Gardnerella

  • O odor fétido pode estar relacionado à infecção puerperal ou à vaginose bacteriana (provocada, dentre outras, pela bactéria Gardnerella vaginalis). (wikipedia.org)
  • Faz parte do complexo GAMM, causador de vaginose humana, junto com: Gardnerella vaginalis, bactérias Anaeróbicas (Bacteroides. (wikipedia.org)
  • G. vaginalis junto com outras bactérias causa doença chamada vaginose bacteriana, quando ocorre um desequilíbrio na flora normal da vagina caracterizado por uma diminuição dos lactobacillus e um grande crescimento populacional de Gardnerella vaginalis, outras bactérias Anaeróbicas, Mobiluncus e Mycoplasma (colônias GAMM) causando mau odor (similar ao cheiro de peixe) e secreções cinza claro. (wikipedia.org)

vaginal

  • Vaginose bacteriana é uma síndrome clínica resultante de um desequilíbrio da flora vaginal, correspondendo à principal causa de corrimento vaginal. (wikipedia.org)
  • Diana Vanni, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, a vaginose nada mais é do que uma infecção que surge devido ao desequilíbrio da flora vaginal. (drauziovarella.com.br)
  • Fiz um teste de ph vaginal e o meu deu 5, o que indica vaginose bacteriana. (lookfordiagnosis.com)
  • Vaginose bacteriana é a forma mais comum de infecção vaginal entre as mulheres em idade reprodutiva nos EUA, com uma incidência de 15 a 20% entre as gestantes, e que atualmente tem recebido muita atenção em função de seus efeitos deletérios à gestação. (lookfordiagnosis.com)
  • Em condições normais a microflora vaginal possui Lactobacillus numa proporção de aproximadamente 95%, os quais atuam como protetores contra infecções através da produção de ácido láctico e peróxido de hidrogênio, por interferir na aderência bacteriana às paredes vaginais e por estimular o sistema imune local. (lookfordiagnosis.com)
  • A vaginose bacteriana é uma "infecção" vaginal causada pela gardenerella vaginalis e alguns outros germes. (blogspot.com)
  • A vaginose bacteriana é causada pela substituição da flora vaginal normal por estes germes já citados. (blogspot.com)
  • A vaginose bacteriana é uma infecção vaginal causada por um supercrescimento de bactérias. (especialista24.com)
  • Um estudo de 2003 descobriu que o uso diário de aproximadamente 30ml de água oxigenada (peróxido de hidrogênio) - a fim de promover a irrigação vaginal - durante uma semana ajudou a tratar a vaginose bacteriana, assim como os medicamentos tradicionais. (especialista24.com)
  • Vaginose bacteriana foi diagnosticada com base em critérios clínicos e esfregaço vaginal corado pelo método de Gram. (epm.br)
  • O efeito do uso de absorventes internos na flora vaginal é debatido, mas a utilização de absorventes internos estéreis não aparentou modificar significantemente a presença bacteriana. (wikipedia.org)

prevenir a vaginose bacteriana

  • De acordo com um estudo de 2014, há evidências de que tomar suplementos probióticos diariamente pode ajudar a tratar e prevenir a vaginose bacteriana. (especialista24.com)

Vaginite

  • A VAGINITE bacteriana, sendo uma infecção, causa corrimento. (lookfordiagnosis.com)
  • Pode reduzir riscos associados à gravidez certas infecções relacionadas, incluindo vaginose bacteriana (vaginite), que representa uma ameaça de parto prematuro e óbito fetal. (wikipedia.org)

causar

  • e Vaginose Bacteriana pode causar esterilidade ou dificuldade para engravidar? (lookfordiagnosis.com)
  • Complejo GAMM é uma entidade polimicrobiana que atuam simbioticamente para causar vaginose bacteriana em mulheres e outros animais. (wikipedia.org)
  • As suas espécies são flora normal da vagina humana, porém em casos de desequilíbrios da flora, pode causar junto com outras bactérias vaginose bacteriana. (wikipedia.org)

gonorreia

  • Fazem parte da lista de DSTs, doenças sexualmente transmissíveis , doenças como: sífilis, gonorreia e cancróide (chamado também de cancro mole), vaginose bacteriana, clamídia, verrugas genitais ( vírus do papiloma humano, HPV ), herpes genital (virus herpes simplex - HSV), hepatite C e HIV. (121doc.com)

ocorre

  • A vaginose ocorre com maior frequência em mulheres com vida sexual ativa. (wikipedia.org)
  • A vaginose ocorre quando, por algum motivo, há uma ruptura desse equilíbrio, diminuindo o número de lactobacilos e aumentando o número de bactérias anaeróbias. (drauziovarella.com.br)

genital

  • Inúmeros estudos na literatura têm procurado determinar se há uma relação entre infecções do trato genital inferior e parto prematuro espontâneo, e a grande maioria observa uma alta incidência da vaginose bacteriana associada a trabalho de parto prematuro e rotura precoce de membranas ovulares pré-termo. (lookfordiagnosis.com)
  • Fatores de Risco Trabalho de parto pré-termo ou RPM prévios Tabagismo Sangramento genital Incompetência cervical Vaginose bacteriana Útero distendido (polidrâmnio, gemelaridade, macrossomia) Procedimentos invasivos (biopsia de vilo corial, amniocentese, cordocentese) Deficiências nutricionais (vitamina C e cobre) Doenças maternas como a deficiência de alfa-1-antitripsina, drepanocitose, síndrome de Ehlers-Danlos Diagnóstico Anamnese Relato de perda de grande quantidade de líquido claro. (wikipedia.org)

Corrimento

  • Se a vaginose bacteriana não é necessariamente uma infecção, pq causa corrimento? (lookfordiagnosis.com)
  • Marques, então vc quer dizer que quando há vaginose, aparecem também as bactérias oportunistas e estas sim causam infecção, que resulta no corrimento? (lookfordiagnosis.com)
  • Os sintomas mais comuns da vaginose são: odor desagradável (odor de peixe) e corrimento amarelo claro. (blogspot.com)

sexualmente

  • IMPORTANTE: a vaginose bacteriana não é doença sexualmente transmissível e por este motivo raramente os parceiros precisam de tratamento. (blogspot.com)
  • Por outro lado, se várias mulheres usarem a mesma mangueirinha de chuveiro para fazer essa lavagem a fômite devido a essa falta de higiene pode aumentar o risco de transmissão de doenças sexualmente transmissíveis, de complicações na gravidez, de vaginose bacteriana e de doença inflamatória pélvica, além de lesões vaginais pela aplicação incorreta. (wikipedia.org)

causada

  • Micoplasmose é uma infecção bacteriana causada por Mycoplasma, uma bactéria sem parede celular, o que lhe confere resistência a todas penicilinas, comum no mundo inteiro. (wikipedia.org)

causam

  • Todas causam a vaginose bacteriana, que está associada a complicações na gravidez, doença inflamatória pélvica e causa os corrimentos vaginais. (wikipedia.org)
  • Mycoplasma pneumoniae podem ser transmitidas por gotículas geralmente e causa: Pneumonia bacteriana atípica adquirida na comunidade Bronquiolite Faringite aguda Enquanto Mycoplasma hominis e Mycoplasma genitalium geralmente infectam genitais e causam: Vaginose bacteriana Doença inflamatória pélvica Febre pós-aborto Febre pós-parto Outros Mycoplasma também causam essas mesmas infecções, mas com menos frequência. (wikipedia.org)

outras

  • O ensaio pode ser falso-positivo na presença de outras substâncias alcalinas, tais como sangue, sémen, ou na presença de vaginose bacteriana. (wikipedia.org)

parto prematuro

  • Embora a vaginose bacteriana não seja grave, é importante tratá-la, uma vez que ela pode predispor à doença inflamatória pélvica (salpingite - infecção nas trompas) e ao parto prematuro, na gestante. (blogspot.com)

Embora

  • Embora pacientes com vaginose bacteriana possam ter inúmeros sintomas, aproximadamente 50% das pacientes com a condição são assintomáticas. (lookfordiagnosis.com)
  • Embora a prevalência e a incidência das DSTs bacterianas aparentemente tenham diminuído devido à gestão sindrômica expandida, mudanças no comportamento sexual e morte de populações de alto risco, a prevalência e incidência de DSTs virais parece ter aumentado na última década. (121doc.com)

tratamento

  • A vaginose bacteriana o tratamento deve ser para o casal ou nao? (lookfordiagnosis.com)
  • Qual o melhor tratamento pra Vaginose Bacteriana? (lookfordiagnosis.com)
  • Um estudo descobriu que tomar um comprimido de suplemento de alho pode ser uma opção para o tratamento da vaginose bacteriana. (especialista24.com)
  • Um estudo preliminar apontou que o tratamento da vaginose bacteriana pode ser bem sucedido apenas com o uso do óleo de melaleuca. (especialista24.com)

mulheres

  • Aproximadamente metade das mulheres com vaginose bacteriana são assintomáticas. (wikipedia.org)
  • A vaginose bacteriana é uma doença extremamente comum: a maioria das mulheres sofrerá pelo menos um episódio da doença em alguma fase da vida. (drauziovarella.com.br)
  • A vaginose bacteriana é uma condição médica comum, que pode ser apresentada por muitas mulheres, independentemente de haver atividade sexual. (especialista24.com)
  • A vaginose bacteriana é uma doença comum em mulheres em idade fértil. (drauziovarella.com.br)

partos prematuros

  • Estudos recentes sugerem que a vaginose bacteriana pode estar relacionada à ocorrência de partos prematuros. (drauziovarella.com.br)
  • Vaginose bacteriana em grávidas, prevenindo partos prematuros. (wikipedia.org)

podem

  • O óleo de melaleuca tem poderosas propriedades antibacterianas e antifúngicas que podem ajudar a tratar a vaginose bacteriana. (especialista24.com)

devido

  • Em cerca de um terço dos casos a vaginose desaparece espontaneamente, devido à recuperação da população de lactobacilos. (drauziovarella.com.br)

casos

  • Em casos de vaginose bacteriana, há um excesso de bactérias nocivas. (especialista24.com)