• resposta imune
  • As moléculas envolvidas no desenvolvimento da resposta imune compreendem os anticorpos e as citosinas, produzidas pelos linfócitos, e uma ampla variedade de outras moléculas conhecidas como proteínas de fase aguda, porque as suas concentrações séricas elevam-se rapidamente durante a infecção. (wikipedia.org)
  • As proteínas deste sistema promovem a fagocitose, controlam a inflamação e interagem com os anticorpos na resposta imune. (wikipedia.org)
  • Por exemplo, quando um antígeno X entra no organismo e é apresentado ao sistema imune, estimulando uma resposta imune humoral, as IgM produzidas contra o antígeno X terão a região variável da molécula específica para o X e irão combatê-lo. (ebah.com.br)
  • Quando o indivíduo entra em contato pela segundo vez, a produção de anticorpos será muito mais rápida e eficiente, pois os anticorpos serão produzidos pelas células B de memória, então ativadas ( resposta imune secundária ). (ebah.com.br)
  • Se o paciente tiver deficiência de linfócitos T ou ausência de timo, terá deficiência na resposta imune humoral contra antígenos protéicos (resposta humoral T-dependente). (ebah.com.br)
  • Os antígenos T-independentes são os anticorpos capazes de estimular células B a produzirem anticorpos sem a necessidade da ativação da célula T auxiliar, que da o segundo sinal para a deflagração da resposta imune, já que o primeiro sinal é dado pelo antígeno. (blogspot.com.br)
  • 1 Imunologia 06/07 Regulação da resposta imune Aula Teórica 10/11/06 Leitura recomendada: Immunology 7ed, Male et al, capítulo 11 Regulação pelo antigénio Regulação por anticorpos Regulação por linfócitos T Regulação neuro-endócrina Regulação genética O professor realçou a associação destes aspectos com o exercício e a nutrição. (docplayer.com.br)
  • Anticorpo
  • A Região Constante determina as funções efetoras do Anticorpo, enquanto a Região Variável determina a especificidade para cada antígeno. (wikipedia.org)
  • Estes epítopos unem-se ao seu anticorpo numa interacção altamente específica que se denomina adaptação induzida, que permite aos anticorpos identificar e unir-se apenas ao seu único antígeno no meio dos milhões de moléculas diferentes que compõem um organismo . (wikipedia.org)
  • A extensa população de anticorpos e a sua diversidade é gerada por combinações ao acaso de um jogo de segmentos genéticos que codificam diferentes lugares de ligação ao antígeno (ou parátopos ), que posteriormente, durante o desenvolvimento do linfócito, sofrem mutações aleatórias nesta zona do gene do anticorpo, o qual origina uma diversidade ainda maior. (wikipedia.org)
  • Respostas
  • Sabe-se que a enzima indolamina 2,3-dioxigenase (IDO) cataboliza o triptofano e que a droga inibidora de IDO, 1-metil-triptofano, induz abortos em camundongos de maneira dependente de células T. Essas observações levaram à hipótese de que as respostas de células T ao feto sejam normalmente bloqueadas porque os níveis de triptofano da decídua são mantidos baixos, ou os níveis de metabólitos tóxicos produzidos por IDO são altos. (yumpu.com)
  • reconhecer
  • Anticorpos são gliicoproteinas que se combinam com o seu epitopo emitindo os sinais necessários inclusive indicando a presença de um corpo estraneo no organismo.Ao reconhecer eles paralizam a infecção e eliminam os microbios. (blogspot.com.br)
  • duas
  • Os anticorpos anti-DNA são duas populações de auto anticorpos: uma dirigida para DNA de dupla cadeia (dsDNA) e outra para DNA de cadeia única (ssDNA). (wikipedia.org)
  • A estrutura básica da molécula de imunoglobulina consiste de quatro cadeias polipeptídicas, sendo duas cadeias leves e duas cadeias pesadas , unidas por pontes dissulfeto formando uma proteína globular em forma de Y. A haste do Y é denominada fragmento Fc e é responsável pela atividade biológica (função efetora) dos anticorpos. (ebah.com.br)
  • outras
  • Os agentes patogénicos, vírus e outras células são reconhecidos pelos anticorpos que se ligam aos antigénios específicos. (blogspot.com)