• pode ser
  • A prevenção do aborto pode ser feita de algumas medidas, como por exemplo: não tomar medicamento sem o conhecimento médico, não ingerir bebidas alcoólicas, só praticar exercícios leves ou moderados ou especializado para gestantes, realizar o acompanhamento pré-natal. (ning.com)
  • Ocasionalmente, pode ser vista após o aborto, o aborto médico ou não estéreis procedimentos de inseminação artificial. (topartigos.com)
  • Prematuro
  • O problema é que a bacteriúria assintomática, nome dado à simples presença da bactéria na urina sem sinais ou sintomas de infecção urinária, é um grande fator de risco para complicações na gestação, tais como, parto prematuro, aborto e contaminação do líquido aminótico. (blogspot.com)
  • mulher
  • É claro, nenhuma mulher evangélica teria a coragem de expor deliberadamente um bebê recém-concebido a esse tipo de perigo, pois nós evangélicos somos firmemente contra o aborto e o consideramos violação clara e deliberada do Quinto Mandamento: NÃO MATARÁS. (blogspot.com)
  • Nenhuma mulher evangélica sincera pensaria em usar algo que pode abortar uma criança inocente. (blogspot.com)
  • Nos EUA, onde elas conseguiram o que queriam, o aborto é legal e livre durante os 9 meses de gravidez de uma mulher. (blogspot.com)
  • De acordo com o Instituto Alan Guttmacher, na América Latina se calcula que o número anual de aborto chega a quatro milhões e 119 abortos de cada 100 mil terminam na morte da mulher. (blogspot.com)
  • A mulher que cometeu aborto delituoso passa a sofrer consequências desagradáveis imediatas em seu próprio organismo, seja pelo surgimento de enfermidades variadas ou pelos processos sombrios da obsessão, em virtude da antipatia nascida no Espírito reencarnante que vê seu tentame frustrado. (ning.com)
  • Para a mulher que praticou o aborto, injustificadamente, os sofrimentos continuarão na próxima encarnação, através dos desequilíbrios psíquicos diversos, enfermidades do útero e a grande frustração pela impossibilidade de gerar filhos, mesmo que já tenha engravidado outras vezes. (ning.com)
  • disso
  • Além disso, existem contra-indicações relativas, como pacientes com anomalias uterinas (dificultam o posicionamento do DIU e diminuem sua eficácia), miomas mucosos, cervicites e colpites intensas, pós-aborto séptico e naquelas com alergia ao cobre. (boasaude.com.br)
  • podem
  • Porém, existem sérias contra-indicações: os métodos hormonais não podem ser utilizados por mulheres com antecedentes de tromboflebite, doenças tromboembólicas, hipertensão arterial, doença coronariana, sangramentos uterinos sem causa conhecida, gravidez (constatada ou suspeita), diabetes insulino-dependente, insuficiência cardíaca e determinados tipos de câncer. (boasaude.com.br)
  • motivos
  • Os tipos de aborto estão assim delineados: espontâneo, terapêutico, por estupro, por motivos econômicos, aborto "eugênico" ou "piedoso" e todos eles tem consequências, bem como na saúde física, mental e espiritual. (ning.com)
  • utilizado
  • Apesar das vantagens sobre os métodos hormonais, o DIU não deve ser utilizado em pacientes com suspeita de gravidez, naquelas com história de câncer uterino, doença inflamatória pélvica (gonorréia, clamídia, etc), anemia ou antecedente de gravidez ectópica. (boasaude.com.br)
  • cada
  • Infelizmente, em nosso País vem, cada vez mais, ganhando vulto um movimento de sentido verdadeiramente brutal, aquele que defende a legitimação do aborto. (ning.com)
  • risco
  • Um exemplo desse último tipo de situação seria uma cristã usando dispositivos e substâncias químicas que, sem ela saber, colocam em risco a vida de um bebê bem no começo de uma gravidez. (blogspot.com)
  • Isto quer dizer que as mulheres trabalhadoras e de setores populares que não contam com os meios para custear um aborto clandestino asséptico devem escolher entre ter um filho que não desejam ou colocar em risco sua vida, deixando-a nas mãos das máfias da saúde. (blogspot.com)