Loading...
  • anos de idade
  • A criança identificada apenas como "UD" começou a ter convulsões quando tinha apenas 4 anos de idade. (hypescience.com)
  • Sem outras opções, os médicos tomaram a decisão incrivelmente difícil de remover uma grande parte do cérebro do menino - aproximadamente um terço do hemisfério direito - quando ele tinha 6 anos de idade. (hypescience.com)
  • Kim Peek, o savant de 54 anos de idade, que foi a base para o personagem de Dustin Hoffman em "Rain Man", diz ter memorizado cada página dos 9000 livros que já leu além de ler em média 8 a 12 segundos por página (com cada olho lendo uma página diferente de forma independente), mas essa reivindicação não foi testada com rigor científico. (wikipedia.org)
  • A maior parte do declínio ocorre por volta dos quarenta anos de idade. (wikipedia.org)
  • Por volta dos 75 anos de idade, o quarto estágio de sono e as ondas deltas podem inexistir completamente. (wikipedia.org)
  • As convulsões associadas à febre são eventos comuns nos departamentos de emergência, ocorrendo em 2 a 5% das crianças até 5 anos de idade, e são responsáveis por aproximadamente 50% de todas as convulsões nesta faixa etária. (medicinanet.com.br)
  • O consenso do National Institute of Health (NIH) , publicado em 1981, conceitua crise febril como um evento na infância, usualmente ocorrendo entre 3 meses e 5 anos de idade, associado a febre, mas sem evidência de infecção intracraniana ou de outra doença neurológica aguda ou de causa definida para a convulsão, excluindo crianças que já apresentaram crises na ausência de febre. (medicinanet.com.br)
  • De qualquer forma, sabe-se que as crises febris raramente podem ocorrer no lactente novo (antes de 3 a 6 meses) e/ou após os 5 anos de idade. (medicinanet.com.br)
  • A maioria dos casos ocorre entre 6 meses e 3 anos de idade, com pico de incidência aos 18 meses e, raramente, após os 5 anos, embora possa ser possível ocorrer a primeira crise com 6 ou 7 anos. (medicinanet.com.br)
  • Após a primeira crise febril, 2/3 destas crianças não terão mais crises e apenas 13% do total terão mais de 2 episódios até os 7 anos de idade. (medicinanet.com.br)
  • O príncipe Míchkin tem 27 anos de idade quando retorna a Petesburgo, após permanecer vários anos em um sanatório na Suíça para tratar da sua epilepsia. (wikipedia.org)
  • crises
  • Dostoyevsky, famoso romancista russo, que tinha Epilepsia , descreveu as crises do lobo temporal no seu romance ' The Idiot. (elblogdelasalud.net)
  • As convulsões da epilepsia do lobo temporal podem ser controladas por completo ou, pelo menos, em sua maioria, com os medicamentos para as crises parciais. (elblogdelasalud.net)
  • Marcília Araújo, médica especialista em epilepsia no Piauí, explica que a doença é caracterizada pela predisposição persistente do cérebro a gerar crises epilépticas (ataques ou transtornos neurológicos). (blogspot.com)
  • Foi analisada a relacao entre algumas variaveis demograficas e clinicas, tais como: idade de inicio das crises, tempo de crises, lateralizacao das crises, presenca de esclerose hipocampal (EH), controle das crises no periodo pos-cirurgico, hemisferio operado (direito ou esquerdo), CF do lobo temporal ressecado e RF do lobo temporal contralateral a cirurgia, assim como. (unifesp.br)
  • A contribuição do uso das DAE novas e tradicionais, sua farmacocinética e a ocorrência de epilepsia/crises na gestação podem prejudicar a evolução da gravidez e não têm sido claramente delineadas. (scielo.br)
  • 3 Assim, os principais objetivos das gestantes com epilepsia são: conseguir o controle total das crises e ter gestações e bebês saudáveis. (scielo.br)
  • É o principal exemplo de uma condição clínica que cursa com crises epiléticas e que não deve ser classificada como epilepsia. (medicinanet.com.br)
  • Este conceito foi parcialmente modificado em 1993 pelo Comitê da Liga Internacional de Epilepsia, que a definiu como "uma crise epilética que ocorre após 1 mês de idade, associada à doença febril, não causada por uma infecção do sistema nervoso central (SNC), sendo excluídas as crianças que apresentaram crises neonatais ou crises não provocadas ou que se encaixam nos critérios de outra crise sintomática aguda. (medicinanet.com.br)
  • Epilepsia é uma doença crônica caracterizada por crises epilépticas recorrentes não provocadas. (medicinanet.com.br)
  • Segundo o último consenso da ILAE (International League Against Epilepsy ), a epilepsia é definida como desordem cerebral caracterizada por uma predisposição persistente, que leva ao aparecimento de crises epilépticas e a suas conseqüências neurobiológicas, cognitivas e psicossociais. (medicinanet.com.br)
  • A prevalência de epilepsia ativa (pacientes que apresentem crises ou necessitem tratamento crônico para controle de crises) é menor, estimada em 0,5% nos Estados Unidos e em 1,5% a 2% na América Latina, 0,54% em São Paulo e 0,51% no Rio de Janeiro, o que demonstra que parte dos pacientes pode entrar em remissão, ao menos por algum período (epilepsia inativa). (medicinanet.com.br)
  • Já Charcot distinguia a histeria e epilepsia com crises mistas e com crises distintas. (redepsi.com.br)
  • Escrito em meio a crises de epilepsia, perturbações nervosas, viagens e sob a pressão de severas dívidas de jogo, O Idiota é considerado pelo crítico estadunidense Harold Bloom um obra do Cânone Ocidental, juntamente com Crime e Castigo e Memórias do Subsolo. (wikipedia.org)
  • tratamento
  • Os autores enfatizam a necessidade de estudos para avaliar o impacto da epilepsia e seu tratamento na vida reprodutiva, a fim de otimizar seu tratamento, além da necessidade de estudos farmacocinéticos durante a gestação para obtenção de melhores resultados terapêuticos e também para a diminuição dos efeitos nocivos das drogas sobre a mãe e o feto. (scielo.br)
  • A verdadeira natureza da crise febril e sua relação com outras formas de epilepsia têm sido motivo de discussão na literatura especializada, assim como o tratamento dessas crianças, havendo muitos pontos polêmicos e poucas tendências que possam ser consensuais entre os diversos especialistas. (medicinanet.com.br)
  • Na década de 1940, Penfield começou a usar métodos de estimulação elétrica, idênticos aos usados por Sherrington em macacos, para mapear as funções motoras, sensoriais e da linguagem no córtex humano de pacientes submetidos à neurocirurgia, para tratamento de epilepsia. (wikipedia.org)
  • mental
  • São pouquíssimas as pessoas que conhecem a doença, a maioria, infelizmente, acha que epilepsia é coisa de gente com problema mental. (blogspot.com)
  • Segundo Ajuriaguerra os Imbecis apresentam uma idade mental correspondente a uma criança entre dois e sete anos e um Q.I entre 20 e 50. (wikipedia.org)
  • Apesar de ainda não haver consenso sobre a existência de genes para agressão e mesmo sobre doenças genéticas que possuam a agressividade como característica patognomônica, a exemplo da Síndrome XYY e Epilepsia do lobo temporal, alguns autores tem proposto a categoria de imbecilidade mental e moral, embora a condição de deficiência intelectual ou limitação de inteligência não se aplique a maioria dos portadores de transtorno de personalidade antissocial ou sociopatas conhecidos. (wikipedia.org)
  • Segundo Ajuriaguerra refere-se a uma forma grave de dano cerebral que deixa o indivíduo com comportamentos equivalentes a o de uma criança com dois anos (idade mental), situando-se na escala de Q.I. com valores iguais ou inferiores a 20. (wikipedia.org)
  • Os homens apresentam uma maior queda na atividade mental delta em decorrência da idade do que as mulheres. (wikipedia.org)
  • A memória focaliza coisas específicas, requer grande quantidade de energia mental e deteriora-se com a idade. (wikipedia.org)
  • ainda
  • Segundo Marcília Araújo, casos de epilepsia no Piauí ainda são comuns. (blogspot.com)
  • Análise de eletroencefalografia ao acordar de bebês indica que a atividade de onda delta é predominante nessa idade, ainda aparecendo em eletroencefalografias ao acordar de crianças de cinco anos. (wikipedia.org)
  • alguns
  • Um dos mais antigos escritos sobre o assunto datam de 1892, nos quais alguns textos sobre doenças cerebrais falavam de uma ligação entre "emoção religiosa" e epilepsia. (wikipedia.org)
  • estruturas
  • O teste do Amobarbital Sodico (TAS) e realizado na investigacao pre-operatoria para avaliar a reserva funcional (RF) de memoria nas estruturas corticais contralateral do hemisferio anestesiado e tambem para determinar a capacidade funcional (CF) de memoria do lombo temporal cirirgico. (unifesp.br)
  • esquerdo
  • Apos analise estatistica, constatou-se que o deficit de memoria verbal apos a cirurgoa foi influenciado significativamente por duas dessas variaveis: a) presenca do CF no lobo temporal a ser ressecado e b) comprometimento no hemisferio esquerdo. (unifesp.br)
  • duas
  • Sommer admitia que logo as duas afecções são associadas, é sempre com a epilepsia que se inicia e sobre esta vêm-se ajuntar os fenômenos histéricos. (redepsi.com.br)
  • assim
  • Nosso objetivo nesse trabalho foi verificar as perdas nas funcoes de memoria pos-cirurgicas e sua relacao com a RF e CF de memoria do lobo temporal, assim como determinar nas variaveis que se relacionam com estas perdas. (unifesp.br)
  • faixa
  • A neurocientista cognitiva Marlene Behrmann, da Universidade Carnegie Mellon (EUA), também esclarece que UD pontuou acima da média em testes de QI e estava dentro de uma faixa normal de percepção visual para sua idade. (hypescience.com)
  • transtornos
  • Abordar a magnitude do problema, distribuição dos transtornos psiquiátricos mais associados, segundo a distribuição por idade e gênero. (scielo.br)
  • O diagnóstico dessas comorbidades é limitado: não costuma haver distinção entre transtornos psiquiátricos gerais e os especificamente relacionados à epilepsia. (scielo.br)
  • capacidade
  • Não é claro se este homem tem uma capacidade de memória eidética, uma compulsão em lembrar de detalhes de sua infância ou uma epilepsia do lobo temporal que às vezes dá a ele a sua capacidade surpreendente de capturar cenas de seus primeiros anos. (wikipedia.org)
  • frontal
  • A partir de 1861, Broca evidencia que lesões restritas à parte posterior do lobo frontal, no lado esquerdo do cérebro, chamada de área de Broca, causavam um defeito específico na função da linguagem. (wikipedia.org)
  • As ondas deltas também foram classificadas de acordo com a locação da atividade em atividade delta intermitente frontal, temporal e occipital. (wikipedia.org)
  • mental
  • São pouquíssimas as pessoas que conhecem a doença, a maioria, infelizmente, acha que epilepsia é coisa de gente com problema mental. (blogspot.com)
  • Apesar de ainda não haver consenso sobre a existência de genes para agressão e mesmo sobre doenças genéticas que possuam a agressividade como característica patognomônica, a exemplo da Síndrome XYY e Epilepsia do lobo temporal, alguns autores tem proposto a categoria de imbecilidade mental e moral, embora a condição de deficiência intelectual ou limitação de inteligência não se aplique a maioria dos portadores de transtorno de personalidade antissocial ou sociopatas conhecidos. (wikipedia.org)
  • A memória focaliza coisas específicas, requer grande quantidade de energia mental e deteriora-se com a idade. (wikipedia.org)
  • Os homens apresentam uma maior queda na atividade mental delta em decorrência da idade do que as mulheres. (wikipedia.org)
  • podem
  • 6 Características Específicas à Cultura, à Idade e ao Gênero Os indivíduos de variados contextos culturais por vezes exibem comportamentos defensivos e estilos interpessoais que podem ser erroneamente rotulados de esquizoides. (docplayer.com.br)
  • As convulsões podem piorar com a idade e/ou freqüência. (angioma.org)
  • Idade - Bebês ou crianças podem ter experiências espirituais? (wikipedia.org)
  • dois
  • Estudos em pacientes com lesão do lobo temporal (pioneiramente com o paciente H.M) revelaram dois modos particularmente diferentes de aprendizagem, diferença que os psicólogos cognitivistas avaliaram em estudos com sujeitos normais. (wikipedia.org)
  • outras
  • A verdadeira natureza da crise febril e sua relação com outras formas de epilepsia têm sido motivo de discussão na literatura especializada, assim como o tratamento dessas crianças, havendo muitos pontos polêmicos e poucas tendências que possam ser consensuais entre os diversos especialistas. (medicinanet.com.br)
  • crises
  • É o principal exemplo de uma condição clínica que cursa com crises epiléticas e que não deve ser classificada como epilepsia. (medicinanet.com.br)
  • Este conceito foi parcialmente modificado em 1993 pelo Comitê da Liga Internacional de Epilepsia, que a definiu como "uma crise epilética que ocorre após 1 mês de idade, associada à doença febril, não causada por uma infecção do sistema nervoso central (SNC), sendo excluídas as crianças que apresentaram crises neonatais ou crises não provocadas ou que se encaixam nos critérios de outra crise sintomática aguda. (medicinanet.com.br)
  • Marcília Araújo, médica especialista em epilepsia no Piauí, explica que a doença é caracterizada pela predisposição persistente do cérebro a gerar crises epilépticas (ataques ou transtornos neurológicos). (blogspot.com)
  • Escrito em meio a crises de epilepsia, perturbações nervosas, viagens e sob a pressão de severas dívidas de jogo, O Idiota é considerado pelo crítico estadunidense Harold Bloom um obra do Cânone Ocidental, juntamente com Crime e Castigo e Memórias do Subsolo. (wikipedia.org)
  • tratamento
  • Na década de 1940, Penfield começou a usar métodos de estimulação elétrica, idênticos aos usados por Sherrington em macacos, para mapear as funções motoras, sensoriais e da linguagem no córtex humano de pacientes submetidos à neurocirurgia, para tratamento de epilepsia. (wikipedia.org)