Trabalhos que contêm artigos de informação em assuntos em todo campo de conhecimento, normalmente organizado em ordem alfabética, ou um trabalho semelhante limitado a um campo especial ou assunto.
Estreitamento ou oclusão da ARTÉRIA RENAL ou das artérias. Geralmente, devido a ATEROSCLEROSE, DISPLASIA FIBROMUSCULAR, TROMBOSE, EMBOLISMO ou pressão externa. A perfusão renal reduzida pode levar a HIPERTENSÃO RENOVASCULAR.
Técnicas que estudam as entidades por meio do uso de suas propriedades topológicas, geométricas ou geográficas e incluem a dimensão tempo na análise.
Grupo de transtornos heterogêneos caracterizados por HIPERGLICEMIA e INTOLERÂNCIA À GLUCOSE.
Subclasse de DIABETES MELLITUS que não é responsiva ou dependente de INSULINA (DMNID). Inicialmente, caracteriza-se por RESISTÊNCIA À INSULINA e HIPERINSULINEMIA e finalmente, por INTOLERÂNCIA À GLUCOSE, HIPERGLICEMIA e obviamente diabetes. O diabetes mellitus tipo 2 não é mais considerado uma doença encontrada exclusivamente em adultos. Os pacientes, raramente desenvolvem CETOSE, porém com frequência exibem OBESIDADE.
Subtipo de DIABETES MELLITUS caracterizada por deficiência de INSULINA. Manifesta-se por um início repentino de intensa HIPERGLICEMIA, progressão rápida a CETOACIDOSE DIABÉTICA e MORTE, a menos que tratada com insulina. A doença pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum durante a infância ou adolescência.
Ramo da aorta abdominal que irriga os rins, glândulas adrenais e ureteres.
Substâncias geralmente inertes adicionadas a uma prescrição para garantir uma consistência satisfatória para a formulação. Estas incluem aglutinantes, matrizes, bases ou diluentes usados em pílulas, comprimidos, cremes, pomadas, etc.
Mensagens entre usuários de computador através de REDES DE COMUNICAÇÃO DE COMPUTADORES. Esta característica duplica a maioria das características de correio de papel, como remeter, cópias múltiplas e anexos de imagens e outros tipos de arquivo, porém, com uma vantagem de velocidade. O termo também se refere a uma mensagem individual enviada desta maneira.
Forma sólida de administração, de peso variável, tamanho e formato, que pode ser moldada ou comprimida, e que contém uma substância medicinal em forma pura ou diluída. (Dorland, 28a ed)
Química que estuda a composição e preparação de agentes usados em AÇÕES FARMACOLÓGICAS ou uso diagnóstico.
Preparação, dosagem e montagem de uma droga.
Lista de pacientes prováveis para consultas ou tratamentos.
Aplicação de conhecimento científico ou tecnológico à farmácia e à indústria farmacêutica. Inclui métodos, técnicas e instrumentação usada na manufatura, preparação, composição, dispensação, embalagem e armazenamento de drogas e outras preparações usadas no diagnóstico e em procedimentos determinantes, e no tratamento de pacientes.
Gênero de plantas (família BERBERIDACEAE). Os nomes vulgares 'uva-espim' ou 'uva do Oregon' também são usados para a MAHONIA. A 'bayberry', cujo nome é semelhante ao nome vulgar em inglês 'barberry', constitui o gênero não aparentado MYRICA. A uva do Oregon foi classificada por Pursh como 'Berberis', mas Nuttall alegou ser este um grupo com diferenças suficientes para denominá-lo como um novo gênero, MAHONIA. Os botânicos insistem naquele nome, enquanto os horticultores permanecem com o Mahonia. São arbustos com madeira amarela e geralmente três espinhos ramificados na base do pecíolo. As flores são amarelas, com seis pétalas e as frutas são cerejas com uma ou várias sementes. Seus membros contêm BERBERINA.
Sistema terapêutico fundado por Samuel Hahnemann (1755-1843), baseado na Lei da Similitude onde "similar cura similar". As doenças são tratadas com substâncias altamente diluídas que causam, em pacientes sãos, sintomas como aqueles das doenças que se deseja tratar.
Materiais ou substâncias usados na composição de remédios da medicina tradicional. O uso desse termo no MeSH foi anteriormente restrito aos artigos históricos ou aos voltados para a medicina tradicional, mas também pode se referir a remédios homeopáticos. Os nosódios são tipos específicos de remédios homeopáticos preparados a partir de agentes causais ou produtos de doenças.
Alcaloide extraído de Hydrastis canadensis L.(Berberidaceae). Também encontrada em muitas outras plantas. É relativamente tóxica por via parenteral, mas tem-se utilizado oralmente para várias infecções parasitárias, fúngicas e como antidiarreica.
O ovário desenvolvido de uma planta, podendo ser carnudo ou seco, portando a(s) semente(s).
Filo de fungos que produzem seus esporos sexuais (basidiósporos) na parte externa do basídio. Inclui formas popularmente conhecidas como cogumelos, boletos, bufas-de-lobo, "estrelas terrestres" (earthstars), fungos do ninho de aves, fungos de gelatina, fungos de suporte ou de prateleira, e bolores.
Maior ordem dos CRUSTÁCEOS (mais de 10.000 espécies), caracterizados por três pares de apêndices torácicos (modificados em maxilipídeos) e cinco pares de patas torácicas. Fazem parte da ordem o conhecido camarão, caranguejo de rio (ASTACOIDEA), caranguejos verdadeiros (BRAQUIÚROS) e lagostas (NEPHROPIDAE e PALINURIDAE) e outros.
INFLAMAÇÃO de FÍGADO em humanos, causada por Vírus da Hepatite C durando seis meses ou mais. A hepatite crônica C pode levar à CIRROSE HEPÁTICA.
Grupo de alcaloides relacionados de plantas que contêm a estrutura de anel heterocíclico de BERBERINA.
Sistemas de medicina baseados em crenças culturais e práticas passadas de geração a geração. O conceito inclui rituais místicos e mágicos (TERAPIAS ESPIRITUAIS), FITOTERAPIA e outros tratamentos que podem não ser esclarecidos pela medicina atual.
INFLAMAÇÃO do FÍGADO em humanos causada por VIRUS DA HEPATITE C, um virus com RNA de fita única. Seu período de incubação é de 30 a 90 dias. A hepatite C é principalmente transmitida por sangue contaminado por via parenteral e está, com frequência, associada com transfusões e abuso de drogas. Entretanto, em vários casos a fonte da infecção da hepatite C é desconhecida.
Publicações impressas e distribuídas diariamente, semanalmente ou a algum outro intervalo regular e normalmente pequeno, contendo notícias, artigos de opinião (como editoriais e cartas), matérias especiais, avisos e anuncios de interesse atual.
Corpos celestes queorbitam ao redor do sol ou de outras estrelas.
Imagens usadas para comentar sobre certos assuntos como eventos contemporâneos, hábitos sociais ou tendências políticas, e geralmente executadas de maneira abrangente ou abreviada.
Separação ou resolução da psique em seus elementos constituintes. O termo tem dois significados separados: 1. um procedimento criado por Sigmund Freud para a investigação dos processos mentais através da livre associação, interpretação de sonhos e interpretação das manifestações da resistência e transferência; e 2. uma teoria psicológica desenvolvida por Freud a partir de sua experiência clínica com pacientes histéricas. (Tradução livre do original: Campbell, Psychiatric Dictionary, 1996)
Gênero de plantas da família PINACEAE, ordem Pinales, classe Pinopsida, divisão Coniferophyta. São árvores coníferas, perenes, com agulhas longas, achatadas e espiralmente distribuídas que crescem diretamente a partir dos galhos.
Cavidade ou recesso formado por uma prega do peritônio.
Antigo estado no norte central da Alemanha. Foi oficialmente abolido em 1 de março de 1947. Reino estabelecido em 1701.
A infecção por nematódeos do gênero DIROFILARIA, normalmente em animais, especialmente cachorros, mas ocasionalmente no homem.
Parasita filarial primariamente de cães mas também ocorrendo em raposas, lobos e humanos. O parasita é transmitido por mosquitos.
Qualquer substância tomada pelo corpo que proporciona nutrição.
Parte do encéfalo que fica atrás do TRONCO ENCEFÁLICO, na base posterior do crânio (FOSSA CRANIANA POSTERIOR). Também conhecido como "encéfalo pequeno", com convoluções semelhantes àquelas do CÓRTEX CEREBRAL, substância branca interna e núcleos cerebelares profundos. Sua função é coordenar movimentos voluntários, manter o equilíbrio e aprender habilidades motoras.
Anormalidade congênita do sistema nervoso central, caracterizada por deficiência do desenvolvimento das estruturas médias cerebelares, dilatação do quarto ventrículo e deslocamento ascendente dos seios transversais, tentório e tórcula. Entre os sinais clínicos estão protuberância occipital, aumento progressivo do crânio, arqueamento das fontanelas anteriores, papiledema, ataxia, distúrbios da marcha, nistagmo e comprometimento intelectual. (Tradução livre do original: Menkes, Textbook of Child Neurology, 5th ed, pp294-5)
Ordem de insetos compreendendo os piolhos sugadores, ectoparasitas hematófagos de mamíferos. Entre as famílias reconhecidas estão as Echinophthiriidae, Haematopinidae e Pediculidae. Esta última contém os gêneros (PEDICULUS e PHTHIRUS) de importância médica que afetam os humanos.
Produção de alimentos e seu percurso desde o ponto de origem até o seu uso ou consumo.
1) Espécie de plantas do gênero ATROPA da família SOLANACEAE que contêm ATROPINA, ESCOPOLAMINA, ALCALOIDES DE BELADONA e outros ALCALOIDES DE SOLANÁCEAS. Algumas espécies deste gênero são chamadas de beladona, sendo este também o nome vulgar para SOLANUM (MeSH/NLM). 2) Também se utiliza como medicamento homeopático. Atropa belladona. Abrev.: "bell.". Origem vegetal. Parte utilizada: planta fresca, sem as partes lenhosas inferiores do caule ao final da florada.
Gênero de plantas (família SOLANACEAE) cujos membros contêm ALCALOIDES DE SOLANÁCEOS. Algumas espécies deste gênero são chamadas 'Beladona' que também é o nome vulgar para ATROPA BELLADONNA.
Família de plantas (ordem Solanales, subclasse Asteridae) entre as mais importantes estão BATATAS, TOMATES, CAPSICUM (pimentões verdes e vermelhos), TABACO e BELADONA.
Espécie de plantas (gênero SOLANUM, família SOLANACEAE) contendo glicosídeos esteroides.
Estilo ou modo típico de viver que caracteriza um indivíduo ou grupo. (Tradução livre do original: From APA, Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed)
Ordem de MAMÍFEROS, normalmente comedores de carne com dentição apropriada. As subordens incluem os carnívoros terrestres, fissipedia e os carnívoros aquáticos PINÍPEDES.
Distúrbios gastrointestinais, erupções cutâneas ou choque causados por reações alérgicas aos alérgenos ingeridos nos alimentos.