Doenças da PLEURA, gostaria de saber um pouco mais a respeito do assunto.?


Quais os tipos de doenças que pode aparecer na pleura, e a ausculta pulmonar como fica???
Desde já agradeço.

Bjos

Lila!!!!
----------

Pleuris, Derrama Pleural, Pneumotórax

Pleurodínea
HUEC – Criança, 3 anos, com início súbito de febre e dor em tórax, excruciante, que piora com tosse ou respiração profunda, com duração de 15min, acompanhada de sudorese. Ausculta cardiopulmonar: normal, a não ser por taquipnéia leve e superficial. Dx: pleurodínea.

Pneumotórax – Manifestações Clínicas

Pneumotórax: ß expansibilidade, frêmito abolido, MV ausente.

FESP - Ao exame físico, o Dx diferencial entre derrame pleural e pneumotórax é feito por: percussão (no pneumotórax a percussão é hipertimpânica, no derrame é maciça; o MV e o frêmito estão ß em ambos).

Pneumotórax Espontâneo
FESP – Paciente jovem, masculino, tabagista, está dispnéico, com Hx de dor súbita tipo pleurítica após esforço. Exame: MV e frêmito toracovocal ausentes à direita, com hipersonoridade neste local. Dx: pneumotórax.

Homem, 26 anos, fumante, com dor torácica à esquerda, de início súbito. Rx: pequeno pneumotórax de 15% (a conduta é expectante até 15%). Conduta: expectante.
No pneumotórax primário (espontâneo) 50% dos pacientes tem recidiva do quadro.

Pneumotórax Hipertensivo e Traumático
Politrauma, hipotenso, com sudorese acentuada, dispnéia, cianótico, dor intensa ao respirar, fratura de arcos costais direitos. Dx: pneumotórax.

Hemopneumotórax faz: hipersonoridade nos 2/3 superiores e macicez no 1/3 inferior.
1o providência na suspeita de pneumotórax hipertensivo: toracopunção 2o EIC.

Tratamento do pneumotórax hipertensivo: drenagem em selo d’água.
Politrauma com fratura de 3 costelas esquerdas, pneumotórax mínimo a direita e LPD (+). Conduta mais importante antes da laparotomia: drenagem pleural direita (A VPP não pode ser realizada quando há pneumotórax).

Paciente com pneumotórax necessitando de assistência ventilatória mecânica. Conduta: é fundamental e vital a drenagem inicial.

Pneumotórax por VPP
RN asfíxico (Apgar 1 e 3) é ventilado manualmente com ambu. Após melhora inicial na cor, desenvolve cianose, bradicardia, esforço respiratório intenso e ß ruídos cardíacos. Dx: pneumotórax.

RN em ventilação mecânica por Sd. aspiração meconial, com pressão inspiratória elevada, apresenta pneumotórax com repercussão clínica. Conduta: Drenagem pleural.

Schwartz - Mulher, 50 anos, com ferimento a bala em tórax e abdome sofre operação. Após 2 dias ela desenvolve hipoxemia, que é tratada com VPP contínua e PEEP em 12cmH2O. Uma dia após, de repente, ela desenvolve hipotensão. Causa mais provável da hipotensão: pneumotórax (início súbito de hipotensão em paciente com VPP é indicativo de pneumotórax).

Pneumotórax - Complicações
Pneumotórax que continua a drenar ar, mesmo com dreno e com dispnéia persistente indica broncografia (rotura de esôfago).

Pneumotórax – Exames Complementares

USP – Na pesquisa de pneumotórax à direita, está indicada: Rx tórax PA em expiração máxima.

Derrame Pleural – Manifestações Clínicas
Derrame pleural: ß MV, ß frêmito, macicez à percussão.
Semiologia do derrame pleural: pequeno derrame pleural: sinal de Lemos Torres; grande derrame pleural: sinal de Signorelli.

Derrama Pleural – Transudatos e Exsudatos
Hipotireoidismo e cirrose fazem derrame pleural tipo transudato.

Sd. Meigs faz exsudato (hidrotórax).
Pleuris reumatóide: glicose ß 25mg/dl no líquido pleural.
Derrame pleural na AR: exsudato; LDH Ý ; colesterol Ý ; glicose ß ß ß ; é mais comum em homens.
Derrame pleural hemorrágico sugere neoplasia ou embolia.
Derrame pleural neoplásico: hipoglicopleuria está associada a pior prognóstico.
Homem, 80 anos, com AVE isquêmico apresenta súbita dispnéia, dor torácica e ansiedade, PA: 100x60, pH: 7,48 (N: 7,35-7,45), PO2: 65 (N: 80-100), PCO2: 32 (N: 35-45); HCO3: 22 (N: 24). Provável achado no líquido pleural: Ý hemácias (derrame pleural por embolia).

Alcoólatra, 48 anos, com cirrose descompensada, discreta dispnéia e derrame pleural pulmonar à esquerda. Laboratório: Soro: proteínas: 3,8; LDH: 100; glicose: 120; Líquido Pleural: proteínas: 2,1; LDH: 81; glicose: 26; leucócitos: 1.200 com 40% de PMN e 60% de MMN. O derrame pleural mais o quadro clínico apontam para Dx de TB pleural.

