Loading...
  • Complexo
  • Os TCRs só reconhecem antígenos que tenham sido previamente processados em peptídeos, os quais têm que estar ligados a moléculas de MHC (complexo principal de histocompatibilidade), na superfície das células apresentadoras de antígenos ou APCs (macrófagos, monócitos, linfócitos B e células dendríticas). (wikipedia.org)
  • O TCR alfa/beta é por sua vez associado fisicamente (mas não por ligação covalente) a uma proteína chamada CD3, formando o complexo funcional TCR-CD3 na superfície dos linfócitos T. O TCR alfa/beta deve discriminar os diferentes peptídeos não-próprios apresendados pelas moléculas de MHC na superfície das APCs. (wikipedia.org)
  • Os corticosteroides combinam-se com proteínas receptoras citosólicas e, a seguir, esse complexo liga-se à cromatina no núcleo da célula. (wikipedia.org)
  • outros
  • Células T de memória são derivadas de outros linfócitos T que aprenderam a responder a um invasor específico, por exemplo uma espécie de bactéria, ou um tipo de fungo ou mesmo a um alérgeno e foram bem sucedidos em eliminar-los. (wikipedia.org)
  • Depois de serem produzidas na medula óssea, estas células B migram para o baço e outros orgãos linfóides secundários. (wikipedia.org)
  • O BCR é uma ligação entre a membrana celular e a imunoglobulina, e esta molécula permite a distinção das células B entre outros tipos de linfócitos, e também é a principal proteína envolvida na ativação da célula B. Uma vez que a célula B encontra seu antígeno e recebe um sinal adicional da célula T auxilar, ela pode se diferenciar em uma dos dois tipos de células B listadas abaixo. (wikipedia.org)
  • outras
  • As citosinas são moléculas diversas que fornecem sinais para os linfócitos, fagócitos e outras células do organismo. (wikipedia.org)
  • Essa mutação no gene que regula o receptor Fas proliferação descontrolada de linfócitos T (linfoma de células T). Outras doenças que predispõem a síndromes linfoproliferativas são imunodeficiência comum variável (CVID), imunodeficiência combinada severa (SCID), Síndrome de Chediak-Higashi, Síndrome de Wiskott-Aldrich (recessiva ligada ao X) e ataxia telangiectasia. (wikipedia.org)
  • dois
  • Uma só molécula de anticorpo tem dois receptores de antígenos (nas extremidades da região Fab) e, portanto, contém doze CDR. (wikipedia.org)
  • A IL-2 estimula a expressão de dois receptores de IL-12, IL-12R e IL-β1-12R-β2, mantendo a expressão de uma proteína crítica envolvido na sinalização de IL-12 nas células NK. (wikipedia.org)
  • Os linfócitos T requerem dois sinais para tornarem-se otimamente ativadas e realizar funções efetoras: (1) liberação de sinais após a ligação dos complexos MHC-antígeno com o receptor do linfócito T, e (2) liberação de sinais inespecíficos por meio de moléculas co-estimuladoras (ou acessórias). (blogspot.com.br)
  • podem ser
  • Essas podem ser, por exemplo, pela existência de receptores que se ligam ao ligante, mas não apresentam o domínio de morte. (wikipedia.org)
  • Os antígenos podem ser classificados em: Imunógeno: Antígeno capaz de suscitar uma resposta imune e memória. (wikipedia.org)
  • Para fins de vacinação, podem ser classificados em 4 tipos: Proteínas: A grande maioria dos antígenos, geralmente são bons imunógenos. (wikipedia.org)
  • Os antígenos presentes na natureza variam em sua imunogenicidade, ou seja, podem ser imunógenos fracos ou potentes. (wikipedia.org)
  • Por exemplo, as paredes das células bacterianas, cápsulas, fímbrias, flagelos e as toxinas podem ser notadas como antígenos, tal como a cápside das proteínas virais, os envoltórios virais e os componentes internos da célula viral. (wikipedia.org)
  • Células B que não foram expostas ao antígeno, conhecidas como "células virgens"', podem ser ativadas por células T dependente ou independente. (wikipedia.org)
  • chamados
  • As células T alfa/beta CD8+ (aproximadamente 30% das células T alfa/beta) reconhecem peptídeos gerados por processamento endógeno e ligados a moléculas de MHC de classe I. São os chamados linfócitos T citotóxicos e responsáveis pela destruição de células infectadas e células cancerosas. (wikipedia.org)
  • membrana
  • Em resposta a alarminas (citocinas associados a dano celular) as células apresentadoras de antígenos aumentam a produção de IL-1 resultando em maior produção defensinas (peptídeos catiônicos que criam poros na membrana bacteriana) pelo epitélio e causando resposta inflamatória - febre, aumento da sensibilidade a dor (hiperalgesia), vasodilatação e hipotensão. (wikipedia.org)
  • natural
  • Linfoma folicular Leucemia linfocítica crônica Leucemia linfoblástica aguda Leucemia de células pilosas Linfoma de Hodgkin Linfoma não Hodgkin Mieloma múltiplo Macroglobulinemia Síndrome de Wiskott-Aldrich Hipereosinofilia linfoide Pitiríase liquenoide Transtorno linfoproliferativo pós-transplante Síndrome linfoproliferativa autoimune (ALPS ou SLPA) Pneumonia intersticial linfoide Uma mutação no cromossomo X está associada a síndrome linfoproliferativa de linfócitos T e natural killer. (wikipedia.org)
  • imunidade
  • As células responsáveis pela imunidade são os linfócitos e os fagócitos. (wikipedia.org)
  • Para tanto utilizou-se como referencial teórico MCELHANEY (2011) O processo de envelhecimento é acompanhado por um declínio humoral, inato e adaptativo, na qual a imunidade mediada por células T e B apresenta-se comprometida, ocorrendo a morbidade e mortalidade por influenza em populações idosas. (wikipedia.org)
  • papel
  • O corpo humano produz milhões de diferentes tipos de células B a cada dia que circulam no sangue e linfa que têm um papel importante na vigilância imune. (wikipedia.org)
  • A rejeição a um órgão de outra pessoa (aloenxerto) resulta de uma série complexa de interações envolvendo tanto a resposta inata quanto a resposta adaptativa do sistema imunitário, com os linfócitos T assumindo papel central. (blogspot.com.br)
  • argumentam que este processo deve ser repensado, pois ficou patente, ao menos nos transplantes de face (tema do estudo), que os linfócitos do enxerto (doadores) têm papel significativo no processo de alorrejeição. (blogspot.com.br)
  • tecidos
  • Os principais componentes do sistema imune são as células T, células B, linfócitos grandes granulares (células NK), fagócitos mononucleares (monócitos), neutrófilos, eosinófilos, basófilos, mastócitos (denominação dos basófilos infudidos nos tecidos), plaquetas e células teciduais. (wikipedia.org)
  • Quando pensamos em transplante de órgãos ou tecidos, uma das preocupações que temos é a de que o receptor desenvolva resposta imunológica contra o transplante. (blogspot.com.br)
  • expresso
  • IL-1 é produzida intensamente por macrófagos, monócitos, fibroblastos e células dendríticas, mas também é expresso pelos linfócitos B, células NK e células epiteliais. (wikipedia.org)
  • O receptor TCR convencional, ou TCR alfa/beta é expresso pela maioria dos linfócitos T e consiste de duas cadeias polipeptídicas glicosiladas (alfa e beta) mantidas juntas por ligações dissulfeto. (wikipedia.org)
  • eliminar
  • A função dos linfócitos T gama/delta é eliminar as células do corpo que estão sob estresse, por exemplo, as células infectadas ou aquelas que estão no processo de transformação tumoral. (wikipedia.org)
  • classe
  • Um segundo tipo de TCR, chamado de TCR gama/delta, é composto pelas respectivas cadeias polipeptídicas gama e delta, também associadas a CD3, todas na superfície externa de linfócitos T. As células T gama/delta CD4- CD8- reconhecem antígenos de maneira independente de MHC de classe I ou de classe II. (wikipedia.org)
  • Uma classe destas moléculas são os antigénios, substâncias que se ligam a receptores imunológicos específicos e provocam uma resposta imunitária. (wikipedia.org)
  • HLAs correspondentes a MHC classe I (A, B e C) apresentam peptídeos de antígenos encontrados dentro da célula, como vírus, bactérias e protozoários intracelulares. (wikipedia.org)
  • As proteínas do patógeno são digeridas em pequenos pedaços (péptidos) e carregadas em antígenos como o MHC classe II, cuja produção depende dos genes HLA. (wikipedia.org)
  • Superantígenos(SAgs) são uma classe de antígenos capaz de causar ativação inespecífica de um grande número de células T que se multiplicam e liberam grandes quantidades de citocinas. (wikipedia.org)
  • ativar
  • Enquanto um antígeno normal ativa 0,1% dos linfócitos T, um superantígeno é capaz de ativar até 20% e gerar uma reação autoimune fatal. (wikipedia.org)
  • humanos
  • As células T gama/delta representam 1-10% dos linfócitos T periféricos maduros humanos, expressam a proteína CD3, mas não CD4 ou CD8. (wikipedia.org)
  • apenas
  • A proteína não é processada pelos apresentadores de antígeno, se une apenas a cadeia V beta dos receptores TCR e não gera memória. (wikipedia.org)
  • apresentam
  • Tais receptores são homotrímeros pertencentes à superfamília dos receptores de necrose tumoral (rTNF) e apresentam um domínio extracelular, que se associa ao ligante, um domínio transmembrana e um domínio de morte intracelular. (wikipedia.org)
  • qualquer
  • Células B maduras - Começo da expressão IgD Quando a célula B falha em qualquer passo de processo de maturação, ela irá morrer por um processo chamado apoptose. (wikipedia.org)
  • processo
  • Doenças infecciosas Quando um corpo estranho entra no corpo, células imunes chamadas células apresentadoras de antígenos (CPAs) envolvem o patógeno através de um processo chamado fagocitose. (wikipedia.org)
  • Se ela reconhece antígeno próprio durante o processo de maturação, a célula B irá se tornar suprimida (conhecida como anergia) ou sofre apoptose (um processo chamado seleção negativa). (wikipedia.org)
  • beta
  • O receptor para essa citocina é composta por duas subunidades, IL-12R beta 1 e IL-12R beta 2, o último dos quais é o componente de sinalização do receptor. (wikipedia.org)