• aids
  • O trabalho visa a determinar os fatores de risco para a infecção pelo HIV (Human Immunodeficiency Virus - vírus da aids) entre usuários de drogas injetáveis (UDI), no Município do Rio de Janeiro. (scielo.br)
  • Os UDI também têm um importante papel na transmissão sexual e vertical do HIV, observando-se que 23% dos casos de aids entre mulheres nos cinco últimos anos têm o uso de drogas injetáveis como categoria de exposição e que, dentre as infecções secundárias à transmissão heterossexual, 33% delas tiveram um UDI como parceiro sexual 2, 3 . (scielo.br)
  • João Feliz Duarte de Moraes(2) 1-Programa de Pós-graduação em Psicologia PUCRS 2-Programa de Pós-graduação em Matemática PUCRS Resumo Para compreender a dimensão do HIV/Aids na vida das pessoas, é necessário conhecer os seus aspectos epidemiológicos, clínicos e psicossociais. (docplayer.com.br)
  • Como citado acima, a epidemiologia ainda tem mostrado um aumento significativo dos casos de HIV/Aids, fato que tem influenciado diretamente na condição psicossocial dos indivíduos que têm o HIV/Aids. (docplayer.com.br)
  • Para entender a dinâmica clinica desta patologia é importante saber que o HIV é um retrovírus que causa no organismo disfunção imunológica crônica e progressiva devido ao declínio dos níveis de linfócitos CD4+, e quanto mais baixo for o índice desses, maior o risco do indivíduo desenvolver Aids (Canini, Reis, Pereira, Gir & Prela, 2004). (docplayer.com.br)
  • 2 1419 na perspectiva e no prognóstico da Aids, gerando uma onda de otimismo nas pessoas com o HIV/Aids (Remor, 2002). (docplayer.com.br)
  • Os avanços no diagnóstico e tratamento do HIV/Aids vêm tornando essa infecção cada vez mais semelhante às doenças definidas como crônicas (Siegel & Lekas, 2002). (docplayer.com.br)
  • Tais avanços repercutiram no impacto considerável na vida dos portadores de HIV/Aids, diminuindo o temor sobre a iminência da morte, possibilitando a permanência de relações sociais, de trabalho, de lazer e afetivas na vida (Carvalho, Morais, Koller & Piccinini, 2007). (docplayer.com.br)
  • O objetivo geral deste estudo foi avaliar os aspectos psicossociais de portadores HIV/Aids. (docplayer.com.br)
  • A amostra da pesquisa foi composta por 63 sujeitos com HIV/Aids, do sexo masculino e do feminino, diagnosticados como portadores de HIV/Aids e fazendo uso de antiretroviral. (docplayer.com.br)
  • Os participantes foram selecionados por conveniência, consecutivamente, em dois locais de atendimento a pessoas com HIV/Aids de Porto Alegre/RS, sendo eles o Ambulatório de Infectologia do Hospital São Lucas e o Grupo de Apoio à Prevenção da Aids do Rio Grande do Sul/GAPA-RS. (docplayer.com.br)
  • Escala de Suporte Social para Pessoas Vivendo com HIV/AIDS. (docplayer.com.br)
  • O projeto teve por objetivo conhecer a soroprevalência do HIV e da sífilis nesta população, traçar o perfil das mulheres privadas de liberdade em relação ao conhecimento delas sobre estas doenças, dar orientação e assistência adequadas para o tratamento e prevenção da aids e da sífilis. (blogspot.com)
  • Trata-se de uma iniciativa que poderá contribuir para a melhoria da qualidade de vida das mulheres, em decorrência disso, a medida repercutirá também no controle da transmissão vertical do HIV e sífilis", afirma a coordenadora do Programa Estadual de DST/Aids, Maria Clara Gianna. (blogspot.com)
  • A Secretaria de Estado da Saúde realiza, em parceria com a Secretaria da Administração Penitenciária e Programas Municipais de DST/Aids, um grande mutirão de testagem para HIV e sífilis no sistema prisional feminino do Estado de São Paulo. (blogspot.com)
  • O projeto pretende conhecer a soroprevalência do HIV e da sífilis nesta população, traçar o perfil das mulheres privadas de liberdade em relação a informações sobre sífilis e HIV, dar orientação de qualidade sobre o assunto para as presas, além de dar maior assistência em saúde para DST/HIV/Aids. (blogspot.com)
  • Assim, torna-se importante traçar um perfil sociodemográfico dos adolescentes com HIV/AIDS no Brasil, a fim de identificar as principais características dessa população. (docplayer.com.br)
  • Dessa forma, este estudo teve como objetivo avaliar as características sociodemográficas e comportamentais dos adolescentes de 13 a 19 anos com HIV/AIDS, notificados no Sistema de Informação de Saúde do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). (docplayer.com.br)
  • Conclui-se que as políticas de prevenção e busca ao HIV/Aids devem considerar que a epidemia se assenta sobre desigualdades, tais como as de gênero e faixa etária, afetando populações de forma heterogênea. (docplayer.com.br)
  • CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 2 Introdução Desde o registro do primeiro caso de Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids) no mundo, no início da década de 1980, o número de pessoas infectadas pelo HIV e de doentes de Aids continua crescendo em todas as regiões do globo, embora a incidência de Aids esteja em declínio na maioria dos países. (docplayer.com.br)
  • No Brasil, embora se observe uma tendência à estabilização na incidência de Aids, crescem persistentemente os casos de infecção por HIV em indivíduos acima de 35 anos. (docplayer.com.br)
  • Nas duas últimas décadas, o HIV/Aids tem se caracterizado por uma dinâmica de contínuas transformações, suscitando dilemas técnicos e éticos referentes ao seu enfrentamento e à escolha das melhores estratégias preventivas para seu controle. (docplayer.com.br)
  • Revolucionar as políticas e práticas de prevenção do HIV/Aids resultará em uma mudança da prevalência para a incidência no debate sobre o HIV/Aids, permitindo que possamos identificar focos de transmissão, empoderar pessoas, especialmente os jovens, para que possam exigir e apropriar-se da resposta e incentivar os programas que farão a diferença na redução de novas infecções. (docplayer.com.br)
  • 2 Juliana de Oliveira Faria PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS: ESTUDO SOBRE PERFIL DOS DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM Dissertação apresentada ao Curso do Mestrado Acadêmico em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora, como requisito para obtenção do título de mestre. (docplayer.com.br)
  • E em especial, às pessoas vivendo com HIV/aids, sujeitos deste estudo, possibilitando que o mesmo fosse realizado. (docplayer.com.br)
  • 6 RESUMO A epidemia de HIV/aids contínua a crescer, apesar das ações para deter a sua disseminação. (docplayer.com.br)
  • A enfermagem, frente a esse quadro, tem a possibilidade de um fazer científico no sentido de viabilizar a assistência de enfermagem sistematizada para promoção do cuidado em pessoas com HIV/aids. (docplayer.com.br)
  • Os objetivos do estudo são identificar os diagnósticos de enfermagem baseados na Taxonomia II da NANDA-I em pessoas com HIV/aids. (docplayer.com.br)
  • Manifestações clinicas importantes da doença por CMV (reativação de infecção latente ou primo-infecção) frequentemente se desenvolvem em pacientes imunocomprometidos, como HIV/AIDS, transplantados, pacientes com corticoterapia em altas doses, LES, artrite reumatóide ou psoríase. (wikipedia.org)
  • anos
  • A soroprevalência é dependente da idade: 58,9% dos indivíduos com 6 anos ou mais são infectados, enquanto 90,8% dos indivíduos com 80 anos ou mais são infectados. (wikipedia.org)
  • No Brasil, estudos de soroprevalência na população entre 15 e 45 anos de idade revelaram 81% de positividade na cidade do Rio de Janeiro e aproximadamente 90% na cidade de São Paulo e no estado de Santa Catarina A infecção por CMV é maior em países em desenvolvimento e em comunidades com estado socioeconômico menor e representa a causa viral mais significante de defeitos de nascimento em países industrializados. (wikipedia.org)
  • testes
  • O estudo consistiu de 110 entrevistados que voluntariamente realizaram testes laboratoriais para a presença do HIV, além de outros agentes infecciosos de transmissão sangüínea (HBV, HCV, HDV, HGV/GBV-C, HTLV-I/II). (scielo.br)
  • causa
  • No paciente imunodeprimido por HIV, o parasita causa lesões granulomatosas no parênquima cerebral, que determinam as manifestações neurológicas focais, sinais e sintomas de hipertensão intracraniana, sinais de irritação meníngea, convulsões, alterações do nível de consciência e coma. (medicinanet.com.br)