• enzima
  • 3´ de uma enzima que pode ser tanto uma "Rnase H" quanto a "polimerase I" do DNA. (biomol.org)
  • A Rnase é uma enzima que degrada especificamente moléculas de RNA que formam híbridos com DNA, ou seja, cadeias de RNA emparelhadas a cadeias de DNA. (biomol.org)
  • A enzima ribonuclease de R. virescens foi estudada e mostrou ter propriedades bioquímicas únicas em comparação com as de outros cogumelos comestíveis. (wikipedia.org)
  • Até 1962 amadurece a "hipótse termodinâmica" do enrolamento de proteínas, em que constata que uma proteína assume uma determinada conformação espacial por esta ser a mais termodinamicamente estável na célula, demonstrando isto com a ribonuclease: a enzima desnaturada por condições químicas extremas voltava à sua conformação natural (nativa) quando colocada em condições equivalentes às do ambiente intracelular. (wikipedia.org)
  • Dnase
  • As abzimas naturais são cataliticamente muito diversificadas e podem ter actividade de DNase, RNase, ATPase e óxido-redutase, podendo fosforizar proteínas, lípidos e polissacarídeos. (wikipedia.org)
  • fita
  • Após a síntese do duplex RNA/DNA, uma ribonuclease (RNAse H) é incumbida de degradar a fita de RNA viral por hidrólise, a partir da extremidade 3', deixando a fita simples de (-) DNA solta no citoplasma. (wikipedia.org)
  • Esta associação origina o complexo tracRNA-crRNA, uma molécula de RNA dupla fita que após ser processada pela RNase III é convertida em uma molécula híbrida madura com função importante no que diz respeito à associação e direcionamento de uma nuclease para eliminação do DNA invasor. (wikipedia.org)
  • modelo
  • Usando a ribonuclease como modelo, demonstrou que a estrutura terciária de uma proteína depende da sua sequência de aminoácidos, ou seja, que a composição química da proteína determina o seu enrolamento tridimensional (folding). (wikipedia.org)