• celular
  • Como funções da proteína RAS temos: Estímulo e controle da multiplicação celular Estímulo e controle da diferenciação celular Mecanismo de transporte Fusão de membranas A proteína RAS encontra-se diretamente relacionada com o receptor catalítico (tirosino-quinase) em sua porção intracelular, pois a proteína RAS encontra-se ligada à superfície citoplasmática (citoplasma) da membrana celular. (wikipedia.org)
  • A proteína RAS participa da transmissão recebida por um receptor levando a informação, através de vários estágios, até o interior do núcleo celular, para estimular a diferenciação e a multiplicação da célula. (wikipedia.org)
  • As proteínas têm também funções estruturais ou mecânicas, como é o caso da actina e da miosina nos músculos e das proteínas no citoesqueleto, as quais formam um sistema de andaimes que mantém a forma celular. (wikipedia.org)
  • Proteína A é uma proteína que pode ser encontrada na parede celular da bactéria Staphylococcus aureus. (wikipedia.org)
  • A proteína Ran está também envolvida no controlo da síntese de ADN e da progressão do ciclo celular. (wikipedia.org)
  • A Proteína Rb (pRb) é uma molécula que funciona como reguladora universal do ciclo de divisão celular, sendo normalmente expressa em praticamente todas as células do organismo. (wikipedia.org)
  • Essas alterações químicas podem alterar a hidrofobicidade de uma proteína e assim determinar a localização celular desta (por exemplo, proteínas hidrofóbicas tendem a se ancorar em membranas fosfo-lipídicas). (wikipedia.org)
  • A proteína p53, (já foi "molécula do ano", é conhecido como o guardião do DNA) de crucial importância para a manutenção da integridade do material genético e para o bom andamento do ciclo celular, possui 18 sítios de fosforilação. (wikipedia.org)
  • A proteína G, junto com seu receptor transmite sinais de hormônios e neurotransmissores, controlando o metabolismo da maquinaria celular, como a contração, a transcrição e a secreção. (wikipedia.org)
  • estruturas
  • Descobrir as estruturas e funções de proteínas em organismos vivos é uma ferramenta importante para a compreensão dos processos celulares e permite que sejam mais facilmente desenhados medicamentos que atinjam vias metabólicas específicas. (wikipedia.org)
  • Uma proteína completamente desnaturada não possui estruturas terciárias e secundárias, e existe sob a designação de espiral aleatória. (wikipedia.org)
  • Embora uma série de métodos computacionais têm sido desenvolvidos para a detecção de proteínas nós, ainda não há métodos totalmente automático para detectar proteínas nós sem a intervenção manual necessária devido aos resíduos falta ou quebra de cadeia nas estruturas de raios-X ou os formatos fora do padrão PDB. (wikipedia.org)
  • Recentemente, um número de servidores web (pKNOT) foram publicados, oferecendo serviço de consulta conveniente para estruturas atada e ferramentas de análise para a detecção de proteínas nós. (wikipedia.org)
  • liga
  • A eficácia de uma droga é afetada pelo grau em que ela se liga a proteínas no plasma sanguíneo. (wikipedia.org)
  • Liga-se a proteínas de muitas espécies de mamíferos. (wikipedia.org)
  • É uma proteína que se liga a GTP, sendo essencial no transporte de ARN e proteínas através do poro nuclear. (wikipedia.org)
  • Quando um sinal extracelular se liga a um GPCR (receptor associado à proteína G) presente na membrana plasmática das células, a proteína G sofre uma alteração conformacional capaz de ativar uma de suas subunidades que possui ligação a GTP, tornando-se capaz de alternar entre um estado de ligação com uma guanosina difosfato inativa (GDP), a outro com uma guanosina trifosfato ativa (GTP). (wikipedia.org)
  • Quanto ao mecanismo da ativação gerada pela adrenalina, descobriu-se que quando a mesma liga-se ao seu receptor, este então ativa uma proteína G, finalmente ativando a enzima adenilato ciclase, que converte ATP (adenosina trifosfato) em cAMP (monofosfato cíclico de adenosina). (wikipedia.org)
  • Quando um agonista liga-se a um GPCR (receptor acoplado à proteína G), ocorre uma alteração conformacional no receptor que possibilita o acoplamento ao heterotrímero da proteína G. Essa alteração na conformação faz com que o fator de troca de nucleotídeos de guanina (GEF) induza a troca de GDP por GTP na subunidade α. (wikipedia.org)
  • ativa
  • A importância da proteína RAS na sinalização intracelular foi indicada por meio de experimentos com microinjeção de RAS ativa e anticorpos anti-RAS, mostrando que RAS não é somente capaz de induzir o crescimento anormal característico de células de câncer, mas é necessária para a resposta de células normais à estimulação de fator de crescimento. (wikipedia.org)
  • Assim, essas proteínas RAS mutadas permanecem continuamente na forma ativa ligada à GTP, conduzindo a proliferação desordenada das células cancerosas mesmo na ausência de estimulação de fator de crescimento. (wikipedia.org)
  • A UPR é ativa em resposta ao acúmulo de proteínas mal enoveladas voltadas pra dentro do lúmen do Retículo endoplasmático. (wikipedia.org)
  • Uma proteína precursora, também chamado de pró-proteína ou pró-peptídeo, é uma proteína inativa (ou peptídeo) que pode ser transformada em uma forma ativa por uma modificação pós-traducional, tais como a quebra de uma parte da molécula ou a adição de outra molécula. (wikipedia.org)
  • Este processo - a passagem de uma cadeia amorfa para uma proteína ativa - é chamado de enovelamento. (wikipedia.org)
  • A proteína G permanece ativa até que o GTP ligado à subunidade α seja hidrolisado em GDP pela atividade GTPase intrínseca dessa subunidade. (wikipedia.org)
  • alvo
  • Muitas vesículas transportadoras só se formam se um tipo específico de proteína Rab e SNARE estiverem acopladas a sua membrana, permitindo assim que a vesícula funda corretamente sua membrana com a do seu alvo. (wikipedia.org)
  • Para garantir a eficiência e especificidade do transporte de compartimentos dentro de uma célula (por exemplo, transporte de vesículas), eles devem apresentar alta especificidade com seu alvo, que é uma proteína específica contida na membrana-alvo correta com a qual se fundirão, sendo essa proteína chamada Rab efetora. (wikipedia.org)
  • Para identificá-lo corretamente, ambos (a vesícula e seu alvo) apresentam em sua membrana proteínas específicas de reconhecimento e endereçamento que proporcionam, por afinidade estrutural, a correta e eficiente identificação e interação. (wikipedia.org)
  • Esta proteína é o alvo dos primeiros fármacos antigripais, a amantadina e a rimantadina. (wikipedia.org)
  • Disfunções nesta proteína são relacionadas com a etiologia de muitas doenças, o que a torna um extensivo alvo farmacológico desde sua descoberta. (wikipedia.org)
  • Existem
  • Existem muitos exemplos: receptores associados a proteínas G triméricas, canais iónicos, porinas em bactérias, e de novo no eritrócito, a proteína banda 3, proteína transmembranar multipasso que atravessa membrana com 12 α-hélices e com os seus extremos em direcção ao citosol. (wikipedia.org)
  • Existem proteínas com um número de lâminas β desde 8 até 22. (wikipedia.org)
  • Existem diversos tipos de proteína Rab, cada um associando um compartimento a uma ou mais vias biossintéticas-secretoras (secreção hormonal, liberação de neurotransmissores e imunoglobulinas, etc.) ou endocíticas (degradação de partículas captadas por endocitose) e possuindo pelo menos uma proteína Rab específica em sua membrana citosólica, contribuindo para a identidade estrutural e funcional das organelas intracelulares. (wikipedia.org)
  • Atualmente, existem 4 tipos de nó identificado em proteínas, o nó 31, 41, o nó 52 e 61. (wikipedia.org)
  • membrana
  • O extremo N-terminal da proteína fica de um dos lados da membrana e o extremo C-terminal, do outro. (wikipedia.org)
  • Desta forma, muitas substâncias polares que, em ausência de proteínas, não poderiam cruzar a membrana, poderão fazê-lo através destes canais. (wikipedia.org)
  • Para esse processo ocorrer, é necessário que essa vesícula apresente em sua membrana dois tipos de proteína: a proteína de direcionamento Rab, que leva em consideração a identidade do compartimento e sua carga, e a proteína de ancoramento SNARE, que permite a fusão das membranas dos compartimentos envolvidos. (wikipedia.org)
  • Para a Rab se associar ao GTP, é necessária a ação da proteína de membrana Rab-GEF (GEF: Guanosine nucleotide Exchange Factor, "fator de troca de nucleotídeos guanosina"), que induz a troca do GDP pelo GTP e, portanto, altera a condição energética da Rab, já que a molécula de GTP apresenta maior energia. (wikipedia.org)
  • Durante o ancoramento e fusão das membranas das proteínas, uma Rab-GAP (GAP: GTPase Activating Protein, "Proteína ativadora de GTPase") induz a Rab a hidrolisar GTP em GDP, que altera sua conformação, desacoplando-se da membrana, ligando-se ao GDI e tornando-se inativa e solúvel, portanto livre no citoplasma e disponível para outros processos. (wikipedia.org)
  • transporte
  • As proteínas estão presentes em todos os seres vivos e participam de praticamente todos os processos celulares, desempenhando um vasto conjunto de funções no organismo, como a replicação de ADN, a resposta a estímulos e o transporte de moléculas. (wikipedia.org)
  • cada
  • Durante o processo de dobramento, o número de pontes de hidrogénio não muda apreciavelmente, porque por cada ponte de hidrogénio interna, uma ponte de hidrogénio entre a proteína desdobrada e o meio aquoso terá de ser quebrada. (wikipedia.org)
  • A sequência dos resíduos de aminoácidos em cada proteína é definida pela sequência de um gene, a qual está codificada no código genético. (wikipedia.org)
  • possuem
  • Quando as proteínas tau possuem defeitos, não estabilizando bem os microtúbulos, pode levar ao aparecimento de estados de demência, como a doença de Alzheimer. (wikipedia.org)
  • As proteínas RAB são constitutivamente produzidas em células eucarióticas - o que indica uma função crucial em sua fisiologia - alternando entre duas conformações espaciais que possuem como ligante GDP ou GTP e que, dessa forma, as fazem estar ora aderidas às membranas, ora livres no citosol. (wikipedia.org)
  • duas
  • Uma droga existe no sangue em duas formas: ligada e não ligada a proteínas. (wikipedia.org)
  • A proteína M2 é, a par da proteína M1, uma de duas proteínas de matriz M presentes no invólucro dos vírus da gripe, à excepção dos vírus de gripe B. A proteína M2 encontra-se em grandes quantidades na superfície da célula infetada, mas em pequenas quantidades na superfície do vírus, formando canais iónicos pelos quais os iões atravessam o invólucro. (wikipedia.org)
  • ou em espécies diferentes, estando o ancestral comum da proteína presente na espécie ancestral comum às duas espécies. (wikipedia.org)
  • forma
  • Ao dobrar e enrolar-se para tomar uma forma tridimensional específica, as proteínas são capazes de realizar a sua função biológica. (wikipedia.org)
  • Em qualquer caso, de alguma forma, tais proteínas regulam o funcionamento da RNA polimerase. (wikipedia.org)
  • celulares
  • 1) A perda completa da pRb não causa imediatamente o aumento da proliferação de células da retina ou de outros tipos celulares - em parte porque a Cdhl e as CKIs também ajudam a inibir a progressão para a fase G1 e em parte porque outros tipos celulares contêm proteínas relacionadas à Rb que funcionam como uma cópia de segurança na ausência da Rb. (wikipedia.org)
  • funcional
  • O processo contrário chama-se desnaturação, em que uma proteína original é forçada a perder a sua configuração funcional, tornando-se uma cadeia amorfa e não funcional de aminoácidos. (wikipedia.org)
  • afinidade
  • Os passos de separação exploram as diferenças no tamanho da proteína, as propriedades físico-químicas e afinidade de ligação. (wikipedia.org)
  • meio
  • Esta provoca a diarreia por meio do grande influxo de íons cloreto e água, esse quadro clínico é resultado da inibição de uma enzima que faz a transferência da ADP-ribose do NAD+ para a subunidade alfa da proteína Gs, o que impossibilita a hidrólise do GTP mantendo-o no estado ativo estimulando indefinidamente a adenilil-ciclase, aumentando os níveis de cAMP. (wikipedia.org)
  • ligada
  • A proteína RAS está ativada quando combinada com GTP e inativa quando ligada a GDP. (wikipedia.org)
  • Se a ligação à proteína é reversível, então um equilíbrio químico irá existir entre os estados ligado e não-ligados, tal que: Proteína + droga ⇌ Complexo proteína-droga Notavelmente, é a fração não-ligada (ou livre) que exibe efeitos farmacológicos. (wikipedia.org)
  • Isso significa que 97% de toda varfarina presente no sangue está ligada a proteínas plasmáticas. (wikipedia.org)
  • primeiro
  • Não deve ser confundida com o Péptido-C (resultado do processamento da pró-insulina) nem com a Proteina-C (anticoagulante fisiológico quando em conjunção com a proteína S). O gene de PCR está localizado no primeiro cromossoma (1q21-q23). (wikipedia.org)
  • motoras
  • Proteínas motoras são uma classe de motores moleculares que têm a capacidade de se mover ao longo da superfície de um substrato. (wikipedia.org)
  • Atualmente estão identificados três tipos de proteínas motoras: miosinas, cinesinas e dineínas. (wikipedia.org)
  • gene
  • O gene Rb1, que codifica a proteína pRb, localiza-se no cromossomo 13 - mais especificamente, no local 13q14.1-q14.2. (wikipedia.org)
  • Se ambos os alelos deste gene são mutados no início da vida, a proteína é inativada e resulta em desenvolvimento de câncer de retinoblastoma. (wikipedia.org)
  • cadeias
  • Proteínas são macromoléculas biológicas constituídas por uma ou mais cadeias de aminoácidos. (wikipedia.org)
  • Durante a digestão, as proteínas são separadas no estômago em cadeias polipeptídicas mais pequenas através da ação do ácido clorídrico e da protease. (wikipedia.org)
  • foram
  • O nome RAS é derivado do inglês: RAt Sarcoma vírus, ou vírus do sarcoma de rato), porque essas proteínas foram identificadas primeiramente como as proteínas oncogênicas (oncogenes) de vírus tumorais que causam sarcomas em ratos. (wikipedia.org)
  • As proteínas G foram descobertas quando Alfred G. Gilman e Martin Rodbell tentavam desvendar como a adrenalina estimulava as células. (wikipedia.org)
  • protein
  • A Resposta a proteínas mal enoveladas (UPR, do inglês: Unfolded Protein Response) é uma resposta citoprotetora, relacionada com o Retículo endoplasmático. (wikipedia.org)
  • Proteína c-reactiva ou CRP (do inglês C-reactive protein) é uma proteína plasmática reagente de fase aguda produzida pelo fígado. (wikipedia.org)
  • essenciais
  • Os aminoácidos que o organismo não é capaz de sintetizar por si próprio são denominados aminoácidos essenciais e devem ser obtidos pelo consumo de alimentos que contenham proteínas, as quais são transformadas em aminoácidos durante a digestão. (wikipedia.org)
  • As proteínas são nutrientes essenciais ao corpo humano. (wikipedia.org)
  • Pró-sequências são áreas na proteína que são essenciais para o seu correto dobramento, geralmente na transição de uma proteína a partir de um estado inativo para um estado ativo. (wikipedia.org)
  • enzima
  • M. Rodbell propôs a existência de um intermediário entre a proteína transmembrana receptora e a enzima amplificadora intracelular responsáveis pela transdução deste sinal. (wikipedia.org)
  • fase
  • A popularização da dosagem da proteína C reativa (CRP) reduziu a importância da VHS como marcador de inflamação, pois a CRP também é uma proteína de fase aguda produzida pelo fígado. (wikipedia.org)