por favor!!!me ajudem, quem entende do resultrado do preventivo,?


quero saber se é muito grave o resultado do meu preventivo:
deu no resultado do preventivo isso aqui:
Epitélios representados na amostra:Escamoso,glandular,metaplásico.
microbologia:lactobacilos sp.
conclusão: lesão intra epitelial de alto grau ( compreendendo neoplasias intra epteliais cervicais graus II E III.
O que significa isso?
----------

Amiga, significa que você deve levar logo esse resultado ao médico. Provavelmente ele pedirá a biopsia. Boa sorte.  (+ info)

fiz uma colonoscopia e o resultado foi hiperplasia nodular linfoide ,5 fragmentos irregulares?


conclusão da biópsia foi ileo terminal (mucosa edemaciada,em algumas áreas de aspecto granular dae tem um comentário assim os achados soa compatíveis com hiperplasia nodular linfoide.sugerimos entretanto realizar exame imunoistoquimico no material desta amostra para diagnostico diferencial com lesão linfoproliferativa não reacional
----------

  (+ info)

Sobre resultado de Exame?


Biópsia de íleo terminal (Inflamação crônica com áreas de hiperplasia linfóide no córion.
Biópsia de intestino grosso (Polipo adenomatoso de padrão tubular, com áreas de hemorragia superficial.
Colonoscopia - Ileíte terminal (Biópsia)
Pólipo de reto (polipectomia)
Demais segmentos dentro da normalidade.
Trânsito intestinal
Flebólitos em pequena bacia.
Ultra-sonografia abdomen total (Calcificação em parênquima hepático, Vesicula biliar murcha).
----------

O que você quer ?  (+ info)

Dores Na Região da Bunda?


Bom pessoal estou gravida de 3 meses e a pouco mais de um mês eu estou sentindo umas dores na região da bunda, quando eu ando doi muito sinto como se tive-se algum osso fazendo atrito com outro mais fiz uma perquisa e na região onde sinto as dores o osso é inteiro (íleo),quando eu piso no chão doi muito, quando eu me agaicho doi muito, quando deito e me levando doi também muito, alguel já sentiu essa dor ou pode me esclarecer?
----------

Na gravidez, o corpo sofre modificações que podem causar dores nas costas e na área dos quadris, dificultando até movimentos simples como se sentar, se agachar e andar. A osteopatia elimina a origem do problema a partir do reequilíbrio de ossos, músculos de sustentação e ligamentos

dores na gravidez podem ter origem num problema comum nesta fase: a síndrome de Lacomma. Ela tem várias causas, como deficiência de vitaminas D, B, B6 e excesso de secreção de relaxina, substância que atua nos músculos e ligamentos. Nesses casos, a gestante se queixa de dores articulares pélvicas (inclusive glúteos) e na região lombar e sacro, apresentando dificuldades para sentar-se ou se levantar.

- Esta síndrome se manifesta com mais freqüência a partir do sexto ou sétimo mês de gravidez. Por isso, aconselhamos as grávidas a consulta a um osteopata no início da gravidez, no sexto mês e antes do parto. O parto será mais fácil se o quadril estiver equilibrado -  (+ info)

Sobre tumor neuroendócrino de reto distal...dúvidas?


Em 11/4, fiz uma colonoscopia que teve retirada de um pólipo de 0,5 cm. Para minha infelicidade, esse pólipo era um tumor neuroendócrino bem diferenciado (tumor carcinóide). Foi feita a análise imunohistoquímica desse tumor, que deu Ki-67 inferior a 2%, cromogranina negativo e sinaptofisina positivo. Até hoje, não estou esclarecida a respeito disso. Fiz apenas a retirada desse tumor na colono, nenhum tratamento complementar porque meu médico disse não ser necessário (após nova colono em 23/5, negativa para pólipos, tomografia e exames de sangue de CA sem anormalidades). Estou com medo do problema se agravar, pois tenho sentido dores no reto (não sei se é por causa da inflamação no íleo e no reto que possuo, que, aliás, meu médico tb disse não precisar de tratamento por ser uma doença leve, o que acho absurdo! Vou em outro médico amanhã). Outra dúvida é: esse tumor tem características malignas ou benignas (nem com a imuno ficou esclarecido). Além do que eu citei acima, as células eram semelhantes à mucosa intestinal, sem atipias e sem figuras de mitose. Será que algum especialista poderia me ajudar?

Obrigada!
----------

Em caso de tumores neuroendócrinos (tumor carcinóide) não existem marcadores seguros para se afirmar se o tumor é ou não maligno em muitos casos. Não é insegurança do seu médico nem de quem fez o exama anatomopatológico, que por sinal foi bem investigado com o que há de melhor em qualquer parte do mundo. Esses tumores são imprevisíveis. No entanto, os dados parecem indicar a possível direção do tumor que é a benignidade. Acho que você deve ficar com este mesmo médico, pois ele tem mais conhecimento sobre o que vc tem. Não foi ele que removeu o pólipo? Os dados sobre a localização precisa do tumor, o seu tamanho são dados tão importantes para a definição da malignidade quanto a imuno-histoquímica.
Sobre as dores provavelmente têm a ver com a cirurgia e não com recidiva. Esse tumor, como vc disse, era polipóide. Só a mucosa é lesada no ponto de remoção sem maiores danos. A recidiva dele daria outras alterações. Não sei se vc teve síndrome carcinóide. Se teve, uma das alterações que poderiam ocorrer, no caso de recidiva, seria o retorno da síndrome.
Em suma, nenhum patologista aqui no YR (eu sou Patologista e acho que não há nenhum outro respondendo) lhe dará mais detalhes sobre ser Benigno ou Maligno do que já foi definido no caso.
Sinto talvez decepcioná-la, mas eu não posso ser leviano e dizer além do que conheço sobre o caso.
Boa sorte, mas fique tranquila quanto a recidiva, impressão baseada apenas na presença de dor.
Abraços.  (+ info)

o que é trato ileo tibial?


Apesar do grande número de publicações, verificamos que nenhuma delas aborda especificamente a problematica das manobras semiológicas utilizadas em seu diagnóstico. A fibrose do quadríceps pode ser uni ou bilateral e se apresentar com comprometimento de apenas um músculo, ou de praticamente todo o quadríceps, de tal maneira que, as formas de expressão clínica, são bastante variáveis. Segundo Chiu et al.,23 os principais sintomas da fibrose do quadríceps, estão representados pela dificuldade ao sentar ou agachar, claudicação, restrição da mobilidade do joelho, endurecimento ou cicatrizes nas coxas e, por vezes, se acompanha de luxação habitual da patela, hiperlordose lombar e patela alta.

Apesar da rotina do exame ser exata mente a mesma, na dependência da forma de apresentação, teremos uma maior ou menor riqueza de detalhes. Em nossa experiência, a forma reto femural foi a que apresentou maior riqueza de sinais prope- dêuticos, enquanto a forma total ou mista foi menos expressiva.

Com a finalidade de simplificar a apre sentação, adotaremos o termo «forma reto femural», quando o comprometimento for predominantemente do músculo reto femural e «forma total ou mista», quando o compro metimento for predominantemente do vasto intermédio ou de todo o quadríceps.

O objetivo do presente trabalho é preencher esta pequena lacuna e desta forma, padronizar uma sequência de manobras, que devem ser rotineiramente executadas em todos os pacientes portado res de fibrose do quadríceps.

Semiologia
O exame físico ortopédico se inicia pela inspecção. Na inspecção estática, o paciente deve ser avaliado de frente, de costas e de lado. Na forma reto femural, frequentemente, os achados que mais chamam atenção são báscula anterior da bacia, acompanhada de uma acentuação da lordose lombar e abdomen proeminente (figura 1). Na forma total ou mista, geralmente, não são encon trados estes achados (figura 2). Como passo seguinte, ordenamos ao paciente que se agache. Na forma reto femural, é comum o paciente agachar totalmente inclinando o tronco para frente (figura 3), porém se o tronco for mantido retificado, o paciente só agachará até um certo ponto, a partir do qual a flexão do joelho somente será conseguida às custas da flexão do tronco para frente (consequentemente maior flexão dos quadrís) (figura 4). Na forma total ou mista, o paciente não consegue agachar e só conseguirá sentar no solo com o joelho extendido. A seguir passamos para a ins pecção dinámica, ou seja, o exame da marcha. Na forma reto femural, ocorre em muitos casos, uma alteração bastante evidente da marcha. Como consequência da restrição de movimentos do joelho, não ocorre de forma fisiológica, a fase da marcha em que o quadril é extendido e o joelho fletido. Durante a marcha lenta, para levar a frente corpo o membro inferior lesado, o paciente tem que abduzir e rodar externamente o quadríl; na marcha rápida e na corrida torna-se necessário a elevação da pelvis do lado comprometido.13 Na forma total ou mista, ocorre uma marcha claudican te do tipo artrodese do joelho, uma vez que o joelho encontra-se nestas formas, bloquea do em extensáo ou somente com pequenos graus de flexão.
A seguir passamos au exame físico propriamente dito, ou seja, aquela parte do exame em que o examinador tem participa- ção ativa. O paciente é então colocado em uma mesa de exame e examinado não somente em decúbito ventral e dorsal como preconizado por Chiu et al.,23 mas também em decúbito lateral. Durante o decúbito dorsal verificamos o grau de flexão dos joelhos com os quadrís fletidos 90· (figura 5) e a manobra de Thomas clássica, que frequentemente é positiva (figura 6), e a ativada, onde fica mais evidente a participa- ção de reto femural. Aqui, em decúbito dorsal com o quadril e joelho sadios mantidos em flexão, o paciente é levado gradualmente ao bordo da mesa até que o joelho lesado fique sem o apoio da mesma. A medida em que o joelho se flete, natural mente o quadril acompanha o mesmo grau de flexão do joelho, com maior acentuação do teste de Thomas (figura 7). Na forma mista ou total, via de regra, estes testes são menos evidentes, podendo até mesmo serem negativos (figuras 8a e 8b). Ato contínuo, realiza-se, o que denominamos de teste de Ely invertido. Neste, o paciente permanece com o tronco e as coxas em contacto com a mesa de exame, com os joelhos pendendo no bordo da mesma. A medida que fletimos os joelhos, observamos que gradativamente ocorre uma acentuação da lordose lombar, que será tanto maior quanto maior for a flexão imprimida aos joelhos (figura 9). Na forma total, como os joelhos estão bloqueados em extensão ou com somente pequeno grau de flexão, esta prova será respectivamente negativa ou levemente positiva.

O paciente é então colocado em decúbi to ventral, onde realizamos o teste de Ely. Na forma reto femural, observamos que o joelho é fletido facilmente até um certo ponto, a partir do qual, só conseguiremos maior flexão do joelho à custa de uma elevação da pélvis (consequentemente flexão dos quadrís), e de uma acentuação da lordose lombar (figura 10). Na forma total ou mista esta prova, via de regra, é negati va.

A seguir o paciente é colocado em decúbito lateral, onde realizamos o teste de Ober. Na forma total ou mista, este teste é praticamente impossível de ser realizado, uma vez que o paciente não consegue fletir o joelho. Na forma reto femural, podemos observar em alguns casos, um teste de Ober positivo (figura 11), que alguns autores atribuem a uma contratura secundaria do trato ileo-tibial. Em nossa experincia clínica, observamos que este teste será tanto mais positivo, quanto maior for a extensão do quadril.

Em muitos, conforme salientado por Gunn: «A fibrose e contratura do quadríceps causam somente limitação da flexão. Parece no entanto, que algumas crianças não aceitam esta limitação da flexão do joelho e adquirem maior flexão às custas de uma luxação lateral da patela. Flexão indolor do joelho é conseguida às custas da estabilida de do joelho.»4 Evidentemente, nestes casos, o músculo mais comprometido é o vasto lateral, que por possuir inserção mais lateral na patela, tenderia a luxá-la lateralmente. E interessante ressaltar, que nesta forma de apresentação da fibrose do quadríceps, as manobras semiológicas descritas em torno do quadril poderão estar negativas, e que a atenção deverá ser voltada para o joelho.

Como foi frisado anteriormente, a cada movimento de flexão do joelho, ocorre uma luxação lateral e indolor da patela. No entanto, se a patela for mantida em seu leito pelo examinador, o paciente só consequirá mais ou menos 30· de flexão do joelho; neste ponto ele (joelho) torna-se rígido e um grau maior de flexão somente será conse guido às custas de luxação da patela.

Como en nosso material não tivemos nenhum paciente com esse tipo de compro metimento, aconselhamos o leitor a consul tar o trabalho de Bose e Chong15 que nas figuras 10-12 ilustram muito bem esta forma de apresentação da fibrose do quadríceps.

A principal importância da utilização de manobras semiológicas específicas, é que elas nos informarão qual o tipo de fibrose e portanto a indicação da técnica cirúrgica a ser empregada. Da mesma maneira estes testes serão de grande valia na avaliação dos resultados.

Ressaltamos que a positividade das manobras semiológicas anteriormente descritas nas formas reto femural e total ou mista, não se relaciona com a intensidade da proliferação fibrosa, tendo em vista, que na forma total ou mista, as manobras são habitualmente negativas e o grau de com prometimento muscular e maior do que aquele observado na forma reto femural.  (+ info)

Beta HCG pode dar falso negativo?


olá meninas,fiz um exame de sangue,beta qualitativo,onde dizia que os valores eram superiores a 25 mul/ml.
LOGO APOS ISSO,TINHA UMA NOTA DIZENDO:
***Nota:Resultado falso-positivo podem ocorrer na menopausa,na presença de cariocarcinoma,mola hidatiforme,e neoplasias de celulas germinativas dos ovarios.
Amostra de soro com alta concentração de fatores reumatoides podem também mostrar resultados positivos não especificos quando testados.

Bom meninas me ajudem,queria saber,se alguem entendi isso,estou nervosa,sabe,e sou muito anciosa.fiz esse teste de gravidez com 4 dias d atraso.
será que posso está gravida?

Beijinhos a todas
perdão meninas,uma correção...estava escrito Falso Positivo,e não falso negativo.
mais hj fiz o teste de farmacia,e deu positivo!!!!!
----------

Amiga , vc esta gravida sim parabens querida.

°•.εïз Fique com Deus εïз.•°
°•.εïз Fê ♥ Dri εïз.•°  (+ info)

Você sabia, 17?


CÂNCER BUCAL
IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO E DO DIAGNÓTICO PRECOCE

O câncer tem cura? Sim, desde que detectado e tratato precocemente. A partir desta afirmativa, veja quanto é importante procurar um profissional de saúde, de preferência que atue na área, isto é, o Cirurgião-Dentista, quando sentir qualquer alteração que ocorrer na boca ou nos lábios.
O câncer bucal é de grande ocorrência no Brasil. Segundo estatística publicada em 1996 pelo Ministério da Saúde - INCA E PRO-ONCO, o câncer de boca no homem encontra-se em 6º lugar entre as neoplasias malígnas mais incidentes em todos os registros de câncer de base populacional. Já no sexo feminino, a incidência desse câncer é bem menor. Os registros hospitalares, de câncer citam que o câncer bucal está entre 10 (dez) neoplasias malígnas mais frequentes em ambos os sexos. É mais comum no sexo masculino na proporção 3:1, que tende a igualar-se em futuro próximo devido principalmente à exposição que as mulheres vêm se submetendo aos agentes co-carcinógenos, como ,por exemplo o fumo e o álcool. Como sabemos e todas as estatísticas comprovam, esses dois agentes estão comumentes associados ao câncer bucal, pois cerca de 70% dos portadores desta patologia são fumantes severos e assíduos consumidores de bebidas alcóolicas.
Dos cânceres de boca, o mais comum é o carcinoma epidermóide representando cerca de 94 a 96% dos casos. Ocorre, como já vimos mais no sexo masculino, predominando na faixa etária acima dos 40 anos, quando o indivíduo está como todo seu potencial de trabalho e que, repentinamente, é travado e impedido de desenvolver suas atividades, trazendo graves ônus ao Estado e problemas sociais de difícil solução.



AUTO-EXAME
O auto-exame é de grande importância principalmente para o diagnóstico precoce do câncer bucal.
Sequência:
a - posicionar-se frente ao espelho;
b - examinar todos o facies (rosto);
c - examinar os lábios superior e inferior;
d - abrir a boca e utilizando o dedo indicador, afastar as bochechas para melhor visualização;
e - colocar a língua para fora e examinar a parte de cima e os lados;
f - examinar embaixo da língua ( assoalho da boca);
g - examinar o palato duro/mole e úvula (céu da boca e campainha);
h - observando qualquer coisa diferente, como acima descrito, tocar com os dedos indicador e polegar de uma das mãos, para sentir se é dura, mole ou se provoca dor;
i - em caso positivo ( presença de qualquer coisa diferente ) procurar imediatamente seu Cirurgião-Dentista ( Estomatologista - especialista em doenças de boca ) para esclarecimento do problema;

PREVENÇÃO
Quanto à sua prevenção, que atitudes tomar?
1 - evitar fumo e álcool;
2 - evitar exposição continuada aos raios solares;
3 - evitar traumas crônicos na mucosa bucal, tais como: prótese mal adaptadas, coroas dentais fraturadas, raízes residuais, etc;
4 - manter higienização adequada, escovando os dentes no mínimo 4 vezes ao dia, principalmente após a ingestão de qualquer alimento, fazer uso do fio dental e se auto-examinar continuadamente conforme descrição acima citada;
5 - fazer alimentação balanceada e completa evitando fazer uso do açucar em excesso ( prevenção da cárie ) e principalmente fora das refeições;
6 - procurar seu Cirurgião-Dentista em caso de aparecimento de qualquer lesão que não regrida no espaço de 7/14 dias;



AUTOR
Prof. Dr. Gilberto Marcucci
----------

É um tipo de câncer pouco difundido , vou então lhe pedir para colocar em seu trabalho informativo um outro tipo de câncer que não é nada difundido , vc colocaria este informativo para o pessoal do yr ? Câncer de pênis , esse tipo existe mais a divulgação dele na mídia é zero e poucas pessoas sabem . Obrigado , bjs !!!  (+ info)

1  2  3  4  

  Fazer uma pergunta: