alguem pode me ajudar o ultimo resultado do exame de minha mãe que eu nao entendi no hemograma foi: Neutrofi?


los- 43 ; Bastonetes- 1 ; segmentados- 42 ; Linfocitos- 44 ; Monocitos- 10 ; Colesterol total, 201,0mg/dl ; Colesterol HDL- 60,0mg/dl; Colesterol LDL- 107,0mg/dl ; Colesterol VLDL- 34,0mg/dl; Triglicerides- 1687,0mg/dl; Proteina c Reativa- 0,20mg/L- ; Fator ANTINUCLEAR FAN- Nucleo-nao reagente, nucleolo- nao reagente, citoplasma-nao reagente, aparelho mitotico- nao reagente, placa metafasica cromossomica- nao reagente, titulo ..........; padão.............; IMUNOGLOBULINA E IG E- 70,4Ul/ml; IGE RAST- ANTIGENO hx 2 PÓ CASEIRO GREER,D.PTERONYSSINUS,D.FARINAE,BARATA- inferior a 0,10kya/l; IGE RAST- ANTIGENO RD201-BLOMIA TROPICALIS- INFERIOR A 0,10KUA/L ; IGE RAST- ANTIGENO - FX 5-CLARA DE OVO,LEITE,PEIXE,TRIGO,AMENDOIM E SOJA- inferior a 0,10kua/l; por favor gostaria muito de saber o que significa este resultado.
----------

Amiga, "esse resultado" na verdade são muuuuuitos resultados! Há aí no mínimo 16 exames! O que se pode dizer é que você digitou errado o resultado de triglicerídeos (ou o laboratório cometeu um erro grosseiro), que sua mãe aparentemente não tem doença auto-imune e não tem alergia. Boa sorte.  (+ info)

Qual a importancia do colesterol no processo de absorçao intestinal dos lipidios?


Veja o que diz a Wikipedia:

Diariamente, ingerimos cerca de 25g-105g de lipídios. Estes lipídios estão geralmente sob forma de triglicerídeos (TG); no entanto, outras formas de lipídios também fazem parte da dieta diária, como os fosfolipídios, o colesterol e as vitaminas lipossolúveis.

No intestino delgado, sob ação da bile (constituída por sais biliares), os lípidios da dieta são emulsionados, formando partículas de 500-1000 micra de diâmetro contendo, principalmente, TG. Estas partículas no lúmen intestinal ativam lipases pancreáticas graxos livres e monoglicerídios. Uma vez formados, juntam-se a eles o colesterol e vitaminas lipossolúveis através de uma micela de bile , formando desta maneira uma micela mista que vai progredindo incorporando mais colesterol e vitaminas lipossolúveis. Estas micelas, que podem conter mais de 1000 moléculas e medir 5-10 micra, são ofertados às microvilosidades das células do epitélio intestinal (jejuno proximal), se difundindo para o citoplasma sob forma de ácido gorduroso livres, monoglicerídios, colesterol e vitaminas lipossolúveis.

No interior do enterócito jejunal, os ácidos graxos livres e os monoglicerídicos são ofertados ao REL, sendo novamente convertidos em TG. O colesterol é convertido em ésteres de colesterol.

Os TG + fosfolípides + colesterol e seus esteres + ácido graxos livres + vitaminas lipossolúveis reagem no REL com proteínas, formando partículas estáveis denominadas quilomícrons. A partir do próprio REL, forma-se um vacúolo que engloba os quilomícrons. Estes vacúolo então se abrem para o espaço intercelular e os seus conteúdos são captados pela linfa, penetrando pelo ductos lactíferos e vasos linfáticos, chegando ao ducto torácico e despejando-os na corrente circulatória venosa (os quilomícrons não entram no sangue portal porque são demasiadamente grandes para penetrar nos capilares intestinais).

Uma vez na circulação, os quilomícrons passam através dos sinusóides hepáticos, que possuem descontínua, caem no espaço de Disse e são ofertados à vilosidades dos hepatócitos.  (+ info)

Porque que o músculo do coração não forma um sinsicio?


Juliana!

Faz MUITO TEMPO que eu passei na histologia, mas ACHO que o único modo de NÃO considerar o músculo cardíaco um sincício verdadeiro é considerar que, para sê-lo, seria necessário livre trânsito de moléculas no citoplasma comum; as junções comunicantes do miocárdio garantem a comunicação iônica entre os diferentes miócitos, sem no entanto permitir a passagem de outras substâncias.  (+ info)

Qual a diferença e em que parte do intestino humano se encontram o colon sigmoide e o colon proximal?


Alguém saberia me informar qual a diferença e em que parte do intestino humano se encontram o colon sigmoide e o colon proximal? Eu sei que fica no intestino grosso, eu só queria saber se ficam na parte ascendente, transversa ou descendente
Alguém poderia me ajudar com esta informação, fico muito grato pela ajuda...
----------

O Tubo Digestivo


O sistema digestivo é formado pelo tubo digestivo e suas glândulas anexas, e tem como função retirar dos alimentos ingeridos os metabolismos necessários para o desenvolvimento e a manutenção do organismo. Para que isto aconteça, o alimento deve ser digerido e transformado em moléculas de fácil absorção através do epitélio do intestino delgado. Em outras palavras, o tubo digestivo tem a função de transformar alimentos em metabólito e absorve-lo, mantendo ao mesmo tempo uma barreira entre o meio externo e o meio interno.
O primeiro passo deste complexo processo de transformação ocorre na cavidade oral, onde o alimento é triturado pelos dentes na mastigação e umedecido pela saliva. Nesta região se inicia a digestão do alimento, processo que continua no estomago e termina no intestino delgado. No intestino delgado, o alimento é transformado em seus componentes básicos que são absorvidos juntamente com água, vitaminas e minerais. No intestino grosso há absorção de água, e consequentemente as fezes tornam-se semi-sólidas.

Cavidade da Boca

Apresenta-se revestida por um epitélio estratificado pavimentoso, cujas células superficiais achatadas são nucleadas e apresentam pequena quantidade de queratinha no citoplasma. Nos lábios pode ser observada a transição para epitélio queratinizado da pele. A lâmina própria apresenta papilas conjuntivas similares às da pele, que se continuam com a submucosa, onde são encontradas pequenas e difusas glândulas salivares. O teto da boca é formado pelos palatos duro e mole, ambos revestidos pelo mesmo tipo de epitélio estratificado pavimentoso. No palato duro, a membrana mucosa repousa diretamente sobre o tecido ósseo. O palato mole tem a parte central formada por músculo estriado esquelético e apresenta muitas glândulas salivares mucosas em sua submucosa.

Língua

Este órgão é formado por uma massa de tecido muscular estriado, recoberto por uma mucosa cuja estrutura varia conforme a região estudada. As fibras musculares estriadas se entrecruzam nos três planos do espaço, observando=se os vários feixes separados por grande quantidade de tecido conjuntivo. A mucosa apresenta-se fortemente aderida à massa muscular, devido à penetração do tecido conjuntivo da lâmina própria entre as fibras musculares.
Na superfície inferior da língua a mucosa apresenta-se lisa. Na face superior, porem, seu aspecto é extremamente irregular, devido à presença de um grande número de pequenas saliências, que são as papilas. A região posterior da face superior da língua é separada da anterior por uma linha em forma de V. atrás dessa linha, a superfície da língua apresenta um número discreto de saliências, formadas principalmente por nódulos linfáticos que aparecem: a) como acúmulo de pequeno número de nódulos linfáticos e b) nas tinsilas linguais, que se apresentam como saliências da mucosa. Cada tonsila lingual possui uma cripta, em torno da qual se dispõe grande número de nódulos linfáticos.

