• Plaquetas
  • Sendo assim, descrevemos um importante papel para os monócitos inflamatórios durante a infecção por L. major , que inclui a participação de plaquetas e a rápida migração destas células para o local da infecção onde são capazes de, fagocitando ou não, matar os parasitas. (blogspot.com)
  • O esfregaço de sangue é usado para fazer uma diferenciação entre os leucócitos, isto é, fazer uma contagem do número de neutrófilos, linfócitos, monócitos, eosinófilos e basófilos, chegando-se a uma porcentagem de cada célula encontrada, processo usado também para avaliar a série vermelha e as plaquetas. (wikipedia.org)
  • primeiro
  • As características funcionais e físicas levaram a uma classificação dos leucócitos em cinco grandes grupos: neutrófilos, eosinófilos, basófilos, linfócitos e monócitos, sendo que o primeiro e o último grupo são constituídos por células fagocíticas. (wikipedia.org)
  • autores
  • Dentre estes autores que resolveram se aventurar no estudo destas subpopulações, está o grupo do Dr. David Mosser, da University of Maryland, que já em 2007 publicou um trabalho com uma de suas pós-doutoras (Dalit Strauss-Ayalli), revisando a caracterização fenotípica destas populações, além de uma breve apresentação de resultados preliminares sobre a participação destes monócitos durante infecção por Leishmania major em camundongos. (blogspot.com)
  • Com a utilização de receptores transgênicos, como por exemplo os camundongos DTR (receptor da toxina diftérica) sob os promotores CD11b ou CD11c, anticorpos monoclonais e outros reagentes usados para depleção de monócitos, macrófagos e neutrófilos, os autores identificaram uma população de monócitos que inibe a resposta imune contra o enxerto. (blogspot.com)
  • Finalmente, com a transferência adotiva de diferentes precursores mielóides (precursor comum de macrófagos e células dendríticas (MDP) e precursor comum de células dendríticas (CDP)), os autores conseguiram a manutenção do coração nos animais receptores por mais de 100 dias após o transplante ser realizado, nos deixando a esperança de que a manipulação desta subpopulação de monócitos possa ser usada como abordagem terapêutica para a intolerância a transplantes. (blogspot.com)
  • desta
  • Os GR1 negativos ou com baixa expressão desta molécula, foram descritos como monócitos residentes, por serem responsáveis pela substituição de macrófagos residentes em tecidos em homeostase. (blogspot.com)
  • partir
  • Os monócitos desenvolvem-se a partir da medula óssea, circula depois na corrente sanguínea por poucos dias e finalmente deslocam-se para os tecidos onde, por razões históricas, são denominados macrófagos (ou outros nomes). (wikipedia.org)
  • grandes
  • Quando a contagem é baseada no tamanho das células, o aparelho as diferencia por 3 tipos: células pequenas (linfócitos), células médias (neutrófilos, eosinófilos e basófilos) e células grandes (monócitos). (wikipedia.org)
  • trabalho
  • Há aproximadamente 8 anos, em 2003, o Dr. Frederic Geissmann iniciava sua história na descrição de importantes subpopulações de monócitos murinos, em um belo trabalho publicado na Immunity. (blogspot.com)
  • Neste trabalho descrevemos que a subpopulação de monócitos inflamatórios é capaz de migrar rapidamente a locais de infecção por L. major , como a cavidade peritoneal ou a pele, mesmo antes que neutrófilos. (blogspot.com)
  • Neste trabalho, procedeu-se ao isolamento de monócitos e induziu-se a sua diferenciação em células dendríticas por adição das citocinas IL4 e GMCSF ao meio de cultura. (slideserve.com)