• bilirrubina
  • Popularmente conhecida como "amarelão", a icterícia é diagnosticada nas primeiras horas de vida e acontece por conta da quantidade insuficiente de glóbulos vermelhos e da imaturidade do fígado do recém-nascido, que ainda é incapaz de eliminar uma enzima chamada bilirrubina, que deixa pele e olhos do bebê com coloração amarelada. (lillo.com.br)
  • Alguns fatores colaboram para exacerbar o potencial neurotóxico da bilirrubina indireta: Prematuridade Sexo masculino Acidose Hipóxia (asfixia) Septicemia (infecção generalizada) Jejum prolongado Hipoproteinemia (diminuição das proteínas) Hipotermia (queda da temperatura corporal) Alguns antibióticos, soluções hipertônicas e outros fármacos Policitemia Fator Rh incompatível com o da mãe Deficiência de G6PD Síndrome de Gilbert Quando atinge níveis muito altos e não é tratada, a icterícia pode causar a síndrome neurológica conhecida como kernicterus. (wikipedia.org)
  • Icterícia é o nome dado a um sinal clínico caracterizado pela coloração amarela da pele, mucosas e escleróticas devido a um aumento de bilirrubina no sangue maior que 2 mg/dl (hiperbilirrubinemia). (wikipedia.org)
  • Este tipo de Icterícia tem etiologias bastante distintas, tanto pode dever-se a um défice de conjugação hepática (Hepatite, Cirrose, etc) assim como um aumento da produção de bilirrubina de forma que o fígado não consiga compensar (hemólise, ou eritropoiese anormal). (wikipedia.org)
  • Neste tipo de Ictericia aumenta bastante a quantidade de sais biliares, e consequentemente a quantidade de bilirrubina transformada em urobilinogênio pelas bactérias intestinais, o que provoca umas fezes bastante escuras. (wikipedia.org)
  • Em alguns casos é necessária a internação do recém-nascido para a fototerapia, pois este ajuda a reduzir o nível de bilirrubina no sangue, degradando-a, porém se a icterícia persistir ou mesmo estender-se por todo corpo do recém-nascido se torna prejudicial à sua saúde, pois a bilirrubina é tóxica podendo gerar lesões e sequelas graves para o recém-nascido. (wikipedia.org)
  • Esta icterícia é devida à característica própria do bebê que leva a um metabolismo lento da bilirrubina. (blogspot.com)
  • Em 1% a 2% de bebês alimentados ao peito, pode ocorrer icterícia causada por substâncias que reduzem a excreção intestinal da bilirrubina. (blogspot.com)
  • causas
  • Prematuridade, incompatibilidade sanguínea entre mãe e bebê e diabetes gestacional são causas que aumentam as chances de o bebê nascer com icterícia. (lillo.com.br)
  • quais
  • As temáticas da entrevista abordaram sobre: quando é iniciada a fototerapia no RN, quem realiza a avaliação da evolução da icterícia, quais os possíveis efeitos colaterais no RN e quem os avalia, e sobre os cuidados realizados ao RN em fototerapia e aos equipamentos utilizados. (ufg.br)
  • amamentar
  • Durante esse tempo, você pode esgotar os seios com uma bomba, assim você pode manter a produção de leite do peito e você poderá começar a amamentar novamente assim que a icterícia tenha diminuído. (blogspot.com)
  • casos
  • La fototerapia es el tratamiento más común en estos casos, pero este tratamiento puede causar algunos cambios en el bebé, que debe ser prevenida y detectadas a tiempo por el personal de enfermería. (ufg.br)
  • corpo
  • A icterícia é quantificada considerando-se a sua progressão craniocaudal, isto é, a progressão da icterícia da cabeça para a região inferior do corpo (pernas e pés). (wikipedia.org)