• pode
  • Uma pessoa com rubéola pode transmitir a doença a outras pessoas desde uma semana antes do início da erupção até uma a duas semanas depois do seu desaparecimento. (minhavida.com.br)
  • Mesmo que não apresente sintomas perceptíveis, o doente de rubéola pode contaminar as pessoas com quem convive, e em todos os casos é extremamente desagradável. (wikipedia.org)
  • É mais freqüentemente sorológico, com detecção de anticorpos específicos para o vírus, que pode ser melhor identificado quatro dias depois do aparecimento das manchas pelo corpo, ou por ELISA (teste imunoenzimático que permite a detecção de anticorpos específicos no soro). (wikipedia.org)
  • causa
  • A base molecular para a causa da síndrome da rubéola congénita não é ainda completamente clara, mas estudos in vitro com linhagens celulares mostram que o vírus desencadeia um efeito de apoptose em certo tipo de células. (wikipedia.org)