Loading...


  • comum
  • Obstrução da veia axilar por um trombo, embora não tão comum como a da perna veias, ocasionalmente ocorre após infusão prolongada hiperosmótica de fluidos e / ou alimentação intravenosa. (wikipedia.org)
  • Sistema
  • O sistema circulatório pressupõe o funcionamento combinado do coração, do sangue e dos vasos sanguíneos para a entrega do oxigénio e dos nutrientes aos sistemas de órgãos e aos tecidos e para a remoção dos produtos tóxicos que resultam do metabolismo. (blogspot.com)
  • O sistema linfático é composto por um intrincado sistema de vasos linfáticos e de tecidos linfáticos incluindo os nódulos da linfa, baço e timo. (blogspot.com)
  • O sistema circulatório representa um sistema fechado que tem como motor central o coração e como elementos estruturais o sangue e os vasos sanguíneos. (blogspot.com)
  • O sistema linfático e os seus vasos não formam um sistema circulatório fechado. (blogspot.com)
  • Não existe um sistema centralizado de bombagem, os vasos linfáticos produzem o seu próprio sistema de propulsão com uma rede de musculatura lisa localizada nas paredes dos colectores e dos troncos linfáticos. (blogspot.com)
  • Como os vasos linfáticos trabalham em sentido único, e não como um sistema circulatório fechado, é mais apropriado falar-se de um transporte linfático do que de uma circulação linfática. (blogspot.com)
  • Enquanto que a circulação do sangue nos vasos sanguíneos é ininterrupto, o transporte de fluido linfático através do sistema de vasos linfáticos é interrompido pelos nódulos linfáticos. (blogspot.com)
  • É de HERÓFILO (anatomista grego - 300 a.C.) a primeira citação dos vasos linfáticos, por outro lado, a primeira descrição do sistema, é atribuída a GASPAR ASELLIUS de Milão, que foi professor de anatomia em Pavia de 1581 a 1626 e estudou os vasos linfáticos intestinais do cão. (ebah.com.br)
  • drenam
  • Os vasos linfáticos da tiroide drenam para os gânglios linfáticos pré-laríngeos, que por sua vez drenam para os gânglios linfáticos cervicais superiores. (wikipedia.org)
  • externa
  • As artérias supracitadas anastomosam-se dentro da tiroide, assegurando a sua irrigação, fornecendo uma potencial circulação colateral entre a artéria subclávia e a artéria carótida externa. (wikipedia.org)
  • linfa
  • A linfa tem uma particularidade de grande importância prática, não coagula como o sangue, o que faz com que a lesão de seus vasos coletores maiores espoliem o indivíduo rapidamente. (ebah.com.br)
  • Apesar de até hoje os vasos linfáticos serem menos estudados que os sangüíneos, já são há muito conhecidos, o próprio Hipócrates de Cós, já denominava a linfa de sangue branco. (ebah.com.br)
  • venoso
  • O cateter venoso central é destinado ao acesso venoso central e as indicações deverão ser precisas e levando-se em conta sempre a necessidade da veia central em detrimento da veia periférica. (wikipedia.org)
  • percorrerem
  • As MIPs são úteis para percorrerem cursos complicados de vasos intracranianos, os quais aparecem de dentro e de fora do plano de fatias individuais [Figura 1, c e d]. (medicinanet.com.br)
  • origem
  • Estas se subdividem em artérias arqueadas que vão dar origem a minúsculos vasos, as arteríolas aferentes que, por sua vez, vão servir como porta de entrada de milhares de pequenas estruturas tubulares chamadas Nefrons , localizados nas pirâmides da medula renal. (ebah.com)
  • Anteriormente
  • Anteriormente recebe o seio sagital inferior e a veia magna do cérebro (que é formada pelas veias internas do cérebro) e posteriormente desemboca na confluência dos seios. (auladeanatomia.com)
  • onde
  • Figura 2 - Fotomicrografia de vasos corados com tricrômio de MASSON, onde vê-se colágeno em azul e células musculares em vermelho. (ebah.com.br)
  • externa
  • É um trígono de grande importância porque a veia jugular externa e a artéria supraescapular cruzam este trígono superficialmente e a artéria subclávia se situa profundamente nele. (docplayer.com.br)
  • As artérias supracitadas anastomosam-se dentro da tiroide, assegurando a sua irrigação, fornecendo uma potencial circulação colateral entre a artéria subclávia e a artéria carótida externa. (wikipedia.org)
  • acesso
  • so central: higiene das mãos, precauções de barreira para passagem do cateter, anti-sepsia com clorexidina, uso da veia subclávia como acesso preferencial e revisão diária da necessidade de se manter o cateter. (medicinanet.com.br)
  • Os cateteres de longa permanência permitem um acesso contínuo ao vaso sanguíneo e por período prolongado (meses ou anos). (dranayarabatagini.com.br)
  • Sempre iniciando do mais distal para o proximal emcaso de acessos mais difíceis, para que não se inutilize um vaso sangüíneo na porção proximal, sendo que havia condições de acesso distalmente. (trabalhosfeitos.com)
  • O cateter venoso central é destinado ao acesso venoso central e as indicações deverão ser precisas e levando-se em conta sempre a necessidade da veia central em detrimento da veia periférica. (wikipedia.org)
  • vago
  • A veia tireóidea média é encontrada em mais da metade das pessoas C) A tireóide apresenta um pobre sistema de drenagem linfática, justificando, portanto, a baixa incidência de metástases linfonodais D) Do lado esquerdo o nervo laríngeo recorrente separa-se do vago quando cruza com a artéria subclávia. (docplayer.com.br)
  • maior
  • O fato dos vasos linfáticos percorrerem o tecido transmuscular do peitoral maior é justificativo para a remoção da mesma no tratamento cirúrgico do câncer de mama - chamada de mastectomia radical por Halsted. (wikipedia.org)
  • partir
  • A DAA ocorre quando o sangue penetra na parede da artéria a partir da camada íntima do vaso, criando um falso trajeto, como ilustra a figura acima. (blogspot.com)
  • sistema
  • Ver artigo principal: Sistema linfático Os vasos linfáticos na axila são superficiais ou profundos. (wikipedia.org)
  • outros
  • Outros vasos drenam para os gânglios linfáticos pré-traqueais e para-traqueais, que por sua vez drenam para os gânglios linfáticos cervicais profundos inferiores. (wikipedia.org)