Glicose ß 25mg/dl no líquido pleural sugere: TB (também fazem AR, câncer).

Derrame Pleural – Tratamento

Os derrames purulentos volumosos devem ser drenados mesmo na ausência de crescimento bacteriano.

Derrame Pleural – Exames Complementares
Na suspeita de derrame subpulmonar, a melhor orientação Dx é: Rx tórax em decúbito lateral com raios horizontais.

Derrame Pleural – Exsudato
Proteína: Ý 3 g/dl
Proteína pleural/sérica: Ý 50%

LDH: Ý 200 UI/L
LDH pleural/sérica: Ý 60%
Doenças Pleurais – Exame Físico
Pneumotórax: frêmito: ß ; mv: ß ; percussão: hipertimpânico
Derrame Pleural: frêmito: ß ; mv: ß ; percussão: macicez.

abraço.  (+ info)

Minha mae descobriu agora que esta com cancer de pulmaoe deu metastidica na pleura,?


Esta com a barriga inchada demais e as pernas e pes isso e do cancer? ou sera que ja passou para o figado?
----------

Meu pai teve câncer de pulmão com metástase na pleura. Quando a barriga inchou, foi por causa da ascite, ou seja, água na barriga e ele começou a sentir dores abdominais, a médica fez uma ecografia abdominal e descobriu que o câncer tinha evoluído para o peritônio, ou seja, que reveste a parede abdominal e o câncer também tinha ido para o fígado. Ele teve que tirar a água do abdômen várias vezes. Depois só conseguiu se alimentar através de sonda. Dê muito amor para ela e não deixe ela perceber que está preocupada, porque é muito importante que ela tenha esperanças para não sentir medo. Deus te dê forças; é muito difícil passar por isso. É muita dor. Abraços.  (+ info)

como é a recuperação quando de faz uma drenagem para retira agua da pleura?


meu padrasto esta internado.ele esta com agua na pleura.como é essa recuperação?
----------

Normalmente a recuperação é rápida após a drenagem, com repouso e tratamento adequado, além de proporcionar um conforto respiratório importante.  (+ info)

uma pessoa pode ter agua na pleura sem sentir nenhum sintoma?


minha vó tem 86 anos e nao sente falta de ar nem dor ao respirar, nao sente nada mas nos exames deu derrame pleural. e vejo que todos os casos a pessoa sente algo... mas ela nao, to ate desconfiando de troca de exames... alguem pode me ajudar????
----------

Existem casos que a pessoa não sente nada mas a água na pleura, é sinal que a membrana que envolve o pulmão, foi rompida, o que pelo certo, deveria estar íntegra. Isso pode ser mal sinal.
O ideal é o médico fazer exames, para fazer um diagnóstico. Algumas doenças no pulmão, acontecem isso. Não é normal água na pleura. A pleura é uma membrana que envolve o pulmão, para que ele fique íntegro. O rompimento, significa problemas. Provavelmente vão drenar e fazer análise do material.  (+ info)

eXITE TRATAMENTO FITOTERAPICO PARA A DOENÇA DE ÁGUA NA PLEURA?


Essa água na pleura que você diz chama-se derrame pleural, e pode ter muitas causas, desde pneumonia até neoplasias. Não deve ser tratado com fitoterapia, chás ou coisas naturais. Muitas vezes é reabsorvido naturalmente, e muitas vezes precisa ser retirado com punção por agulha. O melhor tratamento é o da causa - deve-se descobrir qual doença está por trás do derrame pleural e tratá-la. Boa sorte.  (+ info)

água na pleura, isso não tem cura? Isso complica outras coisas no organismo da pessoa?


É preciso certos cuidados, pois agua na pleura é uma entrada para pneumonia. Em casos de maior volume é drenado, senão trata-se com anti bióticos. procure um bom clínico geral . boa sorte./  (+ info)

Porque acontece de surgir nas pessoas água na pleura (patologia)?


Surgiu com uma amiga depois de fazer mastectomia radical e depois de 2 anos. Será uma metastase?
----------

Amiga , acontece pelas mais diversas razoes. Trauma , tumores malignos , tuberculose , pneumonias , sepse , doencas auto-imunes , vasculites... O surgimento de derrame pleural após 2 anos de um tratamento de cancer de mama obriga o médico a pesquisar metastase , sim .  (+ info)

eu gostaria de saber se nódulos na pleura e linfonodos pre carinais, cissurite é indicativo de tuberculose?


Ednéia, essa preocupação quem deve ter é o médico que está cuidando do(a) paciente. Por exemplo, nódulos na pleura podem ocorrer em muitas situações sejam inflamações (entre elas a tuberculose) ou tumores. "Linfonodos pré-carinais" devem corresponder a "aumento volumétrico" desses nódulos, uma vez que "ter linfonodos carinais" é compatível com "ser normal". Se estiverem aumentados serão compatíveis da mesma forma com processos reacionais inflamatórios ou com tumores. A "cisurite" é na verdade uma pleurite, ou seja, uma inflamação da pleura entre um lobo pulmonar e o outro. É indicativo de inflamação.
Concluindo, volto a dizer, que a preocupação de analisar esses dados cabe ao médico que solicitou o exame.
Boa sorte.  (+ info)

1  2  3  4  

  Fazer uma pergunta: