O que é hiperplasia reacional do tecido linfóide da mucosa?


Fiz uma colonoscopia dia 18/04/09, hj recebi o resultado que ainda vou levar ao médico por isso gostaria de mais detalhes sobre o assunto.
Acredito que não seja nada relaciodado a um CA, mais me preocupei pois minha prima de 1ª grau teve um CA de sitio primário gastrointestinal e foi fatal.
Aguardo resposta.

Grata
----------

Hiperplasia é um aumento tecidual de origem INFLAMATÓRIA, ou seja, é fruto de uma inflamação e não de células transformadas (não é câncer). Possivelmente, é um aumento tecidual fruto de algum problema de ordem irritativa ou infecciosa (já que atinge os linfonodos). Tranquilize-se, mas não deixe de levar os resultados de seus exames ao médico que os solicitou para certificar-se de que está tudo bem e que nenhuma medida intervencionista necessita ser tomada.

Boa sorte, []s  (+ info)

A autohemoterapia ajuda ou atrapalha nos casos de portadores de leucemia linfóide crônica?


Na minha pergunta eu falava da TELEVISÃO! Desses políticos todos sabemos, nem pergunta é necessário.  (+ info)

Alguém poderia me explicar o que é hiperplasia linfóide reacional?


Fiz uma biópsia de um material retirado do ceco através de uma colonoscopia e o diagnóstico foi HIPERPLASIA LINFÓIDE REACIONAL ... Alguém poderia me responder do que se trata?
----------

Você pergun tou sobre hiperplasia linfóide reacional, então, vamos lá:É um tipo de iridociclite (inflamação da íris e do corpo ciliar), que pode também simular melanoma.
Devemos estar atentos aos Sintomas e Sinais que são células na câmara anterior, borramento da visão, dor ocular, vermelhidão mais importante ao redor da ris.Diagnóstico :O diagnóstico é feito pelo exame do olho com a lâmpada de fenda e do fundo do olho com o oftalmoscópio. Para tratamento preescreve o uso de corticóide em forma de colírio ou por via sistêmica. Portanto ao aparecer os primeiros sintomas, fique atentos.  (+ info)

O que é ectasia venosa retal e hiperplasia linfóide em ileo terminal?


fiz uma colocospia e deu isso o que é?
----------

A Sílvia está errada, não tem nada a ver com câncer, não, quanto a isso pode ficar tranquilo.
Ectasia venosa retal acontece quando há uma dilatação de uma ou mais veias no reto (reto é a última porção do intestino, próximo ao ânus). Pode ser descrita também como hemorróidas, mas depende do caso.
Hiperplasia linfóide significa que há presença de linfócitos, que são células de defesa do organismo (glóbulos brancos), o que significa que há uma inflamação no local.
Então a conclusão da sua colonoscopia é que muito provavelmente você está com hemorróidas, pois há uma veia inflamada no seu intestino. Se não for hemorróidas, é algo muito parecido morfologicamente com isso.  (+ info)

Há possibilidade de um portador de leucemia linfóide aguda estar em outubro em remissão e em novembro não+?


Ele tem 2 anos e descobrimos a lla em setembro.Em outubro o médico disse que ele estava em remissão.Agora hoje ele informou que não está mais em remissão.Será que o médico errou?Me ajudem por favor!
----------

Acredito que tenha havido um erro.
Não se sabe se médico, ou nos exames.
Procure outro especialista, converse sobre o caso. Ele saberá te orientar, e posteriormente solicitar novos exames.

Deus permita que realmente seja um erro, e seu filho não tenha nada.
Mas não custa investigar.  (+ info)

Alguém poderia me explicar o que é hiperplasia linfóide de material retirado do estômago através da endoscopia?


hiper = aumento, grande
linfíde = sistema linfático
A Doença de Castleman (DC) é um distúrbio linfoproliferativo
raro de origem controversa. É também conhecida
como hiperplasia angiofolicular linfóide, hiperplasia de nódulo
linfático gigante e linforreticuloma folicular.
Histologicamente é benigna, porém pode comportar-se
de maneira agressiva ou estar associada a outros distúrbios
como linfoma maligno e sarcoma de Kaposi São descritos
três tipos histológicos: hialino-vascular, variante células
plasmáticas e misto.
Do ponto de vista clínico-patológico, pode se manifestar
sob a forma de massas localizadas ou como doença multicêntrica.
A forma localizada pode ser assintomática ou apresentar
sintomas sistêmicos. Acomete preferencialmente o mediastino ântero-superior e mais raramente o abdome.
DC multicêntrica é uma forma disseminada com adenopatias
generalizadas, visceromegalias, manifestações auto-imunes
e infecções recorrentes. O tipo histológico mais freqüente na DC multicêntrica é o de células plasmáticas.maioria dos pacientes apresenta sintomas sistêmicos, principalmente com o tipo células plasmáticas, como: febre, sudorese noturna,
fadiga crônica, anemia e emagrecimento.
As alterações laboratoriais mais comuns são: anemia,
aumento das proteínas de fase aguda, hipoalbuminemia,
hipergamaglobulinemia policlonal, citopenias auto-imunes,
aumento da IL-6, proteinúria e ocasionalmente insuficiência
renal. O objetivo do presente relato é apresentar um paciente
com uma massa abdominal de aspecto linfóide cujo diagnóstico
foi doença de Castleman, assim como revisar aspectos
clínicos e terapêuticos desta doença.ide. Não há um consenso sobre sua etiologia. Uma dasexplicações é que se trata de uma hiperplasia linfóide reativa iniciada por estimulação crônica antigênica associada a uma infecção viral principalmente do trato respiratório e gastrointestinal
A DC pode evoluir com manifestações auto-imunes
como anemia hemolítica e trombocitopenia. Uma das hipóteses
é que a estimulação crônica de clones de células B, particularmente
CD5+ poderia favorecer tanto o desenvolvimento
de doenças auto-imunes como uma gama de desordens
linfoproliferativas.Também já foi observada a associação
de DC com pênfigo paraneoplásico, uma doença mucocutânea
bolhosa auto-imune.
Pode acometer indivíduos de qualquer faixa etária. A
doença localizada tem maior incidência em adolescentes e
adultos jovens, enquanto a forma multicêntrica acomete mais
indivíduos idosos e portadores de imunodeficiência, principalmente
a síndrome da imunodeficiência adquirida.
masi resumidamente
Na hiperplasia, de um modo geral, observa-se:

- folículos de diâmetros variados
- presença de tecido linfóide interfolicular
- zona do manto bem definida
- população celular heterogênea
- presença de mitoses e de histiócitos com restos nucleares evidenciando alto índice de proliferação celular, diferentemente do que ocorre com os linfomas foliculares que geralmente são de baixo grau, com baixo índice de proliferação celular - “polarização” celular.
Importante: O padrão folicular de hiperplasia é frequentemente observado em indivíduos jovens, enquanto que o linfoma folicular é raro nesta faixa etária.
espero ter podido esclarecer sua dúvida
boa sorte  (+ info)

O que é o folículo linfóide com centro germinativo proeminente?


O que é? em que órgão ataca? que atitudes tomar neste caso?
----------

Olá querida,

A presença de folículos linfóides, ocupando a porção mais profunda da lâmina própria (estou me referindo ao tecido do estômago), exibindo evidentes centros germinativos ou limitados a adensamentos linfóides, está frequentemente presente nas gastrites por Helicobacter pylori, também conhecida por H. pylori.
a terapêutica nesses casos pode ser feita usando-se um antiácido tópico (ex.: hidróxido de aluminio associado com hidróxido de magnésio) + um antiácido sistêmico ( ex.: cimetidina, ranitidina, omeprazol, pantoprazol) + antibiótico (com finalidade de erradicar H. pylori). contudo é comum também uma regulação na dieta para que esta não agrave o quadro (dieta pobre em agentes ácidos).

Espero ter ajudado.  (+ info)

Leucemia linfóide e linfoma são a mesma coisa?


Leucemia é uma neoplasia sanguinea, afetando as celulas da medula ossea, produtoras do sangue, enquanto que linfoma é uma neoplasia do sistema linfático, acometendo os gânglios (conhecidos em algumas regioes popularmente como "inguas"). O que pode confundir é que alguns linfomas "leucemizam", ou seja, afetam o sangue de forma semelhante a uma leucemia, mas em geral, isso ocorre num estágio mais avançado da doença.  (+ info)

1  2  3  4  5  6  

  Fazer uma pergunta: