• pode
  • As condições ambientais têm também um papel substancial nas diferentes características morfológicas que este fungo pode exibir. (wikipedia.org)
  • Segundo o Bencao Gangmu, estes fungos podem ser classificados em seis categorias segundo as suas formas e cores, crendo-se que cada uma delas pode cuidar de uma parte diferente do corpo. (wikipedia.org)
  • O lingzhi pode possuir actividades antitumorais, imunomoduladoras e imunoterapêuticas, tendo em conta estudos sobre polissacarídeos, terpenos e outros compostos bioactivos isolados dos corpos frutíferos e micélios deste fungo (revisto por R. R. Paterson e Lindequist et al. (wikipedia.org)
  • Este autor ainda aponta que os efeitos do uso deste fungo tem início cerca de 15 minutos após sua ingestão, quando o usuário pode apresentar vertigem, confusão mental, náusea, secura na boca e o sentimento de estar crescendo. (wikipedia.org)
  • A não-observância deste requisito pode dar origem a contaminações por bactérias e fungos, que determinam o descarte do produto, impedindo o cumprimento dos compromissos de produção assumidos e alterando a relação de custo prevista. (scielosp.org)
  • Pode ter tido uma alga simbionte, o que tornaria Prototaxites um género de líquen, e não de fungo no sentido estrito. (wikipedia.org)
  • enquanto
  • Algumas caraterísticas morfológicas, bioquímicas, e genéticas são partilhadas com outros organismos, enquanto outras são exclusivas dos fungos, separando-os claramente dos outros reinos: Caraterísticas partilhadas: Com os demais eucariotas: como nos restantes eucariotas, os núcleos das células dos fungos estão limitados por uma membrana e contêm cromossomas que contêm ADN com regiões não-codificantes chamadas intrões e regiões codificantes chamadas exões. (wikipedia.org)
  • É importante identificar e tratar a infecção (isso serve para qualquer infecção por fungo) enquanto ainda estiver localizada no tecido pulmonar. (ehow.com.br)
  • crescimento
  • A imunidade ao fungo é geralmente forte, mas algumas poucas espécies podem estabelecer um crescimento no tecido do pulmão de hospedeiros saudáveis. (ehow.com.br)
  • A melhor defesa é a prevenção: controlar a umidade em sua casa, e procurar produtos que resistam ao crescimento dos fungos. (microban.com)
  • Estes resultados revelam a potencialidade da aplicação combinada de quitosana e óleo essencial em concentrações subinibitórias no controle do crescimento fungos fitopatogênicos em frutos. (blucher.com.br)
  • O desenvolvimento de fungos de micorrizas arbusculares antes da colonização da raiz, conhecida como pré-simbiose, consiste de três estágios: germinação do esporo, crescimento das hifas, reconhecimento do hospedeiro e formação do apressório. (wikipedia.org)
  • podem ser
  • A edição 1987 do Código Internacional de Nomenclatura Botânica mudou as regras sobre a data de início e de trabalho principal para nomes de fungos, e os nomes já podem ser considerados válidos, já em 1º de maio de 1753, data da publicação da obra de Linnaeus. (wikipedia.org)
  • Os insectos (nitidulídeos, mosca do vinagre, abelhas, etc.) podem ser importantes vectores durante a maturação do fruto, ou seja, transportam os esporos para as feridas produzidas pelas borboletas, mosca da fruta, e outros. (almanaqueacoriano.com)
  • Outros sinais podem ser: seborreia seca (um tipo de caspa), pele seca, onicomicose que é quando acontece a infecção das unhas, também causada por fungos que se alimentam da queratina das unhas. (blogspot.com)
  • solo
  • Essa sentença foi proferida décadas atrás por J.L. Harley com o intuito de alertar ecologistas e biólogos para o fato de que, em condições naturais, a maioria das espécies de plantas se encontra associada a determinados fungos de solo numa simbiose mutualística do tipo micorrízico, do grego mico [fungo] e riza [raiz]. (docplayer.com.br)
  • Além disso, é provável que eles sejam os fungos de solo mais abundantes na maioria dos ecossistemas tropicais, principalmente nos sistemas agrícolas, onde eles podem representar quase 50 % da biomassa microbiana (Olsson et al. (docplayer.com.br)
  • A germinação do esporo não depende da planta, pois foi conseguida a germinação de esporos em condições experimentais na ausência de plantas, tanto in vitro como em solo. (wikipedia.org)
  • primeira vez
  • O termo micologia, derivado do grego mykes/μύκης (cogumelo) e logos/λόγος (discurso), para denotar o estudo científico dos fungos, terá sido usado pela primeira vez em 1836, pelo naturalista inglês Miles Joseph Berkeley na obra The English Flora of Sir James Edward Smith, Vol. 5. (wikipedia.org)
  • Encontrado pela primeira vez em 1843, só catorze anos mais tarde John William Dawson, um cientista canadiano, estudou os fósseis de Prototaxites, os quais descreveu como coníferas parcialmente decompostas, contendo os restos dos fungos que as haviam decomposto. (wikipedia.org)
  • maioria
  • Antes da introdução dos métodos moleculares de análise filogenética, os taxonomistas consideravam que os fungos eram membros do reino Plantae devido a semelhanças nos seus modos de vida: tanto os fungos como as plantas são na sua maioria imóveis, e apresentam semelhanças na morfologia geral e no habitat em que se desenvolvem. (wikipedia.org)
  • duas
  • Estas duas espécies de fungos prateleira têm uma distribuição global quer em regiões tropicais quer temperadas, incluindo América do Norte e Sul, África, Europa e Ásia, crescendo como parasitas ou saprótrofos numa grande variedade de árvores. (wikipedia.org)
  • leveduras
  • Os fungos patógenos são dismorfos, o que significa que eles podem desenvolver-se como bolores ou leveduras, eles prosperam através da temperatura do corpo humano e adaptam-se nas condições úmidas encontradas nos tecidos humanos. (ehow.com.br)
  • sejam
  • Cada asco produz oito ascósporos (ou um múltiplo de 8), que resultam de uma meiose seguida de uma mitose, embora ascos com quatro esporos sejam característicos de algumas espécies. (wikipedia.org)
  • incluindo
  • Em 2007, análises isotópicas efectuadas por uma equipa incluindo Hueber e Kevin Boyce da Universidade de Chicago levaram à conclusão de que Prototaxites era um fungo gigante. (wikipedia.org)
  • conhecidos
  • Dois estados reprodutivos distintos são produzidos por Ascomycetes, e são conhecidos como teleomorfos ou "estado perfeito" (caracterizados pela produção de esporos sexuados ou ascósporos), e anamorfos ou "estado imperfeito" (quando há formação de esporos assexuados ou conídios). (wikipedia.org)
  • reino
  • O reino dos fungos abrange uma enorme diversidade e táxons, com ecologias, estratégias de ciclos de vida e morfologias variadas, que vão desde os quitrídios aquáticos unicelulares aos grandes cogumelos. (wikipedia.org)
  • Contudo, pouco se sabe da verdadeira biodiversidade do reino Fungi, que se estima incluir 1,5 milhões de espécies, com apenas cerca de 5% destas formalmente classificadas. (wikipedia.org)
  • Estudos filogenéticos publicados no último decénio têm ajudado a modificar a classificação do reino Fungi, o qual está dividido em um sub-reino, sete filos e dez subfilos. (wikipedia.org)
  • Os fungos são agora considerados um reino separado, distintos das plantas e animais, dos quais parecem ter divergido há cerca de mil milhões de anos. (wikipedia.org)
  • sendo
  • Carece de lamelas na face inferior e liberta os seus esporos através de finos poros, sendo classificado como um poliporo. (wikipedia.org)
  • Esta simbiose é uma relação mutualista altamente evoluída entre fungos e plantas, e a mais prevalente forma de simbiose vegetal que se conhece, sendo encontrada em 80% das famílias de plantas vasculares dos nossos dias. (wikipedia.org)
  • produtos
  • Por estar muito presente na alimentação humana tanto in natura como em seus produtos manufaturados, torna-se um possível veículo de fungos e seus metabólitos aos consumidores. (docplayer.com.br)
  • produzidas
  • Desde a década de 1940, os fungos são usados na produção de antibióticos, e, mais recentemente, várias enzimas produzidas por fungos são usadas industrialmente e em detergentes. (wikipedia.org)
  • tipo
  • Uma micorriza arbuscular é um tipo de micorriza em que o fungo penetra as células corticais das raízes de uma planta vascular. (wikipedia.org)
  • E existe mais de um tipo de fungos que provocam micose em nossos gatos? (blogspot.com)
  • geral
  • Senti a necessidade de traduzi-lo, afim de enriquecer debates feministas, antiespecistas, fúngicos, marginais e periféricos em geral. (noosfera.com.br)
  • causam
  • Exemplos de fungos patogênicos endêmicos e as micoses que causam são: Coccidioides immitis (coccidioidomicose), Histoplasma capsulatum (histoplasmose) e Blastomyces dermatitidis (blastomicose). (ehow.com.br)
  • Os patógenos fúngicos oportunistas raramente causam doenças nos hospedeiros saudáveis. (ehow.com.br)
  • Fungos que causam a micose podem também viver na terra, na grama, em pisos, em pentes, em toalhas, em tapetes e carpetes, em plantas e na própria pele e pelos dos bichanos e outros animais. (blogspot.com)
  • paredes
  • Uma grande diferença é o facto de as células dos fungos terem paredes celulares que contêm quitina e glucanos, ao contrário das células vegetais, que contêm celulose. (wikipedia.org)
  • pessoas
  • Pessoas com sistema imunológico enfraquecido estão suscetíveis à infecção por fungos oportunistas. (ehow.com.br)
  • corpo
  • Eles podem se estabelecer ao respirar os esporos, inserção no corpo através de um ferimento traumático ou colonizando tecidos queimados ou severamante danificados. (ehow.com.br)
  • quais
  • Quando o clima está húmido, os órgãos infectados ficam cobertos pelos conídios do fungo, os quais exibem uma coloração castanho acinzentada. (almanaqueacoriano.com)
  • vida
  • Os fungos são comumente referidos como bolor, e iniciam a vida como esporos aéreos microscópicos que germinam em contato com a superfície de uma matéria orgânica não-viva na qual a umidade está presente. (microban.com)
  • insetos
  • Quando um fungo mortal infecta uma colônia, os insetos saudáveis não expulsam seus companheiros doentes. (blogspot.com)
  • Uma derivação alternativa propõe que o termo não refere-se aos insetos em si, mas sim ao delírio resultantes do consumo do fungo. (wikipedia.org)
  • Terra
  • Os registos sobre fósseis sugerem que os fungos já existem na Terra há mais de 550 milhões de anos. (microban.com)
  • grande
  • Estes fungos tem uma grande dificuldade de penetrar nos tecidos vivos de gatos que estejam com o sistema imunológico respondendo normalmente. (blogspot.com)