• pode
  • A boca da colostomia pode ser terminal (na amputação do reto, por exemplo) ou lateral (na parede do cólon transverso). (wikipedia.org)
  • Alguém que sofre de um aneurisma da aorta abdominal de repente pode entrar em colapso, ou pode ter uma queda na pressão sanguínea e tornar-se frio e pálido. (ridiculum.pro)
  • É importante estar atento a esse plissamente da parede, pois pode haver uma confusão com sinais de corpo estranho linear, especialmente em gatos domésticos que têm costume de brincar com fios. (ultrassomveterinario.com)
  • Ao contrário da esplenomegalia em felinos, que pode ser observada pelo aumento longitudinal do órgão, esta afecção em cães é comumente constatada pelo aumento transversal do mesmo. (ultrassomveterinario.com)
  • Quando observado em cães, pode-se pensar em neoplasia abdominal, hipoproteinemia, peritonite, perfuração de órgãos quando há suspeita de corpo estranho, rompimento de bexiga, vasos ou órgãos parenquimatosos altamente irrigados como fígado e baço, afecções cardíacas, shunt portohepático, dentre outros. (ultrassomveterinario.com)
  • Quando o embrião se fixa na parede do útero e começa a se desenvolver, processo que costuma ocorrer até a terceira semana de gestação e pode causar um pequeno sangramento e leve desconforto. (ginecologialuba.com.br)
  • fezes
  • Colostomia consiste na exteriorização do intestino grosso, mais comummente do cólon transverso ou sigmóide, através da parede abdominal, para eliminação de gases ou fezes. (wikipedia.org)
  • Os estomas intestinais s o feitos em al as com mobilidade e comprimento adequado que facilitem a sua exterioriza o do leo (no segmento distal do intestino delgado), ou do c lon (intestino grosso) atrav s da parede abdominal para elimina es de gazes e fezes. (efdeportes.com)
  • De modo a a maioria Destes quadros, espera-se de que o paciente evacue adequadamente e mantenha preservada a continência anal (habilidade Obter mais informações do segurar voluntariamente a eliminaçãeste por gases e fezes). (ka-blogs.com)
  • pequenos
  • 8 SUMÁRIO PRIMEIRA PARTE INTRODUÇÃO REFERENCIAL TEÓRICO Indicações Preparação do paciente Configuração do equipamento Técnica de varredura e aspectos ultrassonográficos normais dos órgãos abdominais de pequenos animais Fígado e vesícula biliar Tubo gastrintestinal Baço Rins Adrenais Vesícula urinária Órgãos genitais Linfonodos Pâncreas CONSIDERAÇÕES GERAIS REFERÊNCIAS. (docplayer.com.br)
  • podem
  • Após tal transformação maligna inicial, usando o tempo, crescem e podem vir a penetrar na parede do reto e invadir outros órgãESTES saiba como útero, ovário , próstata ou enviar cé especialmentelulas tumorais para linfonodos regionais e órgãESTES a distância (Muito mais comumente fígado e pulmões) atravfois da circulaçãeste linfática e sanguínea respectivamente, num processo chamado de metástase. (ka-blogs.com)
  • segmento
  • Se foi utilizada uma sonda dura, ela própria deve ter suas extremidades fixadas uma à outra formando um anel em torno do segmento exteriorizado que o apoia contra a parede abdominal. (wikipedia.org)
  • Fecham-se os planos parietais do abdome com fio inabsorvível ou lentamente absorvível, em torno do segmento exteriorizado, deixando-se o espaço de uma polpa digital entre o cólon e a parede. (wikipedia.org)
  • partir
  • Métodos: pesquisa quantitativa, de característica descritiva e transversal, realizada a partir de dados secundários obtidos através de Sistemas de Informação de Agravos Notificáveis, Sistema de Informação de Febre Amarela e do Instituto Mato Grossense do Algodão. (worldwidescience.org)
  • passagem
  • Negativos ou radiotransparentes: é o caso de ar e dos gases que permitem a passagem dos RX mais facilmente servindo assim como contraste negativo. (ebah.com.br)