• meio
  • Durante muito tempo se acreditou que o tamanho das bactérias era limitado pelo seu próprio metabolismo, pois se a bactéria aumentasse muito em tamanho, a área superficial da membrana citoplasmática seria o fator limitante para a eficiência das trocas com o meio externo, e ela seria incapaz de se manter viável e morreria. (wikipedia.org)
  • Esta provoca a diarreia por meio do grande influxo de íons cloreto e água, esse quadro clínico é resultado da inibição de uma enzima que faz a transferência da ADP-ribose do NAD+ para a subunidade alfa da proteína Gs, o que impossibilita a hidrólise do GTP mantendo-o no estado ativo estimulando indefinidamente a adenilil-ciclase, aumentando os níveis de cAMP. (wikipedia.org)
  • 1 A MEMBRANA PLASMÁTICA Prof. André Maia Conceito É uma membrana lipoprotéica, semipermeável que envolve a célula, separando-a do meio exterior. (docplayer.com.br)
  • Hipertônico A célula perderá água para o meio e a membrana plasmática se desligará da parede celular ou membrana celulósica e se retrairá para o interior. (docplayer.com.br)
  • Compõe-se quase exclusivamente de células poliédricas, justapostas, ou seja, muito unidas, com pouca ou até nenhuma substância intercelular entre elas, aderidas firmemente umas às outras por meio de junções intercelulares (estruturas associadas à membrana plasmática das células que contribuem para a coesão e comunicação entre as mesmas) ou por meio de proteínas integrais da membrana (caderinas, que perdem a sua adesividade na ausência de cálcio). (wikipedia.org)
  • A estrutura celular bacteriana é formada por uma célula procariótica (não possui membrana nuclear e o seu material nuclear encontra-se disperso no citoplasma), constituída de: Membrana celular: Na maioria dos gêneros, atuam na produção de energia para a célula, além de possibilitar a troca de substâncias com o meio externo. (wikipedia.org)
  • sendo
  • Uma modalidade terapêutica disponível seria através de plasmaférese, troca plasmática realizado por uma máquina de aférese, sendo classificada pela Sociedade Americana de Aférese (ASFA) em 2010 como categoria I, ou seja, terapia de primeira escolha. (wikipedia.org)
  • A renina converte o angiotensinogénio (a2-globulina plasmática sintetizada no fígado) em angiotensina I que, depois, é clivada pela enzima de conversão da angiotensina presente em muitos leitos capilares, sendo classicamente destacado como mais importante o pulmonar, originando a angiotensina II. (wikipedia.org)
  • A aldosterona é um facilitador biológico da depuração de potássio, sendo a sua secreção aumentada na presença de níveis aumentados de potássio. (wikipedia.org)
  • alterações na sinalização celular e de atividade dos canais de troca da membrana plasmática vêm sendo estudados como possíveis contribuintes para os mecanismos de resistência ao Al. (usp.br)
  • 26 II) Modelo de Singer e Nicolson (1972) ou Modelo do Mosaico Flúido Propõe ser a membrana plasmática constituída por duas camadas de lipídeos, sendo as mesmas atravessadas por blocos de proteínas globulares. (docplayer.com.br)
  • fator de troca
  • Logo após a interação do primeiro mensageiro com o GPCR, são vistas mudanças conformacionais na estrutura deste último, iniciando o ciclo de atividade da proteína G. A cascata de ativação intracelular inicia sua dinâmica graças à ação de uma proteína auxiliar chamada fator de troca de guanosina (guanosine nucleotide exchange factor - GEF) que desloca o GDP e dá lugar à ligação do GTP, configurando o estado ativo dessa proteína. (wikipedia.org)
  • RCC1 é o fator de troca de nucleotídeos para a GTPase Ran.Ele localiza-se no núcleo celular e catalisa a ativação de Ran, permitindo a exportação de proteínas. (wikipedia.org)
  • Quando um agonista liga-se a um GPCR (receptor acoplado à proteína G), ocorre uma alteração conformacional no receptor que possibilita o acoplamento ao heterotrímero da proteína G. Essa alteração na conformação faz com que o fator de troca de nucleotídeos de guanina (GEF) induza a troca de GDP por GTP na subunidade α. (wikipedia.org)
  • sangue
  • Problemas com equilíbrio (ataxia) O principal tratamento é evitar alimentos que aumentem o ácido fitânico no sangue conhecida como dieta de Refsum. (wikipedia.org)
  • Possui diferentes vertentes: Metabolismo intermediário dos açúcares, gorduras e proteínas Os corticosteroides aumentam a quebra de proteínas para que sejam transformadas em glicose pelo fígado (gliconeogénese), levando por isso a um aumento da glicemia (quantidade de glicose no sangue). (wikipedia.org)
  • Acidemia é definida como uma diminuição do pH sanguíneo (ou aumento da concentração [H + ] no sangue) e alcalemia é definida como uma elevação do pH sanguíneo (ou redução da concentração do [H + ]). Acidose é o processo que tende a diminuir o pH e alcalose é o processo que tende a aumentar o pH. (medicinanet.com.br)
  • extracelular
  • É através do líquido extracelular e de seus componentes que as células realizam suas trocas metabólicas. (wikipedia.org)
  • Quando um sinal extracelular se liga a um GPCR (receptor associado à proteína G) presente na membrana plasmática das células, a proteína G sofre uma alteração conformacional capaz de ativar uma de suas subunidades que possui ligação a GTP, tornando-se capaz de alternar entre um estado de ligação com uma guanosina difosfato inativa (GDP), a outro com uma guanosina trifosfato ativa (GTP). (wikipedia.org)
  • tamanho
  • Uma das razões levantadas para sugerir que a aquisição da mitocôndria foi fundamental para o desenvolvimento da complexidade eucariótica é que apenas quando um organelo intracelular é utilizado para produzir energia é que é possível a um organismo aumentar de tamanho. (wikipedia.org)
  • maior
  • 3 Osmose é a difusão apenas da água através da membrana plasmática, do lado com maior concentração de água (lado hipotônico) para o lado com menor concentração de água (lado hipertônico). (docplayer.com.br)
  • realizar
  • Após sua ativação, esta desliga-se das subunidades beta (β) e gama (γ) afim de deslocar-se pela membrana plasmática e enfim realizar a ativação da enzima adenilato ciclase, gerando o aumento substancial do cAMP. (wikipedia.org)
  • organismo
  • A perda de peso libera ácido fitânico armazenado no organismo aumentando os sintomas. (wikipedia.org)
  • A evolução ocorre através de mutações genéticas que produzem variações na descendência de um organismo e o ambiente, pelo fenômeno da seleção natural, determina que mutações são vantajosas no sentido de aumentar suas chances de sobrevivência e de sucesso reprodutivo. (wikipedia.org)
  • canais
  • Apesar deste gradiente electroquímico transmembranar favorável, oCa2+ tem a sua entrada na célula restringida, pois é mediada por canais e transportadores específicosexistentes na membrana plasmática. (slideshare.net)
  • perda
  • Neste momento a célula se torna edemaciada, com bolhas na membrana plasmática, perda de micróvilos e desagregação de ribossomos do retículo endoplasmático rugoso. (wikipedia.org)
  • resultado
  • Modelo autogenético: os organelos das células eucarióticas terão resultado da invaginação da membrana plasmática dos seres procariontes. (blogspot.com)
  • processo
  • Sabe-se que o Al aumenta a peroxidação lipídica e a oxidação protéica da membrana plasmática, pela geração de EAO?s, desencadeando o processo de estresse oxidativo na célula. (usp.br)
  • modelo
  • 1.2 Modelos da Membrana Plasmática I) Modelo de Dawson e Danielli (1954) Propõe ser a membrana constituída por quatro camadas: duas camadas externas de proteínas, envolvendo duas camadas internas de lipídeos. (docplayer.com.br)
  • Alguns
  • Alguns GEFs são capazes de ativar diversas Os fatores de troca de nucleotídeos de guanina(GEFs) são proteínas envolvindas na ativação de GTPases pequenas. (wikipedia.org)
  • apresenta
  • Apresenta-se nas formas químicas de sal sódico, sal potássico, e de complexo com colestiramina (uma resina de troca iônica). (wikipedia.org)