• produtos
  • A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira, 16, uma resolução que dá prazo até dia 1º de janeiro de 2018 para que fabricantes de drogas vegetais e derivados apresentem laudos comprovando que seus produtos não contêm as substâncias ocratoxinas, fumonisinas e tricotecenos. (uol.com.br)