Fazer uma pergunta:


eu tenho um virus HPV e apareceu um tumor quanto de chance tem dele ser maligno????


Existem vários tipos de HPV, alguns têm maior chance de causar um tumor maligno, outros não.

Mas o exame para determinar qual o tipo de HPV não é muito feito, pois é um exame caro e o tratamento é o mesmo.

O próprio exame citológico já diz se esse tumor é maligno, benigno, e se tem chances de se tornar maligno caso ainda não seja. Vá ao ginecologista para ele interpretar o exame e lhe indicar o melhor tratamento.
Mas vá logo, não deixa passar muito tempo, quanto antes vc tratar melhor.  (+ info)

O que é um tumor maligno? e as principais alterações celulares que ocorrem com uma celula sadia transformando?


... transformando-se em tumoral(enfatizando o citoesqueleto)
----------

Cancro (português europeu) ou câncer (português brasileiro), nomes comuns da neoplasia maligna, é uma doença caracterizada por uma população de células que cresce e se dividem sem respeitar os limites normais, invadem e destróem tecidos adjacentes, e podem se espalhar para lugares distantes no corpo, através de um processo chamado metástase. Estas propriedades malignas do câncer o diferenciam dos tumores benignos, que são auto-limitados em seu crescimento e não invadem tecidos adjacentes (embora alguns tumores benignos sejam capazes de se tornarem malignos). O câncer pode afetar pessoas de todas as idades, mas o risco para a maioria dos tipos de câncer aumenta com o acréscimo da idade.[1] O câncer causa cerca de 13% de todas as mortes no mundo, sendo os cânceres de pulmão, estômago, fígado, cólon e mama os que mais matam.[2]

Quase todos os cânceres são causados por anomalias no material genético de células transformadas. Estas anomalias podem ser resultado dos efeitos de carcinógenos, como o tabagismo, radiação, substâncias químicas ou agentes infecciosos. Outros tipos de anormalidades genéticas podem ser adquiridas através de erros na replicação do DNA, ou são herdadas, e conseqüentemente presente em todas as células ao nascimento. As interações complexas entre carcinógenos e o genoma hospedeiro podem explicar porque somente alguns desenvolvem câncer após a exposição a um carcinógeno conhecido. Novos aspectos da genética da patogênese do câncer, como a metilação do DNA e os microRNAs estão cada vez mais sendo reconhecidos como importantes para o processo.

As anomalias genéticas encontradas no câncer afetam tipicamente duas classes gerais de genes. Os genes promotores de câncer, oncogenes, estão geralmente ativados nas células cancerígenas, fornecendo a estas células novas propriedades, como o crescimento e divisão hiperativa, proteção contra morte celular programada, perda do respeito aos limites teciduais normais e a habilidade de se tornarem estáveis em diversos ambientes teciduais. Os genes supressores de tumor estão geralmente inativados nas células cancerígenas, resultando na perda das funções normais destas células, como uma replicação de DNA acurada, controle sobre o ciclo celular, orientação e adesão nos tecidos e interação com as células protetoras do sistema imune.

O câncer é geralmente classificado de acordo com o tecido de qual as células cancerígenas se originaram, assim como o tipo normal de célula com que mais se parecem. Um diagnóstico definitivo geralmente requer examinação histológica da biópsia do tecido por um patologista, embora as indicações iniciais da malignidade podem ser os sintomas ou anormalidades nas imagens radiográficas. A maioria pode ser tratado e alguns curados, dependendo do tipo específico, localização e estadiamento. Uma vez diagnosticado, o câncer geralmente é tratado com uma combinação de cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Com o desenvolvimento das pesquisas, os tratamentos estão se tornando cada vez mais específicos para as diferentes variedades do câncer. Ultimamente tem havido um progresso significativo no desenvolvimento de medicamentos de terapia específica que agem especificamente em anomalias moleculares detectáveis em certos tumores, minimizando o dano às células normais. O prognóstico para os pacientes com câncer é muito influenciado pelo tipo de câncer, assim como o estadiamento, a extensão da doença. Além disso, a graduação histológica e a presença de marcadores moleculares específicos podem também ser úteis em estabelecer o prognóstico, assim como em determinar tratamentos personalizados.  (+ info)

formação do tumor maligno/benigno , quais as diferenças?


o maligno é um cancer é um tumor que destruirá celulas saudaveis do corpo fazendo adoecer e podendo se alastrar bem rapidamente. ja o benigno nao é cancer nao se alastra e nao causa imunidade baixa na pessoa, nao faz nada com as celulas saudaveis ele simplesmente so fica concetrado no local onde surgiu o tumor.  (+ info)

um tumor maligno na perna pode ser sério?o que irá acontecer?


Se não tratada sim..pode ter várias conseqüências prejudiciais a sua perna..

Espero ter ajudado..  (+ info)

Quando um tumor maligno mata ?


Sempre quando uma pessoa tem um tumor maligno, essa pessoa morre? Mesmo com muitos tratamentos corre o risco da pessoa morrer, como é?

Obrigada
----------

Um tumor maligno mata quando ele danifica estruturas ou orgaos essenciais. A pessoa nao morre apenas quando esse tumor é descoberto tardiamente, temos como exemplo o cancer de pâncreas, que a letalidade é total, descoberto no começo ou em estado mais avançado, mesmo com tratamentos a sobrevida de um paciente com esse tipo de cancer é de 5% em até 2 anos depois do diagnóstico. O cancer de pequenas células pulmonares, tumor de Klatskin, tem um percentual baixo de cura, pois como eu disse, afetam órgaos que quando danificados, reduz as chances de cura e vida.
Existem tumores malignos que nem sempre matam, isso depende do local onde ele esta, do estadiamento e das metastases. Cancer de mama, linfomas nao Hodgkin, cancer de intestino, cancer de pele(alguns), leucemias, retinoblastomas, entre outros, tem altas chances de cura, quando detectados precocememente, se provocarem metastases o tratamento fica mais complicado, porém ainda possivel.
E respondendo a sua outra pergunta, há o risco de mesmo com tratamentos a pessoa morrer sim, pois nem sempre o tumor responde beneficamente ao tratamento aplicado, a pessoa pode chegar a ir a óbito após uma cirurgia, quimioterapia (geralmente reação alergica muito grande e rápida), infeccoes e outros transtornos.
Cada caso é um caso, mas no geral, a pessoa pode se recuperar e ter uma vida normal dentro das limitaçoes adquiridas depois da doença(se é que adquiriu alguma), existem atualmente vários recursos que tratam e dão uma sobrevida melhor ao paciente.

Mas só para relembrar, nem sempre uma pessoa morre por um tumor maligno e e existem chances sim de o paciente morrer mesmo com tratamentos.

Para isso o oncologista adota critérios para iniciar um tratamento, de forma com que o melhor tratamento seja escolhido para aumentar as chances de cura, ou amenizar o sofrimento, isso apenas ele poderá fazer.


Sou enfermeira e trabalho com pacientes com cancer.

Boa sorte !!  (+ info)

um familiar fez uma usg e foi detectado um tumor de 7 cm no figado. Será que pode ser maligno? ajudem?


No figado infelismente cerca de 99% são malignos.

@  (+ info)

Dúvida sobre tumor maligno!?


Um amigo teve o diagnóstico de "tumor do estroma gastro intestinal maligno" e eu gostaria de saber se esse tipo de tumor tem cura!?

Informações Adicionais:
Ele já fez tumografia e está aguardando os resultados, porém exames anteriores (biópsias) mostram que o tumor mede 2,0 mm!
Ele não tem nenhum tipo de sintoma, aliás, apenas levíssimas dores beeem de vez em quando quando se deita para dormir!

Pesquisei algumas coisas na internet e só encontramos coisas que não entendemos, quem puder me explicar bem claramente eu agradeço muito!
----------

olha! existem muitos tipos de tumores Malignos, cada um age de forma diferente, então somente o Médico com os exames poderá dizer! sendo que alguns tem cura! porisso o diagnóstico feito no inicio da doença poderá ajudar, pq acho que todos os tumores malignos são capazes de fazerem metástases, ou seja se espalhar para outros órgãos, sendo mais comum ser os pulmões, figado e coração os mais afetados! isso pq o tumor está no sistema gastro intestinal, porém as células do tumor estão no sangue... assim se espalhando por todo o corpo!!!

lembre se! quanto antes ir ao Médico e fazer o tratamento se tem mais chances!!!

Boa Sorte!!! espero melhoras!!  (+ info)

é verdade que quando a prostata cresce devagar é maligno e quando cresce rapido é benigno?


é verdade que se o crescimento da prostata for muito lento sugere tumor maligno e se o crescimento for rápido sugere benigno (hiperplasia)?
----------

Não mesmo. O crescimento da próstata tbém tem a ver com a idade. Somente uma biópsia pode indicar se um tumor ou massa na próstata é maligno ou não.  (+ info)