Loading...
  • sido
  • Nitrito de sódio também tem sido usado em medicina e veterinária como um vasodilatador, reduzindo o fluxo sanguíneo, como um broncodilatador, um relaxante intestinal ou um laxativo, e um antídoto para envenenamento por cianetos. (wikipedia.org)
  • Pode
  • Pode ser preparado do fenolato de sódio e dióxido de carbono sob alta temperatura e pressão. (wikipedia.org)
  • Óbito pode ocorrer caso ingeridos 16 mg/kg de fluoreto de sódio, todavia, os cremes dentais de 90 g comercializados possuem cerca de 100 mg de fluoreto. (wikipedia.org)
  • Causa
  • Ele também é lentamente oxidado pelo oxigênio do ar a nitrato de sódio, NaNO3, o que causa sua cor amarela, por liberação de dióxido de azoto (NO2). (wikipedia.org)
  • NaOH
  • A síntese usual em laboratório implica o tratamento de metóxido de sódio, Na(CH3O), com sulfeto de hidrogênio: Na(CH3O) + H2S → NaHS + CH3OH Industrialmente, NaOH é empregado como base. (wikipedia.org)
  • A maior parte da criolita é manufaturada a partir do óxido de alumínio, ácido fluorídrico e hidróxido de sódio, ou usando-se o ácido hexafluorsilícico : 6 NaOH + Al2O3 + 12 HF → 2 Na3AlF6 + 9 H2O A principal aplicação da criolita sintética é servir de solvente na eletrólise de óxidos de alumínio como a bauxita. (wikipedia.org)
  • obtido
  • Atualmente é obtido pela eletrólise ígnea do cloreto de sódio fundido a 808 graus celsius, procedimento mais econômico que os usados anteriormente. (wikipedia.org)
  • sendo
  • A crosta terrestre contém aproximadamente 2,6% de sódio, sendo o quarto elemento mais abundante e o mais comum entre os metais alcalinos. (wikipedia.org)
  • Em contraste com o sulfeto de sódio, Na2S, fruto de uma neutralização completa, que é insolúvel em solventes orgânicos, NaHS, sendo um eletrólito 1:1, é mais solúvel. (wikipedia.org)
  • amarelo
  • O sódio é relativamente abundante nas estrelas, detectando-se sua presença através da linha D do espectro solar, situada aproximadamente no amarelo. (wikipedia.org)
  • apenas
  • Estabelecer um valor para a ingestão diária admissível para o ciclamato de sódio foi um processo bastante delicado porque apenas o resultado da metabolização por parte da flora intestinal é toxico, e diferentes pessoas metabolizam este edulcorante de forma quantitativamente muito diferente, incluindo uma percentagem bastante significativa (80%) que excretava o ciclamato sem qualquer tipo de metabolização. (wikipedia.org)