PAPILAS LINGUAIS
São elevações do epitélio oral e da lamina própria, que assumem formas e funções diferentes. São a saber:
a)As papilas filiformes, que se apresentam cônicas e alongadas. São as mais freqüentes, cobrem toda a superfície superior da língua e não contem corpúsculos gustativos;
b)As papilas circunvaladas, que tem uma base estreita e uma parte apical mais dilatada, assumindo a forma de um cogumelo. São pouco freqüentes e estão entremeadas com as papilas filiformes. Frequentemente apresentam corpúsculos gustativos.
c)As papilas cirucnvaladas, que tem uma forma achatada e são circundadas por um profundo sulco. Dispõe-se em V, formando o V lingual. São em numero de 7 a 12 e apresentam na sua parede lateral grande número de corpúsculos gustativos. No sulco destas papilas desembocam glândulas salivares linguais serosas. Esta secreção contem uma lípase que provavelmente impede a formação de uma película hidrofólica sobre os botões gustativos, o que dificultaria a função destes receptores sensoriais. O fluxo de secreção salivar em torno das papilas circunvaladas é importante para remover partículas alimentares da superfície dos botões gustativos, mantendo-os aptos a receber e processar novos estímulos gustativos. Alem de seu papel local, a lípase lingual é ativa no pH do estomago e pode digerir até 30% dos triglicerídeos ingeridos.
Ao lado dessas glândulas serosas, relacionadas com este tipo de papila, existem pequenas glândulas mucosas e serosas, distribuídas por toda a mucosa lingual. Também existem outras glândulas salivares relacionadas a corpúsculos gustativos encontrados em outras regiões da cavidade oral, como na epiglote, faringe e palato.

Faringe

É uma dependência da cavidade bucal comum aos aparelhos digestivo e respiratório. Comunica-se com a cavidade nasal e com a laringe. O revestimento epitelial da faringe é estratificado pavimentoso na região que continua com o esôfago, sendo peseudo-estratificado prismático ciliado na região que se comunica com a cavidade nasal.
Faz parte da faringe a tonsila faringiana, estrutura que, por ser essencialmente linfóide, foi estudada. Na lâmina própria da faringe encontra-se pequenos grupos de glândulas salivares mucosas imersas no tecido conjuntivo.

Estrutura Geral do Tubo Digestivo

O tubo digestivo apresenta características estruturais comuns, que serão analisadas agora, ao passo que as particularidades de cada porção serão consideradas oportunamente.
O tubo digestivo é formado por quatro principais camadas ou túnicas, que são: a mucosa, a submucosa, a camada muscular e a camada serosa. A estrutura de cada uma dessas camadas, vindo da luz do órgão para a periferia, é explicada a seguir.

CAMADA MUCOSA
Constituída por:
a)Camada epitelial de revestimento.
b)Lâmina própria de tecido conjuntivo frouxo, rica em vasos sanguíneos e linfáticos e fibras musculares lisas, podendo conter glândulas e tecido linfóide.
c)Muscular da mucosa, que é uma camada delgada de tecido muscular liso.

SUBMUCOSA
Constituída por tecido conjuntivo moderadamente denso rico em vasos sanguíneos e linfáticos, contendo o plexo nervoso submucoso ou de Meissner e podendo apresentar glândulas e tecido linfóide.

CAMADA MUSCULAR
Constituída por:
a)Fibras musculares lisas, orientadas em hélice. Dispõem-se em duas subcamadas, de acordo com a orientação destas fibras. Na camada interna, próxima à luz, as fibras estão dispostas mais circularmente e, na externa, mais longitudinalmente.
b)Plexo nervoso miontérico ou de Auerbach, localizado entre as duas subcamadas musculares.

CAMADA SEROSA
Constituída por:
a)Tecido conjuntivo frouxo, com grande quantidade de células adiposas e vasos sanguíneos e linfáticos.
b)Mesotélio, sob a forma de um epitélio simples pavimentoso.

Histofisiologia

As principais funções do revestimento epitelial da mucosa são: 1) prover uma barreira semipermeável entre o conteúdo do tubo digestivo e o meio interno; 2) facilitar o transporte e a digestão dos alimentos; 3) promover a absorção dos produtos desta digestão. As células desta camada estão envolvidas na produção de muco, na produção de enzimas digestivas e na absorção dos alimentos.
Nódulos linfóides são frequentemente encontrados na lâmina própria e na camada submucosa, protegendo o organismo contra a invasão bacteriana. É fácil compreender a importância desta função, pois quase todo o tubo digestivo é revestido internamente por epitélio simples e, por isso, fino e vulnerável.
Na lâmina própria, logo abaixo do epitélio, existem muitos macrófagos, linfócitos e plasmócitos, havendo ativa produção de imunoglobulinas. Estes anticorpos são principalmente imunoglobulinas A (IgA) e estão ligados a uma proteína produzida pelas células epiteliais, formando a IgA secretora ou SIgA. A SIgA é resistente à digestão e tem atividade protetora contra a invasão de bactérias e vírus. Nesta região a produção de IgA é muito maior do que a produção de IgG ou IgM.
A muscular da mucosa promove a movimentação da mucosa aumentando o contato das células absortivas com o bolo alimentar. A camada muscular promove a mistura e progressão do alimento no tubo digestivo. Sua função contrátil é dependente da coordenação pelos plexos nervosos aí existentes. Estes são constituídos por agrupamentos celulares (neurônios multipolares viscerais) que formam pequenos gânglios e por fibras nervosas aferentes e eferentes. São as fibras pré e pós- ganglionares do sistema nervoso autônomo parassimpático. Uma rica rede de fibras nervosas liga e comunica esses gânglios entre si. A densidade desses gânglios varia ao longo do tubo digestivo, sendo porém, mais freqüente nas porções de maior motilidade.
Em certas doenças, ente as quais a doença congênita de Hirschsprung, ou infeccao pelo Trypanosoma crizi (mal de Chagas), esses plexos são profundamente lesado e a maioria dos seus neurônios pode desaparecer. Isto resulta em distúrbios da motilidade do tubo digestivo, com freqüentes dilatações de certas regiões do mesmo. O fato de o tubo digestivo receber abundante inervação do sistema nervoso autônomo fornece as bases anatômicas para o correlação da ação acentuada do estado emocional sobre o tubo digestivo.

Esôfago

Apresenta-se como um tubo muscular cuja função é transportar rapidamente o alimento da boca para o estomago. É revestido por um epitélio estratificado pavimentoso não-queratinizado. Tem as mesmas camadas descritas para o tubo digestivo em geral. Na submucosa encontra-se grupos de pequenas glândulas mucosas, as glândulas esofágicas. A lâmina própria da região próxima ao estômago apresenta as glândulas cárdicas esofágicas, que também secretam mu  (+ info)

Meu nome é Mara, Gostaria de saber sobre citoplasma reagente, porque o meu citoplasma deu reagente tenho duvid?


Vc tem que colocar o exame completo para poder ser avaliado.  (+ info)

Como ocorre o processo de fagocitose de uma bactéria gram negativa?


A função dos macrófagos se baseia principalmente na fagocitose. Fagocitose significa “ ingestão de alimento”, fagócito significa “célula que come” e macrófago “célula grande que come”. Os macrófagos sendo fagócitos, irão se aproximar do antígeno e identificar se essa substância é um antígeno ou não, assim como um animal cheira um material e verifica se ele é um alimento ou não. Se essa substância tem um peso molecular grande, não faz parte do mapa genético do organismo (que o macrófago tem) ou é uma substância de grande complexidade molecular, ele irá fagocitar, porém com uma maior lerdeza e dificuldade. Entretanto, se esta substância estiver envolvida por um anticorpo (IgG p. exemplo), o macrófago irá identificar mais rapidamente que essa substância é um antígeno, e irá fagocitá-la imediatamente. Por que isto ocorre? células do sistema imune a respeito dos receptores de membrana dos macrófagos. do FCgamaR é o receptor de imunoglobulina na membrana dos fagócitos. Então,podemos concluir que: quando a imunoglobulina (envolvendo o antígeno) se ligar ao FCgamaR, irá desencadear uma série de reações químicas dentro do macrófago, fazendo-o acreditar que a substância é um antígeno verdadeiro, e então realizará rapidamente a emissão de pseudópodes (englobamento).
Após o englobamento do antígeno, formará uma vesícula chamada de fagossoma e fica envolvido dentro do citossol. Os lisossomas que estão soltos no citoplasma contém enzimas hidrolíticas que estão inativadas pelo pH relativamente alto. O fagossoma se une ao lisossoma e forma o fagolisossoma. O pH no fagolisossoma abaixa, devido a entrada de prótons que vem do citoplasma. Essa acidez ativa as enzimas hidrolíticas que vão despedaçar o antígeno. Se o antígeno for uma bactéria, a morte é devido a ação de radicais livres derivados do oxigênio, como o superóxido, o peróxido de hidrogênio ou radical hidroxila que podem oxidar a membrana da bactéria.
imunologicamente seria excelente se aqui coubesse um desenho, mas, ocorre assim
processo da fagocitose (resposta imune inespecífica) contra o antígeno vermelho, e os processos da digestão intracelular. A fagocitose é opsionizada (facilitada) pelo C3b(complemento) e IgG. Da digestão do fagolisossoma sai uma vesícula contendo peptídeos (epítopos) que é levada a superfície do macrófago e apresentada ao linfócito T helper-1. Cada epítopo se liga a a um LThelper, no receptor TCR, que vai ativar o linfócito (unido ao CD3). O MHC-II se liga ao CD4. O macrófago ativado vai liberar IL-1 (co-estimulador ) que vai ativar os LT helpers, que vão produzir e liberar a IL-2, que estimula a expansão clonal (proliferação) dos linfócitos juntamente com o interferon gama (IFN-gama) que vai estimular a fagocitose e também é capaz de ativar o mecanismo de transcrição do gene HLA-D que é o gene do MHC-classse II. Os linfócitos T citotóxicos intensamente estimulados pelo IFN-gama e IL-2 farão a RIC (resposta imune celular) específica. Os LTc ativos e proliferados vão reconhecer o MHC-1 estranho presente em células rejeitadas, tumorais ou infectadas por vírus e causar a morte (lise celular) destes.
espero ter sanado sua pergunta, e dificil, mas a fogo tanto faz G + ou -
BOA SORTE  (+ info)

me ajudem a enteneder o exame fan?


Resultado:
Fator Anti-Nuclear (HEP2)
Núcleo: Reagente
Nucléolo: Negativo
Citoplasma: Negativo
Aparelho Mitótico: Negativo
Placa Metafásica Cromossômica: Negativo

Conclusão: Padrão Nuclear Pontilhado Fino
Titulo 1:80

Método: Imunoflourescência Indireta - Substrato: Celulas HEp2

Valor de Referência: Negativo

o qe eu tenho ?
----------

Nao tem nada, tudo negativo  (+ info)

Laudo citológico: Negativo para células malignas e citologia inflamatória... O que isso significa?


Fiz um citológico e esse foi o resultado:

Esfregaços cervico-vaginais compostos principalmente por células intermediárias,com citoplasmas enrugados. Presença de células superficiais eosinofilas e cianofilas dispersas, em menos número. Presença de células profundas do tipo barabasal isoladas, em pequeno número. Modificações celulares evidenciadas por bordos borrados, reação pseudoeosinofilica. Muco cianofilo com bactérias (+++), leucocitos polimorfonucleares (+++), histiacitos (++), hemacias (+).

O que significa?
----------

Indica possivelmente uma infecção por Gardnerella e inflamção é comum de mulheres sexualmente ativas.
Leve ao médico.
Boa sorte!  (+ info)

1  2  3  4  5  6  

  Fazer uma pergunta: