOVINA que contém mais um grupo CH2.Epichloe: Gênero de fungos ascomicetos da família Clavicipitaceae, ordem HYPOCREALES, que fazem simbiose com gramíneas. Encontram-se anamorfos no gênero NEOTYPHODIUM.Técnica de Seleção de Aptâmeros: Método para gerar uma grande biblioteca de nucleotídeos aleatórios e selecionar os NUCLEOTÍDEOS APTÂMEROS por etapas iterativas de seleção in vitro. Um procedimento modificado substitui AMINOÁCIDOS em lugar de NUCLEOTÍDEOS para gerar PEPTÍDEOS APTÂMEROS.Alcaloides de Pirrolizidina: Grupo de ALCALOIDES caracterizados por uma necina contendo nitrogênio e encontrados principalmente em plantas das seguintes famílias BORAGINACEAE, COMPOSITAE e LEGUMINOSAE. Podem ser ativados no fígado por hidrólise do éster e desnaturação da base necina para reativar as CITOTOXINAS pirrólicas eletrofílicas.Alcaloides de Vinca: Grupo de dímeros ALCALOIDES do tipo indol-indolina obtidos de plantas do gênero VINCA. Inibem a polimerização de TUBULINAS em MICROTÚBULOS, bloqueando assim a formação do fuso e parando as células na METÁFASE. Representam alguns dos ANTINEOPLÁSICOS mais úteis.Micotoxicose: Intoxicação causada pela ingestão de micotoxinas (toxinas de origem fúngica).DEAE-Dextrano: Utilizado como suporte para cromatografia por troca iônica.Transtornos da Lactação: Distúrbios na secreção de LEITE em qualquer SEXO, não necessariamente relacionado com GRAVIDEZ.Alcaloides de Cinchona: Alcaloides extraídos de várias espécies de Cinchona.Contaminação de Alimentos: Presença de elementos estranhos nos alimentos, por ex. substâncias químicas, micro-organismos, diluentes, que possam torná-lo nocivo ou inadequado para o consumo, durante, antes e após seu processamento ou armazenagem.Di-Hidroergotamina: 9,10-di-hidro-12'-hidroxi-2'-metil-5'-(fenilmetil)ergotamano-3',6',1-triona. Derivado da ERGOTAMINA usado como vasoconstritor, especificamente na terapia da enxaqueca.Ração Animal: Produtos alimentícios usados para animais domésticos, de laboratório ou para o gado.Mesilatos Ergoloides: Mistura de mesilatos (metanos sulfonatos) de DI-HIDROERGOCORNINA, DI-HIDROERGOCRISTINA e isômeros alfa e beta da DI-HIDROERGOCRIPTINA. A substância produz vasodilatação periférica generalizada e queda da pressão arterial, e tem sido utilizada em idosos, para tratar os sintomas de deficiência média a moderada da função mental.Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Idoso: Fisiologia nutricional de adultos com 65 anos de idade ou mais.Epidermólise Bolhosa Juncional: Forma de epidermólise bolhosa, que se inicia no nascimento ou durante o período neonatal, e é transmitida por herança autossômica recessiva. É caracterizada pela formação generalizada de bolhas, desnudação extensa, e separação e clivagem das membranas plasmáticas das células basais, da membrana basal.Serviços Médicos de Emergência: Serviços especialmente preparados (recursos humanos e equipamento) para prestar cuidados de emergência a pacientes.Alcaloides de Amaryllidaceae: Alcaloides derivados da TIRAMINA e combinados com 3,4-di-hidroxibenzaldeído pela via da norbeladina, incluindo a GALANTAMINA, licorina e crinina. São encontrados na família de plantas Amaryllidaceae (LILIACEAE).Pimozida: Difenilbutilpiperidina eficaz como agente antipsicótico e como alternativa ao HALOPERIDOL para a supressão dos tiques vocais e motores em pacientes com síndrome de Tourette. Embora seu mecanismo preciso de ação seja desconhecido, postula-se que seja por meio do bloqueio dos receptores dopamínicos pós-sinápticos. (Tradução livre do original: AMA Drug Evaluations Annual, 1994, p403)Enciclopédias como Assunto: Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.Dietilamida do Ácido Lisérgico: Derivado semissintético do ergot (Claviceps purpurea). Tem efeitos complexos nos sistemas serotoninérgicos, incluindo o antagonismo em alguns receptores periféricos de serotonina, ações tanto agonistas como antagonistas nos receptores de serotonina do sistema nervoso central, e possivelmente efeitos no metabolismo de serotonina. É um alucinógeno potente, mas os mecanismos desse efeito não são bem compreendidos.Solução Hipertônica de Glucose: Solução [cuja concentração] geralmente é de 10 por cento de glucose [dissolvida em água], mas pode ser maior. [A concentração de] uma solução isotônica de glucose é de 5 por cento (5 g / 100 ml).Atracúrio: Agente bloqueador neuromuscular não despolarizante de curta duração. Sua ausência de efeitos cardiovasculares significativos e falta de dependência de uma boa função renal para eliminação provêm uma vantagem clínica sobre agentes bloqueadores neuromusculares não despolarizantes alternativos.Abreviaturas como Assunto: Formas encurtadas de palavras ou frases escritas usadas para abreviar.Psychotria: Gênero de plantas (família RUBIACEAE) cujos membros contêm psicotridina e braquicerina (alcaloides indólicos).Phalaris: Gênero de plantas da família POACEAE.Mimosa: Gênero de plantas (família FABACEAE) contendo uma CALCONA denominada cuculcanina.Acacia: Gênero de planta da família FABACEAE. As gomas e agentes de curtimento obtidos de Acacia são chamados de GOMA ARÁBICA. O nome comum de catechu é mais comumente usado para Areca catechu (ARECA).Inibidores da Monoaminoxidase: Grupo quimicamente heterogêneo de drogas que têm em comum a capacidade de bloquear a desaminação oxidativa das monoaminas que ocorrem na natureza. (Tradução livre do original: From Gilman, et al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 8th ed, p414)Taxus: Gênero de árvores ou arbustos teixos coníferos, do qual diversas espécies possuem usos medicinais. O teixo Pacífico, Taxus brevifolia, é notável; é usado para fazer a droga anti-neoplásica taxol (PACLITAXEL).Microscopia Ultravioleta: Microscopia na qual a imagem é formada por radiação ultravioleta e é exibida e registrada por meio de um filme fotográfico.